História How to Break a Heart - Capítulo 9


Escrita por: ~

Exibições 46
Palavras 2.580
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heeyaah suas lindas ♡
Advinhem quem fez merda e ficou de castigo? Euzinha. EEBAA ( sintam a ironia).
Então nesse capitulo é FINALMENTE o encontro deles e eu pelo menos gostei bastante de como ficou.
Tambem to testando uma coisinha então se os links não derem certo ou então abrirem errado please me avisem nos cometarios.
Então é isso fofas nos vemos nas notas finais. Boa leitura e durmam com os anjinhos essa noite!♡♡♡
XOXO ♡

Capítulo 9 - Last day of the Week and The first Date.


Fanfic / Fanfiction How to Break a Heart - Capítulo 9 - Last day of the Week and The first Date.

 

Bloqueei o celular e virei para o lado da janela, assim pegando no sono com o sorriso mais bobo do mundo.

...

Acordo com a musica “Blah Blah Blah- Ke$ha”, eu sei que é velha, mas quem liga? Finalmente já era sexta-feira, ainda bem por que não aguentava mais esperar.

Nos últimos dias tem sido tudo tranquilo, ensaiamos todos os dias e saímos com os garotos quase todos os dias, tirando ontem que eu estava com uma dor de cabeça horrível e tive que sair ainda de manha da aula. As vezes eu tinha disso, as enxaquecas normalmente quando eu estava para menstruar ( vocês não tem ideia de como foi bolante pra mim escrever isso hahaha), os médicos sempre diziam que era por causa dos hormônios fortes de mais, e como é um problema genético nunca levei muito serio. A e também a Bella e o Carter tão namorando, casal mais fofo não consigo contar as vezes que eu já apertei as bochechas dos dois. E a Anna e o Nash eles tão se aproximando aos poucos mas vão fazer outro casal suupeer fofo.

Levanto da cama e vou ao banheiro faço minhas higienes, depois olho no celular para ver a temperatura, que estava entre os 19°C. Então visto uma calça normal jeans azul clara, uma camiseta preta escrito em dourado o “logo” do filme Coraline ( Amo de mais esse filme) e tambem um tênis preto metalizado com os cadarços dourados. Deixo meu cabelo solto, coloco um pouco de corretivo, rímel e um batom rosa fraquinho com acabamento mate. Coloco meu colar de estrelinha, o primeiro brinco era dourado ele é daqueles “compridos” mas não muito não passava de 1 centimetro, na ponta que ficava presa na orelha era só uma bolhinha dourada e na ponta que ficava pindurada era um coração com uma flecha atravessada, o segundo brinco coloquei uma pena de prata.

Arrumei a mochila, desci, cumprimentei meu pai e Mel, troquei a água do Clark e do Bucky e também os dei comida, tomei café da manha e assim que terminei ouvimos a campainha.

Caminhamos até a porta e cumprimentei Aaron e May abraçando os dois e seguimos para o carro, logo entrando no mesmo.

Ficamos o caminho inteiro ouvindo musica e gravando snaps uns dos outros. Chegamos na escola e logo nos juntamos a rodinha de dementes, ( ops!) logo nos juntamos a rodinha dos nossos amigos, Cameron, Shawn e Nash estavam jogando garrafinhas de água e tentando fazer elas ficarem em pé. O que só por observação, não deu nada certo, pelo menos não pro Cameron.

Alli- Desiste Cam, Você é péssimo nisso.- digo rindo do mesmo.

Cam- Out!- diz parando, colocando a mão no coração e fazendo cara de dor. O bicha dramática!- Essa doeu até no útero que eu não tenho.- diz e faz com que todos riem.

Nash- Não fala mal do meu macho!- diz indo até Cam, o abraçando de lado com os dois braços e entrelaçando uma perna nas de Cam.- Só eu posso fazer isso!- termina lambendo a bochecha de Cameron inteira. Cam não faz uma cara muito boa.

Cam- Ai amor aqui não.- diz e coloca uma das mãos na bunda do Nash. Okay agora já tava ficando bem estranho e obvio que eu gravei tudo, meu deus eu sou foda hein!

Shawn- Okay isso já ta ficando beem estranho.- diz rindo e os outrso concordam.

Ouvimos o sinal tocando e cada um foi para sua sala, agora eu e as meninas tínhamos aula de gastronomia essa era a primeira vez que eu tinha essa aula na escola, então o professor entro na sala, deu bom dia, muito animado por sinal, ele parecia ser legal e começou a escrever alguma coisa na lousa.

Professor- Então alunos hoje vocês terão que fazer alguma sobremesa, tanto faz qual mas eu vou avaliar então caprichem, vocês tem 1 hora e será em grupo!- diz sentando em cima da sua mesa e apertando em um botão, um relógio grande começou a contar o tempo começando por 59:59, 59:58 e por ai vai.

Eu e as meninas nos juntamos e começamos a pensar no que fazer. Por fim decidimos fazer uma torta de limão com a lateral de negresco que minha mão me ensinou a fazer, era quase uma receita de família.

Enquanto eu fazia a torta nós ficamos conversando, logo terminei e ainda tinha 20 minutos para o tempo terminar. Levamos a torta ate o professor, que a avaliou e nos deu a máxima! Pelo menos em gastronomia eu passo, rio com os meus pensamentos.

...

Depois de longos períodos entediantes de aula fomos finalmente almoçar. Sentei na mesa entre Carter e Matt, estou tão animada pra hoje de noite que meu deus esse sorriso bobo não sai do meu rosto nem depois de morta. Agora sentada na mesma mesa que ele então, só piora!

Começo a conversar com Matt sobre coisas nada a ver, até que recebo uma mensagem, olho no celular e vejo que é de Aaron.

{Mensagens on}

Aaron- Oi princesa.

Tudo bem sobre hoje a noite?

Alli- Oii lindo.

Claro! Desmarca isso pra vê se tu não morre.

Aaron- já te disseram que você é muito delicada, fofa e nem um pouco psicopata?

Alli- Out!

E a necessidade de feri meus sentimentos?

Aaron- Foi mal.

To só brincando linda ♡.

Alli- Acho bom mesmo.

Mas agora falando sério.

Da pra me falar onde a gente vai ir?

Aaron- Você é muito curiosa, meu deus! Hahaha

Alli- Você ainda não viu nada. Hahaha

Mas serio não tenho ideia de qual roupa usar.

Vai Aaron por favorzinho.

Nunca te pedi nada.

Aaron- A Maya vai te ajudar nem esquenta.

Alli- Ta e o que eu faço com a curiosidade?

Aaron- Aguenta até hoje de noite.

{ Mensagens off}

Paramos com as mensagens assim que ouvimos o sinal. Todos seguimos para as salas onde ensaiávamos.

Chegando lá, todos estavam animados já começando a ensaiar.

E devo dizer, estava tudo ótimo tudo mesmo, todos já sabiam exatamente tudo cada parte da musica e da dança.

...

Quando chegamos em casa me despeço de Aaron com um abraço e sussurro em seu ouvido um até depois que faz com que o garoto se arrepie, rio dele e sigo com May e meu pai pra dentro de casa.

Eu e May subimos pro meu quarto, e enquanto ela escolhia minha roupa eu tomava banho, no qual eu demorei um pouquinho pra relaxar.

Tecnicamente é meu primeiro encontro de verdade, então sim eu estava muito nervosa! Não só por isso, também por eu ta saindo com a pessoa mais fofa desse mundo e com o sorriso mais perfeito e também aqueles olhos... Concentra Alice!

Saio do banheiro com um roupão curto que cobria meu corpo só ate o meio do braço e no meio das cochas, ele era de unicórnio então no capuz tinha um chifre e uma crina como um unicórnio ( e na bunda um rabinho, siim coisa mais fofa quase pirei quando comprei ele) e uma toalha de pandinhas na minha cabeça, olho pro relógio e vejo que ainda eram 17:34 e nós só sairíamos as 19:30,  tenho quase duas horas pra ficar pronta. Da tempo tranquilo!

May- Okay agora tu coloca uma musica e vamos fazer essas unhas.- diz ela pegando o um kit de unhas.

Coloco uma playlist mais animada e sento na cama.

Alli- Primeiro que roupa eu vou usar?- digo olhando May.

May- Eu escolhi uma que vai ficar perfeita e tenho certeza que vai fazer meu irmão babar por ti, mais do que já baba-diz rindo da cara que eu fiz, e logo em seguida apontando para a cama onde a roupa estava estendida ( nas notas finais “1”).- E antes que você me pergunte... Não, não pode usar vestido e salto também não, acredite você vai me agradecer depois.- diz procurando algum esmalte que ficasse legal com a roupa.

Alli-Eu amo de mais esse cropped serio! Eu vo fica mó gata.- digo a olhando e depois jogando meu cabelo pro lado a fazendo rir.

May- Convencida? Não imagina se fosse.- diz rindo ironicamente.

Alli-Okay mas então de que cor a gente vai pintar?- digo me referindo as unhas e chegando pertode May.

May- Eu tava pensando num nude bem fraquinho, vai ficar legal né?- diz me mostrando o esmalte.

Alli- Acho que sim, vai pintar o pé também?- digo sentando numa das cadeiras.

May- Acho que não vai precisar, você não vai tirar o tênis do mesmo.- diz sentando em outra cadeira e colocando uma das minhas mão em cima da penteadeira e já começando a fazer a unha .- Então como você ta? Tipo eu sei que é seu primeiro encontro de verdade, ta nervosa?- diz prestando muita atenção em minha mão.

Alli- Mais ou menos, eu tenho medo de sei la, fazer merda e estragar tudo. Eu sei que isso vai ser meio estranho pra você, até por que ele é teu irmão, mas eu acho que to gostando de verdade dele é estranho até por que eu conheço ele a muito pouco tempo.- digo olhando em direção a garota a minha frente.

May- Nem te preocupa, sério, nunca tinha visto meu irmão desse jeito antes. Tipo eu confesso que ajudei ele a escolher o lugar, por que duvidando aquela anta ia escolher um restaurante super chique e eu sei que você não gosta muito dessas coisa, muito pelo contrario te deixa ainda mais nervosa. Eu garanto que você vai amar!- diz logo quando terminou a primeira camada de uma das mãos.

Ficamos conversando sobre um monte de coisas até ela terminar, então logo ela já começou a secar meu cabelo e depois a fazer minha maquiagem.

Quando ela terminou coloquei a roupa com cuidado para não estragar a maquiagem e depois passei um batom e colocar perfume, troquei a capinha do meu celular e o coloquei dentro da bolsa, junto com os documentos, dinheiro e as chaves de casa. (2)

Olho no relógio e já são 19:20 meu deus o tempo passou muito rápido! Eu e May descemos e na porta ela começou a falar.

May- Okay; Primeiro não fica nervosa, relaxa, vai dar tudo certo. Segundo assim que voltar pra casa eu quero saber de TUDO. Terceiro se ele tentar fazer alguma coisa que tu não queira bate nele e sai correndo.E é isso aproveita e qualquer coisa me liga que eu vo ta em casa.- diz e depois me abraça e beija a minha bochecha.

Alli- Okay mãe valeu.- digo batendo na bunda dela e voltando pra dentro de casa.

Sento no sofá e fico mexendo no celular ate escutar a campainha, aviso meu pai e Mel que eu estava indo e Mel me abraça falando um monte de coisas fofas, serio dessa vez meu pai conseguiu uma das melhores mulheres do mundo. Antes de sair me olho no espelho perto da porta respiro fundo e abro a mesma.

Quando abro a porta quase caio pra trás. Esse menino tem que para urgentemente de ser tão perfeito assim não da né deus! Rio com meus pensamentos e saio assim trancando a porta e abraçando Aaron forte.

Aaron- Você ta muito linda.- diz durante o abraço no meu ouvido, o que me faz arrepiar inteira, ele percebe e ri.

Nos separamos do abraço e eu digo.

Alli- Você também não ta nada mal.- digo bagunçando o cabelo do mesmo, que me encara com cara de cu e depois passa a mão no cabelo o ajeitando de novo.

Aaron- Vamos.- diz pegando minha mão e me levando até o carro, ele abre a porta do passageiro e eu entro.

Alli- E agora, já pode me dizer aonde nós vamos?- digo assim que ele entra no carro coloco o cinto e olho para ele que fazia o mesmo.

Aaron- Não.- diz rindo e ligando o radio que começou a tocar musicas.

Alli- A qual é por favor- digo me virando pra ele.

Aaron- Você já vai ver, não é tão longe daqui.- diz rindo e dando partida no carro.

Começamos a conversar e as vezes a cantar e é claro que como tudo nele era perfeito, a voz não era diferente. Até gravei alguns snaps dele cantando, e coloquei na historia. Ele é tão fofo!

Quando eu percebi que o carro parou olho pra frente e simplesmente não consegui acreditar. Realmente hoje de noite seria perfeito! Estavamos em frente a um parque de diversões enorme.

Alli- Ai meu deus!- digo sorrindo pra ele que só ri.- Vamo logo.- Digo tirando o cinto e saindo do carro, ele faz o mesmo, vem até mim segura minha mão e assim entramos no parque e no próprio a musica CRZY- Kehlani.

Enquanto ele comprava os ingressos convenci ele de me deixar pagar os algodões doces. Começamos a caminhar pra ver todos os brinquedos, ele conseguiu o “passe livre” que no caso é um cartão dourado que você mostra pras pessoas que cuidam dos brinquedos, e não só entra sem pagar mas também entra no inicio da fila.

Aaron- Então aonde quer ir primeiro?- diz parando, me olhando e apertando levemente minha mão.

Alli- big tower.- digo levantando as nossas mão e caminhando em direção ao brinquedo. Assim que entramos as caderinhas subiram bem alto e depois desceram com tudo. Mas valeu muito a pena a vista la de cima era perfeita, mal posso esperar pra ir na roda gigante, que era ainda mais alta.

Aaron- E agora?- diz assim que saímos.

Alli- Nas xícaras?- digo o olhando.

Aaron- Claro.

Depois das xícaras fomos: nas montanhas russas, na casa de espelhos, no trem e no castelo fantasma ( que eu quase morri devo resaltar), no carrossel, no carrinho bate-bate, no barco pirata, no skiing dance e  no hopi hari. Já estávamos la a duas horas e meia, e depois de comermos faltava só um brinquedo.

Alli- Vamos na roda gigante agora?- digo levantando da mesa e segurando a mão de Aaron.

Aaron- Só faltou esse né?- diz sorrindo.

Alli-Ahaam.- digo já o puxando. Mostrei os cartões pro tiozinho que disse que assim que nós chegássemos la em cima o tempo era de 3 minutos e meio pra tirar fotos e tal. Entramos na cabine peguei meu celular e começamos a tirar fotos zuadas.

Quando chegamos mais ou menos ao topo, percebo o olhar dele sobre mim, o olho e ficamos assim, uma mecha de cabelo cai sobre o meu rosto e ele a tira rapidamente e começa a se aproximar, faço o mesmo. A música  “All I Ever Need- Austin Mahone”, começa a tocar, Aaron acaba com o espaço entre nossas bocas, no inicio foi só um selinho demorado, mas depois ele pediu passagem com a língua, colocando uma das mãos em meu pescoço e outra em minha cintura a apertando então um beijo calmo e profundo começou. Ficamos nos beijando até o maldito ar acabar, terminamos o beijo com selinhos e depois ele morde meu lábio inferior me fazendo sorrir e também sinto ele sorrindo, então começamos mais um beijo que mesmo eu não sabendo que era possível conseguiu ser melhor que o primeiro. O ar acaba novamente então nos separamos com selinhos e dessa vez ele passa o braço sobre meus ombros me fazendo deitar em seu peito e ficar o olhando aquela vista perfeita, no encontro perfeito, com o homem perfeito e depois do beijo perfeito. (okay isso foi meio brega mas relevem).


Notas Finais


1-http://www.polyvore.com/date/set?id=212056858
2-http://www.polyvore.com/date/set?id=212061953
beijinhos e até a proxima, desculpem por qualquer erro.
BOA NOITE! ♡ ♡ ♡ ♡ ♡ ♡
XOXO ♡ ♡ ♡ ♡ ♡ ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...