História How to Love - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Pattie Mallette
Tags Revelaçoes, Romance
Exibições 32
Palavras 2.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Escolar, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLHEM AS NOTAS FINAIS! BJOOOOS

Capítulo 19 - Mais um dia metido no crime


Fanfic / Fanfiction How to Love - Capítulo 19 - Mais um dia metido no crime

 

               P.O.V Justin

 

Acordar cedo não era pra mim, e quando isso acontecia meu humor era zero. O sol ainda nem havia surgido, e eu encarava minha imagem no espelho, quase pronto para mais um dia no meio daquela gangue. Coloquei qualquer roupa, e peguei meus óculos, indo para garagem onde Lohanny já me esperava.

 

Sentia minhas mãos suando frio, enquanto dirigia até a casa de Ryan e Chaz. A tarefa de hoje não era coisa pequena, iríamos passar pela divisa da Geórgia, capital de Atlanta e deixar a carga em um posto entre a outra capital. De lá ela seguiria para o México.

 

P.O.V Kimberley

 

Dessa vez acordei bem mais cedo e chegando a Escola Michelter no horário correto. Despedir-me de Lauren seguindo o caminho para sala, sendo acompanhada por Lola, que estava sendo uma ótima companheira de sala.

 

Os dois primeiro horário da aula de Historia passou voando que nem percebi, até porque a aula estava ótima e eu adorava as aulas do professor Robert. A próxima aula seria de Ed. Física, então deixei meus livros no armário seguindo para o vestiário.

 

- Adivinha quem vai da uma olhada nos gatos sarados do 3ª? – Lauren surgiu no vestiário gritando com uma mini blusinha decotada.

 

- O que faz aqui? Não tem aula?

 

-Prefiro ver garotos suados com abdômen malhado do que ficar olhando a cara de banana do professor. - eu e Lola rimos.-Porque você e o cunhadinho Bieber vieram tão cedo ontem?

 

- Os Bieber mirins chegaram do Canadá, e Justin quis me apresentar.

 

- As coisas entre vocês estão ficando cada vez mais seria, só falta pular pra parte melhor do relacionamento.

 

-Você e o Bieber estão juntos? Eu ouvi direito?- Lola pareceu surpresa. -Agora entende porque você e Lohanny não se batem

 

- Ela não aceita que foi jogada no lixo - Lauren dispara.

 

- Ela deve gostar muito dele

 

-Deve?– perguntei curiosa.

 

-É... Lembro quando entrei aqui, eles estudavam juntos e estavam terminando o ano. Viviam grudados e todos na escola comentavam sobre a paixão da filha do s.r. Williams pelo Bieber.

 

- Mas ele está com você e não com a cobra loira- dei risada pelo apelido que Lauren havia adotado para Lohanny- Agora vamos esquecer esse assunto.

 

-Concordo com Lauren, vamos deixar pra lá.

 

- Não, eu quero que me conte mais. –as duas se entre olharam.

 

- Mas Kim...

 

-Eu preciso saber, eu quero saber como era antes da minha chegada- Insistir mais um pouco.

 

-Então terminar a historinha- Lauren bufou. Eu sabia que elas estavam tentando esconde algo de mim.

 

- Justin era aquele tipo de garoto por quem as garotas dariam tudo pra ter uma noite. Nos finais de semanas sempre acontecia festas em sua casa, e a escola toda estava presente.

 

-Bebidas, sexo, drogas, garotas e mais sexo blá, blá, blá... Desculpa, mais era isso que acontecia nessas festas. Essa era a vida do Bieber.

 

Quando Lauren repetiu aquelas palavras, a única coisa que conseguir sentir foi nojo de tudo aquilo. Justin tinha tatuagens espalhadas pelo corpo, sabia do seu vicio em Whiskey, e uma vez ou outra fumava alguns maços de cigarros, mas drogas?  Não passava em minha cabeça que ele já tivesse usado antes. Mas isso era passado. Como Lauren disse " Essa era a antiga vida do Bieber'.

 

-Confesso que não vou muito com a cara da Thorne, mas estive em uma dessas festas, e a vi chorar enquanto Bieber curtia com algumas garotas.- Lola continua- Mas o tempo foi passando e nunca mais ouvir falar em festas na mansão Bieber. Logo depois Lohanny sumiu e só voltou agora pouco.

 

- E ninguém sabe onde ela estava?-perguntei curiosa

 

- Ouvir dizer que ela tinha ficado doida de amor e teve que ser internada. –Lauren faz piada.

 

-Garotas se apressem ou irão visitar a sala do diretor.

 

A professora Rose surgiu de surpresa no vestiário e pude costa que o resto das garotas já tinham ido para a quadra.

 

- Não demorem vocês tem dois minutos para estarem na quadra.

 

 

P.O.V Justin

Depois de rodar as ruas de Atlanta, chegamos ao lugar marcado. Um casarão caído aos pedaços, mas quem via por fora não imagina o luxo que era por dentro. Alguns seguranças me revistaram e fizeram o mesmo com Lohanny, em seguida Chaz e Ryan, e só assim fomos acompanhados por três homens armados, até uma sala.

 

-Vejo que não deu pra trás. Garoto muito esperto. - Jackie falou enquanto acendia o cigarro em sua boca. - Tomam um drinque comigo?

 

-Vamos colocar o plano em mente e terminar isso por hoje - parei em sua frente cruzando os braços.

 

-Como o Bieber quiser.

 

-O que vão fazer com os tiras? São vários caminhões de transporte, mas eles podem suspeitar e com certeza deve ter alguém de olho nessa carga - Chaz se pronunciou.

 

- Meus homens ficaram de olho em tudo e outros infiltrados de guardas. Vocês -ele se direciona para Chaz e Ryan- Ficaram aqui monitorando tudo pelas câmeras.

 

-E porque não eles? Já analisamos o local, e vamos fazer a segurança de Justin.

 

-Concordo com Ryan, não tenho confianças em seus homens.

 

-Meus homens são de total confiança, se eu mando eles obedecem.

 

-Esse é o problema. - abrir um sorriso sarcástico.

 

-Tenho uma solução. –Lohanny disse, ao se levantar, colocando a mão na cintura - Chaz pode ficar como um dos guardas locais, Ryan pode monitorar tudo daqui, e eu irei acompanhar Justin.

 

-Ótima solução- Ryan sorriu gostando da ideia. Sabia que ele tinha embarcado nessa pra me ajudar, mas também sabia do seu receio de estar se metendo com uma gangue.

 

- Essa é a chave do caminhão que ira fazer os transportes. – Jackie joga em minha direção. - Dirija com cuidado, não quero minhas preciosas danificadas. E isso é para segurança delas. – ele coloca uma caixa grande sobre a mesa de madeira, onde contem quadro armas e varias munições.

 

P.O.V Kimberly

 

Deixei Lauren em casa e fui rápida para meu apartamento. Eu estava adorando passar o tempo sozinha, sem nenhum segurança me rodeando pelos cantos da casa, como estava sendo no Brasil. Aqui eu fazia minhas próprias regras e convivia bem com minha bagunça.

 

Depois da aula tomei logo banho na escola, então só era preciso trocar a roupa. Joguei a bolsa em cima da cama e fui até o closet procurar alguma roupa para o final de tarde. Depois de conferir no espelho e retocar o batom, liguei para Justin tentando avisar que estava pronta, mas nada dele atender e isso me deixava rapidamente irritada. Tentei outra vez até que desistir, pegando a chave do carro seguindo o caminho da concessionária.

 

 Pensei que ele estaria ocupado com as maquinas como de costume, mas não foi o que vir quando parei bem em frente à DealershipBieber. Ela se encontrava fechada o que era estranho, Ryan sempre costumava fechar às seis da tarde. Então dei a volta na Praça Margaret seguindo para a mansão de Pattie.

 

Estacionei o carro, colocando a macha em ponto morto, e antes de chegar ao jardim se ouvia os gritos de Jaxon e Jazmyn da piscina.

 

Kimberly - ouvir chamar. Era a voz de Pattie, ela estava no jardim regando suas orquídeas.

 

-Oi tudo bem...? – não conseguir terminar a frase. Paralisei quando vi Lohanny saindo de dentro da casa e entrar em um carro, que já esperava por ela bem em frente à mansão. Mas o que ela estava fazendo ali?

 

- O que ela faz aqui?- disparei sem pensar, fazendo Pattie virar a cabeça para direção onde eu olhava.

 

-Ah é Lohanny – Pattie voltou a me olhar sorrindo – ela e Chaz vieram guardar algumas peças novas para a concessionaria. Justin tá empenhado em colocar a DealershipBieber no topo do mercado.

 

-Talvez seja por isso que está fechada. - sorrir envergonhada pela sena de alguns minutos atrás.

 

O carro em frente à casa deu partida e a BMW saiu cantando pneu em alta velocidade, queimando o asfalto.

 

-Eles estão fazendo uma bagunça completa – cometei das duas criaturinhas na piscina. Jazmyn tentava subir no colchão boia e Jaxon a derrubava deixando a menina irritada.

 

-E não querem voltar ao Canada tão cedo. Eles sentem falta do irmão e Justin mais ainda.

 

- E Justin ainda estar dormindo?

 

- Achei que tinham passado a noite juntos. A cama continua do mesmo jeito de ontem e...- ela me encarou e logo se calou quando notou que tinha falado demais.

 

- Não o vejo desde ontem, quando saiu dizendo que iria encontrar com os garotos- falei pensativa. Justin ultimamente estava agindo estranho, pareia ter alguma coisa de errado ou era coisa de minha cabeça?

 

 -Talvez ele tenha dormido no sofá, depois de assistir uma partida de hockey no gelo. 

 

 

 

          P.o.v. Justin

 

Toda vez que as caminhonetes em minha frente freavam sentia meu coração, quase sair pela boca. Chaz e um dos capangas não davam sinal, e já estávamos quase na divisa. Um dos guardas surgiu do meu lado fazendo sinal com a mão para que eu parasse a caminhonete. Então pisei fundo no freio, fazendo Lohanny arregalar os olhos com o cinto preso em seu corpo.

 

-Quantas vezes foi reprovado no teste de direção?- arqueei a sobrancelha não entendendo o porquê da pergunta.

 

-Acho que nenhuma. - Passei a mão no cabelo tentando agir naturalmente.

 

-Não sei se concordo com você. -ele falou com um tom de humor. - Mas uma coisa vou concordar. Você estar parecendo uma mocinha preste a perder a virgindade de tanto suar frio.

 

Encarei o guardinha através dos seus óculos, me segurando para não disparar um soco no meio da sua cara, quando o mesmo abriu um sorriso fechado retirando os óculos e o colocando o boné para trás. Chaz estava usando uma barba rala e uma barriga falsa, que mais parecia meu avô.

 

-Espero que goste dos dentes que ainda está em sua boca- emburrei seu braço que estava entre a porta da caminhonete.

 

-Boa tentativa, mas era de se esperar suas brincadeiras tolas Chaz -Lohanny comentou do meu lado.

 

-Você é um desmanchas prazeres. - diz Chaz -Mas voltando ao plano. Vou ter que da uma olhada na caminhonete pra disfarçar. Eles acham que o vovô, foi enviado pela policia local pra ficar de olho em uma possível carga.

 

- Então anda logo com isso, que não vejo a hora de da o fora daqui.

 

Somers se afastou fingindo da uma olhada na parte de trás da caminhonete, quando outro guarda se aproximou.

 

-Posso da uma olhada na identidade dos casal?

 

-Sem problemas. -peguei no bolso a identidade falsa que Ryan tinha conseguido pra mim e Lohanny. O guarda de cabelo grisalho deu uma olhada, em seguida se afastou indo em direção a outro que tentava impedir um motoqueiro bêbado de sair com a moto.

 

-Será que ele percebeu que são falsas?

 

-Talvez, você não tem cara de Americano.

 

-E você parece ter bem mais que vinte anos. -ela revira os olhos. -Estou falando serio. Se der merda por conta dessas identidades, Ryan me paga.- falei vendo o guarda se aproximar.

 

-Então senhores tudo certo.  Só teve um probleminha com minhas lentes... Elas estão velhas demais. - ele piscou o olho em minha direção. O cara deveria está tirando uma com a minha cara.

 

- Boa viagem senhores Smith.

 

-Obrigada Hank –Lohanny pegou os documentos agradecendo e ele se afastou.

 

-Me deixa adivinha... Trabalha pra Jackie? - ela da de ombros.

 

-Achou mesmo que ele iria deixar apenas Chaz e Jodie de guardas?

 

-Esta brincando né? Quantos estão aqui?

 

-Esta vendo o motoqueiro, a stripper com os peitos de fora? Tudo plano de Jackie, para tirar atenção da carga.

 

-E você sabia de tudo?

 

-Não, mas desconfiava.

 

 

 

Filho da mãe, então ele tinha mais gente infiltrada na policia e trabalhando pra ele, bem mais do que eu imaginava. Agora eu teria que redobrar os cuidados, e da um fim nesse trabalho sujo antes que as coisas piorem para o meu lado.

 

-O.k. Vamos prossegui com o plano.

 

Continua...

 


Notas Finais


Hellooooo, espero que estejam gostando de How to Love... Passei aqui pra dizer que a fic tbm vem sendo postada no Wattpad (Faz um tempinho), e pra avisar que minha nova Fanfic Mack Claider já está pronta. Então corram lá...
https://spiritfanfics.com/historia/mack-claider-boarding-shool-7113840


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...