História How to Control my Power ? - Capítulo 3


Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Mistério, Romance
Visualizações 0
Palavras 1.001
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


(Imagem Meramente Ilustrativa)

Capítulo 3 - Teste (Parte 2)


Fanfic / Fanfiction How to Control my Power ? - Capítulo 3 - Teste (Parte 2)

Após a avaliação de Lucius ter sido feita, era a vez de Lumia:

- Você, dos cabelos brancos- Exclama o professor enquanto aponta para Lumia- É sua vez, está na hora de mostrar para seus colegas o que sabe fazer. Lumia por não saber quais poderes possui o olha e responde:

- Mas eu não possuo nenhum poder- Todos da sala, menos Luciel e Lucius riram da cara do mesmo.

  O professor fica decepcionado ao saber daquilo então olhava para a turma e perguntava em voz alta:

- Quem não tiver poder algum, venha até aqui agora- Com uma expressão séria seu olhos brilhavam na cor roxo.

  Luciel ao ouvir aquilo solta um sorriso sarcástico e vai até o professor enquanto lê seu livro fingindo não prestar atenção, de fundo dava para ouvir alguns alunos tirando sátira dos irmãos Arthemysie:

- Se vocês não tem poderes, porque vieram estudar aqui?- Perguntava o professor ainda mais decepcionado- Viemos aqui porque tivemos vontade... ou nossa presença o incomoda...- Dizia Luciel o olhando seriamente enquanto fecha seu livro.

  Luciel e o Professor se encaram por um tempo enquanto Lumia olhava querendo acalmar ambos e Lucius prestava atenção bem no fundo da sala:

- Enfim, vá se esconder para meu irmão te procurar, a não ser que tem medo da gente te achar certo?- Sorria com um tom de superioridade enquanto se afastava deles.

  Depois do ocorrido, já estaria tudo pronto para Lumia começar seu teste, ambos estariam em suas posições, logo se ouviria um eco que seria a voz do professor:

- Comece!- Logo os efeitos eram aplicados após ter dado a partida; Lumia sorria e começava a farejar em busca do professor- Achei... Professor! Desisto! Pode sair de trás da sétima pilastra do lado direito da sala exatamente abaixo de uma janela levemente rachada...

  Todos se espantam ao ouvir tais palavras de Lumia, que por sua vez eram as certas, pois o professor estaria no local indicado saindo com palmas lentas:

- Eu te subestimei... Parabéns Lumia; Agora... Luciel vem cá, só falta você- Falava com um tom paciente- Tá Tá que seja... - Luciel estaria com raiva e sem paciência com esse professor.

  Ele já estaria pronto para seu teste, mas ele já tinha algo planejado então decidiu encarar isso com seriedade:

- Comece!- aconteceria a mesma coisa com Luciel, porém havia algo errado, não era nítido, mas Luciel conseguia ouvir dentro daquela sala- Também desisto! Professor pode sair do mesmo local que se escondeu para o Lumia, eu não sei se seus novos alunos repararam, mas para nenhum deles você mudou o local, para todos foi o mesmo... - Por estar mais irritado, o professor se move apenas para falar que ele errou, porém a situação piorou, pois sua audição ficou completamente nítida- Acha mesmo que não posso ouvir seus movimentos... - Olhava para a direção aonde o Sirius está com um sorriso levemente sádico porém com uma leve sede de sangue.

  Sirius Terminus se surpreendia com a capacidade de Luciel e decide terminar o teste por ali, ao estalar os dedos todos voltam para sala, Lumia dessa vez cai de bunda no chão enquanto Luciel aparece ao lado do mesmo rindo e estendendo a mão:

- Você continua sendo babaca como sempre, isso é simples demais- Ao levantar  o mesmo ele limpa as roupas de seu irmão e voltava a atenção para o professor- Bem, já decidi qual Ranking estão, esses envelopes dirão em qual Ranking estão- Logo o professor rapidamente entrega o envelope a todos.

  Lumia abre seu envelope bastante ansioso pra saber em qual Rank se encontra já Luciel não se importando muito abriria sem vontade alguma:

- Prata 3!? Demais!- Exclama Lumia e olha seu irmão em seguida- E você, qual Rank se encontra?

- Prata 1...- Com um suspiro forte o mesmo responde a pergunta para Lumia- Se não fosse aquilo que aconteceu...- Dizia consigo mesmo sobre aquilo.

  Quando os Ranks deles foram revelados, toca o sinal para o intervalo e Lucius já seria o primeiro a sair; Lumia não prestou atenção ao Luciel e foi indo atrás do Lucius sem que ele perceba:

- Ele não me é estranho, não sei porque mas ele tem a mesma energia de meu Pai- Seguia Lumia enquanto o observava.

  Passou-se um tempo e Lucius já havia percebido e logo virou o olhando atentamente:

- Eu sei que está ai Lumia, pode aparecer já- Dizia olhando na direção aonde o mesmo se escondia; Porém Lucius e nem Lumia perceberam mas Luciel estava olhando tudo, apenas por querer proteger seu irmão, então apenas ficava atento enquanto espera a ação de um deles:

- Como você me achou? – Lumia falava surpreso enquanto o olha de mãos para cima demonstrando sinais passivos para Lucius- Você nem se esforçou para se esconder garoto- Com um tom sarcástico Lucius se direcionou a Lumia o encarando- A pergunta verdadeira é a seguinte, porque me segue- Por não se lembrar de seu irmão o mesmo fechava o punho indo em direção do mesmo demonstrando sinais de ameaça.

  Rapidamente, Luciel com uma arrancada, já estaria na frente de Lumia com o intuito de parar o que poderia começar:

- Olha, nós acabamos de chegar, não vamos nos encrencar agora certo?- Explicava Luciel enquanto ajeitava os óculos- Agora me responde como você tem a mesma energia que a de nosso pai?- Perguntava com estranheza enquanto observava Lucius de cima a baixo, pois ao ver de Luciel, ele não tem nenhuma característica de seu Pai.

  Sem entender nada e com bastante pressa, o mesmo tenta explicar:

- Olha, se o pai de vocês se chamarem Lúcifer, significa que somos irmãos, se ele não se chamar assim, me deixem em paz, ou darei motivos para vocês se afastarem de mim- Lucius coloca sua mochila de lado e entra em modo de combate executando sua pose de luta- Bem, se é uma luta que você quer, é uma luta que terá- Falava Luciel entrando no modo de combate também, ignorando o fato de o pai de Lucius ser  o mesmo que o dele e o de Lumia.

   


Notas Finais


Não, não fazemos nenhum tipo de apologia que vocês pensem u.u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...