História Hug me - Kim Min Jae - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias ZE:A
Personagens Hyungsik, Personagens Originais
Tags Kim Min Jae, Raelbe
Visualizações 18
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá! Fiz essa fanfic ao notar que não tinha nenhuma outra fic com Kim Min Jae, esse lindo! Mas vamos para de falar e ir direto para a história.

⚠Nas notas finais terá um vocabulário com todas as palavras coreanas que eu usarei⚠

Espero que gostem 😏

Boa leitura 😚💕

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Hug me - Kim Min Jae - Capítulo 1 - Capítulo 1

Primeiramente, quem sou eu? Meu nome é Go Min Ji , tenho 20 anos. Não estudo, então não terá o famoso drama colegial. Faço parte da polícia investigativa de Seul, mas sou apenas uma "aprendiz"

Minha amiga e sunbae, Cha Yoon Lee, é simplesmente a melhor no ramo. Não tem quem possa fugir dela. Estou com ela na maioria das suas missões e ela é realmente incrível.

                            [...]

Já era bem tarde, acho que madrugada, porém, eu ainda estava acordada e longe de conseguir dormir. Tudo isso por causa da adrenalina que eu ainda sentia.

Hoje, pela tarde. Houve uma perseguição. Dois homens roubaram um carro com uma criança de seis anos dentro.

Tínhamos ordens para não atirar, já que poderíamos machucar a criança. Foi tudo tão agitado e perigoso, mas acabou tudo bem.

Estava focada na tela do meu notebook, vendo apenas as besteiras da Internet. A campainha tocou, o que é estranho, já que são 03:30. Seria o satanás vindo me buscar?

Antes de abrir a porta, espio no buraco da fechadura, era a unnie. Abri um pouco surpresa e curiosa.

_Sunbaenim? o que faz aqui?

_Não estamos no trabalho, não precisa me chamar de "sunbae", Min Ji

_Ah... Desculpe. Entre

Ela entrou e sentou no sofá, eu a segui e sentei ao seu lado.

_O que lhe traz aqui?

_É uma longa história.

_Temos tempo

Ela respirou fundo, sinal de que estava nervosa. Depois, me olhou bem nos olhos.

_Min Ji, eu me envolvi com um homem em uma relação ilícita

_O que?! Um homem casado? Unnie!

_Eu sei que é errado, mas não pude evitar... Me apaixonei por ele, mas isso não é tudo

_Não?

_Eu estou grávida, Min Ji

Ela abaixou a cabeça e começou a chorar

_Unnie, não fique assim, eu vou te ajudar com tudo

_Exatamente isso que eu queria te pedir... Daqui a uma hora, um jato particular estará nos esperando para irmos para outro país. Você sabe que é perigoso para o meu filho

_Entendo...

Yoon Lee, por ser uma investigadora famosa e bem sucedida. Acaba fazendo muitas inimizades, principalmente com pessoas perigosas.

_Você iria comigo?

_Sim... Eu vou com você, unnie.

     ~ Narração em terceira pessoa ~

O destino escolhido, foi o Brasil. Seria a fuga perfeita, se não fosse por uma pane no avião.

O boato da morte das duas jovens, se espalhou por Seul rapidamente, ninguém esperava que as duas poderiam sobreviver e chegar em seu destino... E foi isso que aconteu.

                   Min Ji P.O.V On

_Força unnie! - Eu pedia enquanto segurava a sua mão_ Pelo ChongHo

Foi tão de repente, que ela deu a luz em casa. Claro que não fui eu quem realizou o parto, mas, uma senhora que mora ao lado. O menino nasceu bem.

                            [...]

Passaram-se uns meses. Estava tudo bem, agora eu trabalho em um café por meio espediente, já que a YoonLee também trabalha e não podemos deixar o ChongHo sozinho.

Cheguei em casa depois de uma longa manhã. A unnie estava no meio de uma ligação, que parecia ser séria.

Assim que ela desligou o celular, olhou pra mim e suspirou.

_Precisamos conversar - Ela disse

_Pode falar - Coloquei minha bolsa na mesa de centro e sentei no sofá.

_Era o pai do ChongHo

_Como?! Pra ele, nós estamos mortas!

_Ele está aqui, infelizmente cruzei com ele ontem

_E?... Realmente não entendo o porquê de está tão preocupada assim

_Porque ele é simplesmente, Park Hyung Sik

_COMO?! Unnie! Ele é...

_Eu sei, coloquei ele na cadeia anos atrás

_Por isso você fugiu... Por causa dele

_Sim, mas agora, ele está aqui e corremos perigo

_Qual o plano?

_Voltarmos para Seul

_Mas... Seria muito chocante, lembre-se que pra todos que conhecemos lá, estamos mortas

_Eu sei, mas isso não importa agora

_Entendi... Quando iremos?

_Pela madrugada

_Estarei pronta

_Sem atrasos - Ela sorriu

                            [...]

_Min, já está pronta?

_Já, podemos ir

As ruas estavam vazias, apenas alguns jovens bêbados, saindo de festas provavelmente.

Chegamos no aeroporto, pensávamos que seria como antes e conseguiríamos voltar, porém, ele estava lá

_Min, ele não te viu... Vai com o ChongHo

_Mas e você?

_Não importa! eu encontrei vocês daqui a pouco

_Ta bom, fique bem unnie

Peguei o pequeno que dormir nos braços da mãe e me despedi dela. dei um jeito de passar por ele sem ser notada. Funcionou muito bem.

Estava no portão de desembarque, quando um barulho alto de um disparo ecoou por todo o aeroporto. ChongHo começou a chorar, pôs tinha acordado e se assustado.

Não pude voltar, já que se o fizesse, ChongHo estaria em perigo. Torci para que ela tenha o matado, mas logo o vi sair. Algumas lágrimas silenciosas foram deixadas cair. 


Notas Finais


Gostaram? Espero que sim 💕😆

Sunbae: Sênior, uma pessoa que está a sua frente em algo (Como uma séria a mais que a sua ou em uma posição mais elevada no trabalho)

Desculpem qualquer erro😅

Até o próximo capítulo 😚😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...