História How not to love her? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lily Collins, One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais
Exibições 9
Palavras 772
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Guys, tudo bom? Comigo está tudo ótimo, minhas provas terminaram sexta. Aleluia!!!
Essa semana é 2 chamada, como eu não faltei nenhuma, não preciso ir. Só vou sexta pra pegar o resultado. AI QUE MEDA!
Então, terei tempo para escrever bastante, vocês vão ler vários capítulos. Favoritem e comentem é muito importante! Obrigada meus amores, LEIAM AS NOTAS!!

Capítulo 4 - Three


Fanfic / Fanfiction How not to love her? - Capítulo 4 - Three

Terceiro Capítulo 

" Eu fiz minha escolha, o destino me deu a consequência." - Autora.

POV'S JADE

27 de novembro de 2016, às 00:06

Me peguei pensando em Harry, se Lippe soubesse que veio pensando nele, já teria me matado. Mas como só eu e Deus sabe os meus pensamentos, estou tranquila, nem mesmo o Harry sabe disso. 

Sorri involuntariamente, quando me lembrei da última vez que o vi.

Flashes backup On

Harry tirou as mãos de meus olhos e apareceu na minha frente, o fitei sorrindo, sentou - se na mesa que eu estava, e começamos a conversar. Eu falei sobre minha faculdade, ele disse sobre sua irmã, Gemma, e que eu deveria a conhecer, assim como sua mãe, Anne.

Ele marcou de me encontrar na praia, mesmo que eu estivesse cansada, eu queria ficar mais tempo com Harry, quando estou com o mesmo, parece tudo tão mais fácil e objetivo. 

Fui para casa, coloquei meu biquíni em baixo da minha roupa, e fui, encontrei com ele lá, tirei minha roupa e deixei só o biquíni, queria me queimar, mas para isso teria que passar protetor, pedi a ele, assim o mesmo fez, porém assim que terminou me puxou pra água, eu comecei a tentar andar pro lado o contrário, não consegui. Com tanto esforço que eu fazia, ele me pegou e colocou - me em seus ombros, comecei a me debater e bater nas suas costas, ele foi e me colocou na água fria. ARGH! Como estava gelada, corri para a areia, ele me puxou, fazendo com que eu virasse e batesse contra seu peitoral. Ficamos nos encarando por um bom tempo, pousou um de seus braços ao redor da minha cintura, com a outra pegou delicadamente meu queixo, fazendo com que eu olhasse para ele, antes, meu olhar estava fixo no movimento que ele fazia, e selou nossos lábios, eu demorei para processar o que estava acontecendo. "DROGA!" - minha consciência gritava. "Você precisa se afastar dele, é para seu bem, você sabe, Jade.", mas meu corpo queria estar mais próximo dele, minha barriga dava voltas e eu sabia o que isso significava.

Separou nossos lábios por falta de ar, deu um meio sorriso, eu abaixei minha cabeça.

- Preciso ir. - Eu disse, me distanciando um pouco dele e o fitando.

- Eu te levo. - Fomos andando para pegar nossas coisas, assim fizemos, todos nos olhavam com um sorriso sapeca.

- Merda. - Murmurei para mim mesma, tentando fazer com que Harry não me ouvisse, impossível ele ouviu. Entrou no carro e começou a dirigir.

- Você não gostou?

- Sim, mas todos viram, com certeza, tinha um paparazzi por lá, se não isso, as próprias pessoas devem ter tirado foto.

- Qual o problema? Não ligo para o que eles pensam.

- O problema não é o que eles pensam e sim o que falam, vão dizer que sou mais uma peguete sua.

- Idaí? Não importa o que eles falam, importa o que nós sentimos.

- Importa sim, Harry, no fim de tudo, tenho medo deles terem razão.

- Mas dessa vez não terão, eu gosto de você.

- Já falou isso para quantas?

- Nenhuma, elas normalmente falam isso pra mim, você é a primeira e a última.

- Última?

- Você achou mesmo que não seria a última?

- Sim.

- Você vai ser a primeira mulher e última.

- O quê?

- Chegamos. - Ele disse assim que chegou em frente a minha casa.

- Hm... Tchau. - disse ele indo me beijar, virei e acabou sendo na bochecha. Saí do carro e entrei, subi até o último degrau, quando a campainha tocou. Desci rapidamente, quase tropeçando, abri a porta, era Philippe. "Você está ferrada.", minha consciência disse, ela tinha razão.

- Posso entrar? - ele perguntou calmo. Ele ainda não sabe, talvez isso seja bom ou ruim, porque depois que ele descobri, certamente irá fazer um show perguntando por que não contei pra ele e coisas do tipo. Dei passagem para ele entrar, assim fez. Foi direto para a cozinha, assim eu fiz depois de fechar a porta, ele vasculhava a geladeira, pegando pão de queijo.

- Vou fazer. - Levantei uma sobrancelha. 

- Você sabe? - Indaguei. Ele pareceu pensar.

- Não, talvez eu tenha uma ajudinha. 

- Tá, mas só porque eu estou com fome também, aliás muita fome. 

Colocamos enfileirados os pães, os pondo no forno, fomos até a sala, eu me sentei no sofá, ele colocou sua cabeça em minhas pernas, tirei uma foto nossa, postei no Instagram, com a seguinte legenda: "Amo mais que brigadeiro!" 

- O que fez essa tarde? - Perguntou.

- Eu fui na praia com Harry. - Deixei as palavras escaparem, antes que escaparem pudesse contê - las.



Notas Finais


Hey, eu sei esse capítulo saiu meio atrasado, mas tudo bem saiu. Amanhã é meu niver. Consequentemente, da Jade também, então vai ter vários babados. Nem eu sei ainda, mas já tenho idéia do que escrever. Espero muito que tenham gostado, Favoritem e comentem. Please. Até o próximo, mozões.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...