História How to be the best teacher - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Vhope
Exibições 18
Palavras 3.957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOOI
aki estou eu com mais uma tentativa de fanfic...espero q essa dê certo.

BOA LEITURAAAA DESCULPEM OS ERROS ( sempre tem um monte )

Xoxooo
💖💖💖

Capítulo 1 - Os sapatos pretos


Fanfic / Fanfiction How to be the best teacher - Capítulo 1 - Os sapatos pretos

E se....um dia pudéssemos controlar o nosso próprio corpo? E se...pudéssemos controlar o corpo de outra pessoa, apenas com um olhar ?

     Jungkook tentava, na realidade era tudo o que ele mais queria, controlar o corpo ali em sua frente, o corpo que todos os dias de manhã lhe tirava o ar e fazia seu coração pulsar, mas não apenas seu coração.
      
       - Ei psiu,Kook viado! - uma bolinha de papel atingiu sua cabeça e o fez voltar o olhar para seu melhor amigo.
      - O que é Taehyung? A aula já tá acabando porra!Deixa eu prestar atenção ! - revirou os olhos e voltou a encarar o ruivo.
 - Só que, não estás prestando atenção na aula e sim na raba do gostoso do professor-disse Taehyung fazendo uma cara de pervertido. 
      - Taehyung, ele nem tá de costas.
     - Foda-se! Tem muita coisa para olhar de frente também - os dois tentavam manter a voz inaudível para as outras pessoas - professor -mas não tinha como controlar o maior dom de Kim Taehyung,ser escandaloso-.

- Jeon?-o moreno logo olhou diretamente para o dono da voz doce.
- Ah...sim Sr. Park - aquelas orbis castanhas bem escuras encaravam Jungkook como se quisessem ver sua alma e para evitar ter um infarto ou uma ereção ali mesmo, desviou o olhar.
- O que aconteceria....- Jungkook tentava se distrair com um lápis, mas o infeliz resolveu cair no chão e como ele se sentava na primeira fileira o lápis amarelo rolou até bater no sapato preto do "gostoso do professor".

     Jimin se abaixou para pegar o lápis, para ele era considerado um ato normal, mas para Jungkook era uma prova de sanidade. O Jeon se ajeitou na cadeira e engoliu em seco quando viu que Jimin se aproximava de si.
   - O que aconteceria Jeon Jungkook, se pudéssemos controlar o corpo de uma outra pessoa, apenas com um olhar ? - ele tinha quase certeza que o professor estava fazendo de propósito, ele o encarava como se realmente quisesse o controlar...o ter submisso e esse pensamento fez a boca de Jungkook se entre abrir, seu coração bater mais rápido e as mãos começarem a suar.

    - E-eu não...n-não sei - se xingou internamente por ter gaguejado e viu o professor se aproximar mais ainda.
     Jimin simplesmente se sentou na mesa de Jungkook e o encarou intensamente, até que o mesmo abaixasse a cabeça e encarasse as próprias mãos trêmulas.
   O Park usou o lápis em sua mão para levantar o rosto do mais novo, fazendo com que ele voltasse a te encarar .

     - Você realmente não sabe Jungkook ? - Jimin pegou uma das mãos do Jeon e sorriu para ele ao perceber que estava tremendo, abriu a mesma e colocou o lápis ali.

     O resto da sala, principalmente Taehyung,que sabia da paixonite do amigo, observavam a situação boquiabertos, algumas garotas chegavam até a rosnar ou por conta do professor ou de Jungkook, que também é extremamente bonito.
      
     - Alguém sabe o que eu acabei de fazer ? - Jimin se levantou de repente e caminhou até o quadro, assustando a maioria dos alunos, principalmente Jungkook, com seu ato inesperado.
    - E então...ninguém sabe o que eu acabei de fazer ? -
   Hoseok, um outro amigo de Jungkook e Tae, levanta a mão e faz o Kim bater em sua própria testa "lá vem merda" ele pensou assim como Jungkook.
   - Fale Hoseok - disse se sentando em sua mesa - Deixou o kook com uma puta ereção - 
- J-Hope!- Taehyung protestou. 
- Ai V! Não me bate que eu tenho advogado ! - a sala se acabava de rir com aquela situação, enquanto Jungkook corava violentamente assim como Jimin, mas a diferença era que Jungkook tinha a cabeça  baixa e encarava suas "mãos" e o pior de tudo era que Hoseok estava certo,ele realmente estava duro.
     
      - Amanhã tragam um resumo sobre os capítulos que estão no quadro, estão liberados agora. - Jimin disse sério e começou a guardar suas coisas em sua pasta, enquanto os alunos saíam da sala.

  - Kook...você está vivo ? - Hoseok perguntou tocando em seu braço.
- Eu acho que não...depois daquilo nem eu sobrevivia - Taehyung deixou escapar em um tom tão "baixo" que fez o professor corar novamente.
  - Eu já disse que eu amo..-o moreno fez uma pausa.
-Vocês? -Jungkook falou entre dentes e se virou para os amigos que não conseguiam segurar o riso.
   - Desculpa Kook, é que você não viu a sua cara...já pensou em seguir carreira como um ator pornô ? -J-Hope disse com um tom brincalhão. 
- Vai se fuder Hoseok! - o moreno disse se levantando e saindo a toda velocidade da sala para que o professor não visse o seu estado.

- Taetae...- Hoseok chamou com a voz manhosa e sussurante.-Você... não quer fazer isso por mim ? - Taehyung e Hoseok tinham uma "amizade" diferente isso desde que estavam no oitavo ano na escola - F-fazer?O-o que ? - Taehyung falou pausadamente e logo levantou uma sobracelha entendendo o que aquele "fazer"significava. Deixou o ar que prendia sair com força de seus pulmões, enquanto dava um sorriso malicioso.
    - Só vem comigo...-Hoseok diz segurando a mão de Tae, ainda sussurrando.
- Para onde?Hobi nós estamos na faculdade e...-o loiro foi interrompido. 
- E essa hora o zelador não está no quartinho da limpeza...-diz Hobi por final, puxando Taehyung para fora da sala.

    Já passavam das 22 horas e Jungkook estava nesse exato momento em uma cabine, do banheiro da faculdade, praticamente vazia, com um problema que pulsava no meio de suas pernas e tudo por culpa dos olhos escuros e estreitos, da boca carnuda, do cheiro inebriante, dos fios ruivos, das coxas grossas. E foi pensando nos detalhes daquele ser que não parecia humano, que Jungkook deslizou a mão por seu próprio abdômen e adentrou sua calça encontrando seu membro, quente e totalmente rígido.

    Quanto mais ele pensava naquele professor, mais seu membro pulsava e ele sentia mais necessidade de toques, então, apesar de não ser o suficiente, começou a bombear seu membro e jogou a cabeça para trás na tentativa de relaxar e sentir melhor aquela sensação devastadora.
   Fez movimentos de vai e vem e ao lembrar daquela voz rouca, do toque em sua mão e do simples ato de abaixar para pegar um lápis, deixou um gemido arrastado ecoar pelo banheiro - Ah Jimin-ah...- o nome do professor rolou para fora de sua boca e ele não tentou impedir, pois estava em completo êxtase.

    Imaginava as mãos daquele homem lhe acariciando, lhe proporcionando muito mais prazer do que as suas próprias mãos proporcionavam, imaginou aquela boquinha linda envolvendo seu membro, aquele calor, aquela língua,aquele aperto...

- Oh..Jimin,isso é tão...Ah.. gostoso - não ligava se alguém entrasse naquele banheiro, se escutasse os seus gemidos nem um pouco baixos, não ligava para nada, apenas para as imagens que se formavam em sua cabeça.

     O único som que se podia ouvir naquele banheiro eram os gemidos, arrastados e manhosos do Jeon e o barulho úmido e excitante do vai e vem. Tudo começou a esquentar mais, seus olhos já não estavam mais abertos, a respiração começou a falhar e os espasmos tomaram conta do seu corpo, fazendo o moreno impulsionar o corpo para frente e tensionar o abdômen, isso tudo com os olhos fechados e sem parar nem um segundo de gemer o nome do Park.
    - Jimin...Eu ...ah-ele agora mordia os lábios tentando não gritar,mas o prazer havia ganhado,ele havia atingido o seu ápice e assim que o fez, jogou o corpo para trás, indo de encontro com a parede gelada e logo em seguida com o chão.

    Fechou sua calça e permaneceu ali sentado no chão, refletindo sobre o que acabara de acontecer.Mas um barulho o tirou de seus devaneios,havia alguém naquele banheiro e aparentemente estava ali a um bom tempo, pois estava sentado no chão e mau sabia Jungkook que a pessoa estava ouvindo tudo como se os gemidos de do moreno fossem uma música muito relaxante.

    Assim que percebeu que o Jeon havia acabado, se levantou rapidamente e saiu correndo do banheiro, sua respiração estava ofegante, parecia estar cansado ou apenas...extasiado.

   A única coisa que Jungkook pode ver daquele homem, foram os seus sapatos pretos.

         ........

Sua cabeça estava confusa... Afinal,o que havia acabado de acontecer?
   Os faróis dos carros batendo em suas retinas não o ajudava nem um pouco a organizar seus pensamentos e a acalmar seu corpo, que no momento estava extremamente quente, tenso e arrepiado.
    
   A pergunta feita a pouco tempo na sala de aula, era para seus alunos, mas estava presente em sua cabeça e a todo tempo ele se perguntava "E se eu tivesse o controle do meu próprio corpo?"
A resposta para essa pergunta era clara, mas até que os faróis embaçam a sua visão

    Se Jimin tivesse o controle do seu próprio corpo, não estaria nesse exato momento relembrando aqueles sons gostos, seu nome sendo pronunciado de uma maneira arrastada e cheia de prazer, se ele tivesse o controle do seu próprio corpo, não estaria pensando em um aluno de maneira tão imprópria, se tivesse o controle do seu corpo, não estaria tão excitado e necessitado dos toques de Jeon Jungkook.

      ........

   - Ah Hobi...vai logo com isso...-taehyung já estava  necessitado. 
- Calma Taetae...por que está com tanta presa ? - Taehyung bufou e encarou Hoseok com um olhar assassino, estava sendo provocado das maneiras mais absurdas e sem contar que ambos estavam nus e deitados na mesa do zelador, que a qualquer momento, poderia entrar na sala.
   
    Hoseok deu uma gargalhada e logo em seguida, deu um selinho nos lábios avermelhados e levemente inchados de Taehyung.
- Você fica lindo todo irritadinho, parece um tomatinho - ele tirava sarro de Taehyung com o maior  prazer.

- Hoseok...Eu juro que se você não me chupar agora eu vou..-Ah!...porra - Hoseok lambeu a glande inchada e deu selares por toda a extensão.
- ...Mas fica mais lindo ainda, quando geme o meu nome bem baixinho no meu ouvido ,quando fica excitado, quando se contorce de prazer, quando pede por mais e quando diz que me ama.- Hoseok disse sem desgrudar em nenhum segundo os olhos de Tae e sem parar a masturbação que fazia no mesmo.

     Taehyung fechou os olhos e jogou a cabeça para trás, assim que entrou por completo na boca do amigo, a sensação era extremamente devastadora, muito bem conhecida pelo mesmo, mas ao mesmo tempo continuava fantástica e inovadora, como se eles estivessem novamente no fundo do carro do pai de Hoseok tendo sua primeira vez , que apesar de ter ficado sem conseguir sentar direito por mais de uma semana, não poderia imaginar de melhor maneira ou uma pessoa melhor.

    - Hobieee...m-mais rápido...- Hoseok parou os movimentos e viu em seguida o mesmo olhar assassino de minutos atrás. - Seu filho da puta! Hoseok, por que você não me deixa gozar? Caralho eu preciso gozar ..- ele disse revoltado e ao mesmo tempo em um tom manhoso - Ei que linguajar é esse?  E não, você não vai gozar tão fácil assim hoje

- Mas o que foi que eu te fiz ?? Eu não mereço isso -
        Hoseok levantou uma sobrancelha e mordeu o lábio inferior - Você não se lembra de ontem Taetae?
Quem é o verdadeiro filho da puta? -
- Ontem? Eu não sei do que você tá falando - desviou o olhar pois sabia exatamente do que o amigo estava falando.
    A culpa da revolta do Hoseok foi pelo simples fato de Taehyung na noite passada ter o provocado, sempre que Hoseok ameaçava ter um orgasmo Taehyung parava de chupar seu membro e esperava o mesmo se acalmar para fazer de novo e de novo e de novo, como J-Hope estava amarrado a cabeçeira da cama, não podia fazer nada para se defender.

   - Hoje V...É a sua vez de sofrer um pouquinho ou melhor....Sua vez de sentir na pele o que é sofrer, na pele do seu membro, especificamente. -

Dia seguinte, conversa por telefone.

  - Então, deixa eu ver se entendi,você se masturbou, no banheiro da faculdade, gemendo o nome do gostoso do professor e ainda por cima tinha uma pessoa no banheiro e você não viu? É isso mesmo? - Taehyung já não conseguia se conter, aquela situação do amigo era extremamente engraçada.

- É... É exatamente isso - o mais novo disse timidamente.

- Atá bom, tranquilo...Você está ficando maluco, viado?! -Tae dizia ainda incrédulo.

- Olha Tae, não vem querer me dar uma lição de moral agora não, porque ontem você trepou na sala do zelador, tá? -o mais novo já estava sem paciência.

- É, mas a diferença é que eu não fiz isso gemendo o nome do Hoseok pra a faculdade inteira escutar! -

- Ah tá Taehyung.Já entendi,eu vou desligar agora, ainda tenho aquele resumo para fazer...-

- Fudeu! Hoseok levanta dessa cama se veste,a gente tem um resumo para fazer! -Taehyung dizia apavorado.

- Espera aí...vocês transaram de novo? Na sua casa Taehyung?

- Claro  -o loiro disse rapidamente mas logo se explicou. - Quero dizer,"claro" na parte que transamos novamente, mas eu não disse que foi na minha casa...

- Meu Deus Taehyung !...Se o pai do Hoseok te pega eu não vou pagar nenhum hospital !

-Ah relaxa viado, aquele homofobico nojento tá  viajando,  e mesmo que nos pegasse, o Hoseok ia me proteger.

-Convencido pra cacete você em, e vê se para de me chamar de viado!

-Seria pior se eu te chamasse de hetero, aí sim eu estaria mentindo -o loiro não perdia a oportunidade. 
-Que se foda, tchau.

- tchau viado !

    Jungkook desligou o celular e voltou a encarar o teto do seu quarto, num silêncio total, havia algo o incomodando, além da aula da noite passada , por que será que aquele homen ficou ali sentado no chão do banheiro,ouvindo Jungkook gemendo, por que ele parecia tão ofegante e quem era ele?

Será que seria o...não, era impossível ser Jimin, mas se fosse, o maior desejo de Jungkook no dia seguinte, além de transar com o professor gostoso,seria virar um avestruz para enfiar a cabeça em um buraco e ficar lá para sempre

         .......

   - Boa noite turma, hoje nós...- Jimin falava de costas para os alunos e no momento em que se virou, deu de cara com Jungkook o encarando como se estivesse o comendo vivo,e flashes da noite passada o atingiram e o fizeram engolir em seco.
    
    - Professor?-Jimin estava perdido na beleza do garoto perto de si.-Professor!- ele despertou do transe ao ouvir uma aluna e ficou sem graça ao notar que parou de falar e ficou estático  na frente da turma apenas trocando olhares com Jungkook.

    - Viu um fantasma ? - Yoongi ou Suga, como prefere ser chamado, se pronunciou fazendo Jimin voltar o olhar para si - O Jungkook é bonito, mas não é para tanto - o comentário fez as bochechas do baixinho queimarem e ficarem extremamente vermelhas - E-eu não eu...- ele pigarreou pois percebeu que sua voz falhava e ajeitou a postura.
- Eu apenas esqueci o que ia falar...mas agora eu me lembrei, hoje vocês irão ver um vídeo sobre psicanálise e eu quero um relatório detalhado na minha mesa assim que a aula acabar - ele se virou novamente e depois do jeito que encarou Jungkook, conseguiu plantar uma semente da dúvida no mesmo , mas  quando o moreno olhou para baixo a semente da dúvida começou a criar raízes e talvez, só talvez seja uma semente da certeza...

    "Esses sapatos pretos são  familiares "...

   -Faculdade-
     -19:30-
      -Aula de psicologia -

-Então viado...está achando que era seu boy?Ou melhor.... seu velho? -Tae dizia encostado na parede da sala.
    
-Claro que não né Tae, podem existir outros sapatos iguais aquele e para de me chamar de viado - o moreno sussurava e tentava ao máximo não fazer barulho e chamar, de novo, a atenção de Jimin, que nesse momento estava aparentemente brincando com uma borracha em sua mesa.

-Ei, espera aí, o que quis dizer com velho? Ele é só alguns anos mais velhos que eu....-Jungkook dizia coçando a cabeça.
-Aham, só uns 7 anos - disse o Kim bem alto.

-Caralho! NEM é tanto assim... e vê se fecha essa boca Taehyung! Será que eu vou ter que enfiar alguma coisa na sua boca pra você ficar calado? -

-Você eu já não sei....Mas o Hoseok sabe direitinho como me calar - Taehyung disse e pisxou logo em swguida para J-Hope,que estava do outro lado da sala.

-E não é só com a boca....

O mais novo revirou os olhos 
-Me poupe dos detalhes Taehyung, agora...o que eu faço?-

- Olha... pra começar,você deveria parar de se masturbar pensando no professor -sussurrava pertinho do ouvido de Jungkook- Mas como eu sei que isso é  impossível, pelo menos não faz isso no banheiro da faculdade.-O loiro praticamente gritou a última frase só para ver a reação do mais novo.

- Taehyung...abaixa o tom cacete! Ele tá olhando para cá...- Jimin tentava a todo custo parar de encarar aqueles olhos pretos, aqueles cabelos castanhos, aquela pele livre de imperfeições, quer dizer...era o que ele achava até notar uma pequena cicatriz do lado direito da face de Jungkook, bem próximo daqueles lábios perfeitinhos e rosados, que na noite passada pronunciava seu nome com tanto prazer.
Depois de lembrar do ocorrido,  Jimin sentiu um arrepio percorrer todo o seu corpo e assim que olhou para baixo notou que precisava, urgentimente, tomar um ar

- Turma e-eu preciso sair por um instante...v-vou resolver alguns problemas e já  volto-

   Jimin parecia nervoso, como se estivesse mentindo e evitou, enquanto falava, direcionar o olhar para qualquer aluno, quer dizer...um em especial.

    - Será que o professor vai resolver algum "problema" no...banheiro? -V ainda zoava o amigo e fazia questão de lebrar o ocorrido na noite passada.

-Se eu contasse todas as vezes que eu já mande você se fuder Taehyung....

-Não seriam nem a metade do que já transei na vida-o loiro completou, fazendo Jungkook repensar se realmente fez a escolha certa de ser amigo do Kim.
-Ah, pelo amor de Deus via...-Tae ia dizer algo mas tossiu e repensou o que ia dizer -Amigo, enfim, praticamente todo mundo viu o jeito que ele te encarou no início da aula.

- Tae não me ilude, pelo amor de...-O moreno foi interrompido por uma voz irritante.

-Será que dá para as duas bichinhas calarem a boca? Esse relatório vale nota-uma garota que nem um deles teve o trabalho de saber o nome, se pronunciou fazendo os dois se enfurerecem, principalmente Taehyung.

- O que? O que você disse sua oxigenada de merda...Repete! - O Kim ameaça se levantar assim como a garota sentada ao seu lado esquerdo - Olha só quem fala, ainda por cima nem penteia isso que você chama de cabelo...toma querido - ela coloca um pente rosa em cima da mesa de Taehyung e solta um beijinho estalado para ele, que já fervia de raiva .
  -Você quer que eu enfie esse pente na sua garganta ??!! -

- Tae se acalma tá...e  garota, se esse relatório vale nota e você está TÃO necessitada, então eu acho que você deveria parar de tentar chamar atenção e focar na merda do seu relatório - assim que Jungkook terminou de falar Taehyung não perdeu tempo.
-E mais uma coisa,pelo menos meu namorado continuou me amando mesmo depois que pintei o cabelo!-Tae jogou uma das fraquezas da garota na sua própria cara

.A garota ficou em silêncio e a turma inteira começou a fazer o famoso "Ooh não deixava", logo depois começaram a cochichar  deixando a loira  ainda mais vermelha e que aparentemente começou a chorar.
Ela apenas saiu da sala sem mais nem menos.

      ......

Se passaram alguns minutos, depois da pequena discussão e Jimin finalmente volta para a sala de aula. O vídeo havia acabado e a maioria dos alunos ali presentes haviam terminado o relatório pedido pelo professor.

     Ele estava desnortiado, parecia estar tonto e com as pernas instáveis e tinha um olhar de culpa, este que não passou despercebido por Jungkook. O Park se sentou em sua cadeira e permaneceu um bom tempo com o olhar baixo, fazendo muitos dos alunos estranharem sua atitude incomum.

- Tragam os relatórios por favor.começando pelo fundo. -ele disse entre um suspiro.

- Eu acho que esse professor saiu para fumar ou beber alguma coisa, porque ele não tá normal - J-Hope sussurrou para o Kim   fazendo o mesmo concordar com a cabeça.

    - Quem me entregar,pode sair - o Park disse enquanto pegava os relatórios na mão dos alunos ali em sua frente.

    A sala começava a esvaziar, e a medida que ela ia ficando vazia, Jungkook ia ficando mais nervoso, pois como ele sentava na primeira fileira seria um dos últimos a sair da sala, ou seja, ficaria a sós com o professor, por míseros segundos, mas ficaria.

   - Jeon?- a voz melodiosa o arancou de seus pensamentos e o fez notar que era o único aluno na sala. Suas pernas começaram a tremer, então com todo cuidado do mundo Jungkook levantou-se e caminhou até a mesa de Jimin, que estava de pé atrás da mesma, aponhando as duas mãos  na madeira escura e encarando Jungkook por cima dos óculos redondos.

    Jungkook colocou a folha destacada do caderno em cima da mesa e direcionou-se até a porta, mas...

- Jungkook você têm um minuto?-o ruivo segurou na manga de seu casaco xadrez -O que eu tenho para falar será rápido... - A essa altura o coração de Jungkook já estava fora do seu peito.
    O moreno apenas assentiu com a cabeça - sim Sr. Park - ele precisou de muito auto controle para não gaguejar e estava orgulhoso por ter conseguido.

   - Eu sei que não faz nem sentido receber sermão de um professor em uma faculdade, ainda mais se você é um aluno com notas implacáveis como as suas,mas...- ele deu uma pausa, saiu de trás  da mesa e tirou os óculos,  nesse momento o corpo na frente de Jimin, já havia parado de funcionar a um bom tempo.

- Será que você pode controlar o volume da sua voz ?... Estava muito alto  - Jimin o encarava mais próximo do que o normal, seus olhos não desgrudavam dos de Jungkook por nenhum segundo e aquela frase teve um segundo sentido para o moreno e o fez ter a certeza de que era o professor sentado no chão do banheiro, escutando os seus gemidos.

     Jungkook engoliu em seco pela décima vez,olhava para o chão, suas bochechas estavam extremamente  vermelhas de tamanha vergonha desde que aquela conversa havia começado, mas agora estava piorando pois Jimin olhava diretamente para os seus lábios, enquanto mordia os seus próprios.

   - Você está tenso Jungkook...relaxe foi apenas uma observação.- ele sorri e volta para trás de sua mesa, pondo novamente os óculos.

- Pode ir, até amanhã Jeon - ele deu um dos seu sorrisos, que fazem seus olhos se fecharem, acenou para o moreno e fez o coração do mesmo falhar mais uma vez.

- Até..Sr Park...

"Se eu não me matar hoje à noite."
  


Notas Finais


OOOI DE NOVO...ESPERO MUUUUITO QUE TENHAM GOZTADO...
Desculpem OS erros e obrigada pela atenção
Dependendo do retorno de vcs...eu continuo essa fic

Xoxooo
💖💖💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...