História HUMA: Um amor em meio ao mal - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Descendentes
Tags Carlos, Evie, Gil, Harry Hook, Haruma, Huma, Jay, Mal, Uma
Visualizações 120
Palavras 1.329
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Magia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - A Segunda Grande Batalha - A chegada


Fanfic / Fanfiction HUMA: Um amor em meio ao mal - Capítulo 9 - A Segunda Grande Batalha - A chegada

Eu estava limpando o machucado na bochecha de Ben quando Harry entrou disparado no calabouço:

- Foi avistado um navio com a bandeira de Auradon! A Mal está chegando. - comunicou o meu namorado. 

- Mal? Bandeira de Auradon? Uma, pra onde estamos indo? - perguntou Ben.

- Pra Auradon! - respondeu Harry sorrindo. 

- Vocês não podem! O que vocês vão fazer com o meu povo? Meus amigos? Meus pais? - perguntou Ben chocado. 

- Você achou que queríamos a varinha pra que? 

- Não fala assim, Harry. Olha, Ben, nós só ...

- Uma! Eu pensei que você queria paz, uma acordo, não destruição! Eu pensei que você queria o bem mas você só quer saber de dominação e poder! - continuou o rei abalado. - Eu confiei em você. Mas você está indo pro meu reino destruir a minha família. Vão embora daqui, por favor. - pediu ele. 

Eu realmente não sabia o que responder, então fui pro meu quarto e Harry veio atrás. 

- Harry! - gritei. - Por que você fez isso? 

- O que? Falar pra ele? Uma, qualquer hora ele ia acabar sabendo... 

- Sim, mas eu poderia ter dito de uma forma melhor. Você viu como ele ficou? Como ele me olhou com desprezo? 

- Eu não sabia que você se importava tanto com a forma que o "principezinho" te olha!

- Ele é meu amigo, Harry! Era...

- Você tem seus amigos aqui, a sua gangue! 

- O Ben era diferente! Ele era meu amigo de verdade. Ele me ensinou um monte de coisas e nunca quis nada em troca! Ele era sincero comigo, me ensinou a ser uma líder melhor! Ele...

- Uma, para! Você ta a fim desse cara? - gritou Harry.

- O que? Claro que não, seu estúpido! - respondi empurrando-o.

- Ele que é estúpido!

- Ele salvou a sua vida, Harry! Mesmo sabendo que eu pretendia entregar a batalha pra Mal, ele escolheu garantir que ia salvar a sua vida. 

- Mas...

- Ele só perdeu com isso, será que você não enxerga? Ele é bom, Harry. Como nós nunca vamos ser. - eu finalizei. Ficamos bastante tempo em silêncio, olhando um para o outro, até que eu conclui - Talvez por isso que eu gostasse tanto dele.

- Por que ele era bom? 

- Porque ele salvou você. Salvou a vida desse pirata idiota e ciumento, que é a coisa mais preciosa que eu tenho nessa vida.

Por essa ele não esperava. Harry ficou boquiaberto, imóvel. Mesmo no meio daquela discussão eu dei moral pra ele. Por essa ele realmente não esperava. 

- Me desculpa. Eu agi feito um idiota, ciumento. Me perdoa por ter destruído a amizade de vocês. É só que eu... eu tava com muito ciúmes porque você estava passando mais tempo com ele do que comigo. Eu gosto pra caramba de você. - disse ele me beijando. Harry me pegou, me prensou contra a parede, deu um beijo na minha testa, na minha bochecha, na outra, no nariz, pescoço, no queixo. Sempre intercalando, um beijo e um "eu te amo". Ele beijou meu pescoço novamente, colocou meus braços pra cima e beijou meus lábios. Eu não resisti. Eu nunca resistia ao Harry Gancho. 

- Faça o que você quiser de mim! - respondi.

Passaram-se algumas horas, estávamos deitados quando Gil bateu na minha porta e avisou que havíamos colidido com o navio de Mal. Finalmente. 

- Vamos lá, Uma. É agora. - disse Harry se levantando e colocando uma calça.

- Não quero encontrar a Mal. Toda vez que eu fico perto dela me dá um sentimento ruim... - respondi ainda deitada. 

- Eu sei. Mas vai ser rápido. Vamos pegar a varinha, devolver o rei e depois dominaremos Auradon. - falou ele com simplicidade, calçando um sapato. - Eu vou lá conversar com ela. 

- Não! - respondi furiosa. - Você não vai conversar com ela. 

- Vai ser rápido, Uma. 

- Eu disse que não quero você perto dela! - repeti. Ele se aproximou de mim, me deu um beijo na testa e continuou:

- Eu conheço a Mal. Preciso ir lá pra ver qual é a dela... 

- É uma ordem... - apelei. - A gente pode ficar aqui pra sempre, deixar ela mofando lá em cima, o Ben mofando lá em baixo... - falei rindo. - Vamos transar horrores!

- Seria perfeito, mas não podemos. Confia em mim, eu sei o que estou fazendo. - concluiu ele se afastando. - Fica calma, coloca uma roupa e depois sobe. 

Harry subiu. Sem o meu consentimento. Tudo por causa da Mal. 

Quando ele chegou lá em cima, viu Mal embarcando sozinha no nosso navio. 

- Desnecessário você vir sem camisa. - falou ela.

- Você já me viu com camisa, sem camisa, com calça sem calça. Não faz diferença, né? 

- Desnecessário o seu comentário. - continuou ela com cara de tédio. - Onde está a Uma? Quero fazer negócio com ela.

- Daqui a pouco ela vem pra cá. 

- Ótimo. - falou ela. Mal não estava normal, ela pareceu meio tensa...

- Por que será que eu não acredito em você? Você está apreensiva.

- Impressão sua. - respondeu ela encarando-o. 

- Eu conheço você, Mal, filha da Malévola. Presta atenção: a Uma não está mais focada só em vingança contra você. Ela quer libertar todos os descendentes de vilões que estão na Ilha. Sabe por que? Porque nós não somos os nossos pais. E não precisamos passar a vida toda presos naquela ilha de desgraças, onde só tem gente infeliz, por causa do erros deles. Você costumava pensar assim, Mal. Mas parece que esqueceu. 

- Tem muito descendente que é tão mau quanto os pais. - afirmou ela. 

- Sim, mas tem muitos que não são. - rebateu Harry. - Pensa na Dizzy... A gente não quer uma segunda chance, Mal. É só uma primeira. Então não tenta enganar a gente, porque vai ter volta.

Enquanto eles conversavam eu coloquei uma roupa rapidamente e subi. Quando vi Mal e Harry meu coração quase saiu pela boca. Só de lembrar que da última vez que eles estiveram juntos ele a beijou já me dava vontade de morrer. Mas aquela cena ainda era pior do que imaginação/lembrança porque era realidade. Harry estava muito perto dela, sem camisa e seus olhos brilhavam. De uma forma que eu pensei que só brilhavam pra mim. Tentei fingir calma, me aproximei e disse:

- Vamos ser rápidas. Onde está a varinha? 

- Ali: - disse ela apontando para um navio. - Onde está o Ben? 

- Ali. - respondi apontando pro chão. - Vou buscá-lo. Traga a varinha. E você, Harry, vá colocar uma camisa imediatamente.

Me virei e fui embora buscar Ben. Eu queria acabar com tudo logo. 

- Espera, Mal. - falou Harry. - Por que você veio num navio tão grande? Se você só vai entregar a varinha e pegar o Ben, você poderia ter vindo até num bote.

Ela ficou surpresa. Não contava com a astúcia de Harry.

- Medo. E se a Uma entregasse o Ben, pegasse a varinha e depois fosse atrás do nosso "bote" pra capturá-lo outra vez? - improvisou ela.

Harry ficou pensativo. 

- A Uma não tem interesse no Ben, e vai ter menos ainda quando estiver com o poder da varinha. - falou ele. Harry a encarou de cima a baixo. Reparou em uma coisa que ela não costumava usar: uma espada na cintura. - Você veio pra preparada pra lutar! Você está blefando. - concluiu ele. - Uma! Vem aqui agora!

- Se você chamar ela aqui eu conto que você me beijou naquele dia. Ela vai ficar cheia de raiva e não vai acreditar em mais nada do que você disser. - apelou Mal. 

Harry riu, passou seu gancho no cabelo da Mal, chegou perto do ouvido dela e sussurrou:

- Ela já sabe. Você está ferrada, Mal!


Notas Finais


* Uma e Harry são MUITO ciumentos.
* TRETA TRETA TRETA! Harry percebeu que a Mal não vai entregar a varinha de verdade! Viu, Uma, ele realmente conhece ela!
* Desculpa pelo big capítulo!
* Próximos capítulos: "A Segunda Grande Batalha - parte 2" , "Uma vs Harry" , "O baile"
* Não percaaaam, está acabando!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...