História Humanos e hibridos - Mitw. - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Tags Mitw
Exibições 113
Palavras 1.144
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie meu povoooooooooooooooo!!!

Eu estou aqui ss! Corrida! Tenho que ir! não da pra falar muita coisa! Desculpa mesmo! Tenho que ir bjjs!

Gente desculpa!! Eu errei , quando postei eu repeti uma parte!! Desculpa 1 bilhão de vezes! Sério fiquei mó abalada quando vi o que tinha feito... A pressa causa isso... Vocês devem ter perdido a parte final então re-leiam

Capítulo 37 - Confiança


-POV: Mike

   Quando Pac acabou de cantar, ele se senta no sofá, eu ia pegar ele e começar a dar um monte de cosquinhas, porém ele mostrou a mão em minha direção, em sinal para eu para, paro e ele poem a cabeça na manga do moletom e começa a tossir, devagar chego perto dele e acaricio as suas costas, enquanto isso escuto Cellbit dizendo:

   Cellbit- Felps, bora lá no quarto do Mike, a Hellena vai te explicar tudo, porque nem eu sei direito o que aconteceu pra ele tar aqui...

   Hellena- Ta rs, vamos lá - Anetes de subir as escadas para meu quarto, Hellena diz no meu ouvido - Se ele for mexer no fogão, nem tente tira-lo de lá  - Aceno que sim com a cabeça, Pac para de tossir e me olha... São aqueles momentos que não precisamos de palavras, gestos, apenas nossos olhares, eles dizem tudo, tento passar que o meu diz: "Aonde você for, eu vou te proteger". Mais o dele me diz "o medo fala mais alto que a sanidade", ele tem medo que eu o abandone, isso é fato, porém uma coisa que eu não entendo é o que aconteceu...

POV: Pac (chego os milagres de plantão)

   Esses momentos eu quero lembrar... Não quero me separar do Mike, não quero, ele me ajudou, me acolheu... Mais eu não sei se... Se ele vai me aceitar, pois sou um Hibrido... Se eu realmente revivi, que é o que parece, ele já deve saber que eu e a Hellena somos irmãos, e não, não posso abraçar ela e dizer o quanto senti a sua falta, pois se eu me apegar demais a eles, a ela, eu não vou conseguir ir embora direito, eu os colocarei em perigo, minha sanidade também esta se esvaindo... Reanly, ele ainda esta por ai, Felipe também, não posso deixar que eles me vejam, que eles me encontrem... Se eles me encontrarem, se eles me encontrarem aqui, eu não sei o que farão, não sei o que me farão... O que farão pra eles... Não posso deixa-los, mais não posso ficar aqui, o que farei!? Chega! Irei retribuir,retribuirei tudo em dobro! Começando agora! Me levanto um tanto tonto e atordoado, Mike me segura, uma mão em minha cintura, e outra em meu ombro, mãos quentes, mãos que sentirei falta... (Autora: Negrito FlashBacks pra quem se esqueceu)

   Reanly- Queto seu inútil! Não se mexa! Isso não vai doer - Ele da um sorriso malicioso - Pelo menos não em mim - E enfia seu membro em minha entrada -

   Dou um gemido, gemido de dor, de medo, de desconforto, mais alguém me conforta, em seus grandes, quentes, e belos braços, suas palavras me aconchegam 

   Mike- Calma pequeno, você esta aqui e eu vou te proteger - Ele diz me abraçando, minha vontade é de chorar, mais tenho que ser forte, ele esta me dando essas forças mais não posso me acostumar -

   Pac- Felipe - clamo por Felipe, porém ele também me trairá -

   Felipe- Ei Neko venha cá! - Vou ao menino que me clama do outro lado das grades - Pode me dar a sua mãos? - Eu tento mais estou muito fraco, com um olhar tremolo e embasado pelo choro, ele nota então abre as grades, eu me assusto e dou para trás, ele nota, vem calmamente até mim, em passos lentos, sem segundas intenções - Calma eu não vou te machucar, o que eles fazem é errado! Eu quero cuidar de você - Ele pega as minhas mãos, ensanguentadas pelos chicotes, pelos arrastos, pelo trabalho, isso em 2 semanas, sabe deus o que ira acontecer depois - Droga! Que monstros... Vem cá pequeno Neko - Ele me abraça, eu realmente estava precisando de um abraço -

   Eu- Felipe - Termino de falar fora de meu transe -

   Mike- Disse alguma coisa pequeno? Pequeno Neko ta tudo bem? 

   Eu- Ta si-sim Fe-felipe - Mike estranha e olha nos olhos -

   Mike- Pac, quem é Felipe? - Nego com a cabeça -

   Mike/Reanly- Quem é Felipe?  - (Tipo o Mike falou na realidade mais ele lembro do Reanly falando isso) ele diz com a voz grossa, logo me ponho a chorar minimamente -

   Mike- Pa-pac tu-tudo bem?

   POV: Mike

   Pac esta estranho, ele entro em um transe, quando pergunto se ele esta bem, ele fala de um tal Felipe... quando pergunto com um certo tom de raiva, ele começa a chorar... Eu fui muito agressivo, ou será que é o transe?

   Mike- Pa-pac tu-tudo bem? - Sem resposta -

    Pac- Mi-mi-mike, mi-mi aju-ajuda - Ele diz e eu o abraço em meu peito, o que esta acontecendo com ele? Que é Felipe? -

   Passa-se uns 10 minutos, ele se separá, me olha com aqueles olhinhos tremolos, o pego no queixo com polegar, e dou um beijo em tua testa, ele enxuga as ultimas lagrimas, e olha ao redor, para o seu olhar na cozinha, tenta se levantar, eu levanto junto, caso ele caia eu já estava atento, ele anda devagar, e para na frente do fogão, o encará, e depois vai para a geladeira.

   Mike- Pac? Deixa que eu faço o café! - Ele nega com o dedo indicador, logo minha mãe chega -

   Denise- Olá Pac, esta melhor? - Ela tinha saido antes dele acordar - Querido o que ele esta fazendo?

   Mike- Pelo que parece, café!

   Denise- An? Nada disso mocinho! Sai... - Hellena a interrompe -

   Hellena- Eu não faria isso se foce vocês - Nos entre olhamos e depois olhamos para Pac, ele estava rosnando pra gente... Eu me assustei, mais logo ele para e fica em frente ao armário, então coloca na mesa: Leite, farinha, nescal e uma bandeja de biscoitos, poem uma panela no fogo e logo o acende  - Vamos deixa-lo a só. -

   Mike- Claro que não! Hellena você é doida!? Deixa-lo sozinho com o fogo ligado!? E a gente nem tomou café ainda - Olho pra Pac, ele esta com os olhos marejadinhos, volta a atenção para a panela, que agora tinha alguns ovos - O Pac, eu não quis dizer isso eu... -

   Hellena- Basta Mikhael! - ela diz batendo o pé - Apenas o deixe só! - Me tremo um pouco, Pac sorri para a irmã, que retribui, Felps e Cellbit a seguem e eu olho para Pac mais uma vez -

   Mike- Me desculpe - Ele nem responde, apenas continua a olhar para a panela, logo chego até a sala, Hellena se levantado sofá, e vamos para o quarto, ela me olha - Você queria o que Hellena!? A maior parte do tempo ele age como uma criança! Como confiaria um fogo ligado pra ele!

   Hellena- Mikhael, Pac sabe se cuidar sozinho! ele sabe o que fazer, ele só precisa de cuidados e... De Confiança, confie nele... Só um pouco...

Continua


Notas Finais


Esta ai meu povo!!

Desculpa gente! To corrida! Desculpa mesmo! Eu vou sair e umas 22 ou 23 horas eu respondo pra vocês nos comentarios, bjss desculpa e Fui!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...