História How long will she wait? - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Drama
Exibições 71
Palavras 598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MENINAS!!!!

MIL DESCULPAS POR TER DEMORADO A POSTAR, eu estava bastante atarefada mas deu para postar hoje e >>>talvez<<<< eu poste quinta pra satisfazer meus docinhos

E EU ESTOU MUITO FEPIZ PELOS FAVORITOS!!!!!! OBRIGADA PRA QUEM ESTA DIVULGANDO.

Capítulo 3 - Chapter three.


Fanfic / Fanfiction How long will she wait? - Capítulo 3 - Chapter three.

Adeline Point Of View, 

     Ohio, - 22 de Julho de 2016, Domingo. 14:50

  - Cassandra, eu não irei sair tarde da noite para vigiar meu marido, apesar de não confiar mais nele. Isso seria ridículo, e se ele não estiver fazendo nada demais a não ser trabalhando? A confiança que ele tinha em mim vai para o ralo. Mesmo eu achando que não é só isso, estou confusa, basicamente paranóica. Eu não sei o que fazer, amiga. - Falei, cansada.

  - Você vai ficar aí de braços cruzados sem fazer nada? Pensa Adeline, você pode está sendo traída neste momento. Não estou afirmando, para começar, porque você é totalmente paranóica. Você não confia mais nele. Me diz a quanto tempo isso acontece? - Perguntou.

  - A um tempo. Não tenho certeza. 

  - Por isso mesmo que você tem que procurar saber! Vai ser mesmo enganada pro resto da vida? Você mesmo me disse que na sexta falou para ele que se cansou. Cumpre isso mulher! Olha, eu estou aqui para te apoiar no que você decidir, mas faça o certo, por favor. - Ela me abraçou. - Eu te amo amiga, não quero ver você sofrer por um homem que não te merece. 

  - Eu sei, obrigada, Cassandra. 

  - Enfim, você vai trabalhar amanhã? As meninas estão perguntando de você, você sumiu. - Disse

   - Irei retornar amanhã. Eu queria um tempo. As novas coleções de roupas estão chegando, eu precisa organizar tudo e expor. 

  - O movimento está ótimo. Cada vez mais os pedidos para essa nova coleção estão chegando, está um sucesso, Adeline! Suas queridinhas não param de perguntar por você. - Revirou os olhos. Eu acho engraçado o ciúmes que ela tem por mim. 

  Cassandra sempre me ajudou, desde com coisas bobas ou graves, eu confio muito nela e acho que ela é a minha segunda mãe. Me ajuda muito com a loja de roupas que nós criamos, é simples porém bem organizada, e as clientes gostam disso. Ganhamos nosso dinheiro certo. Isso é bom. Nunca precisei depender economicamente do Justin, e ele sabe disso. Nunca gostei de depender de ninguém, nem dos meus pais. Comecei a trabalhar cedo por causa disso, em uma cafeteria, e diante daí eu conheci o Justin. 

  Tivemos um relacionamento de 2 anos. Logo depois casamos e aqui estamos nós, foi rápido e muito intenso. 

  - Estou falando com você, Adeline. - Cassandra me cutucou. 

  - Desculpe. 

  - Nós deveríamos sair para uma festa hoje, o que acha? - Sugeriu 

   - Você sabe que não gosto muito disso, mas bem que eu queria, tenho que acordar super cedo amanhã para ir a loja. - Falei

   - Eu sei, mesmo assim você deveria se divertir um pouco, você está "presa" a toda essa situação. - Disse

   - Quando tudo isso passar eu irei, eu prometo. 

                                          ***
 
  Já estava de pé as 5:00 da manhã, logo me arrumando para trabalhar. Eu sempre fui simples então optei por um vestido longo estampado. Bem o meu jeito. 

  Justin ainda estava dormindo, eu não o vi chegar na noite passada, estava muito cansada fisicamente e psicologicamente. Nada vai ser como antes.

                           ***

Parei o carro em frente à loja, o qual se dava o nome "Adeline's" em letras grandes destacável. As meninas já sorriam para mim antes mesmo de entrar na loja. 

  - Sentimos sua falta, Adeline. - Johanna disse.

  - Também senti falta de vocês meninas. Como vocês estão? Cadê a Cassandra? - Perguntei.

  - Estamos bem, ela ainda não chegou. - 

  - Certo, vamos lá garotas, temos muitas coisas para fazer! - Falei.


Notas Finais


Está pequeno, eu pensei em juntar esse com o de quinta só que eu fiquei devendo né, então postarei quinta, vou me esforçar para postar na quinta.

E esse capítulo eu foquei mais nela sabe? Falei sobre o trabalho dela e tal pra não ficar só naquilo, mas não se preocupem porque na próxima vai ser todinho sobre o casal.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...