História Tokyo Ghoul-Humanidade... - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tokyo Ghoul
Personagens Akira Mado, Hideyoshi Nagachika, Hinami Fueguchi, Ken Kaneki, Koutarou Amon, Kureo Mado, Personagens Originais, Rize Kamishiro, Touka Kirishima
Tags Etoken, Rize Kamishiro, Rizeken, Yoshimura Eto
Exibições 158
Palavras 3.318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Seinen, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Antes de tudo eu gostaria de agradecer a uma leitora que me ajudou bastante na criação desse capítulo não só em ideias, mas em texto também, seu nome é Maay-Akasuna,vou deixar o link para o perfil dela lá no final junto com o link da musica, suas historias são do universo de Naruto, sua escrita é coisa divina... podem crer, vale a pena dar uma conferida lá. ¦-).
Eu não poderia deixar o Shuu de fora dessa fic, e resolvi quebrar um tabu, eu nunca li uma fic em que Shuu não fosse um cuzão, traira, duas caras e etc...então eu fiz ele...menos traira, por enquanto , apesar de ele continuar exagerado e colorido como sempre.
Esse cap tem mais de 3000 fucking palavras.
Espero que gostem.

Capítulo 9 - Restaurante...


Fanfic / Fanfiction Tokyo Ghoul-Humanidade... - Capítulo 9 - Restaurante...

>>>Arredores do prédio onde Rize e Kaneki moram<<<

Era noite em Tokyo, as luzes da cidade iluminavam o céu e em um prédio próximo vários ghouls permaneciam imóveis esperando ordens de seu líder que estava parado na beirada junto com Noro.

- Logo hoje eles resolveram voltar mais tarde, isso é uma droga, até quando eu vou ter que ficar aqui...-  Disse Ayato, seu semblante de raiva estava mais vivo do que nunca, ele odiava esperar.

Aquele era o terceiro dia dos cinco que Eto lhe deu de prazo para a captura de Rize e Kaneki, o tempo estava acabando e a voz aguda da ghoul enfaixada surgia em sua mente de tempos em tempos.

- Ayato-kun...se falhar…vou fazê-lo implorar…pela morte…hahahahaha…- Calafrios percorriam a sua espinha toda vez que ele se lembrava das palavras ditas pela ghoul múmia, falhar não era uma opção.

- Isso tem de ser feito hoje, ficaremos aqui a noite toda se for necessário…- Disse enquanto trocava a perna de apoio, seus olhos fixos no movimento abaixo.

>>>Horas antes<<<

O sol surgia no horizonte quando Kaneki abriu os olhos, deu uma rápida olhada no relógio em seu pulso e se surpreendeu com o quão cedo acordou.

- Uau, que cedo, acho que vou continuar por aqui... - Disse enquanto se deitava novamente e se acomodava junto a Rize que dormia tranquilamente ao seu lado - Eu não vou mais aparecer no trabalho, tenho meu próprio banco agora - Um sorriso se formou no canto de sua boca.

Um dia antes ele havia feito uma oferta em dinheiro para o gerente do banco onde trabalhava, uma oferta irrecusável, e em troca o gerente criaria registros daquele dinheiro no sistema do banco de forma que, para todos os efeitos e possíveis investigações parecesse que o dinheiro sempre esteve ali.
Depois de resolver esse assunto a primeira coisa que ele fez foi comprar um Nissan GT-R preto e um par de brincos de ouro para sua amada que quase chora no momento em que foi presenteada, ela nunca havia ganhado nada de ninguém antes, a não ser ameaças de morte.

- Que tal irmos a algum lugar hoje? - Disse Kaneki -  Estou cansado de ficar em casa o tempo todo.

-Claro, tem algum lugar em mente...Ficaram lindos não é? - Pergunta Rize enquanto coloca os brincos.
- Qualquer coisa fica linda em você. Eu já fui em vários restaurantes mas só tem comida humana então não será legal para você ir- Disse Kaneki.

- Nesse caso...eu posso sugerir um lugar, eu nunca fui lá mas eu conheço um...amigo de leitura que já me convidou para aquele lugar inúmeras vezes, ele é o dono então não teremos problemas se quisermos ir hoje- Kaneki ouviu tudo aquilo mas uma frase ficou em sua mente .

- Como assim...amigo de leitura?- Disse kaneki sério, Rize olhou para ele por um momento e depois riu até suas bochechas ficarem vermelhas.

- Está com ciúmes, sério senhor estuprador?- Disse Rize enquanto ria loucamente -Fique calmo Ken-chan nos mal somos amigos, e além do mais, pelo jeito dele...você é que deveria tomar cuidado e não eu...hahahahahahahahahaha...  vou no meu quarto me arrumar, quando eu estiver pronta eu te chamo- Disse enquanto dava um rápido beijo em Kaneki que se mantinha incrédulo e ia em direção a porta ainda rindo.

Pouco tempo depois o casal estava dentro do carro ao som de Do I Wanna Know.

Kaneki dirigia rapidamente, ultrapassando os outros carros e uma velocidade incrível, o ronco do motor o fazia relaxar.
- Onde você aprendeu a dirigir assim?- Perguntou Rize.

- Eu fazia entregas la no mercado em que eu trabalhava antes de conhecer você, e o dono tinha uma política de...entregamos em uma hora ou sai tudo de graça...então…- Disse enquanto desviava da traseira de um caminhão, quase houve um acidente, o carro passou raspando...

- BARBEIROOO!!!- Gritou Kaneki para o motorista que nem sabia o que estava acontecendo, Rize deu várias risadas daquela situação.

Momentos depois o casal estava em frente a uma grande mansão- Chegamos, uau...quinze minutos, antes eu demoraria quase uma hora para chegar nessa área, então Rize, que lugar é esse?- Perguntou kaneki enquanto segurava na mão da ghoul que usava um vestido azul claro com milhares de flores estampadas ao redor, alguns babados e um decote que valorizava e muito seus seios já fartos, Kaneki usava um terno preto com gravata branca, um manobrista pegou o carro e os dois entraram na pela porta da frente, porem, não havia ninguém ali, era como uma casa abandonada e escura.

- Ué...não tem ninguém... tinha um manobrista e tal mas...tem certeza que este é o lugar certo?- Perguntou Kaneki e Rize afirmou com a cabeça.

- Ele gosta de entradas dramáticas, é só esperar…-Disse Rize e logo depois vários holofotes brilharam por sobre o salão e se focaram em um único local e lá havia um ghoul com uma roupa azul e um grande sorriso, mais acima uma voz de locutor fez a apresentação.

## E agora, com vocês...SHUU….##

O ghoul então levantou as mãos e várias pétalas de rosas caíram como chuva ao seu redor, o som de tambores pôde ser ouvido ao fundo.

- Mas...que porra…- Kaneki nunca viu alguém se exibir assim, Rize só levou uma das mãos a boca para abafar o riso. O ghoul então se aproximou, pegou a mão livre de Rize e levou aos lábios dando um breve beijo.

- Senhorita Rize, achei que nunca te veria aqui,depois de todos aqueles convites recusados...é realmente uma grande felicidade poder recebê-la em meu humilde restaurante…- Rize deu-lhe um leve sorriso.

- É um prazer estar finalmente aqui, depois de uma vida inteira comendo sempre a mesma coisa...o meu paladar necessita de algo...superior- Disse Rize enquanto passava a lingua por sobre os labios.

Após ouvir isso o ghoul deu um leve sorriso e depois  levou o seu olhar para Kaneki que até então estava observando as roupas e a aparência do ghoul, ele era alto, cabelo roxo e suas roupas não poderiam ser mais chamativas, ele usava um terno estilo italiano azul com vários padrões triangulares estampados, seus sapatos eram vermelho sangue.

“ Quem diabos...esse cara acha que um pavão ou o que…”

Kaneki continuou olhando para aquele ghoul, e o mesmo também o olhava, Rize vendo que os dois se encaravam deu uma risada.

-Ora, que deselegante da minha parte. – Disse ela rindo – Ken-chan, este é Tsukiyama Shuu. Tsukiyama, este é Kaneki Ken.

Tsukiyama voltou seus olhos para Rize e a mesma possuía um sorriso nos lábios.

-É um prazer conhecê-lo, Kaneki-kun – Disse o ghoul estendendo a mão para Kaneki, e o rapaz segurou a mão dele.

-O prazer é meu, Tsukiyama-san. – Logo desfizeram o aperto de mãos.

O ghoul se aproximou de Kaneki e o cheirou. Seu cheiro era...Diferente.

-Não imaginei que um dia viria aqui, ainda mais que traria a refeição-

Kaneki arregalou os olhos. Ele sabia que Rize jamais faria algo assim com ele. Mas ele não sabia que tipo de ghoul era Tsukiyama.

Rize riu com essas palavras, caminhou até o ghoul e falou no ouvido do mesmo, para que somente ele ouvisse.

-Tsukiyama-kun, não deveria falar assim de seus convidados- Ela riu baixo.

– Espero que não tente nada com ele, ou eu mesmo o transformo em refeição – Seu tom de voz era assustadoramente debochado e isso fez com que Shuu se perguntasse qual era a relação deles e o porquê de Rize ainda não tê-lo devorado já que humanos, e até mesmo ghouls, não duravam muito com ela...

Kaneki viu um sorriso se formando nos lábios de Tsukiyama e franziu o cenho.

-Perdoe-me pela minha indelicadeza, Kaneki-kun. Não imaginava que estava "acompanhando" a senhorita Rize. – Ele deu ênfase ao "acompanhando" , já que em sua mente, kaneki seria um dos pratos, mas isso é o que esperamos de um Gourmet.

-Tudo bem. – Respondeu ele , "O que será que Rize-san falou pra ele?" – Ele se perguntava mentalmente.

Bom, seja lá o que fosse, logo ele saberia.

-E então, vamos? Eu já estou começando a ficar com fome. – Disse a ghoul sorrindo.

Tsukiyama indicou o caminho e começou a guiá-los, enquanto ele ia na frente, Kaneki e Rize iam atrás, um pouco afastados de Shuu.

-Rize-san... – Chamou baixo e ela o olhou – O que você disse a ele?

Rize levou a mão aos lábios e abafou seu riso.

-Kaneki-kun... – Ela levou suas mãos ao braço dele – Apenas disse a ele para não ser indelicado .

Kaneki arqueou uma sobrancelha e riu pelo nariz.

"você pode ser bem assustadora quando quer"   Pensou ele a olhando.

Tsukiyama mexeu sua cabeça levemente e os olhou. Voltou a olhar pra frente, e sorriu. Ele estava... intrigado.

Eles chegaram em frente a uma grande porta, e Shuu a abriu, dando passagem aos seus convidados, para que eles entrassem primeiro. Logo que passaram pela porta, um dos empregados daquela mansão, apareceu segurando uma bandeja.

Naquela bandeja havia três máscaras, duas delas prateadas com detalhes em dourado e a ultima em formato de meia-lua. Rize pegou uma das máscaras e colocou em Kaneki. Ele a olhou como se perguntasse o porque da máscara, e a ghoul disse baixo que depois explicaria. Em seguida, Rize pegou a outra máscara, e colocou em si mesma, Tsukiyama também colocou a sua mascara.

Com todos já...digamos, apresentáveis, seguiram o empregado até uma pequena porta que tinha ao lado, e foram subindo uma escada. Kaneki se perguntava o que iria acontecer, mas acabou se xingando mentalmente, já que tinha uma leve ideia do que viria a seguir, sangue. Ele olhou para a moça ao lado, e pode ver um enorme sorriso nos lábios dela...

O homem que os guiava, abriu outra porta, os levou até uma mesa e logo se retirou do local. Kaneki olhou aos arredores e viu vários ghouls ali. Alguns o olhavam estranho, ele achou ter ouvido um riso de criança mas o mesmo não deu muita importância. Uma moça chegou até a mesa deles, e depositou ali, duas xícaras de café. Kaneki deduziu que aquela moça era mais uma empregada daquela casa, por causa de suas vestimentas, a mesma rapidamente se retirou.

- Então... como vocês se conheceram?- Disse Tsukiyama enquanto se sentava junto a eles- Eu adoraria saber como você conseguiu domar essa fera…-

Mesmo a máscara não impediu Rize de lançar um olhar assassino para Shuu que levantou as mãos como quem perguntasse “ O que eu disse ?” com a maior cara de poker face, a mascara ajudava bastante nisso.

-Acredite quando eu digo...ela ainda é a mesma Rize...indomável - Disse Kaneki com um leve sorriso em direção a ghoul- A diferença é que agora ela tem um...ajudante.

- Pois é, de qualquer jeito...eu achei que o seu restaurante era maior-Disse Rize, ela queria provocá-lo, Tsukiyama pareceu surpreso com aquilo.

- O que?, levantem, isso é só uma sala de espera, vou te deixar de queixo caído Kamishiro- Disse o ghoul se levantando, todos se dirigiram para uma grande porta onde havia dois guardas enormes, os mesmos olharam para Kaneki quando eles passaram e um deles deu um leve sorriso, “ Aff...que merda…”

Depois de passarem pela grande porta ele se surpreendeu com o que viu.

O local era como um teatro só que no lugar do palco havia somente um chão de cimento completamente plano, cinco pessoas estavam fazendo um show de horrores para centenas de ghouls da alta sociedade que assistiam a tudo das arquibancadas acima, várias manchas de sangue se espalhava abaixo, na verdade só uma pessoa estava fazendo um show enquanto as outras corriam por suas vidas, partes de corpos podiam ser vistas em todo canto.

- Ora essa….só tem quatro vivos agora...bem, venham comigo, o show está apenas começando e vocês são meus convidados vip- Eles então se dirigiram até um andar mais alto onde haviam duas cadeiras e uma mesa.

- Bem..sentem-se aqui, alguém virá para anotar o pedido de vocês, por enquanto aproveitem o show -Disse enquanto se retirava, os dois então se sentaram e observaram os acontecimentos que ocorriam mais abaixo.

No palco haviam quatro pessoas vivas, todas corriam de um homem alto e musculoso que as perseguia com um serra elétrica nas mãos, ele gritava loucamente chamando-as para a diversão, logo uma das pessoas que era uma mulher tropeçou e caiu de cara no chão, ela nem teve tempo de se virar pois o assassino já a alcansara e enfiava a serra em suas costas, o sangue espirrava para todos os lados, os gritos de agonia da mulher antes altos foram rapidamente sumindo a medida que a vida abandonava o seu corpo que tremia bastante , ela foi esquartejada e seus pedaços foram deixados para trás, poucos minutos depois todos estavam mortos e a multidão foi à loucura, seus gritos encheram o local, Rize observou a tudo com o tédio estampado em seu rosto, Kaneki por outro lado nem piscava, ele analisava os movimentos do assassino tentando aprender e se aperfeiçoar para os seus próximos...trabalhos.

- Por isso a máscara...realmente seria muito chato se todos eles soubessem o meu rosto- Disse Kaneki enquanto olhava ao redor e depois para o palco.

-Isso é…- Dizia Kaneki.

-Chato demais- Interrompeu Rize.

- Que?...tipo...como assim chato, logo você dizendo isso?- Perguntou Kaneki.

- Kaneki-kun...já ouviu a expressão’ se você quer uma coisa bem feita faça você mesmo’?, assistir isso é entediante...você não pode aproveitar as sensações...e tudo mais, e sabe por que?  Porque você não está lá- Disse a ghoul enquanto suspirava.

- Entendo que você pense assim, afinal você já experimentou tudo isso em primeira mão, mas para mim...ele é como um professor- O olhar de Kaneki permanecia vidrado na cena abaixo.

- Achei que eu era a sua professora- Disse Rize.

-Sim…mas ele é humano como eu então ele pode me ensinar coisas que você não pode devido as suas forças de ghoul, eu vejo você partido pessoas com as próprias mãos, apesar de achar super sex eu não consigo fazer isso então eu tenho que conseguir uma...segunda opinião…- Disse Kaneki com os olhos fixos na ação abaixo.

Um garçom se aproxima deles e entrega a Rize um classificador.

- Cortesia do mestre Shuu, faça a sua escolha, eu virei mais tarde- Disse enquanto se retirava.

-Olha isso...esse lugar é melhor do que eu pensei, finalmente haverá um pouco de diversão...olha só- Disse enquanto passava o classificador para kaneki.

- Por que está passando isso para mim, eu não vou comer...ah...isso é realmente...interessante- Disse com a surpresa estampada em seu rosto, no classificador haviam várias fotos de pessoas e suas informações pessoais, Kaneki olhava a todos analisando e procurando algo que lhe chamasse atenção quando de repente ele encontrou uma pessoa conhecida, um garoto do seu tempo na faculdade, um dos responsáveis por Kaneki ter congelado o curso.

~~ Flashback ~~

Kaneki estava em seu segundo semestre na faculdade, ele havia se sentado em um local isolado para ler um livro quando um grupo de jovens chega nele. Kaneki olhou para eles, um dos rapazes se aproximou e se sentou em sua frente

- E ai cara, como vai...podemos conversar com você rapidinho?- 

- Ah...claro, o que foi?- Disse Kaneki enquanto guardava o livro em sua mochila.

- Vem com agente rapidão- Disse o rapaz apontando para uma área isolada do campus.

Kaneki desconfiou um pouco mas colocou a mochila nas costas e foi com eles até uma área cercada por árvores e arbustos.

- Nao sei porque vocês me trouxeram até aqui, o que querem? -

- Bom...você já vai saber, só não vai gostar!

Todos então partiram para cima de Kaneki, vários chutes e socos foram dados no garoto que caiu no chão , ele não entendia o porque daquilo, a dor não permitia os pensamentos, os garoto bateram nele até perderem o fôlego.

-Esse cara aguenta porrada...- Disse um dos rapazes -  Vamos ver até onde ele vai…-

Os minutos se arrastavam, seus olhos ficaram roxos e inchados, centenas de hematomas se espalharam por seu corpo,  uma costela havia sido quebrada e a dor…até a respiração lhe causava pontadas agudas de pura agonia, com o tempo os rapazes enjoaram de bater nele e já se preparavam para ir embora.

-Porque…porque fizeram isso comigo…-O sangue e a dor angustiante atrapalhavam as suas palavras - Eu nem conheço vocês...eu não fiz nada para merecer isso…-

Os caras haviam parado para observar e rir do estado em que Kaneki ficou, um deles,o mesmo que o chamou até ali antes, se aproximou e disse.

-Nós fizemos porque quisemos fazer, quem você acha que é , lendo seus livros com cara de que todo mundo a sua volta é uma merda, gente como você me irrita, viado do caralho- Disse enquanto apertava o pescoço de Kaneki que ficava sem ar, pouco tempo depois ele desmaia mas não sem antes gravar o rosto daquele que lhe dirigiu a palavra e o condenou a tudo aquilo.

Suas roupas, dinheiro e material escolar foram roubados, aquilo se repetiu mais de quinze vezes.

~~ Fim do Flashback ~~

Os olhos de Kaneki brilhavam, seu sorriso se estendia de orelha a orelha.

-Esse…esse aqui, eu quero esse - Disse apontando para a ficha do rapaz - Ele será o seu jantar Rize-san…-

-Esse sorriso…você conhece ele? - Disse Rize olhando fixamente para Kaneki.

-Sim…nós somos velhos amigos, e eu tenho contas para acertar com ele- Disse Kaneki anda sorrindo.
-Nesse caso, ele tera um tratamento especial - Disse a ghoul rindo.

De repente a multidão se enche de energia, Tsukiyama apareceu no centro do palco e anunciou a atração principal, uma luta até a morte entre dois ghouls, aquilo levou a multidão a loucura, a luta foi longa e sanguinária, de vez em quando pessoas eram jogadas no palco, só para serem estraçalhadas em meio a fúria dos dois ghouls.

- Isso sim é interessante- Disse Rize.

Logo depois o garçom retorna, Rize aponta para a foto do rapaz, o garçom então pede para que os dois o seguissem,eles desceram algumas escadas e seguiram por um corredor que levava a uma porta de ferro, o garçom abriu a porta revelando uma grande cozinha , lá havia um homem vestido uma roupa branca a chapéu de cozinheiro, havia várias ferramentas e panelas penduradas, uma grande chapa, um fogão e uma churrasqueira de tijolos e no centro de tudo um rapaz estava pendurado de cabeça para baixo, olhos e boca tapados por panos negros, a única roupa que ele tinha era a cueca, seu corpo tremia e sua cabeça virava de um lado para outro tentando descobrir de onde vinham os sons da porta se abrindo e os passos que se aproximavam.

-Bem vindos- Disse o cozinheiro enquanto se curvava- Hoje eu ser… -

-Não precisamos de você - Disse Rize enquanto se aproximava lentamente- Pode ir embora-

O cozinheiro tentou dizer algo, mas quando olhou nos olhos da ghoul seus argumentos se dissolveram.

-Entendo…aproveitem…-Disse enquanto se retirava.

Rize então tirou a mascara e pegou uma das muitas facas presentes ali.

-Bem…vamos começ…-Uma mão foi colocada em seu ombro e a faca foi retirada de suas mãos.

-Ei...o que você está fazendo? - Disse a ghoul confusa.


               Kaneki pegou em uma de suas mãos e a levou até uma cadeira.

-Quer dizer que eu vou ficar só olhando? - Disse Rize com uma acra de tédio.

-Não…não só olhando, mas por hora…eu serei o chefe - Disse enquanto lhe beijava.

Kaneki pegou a faca que Rize ia usar e se aproximou lentamente do rapaz pendurado, encostou a faca de lado em suas costas, o contato com o metal frio o assustou e o mesmo deu vários gritos que foram abafados pelos panos em sua boca, seu corpo se sacudia como um peixe no anzol, as risadas de Kaneki foram histéricas.

“ Se você quer uma coisa bem feita, faça você mesmo...hihihihihihihihihi... “

  

FIM...

   


Notas Finais


Ola pessoal, aos que chegaram ate aqui, muito obrigado.
Então...o que vocês acharam desse capítulo e o que vocês acham que Kaneki vai fazer com o valentão da faculdade?
Link do perfil da Maay-Akasuna.
https://spiritfanfics.com/perfil/uchihaa_12
Aqui esta o link da musica que Kaneki escuta no carro.
Arctic Monkeys - Do I Wanna Know (Se você não gostar dessa musica...psicólogo já)
Música Indie é o bicho.
https://m.youtube.com/watch?v=bpOSxM0rNPM
Comentem por favor, eu sempre respondo. :-3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...