História Humanos e hibridos - Mitw. - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Tags Mitw
Exibições 92
Palavras 1.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieeeeeeeee Genteeeeeeeeeee!!

Eu sei ta tarde! Eu sei que não postei ontem! Eu sei que to muito desleixada com a fic! E me desculpeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeem!!!

Le- O sua bebada! To vai acabar com a fic é?

Eu NUNCAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
GENTE SÉRIO! QUANDO EU ACABAR A FIC EU VOU CHORAR!!! Mas sem mais papo furado porque o bolo já muxo (né ki?)

Bora Ler Cambada!!!

Capítulo 39 - Onde estão os anjos de plantão?


POV: Milena

   Milena- Quando a gente vai chegar em? Afs ta me dando tédio!!

   Dona- Chegaremos no fim da tarde Milena, se contente com o que tem por favor.

 

POV: Mike

   Nós conseguimos ouvir Pac dizer o nome de Reanly diversas vezes, até que escultamos diversas coisas caírem, coisas leves, coisas pesadas, e acho que louças também (tipo xícaras chiques), logo depois escultamos o vento, ele batia tão forte ao ponto de não conseguirmos nos mover, logo depois escultamos o mesmo nome ser pronunciado com medo:

   Pac- Reanly - Diz ele lentamente, com claramente medo em sua voz, parecia que apenas eu escultava, era como se sua voz ecoasse em minha mente, como se eu devesse ir até ele... E devo. A ventania passa e nós nos olhamos, quebro o silêncio dizendo:

   Mike- Pac - Minha voz sai um tanto abafada e com medo

   Hellena- Tarik - Ela diz no mesmo tom, corremos até a cozinha, Pac lá estava, ajoelhado com a cabeça na comoda da pia, e um braço esticado na mesma, fazendo todos nós vermos...Varias peças de louças em seus braços, o sangue começava a escorrer pelo seu braço, ele ainda ajoelha, não podíamos ver seu rosto, isso me deixa preocupado e amedrontado, paraliso um pouco , mais volto  quando penso em sua dor, na dor em que ele pode sentir, na dor que ele pode lembrar, na dor em que sente quando alguém não pode o ajudar. corro até ele e o vejo chorando, alguns resquícios de sangue junto, porém eram poucos, e ele tentava segurar, mais não podia, agora não era só a dor emocional, era também a dor física, o viro ele me olha, e eu o abraço, o colocando em meu peito, sinto minha camisa se encharcar....

   Hellena- Merda... - Ela diz -

   Mike- Não podemos leva-lo a um hospital?

   Hellena- Não... Eles o descobririam em dois minutos!

   Cellbit- O que quer que a gente faça?

   Hellena- Coloquem água pra ferver e me deem o quite de primeiros socorros!!  - Eles correr, e eu vejo o estado do braço de Pac, algumas parte de sua perna e sua barriga estão no mesmo estado, porém seu braço esta pior, então resolvo cantar uma musica pra acalma-lo, porém de tão bem que canta e conhece as musicas, ele acaba cantando belas parte, e foi como... Se estivéssemos conversando  (Autora-chan - Gente não me matem, mais eu amo por musica na fic! E essa vocês conhecem, certeza absoluta!)

 

Anjos de Plantão (Part. Doncesão)

Ivo Mozart

Eu- Onde estão os anjos de plantão?
Sei como é difícil atender todos os pedidos
E que a minha prece
É mais uma na multidão
Será que Deus pode me ouvir
Só quero agradecer tudo que um dia eu já consegui

Pac- Acordei com saudade de você
Te procurei, te liguei mas não encontrei
Não tive tempo pra dizer o quanto amei
Nem tive tempo pra mudar o que errei

Sei que o tempo passa e a saudade fica
Será que alguém me explica o sentido da vida
Me aponta uma saída ou me conta um segredo
Me ensina a crescer sem olhar pra trás e sentir medo

Eu tive sim mas sei que não to sozinho
Eu sinto que é você que ilumina meu caminho
Me olhando com carinho me leva pra casa
Segura na minha mão e me abraça me cobre com sua asas

E me livra do mal
O futuro a Deus pertence então nos vemos no final
A espera de um milagre, a espera de um sinal
De um beijo do anjo imortal

Eu- Onde estão os anjos de plantão?
Sei como é difícil atender todos os pedidos
E que a minha prece
É mais uma na multidão
Será que Deus pode me ouvir
Só quero agradecer tudo que um dia eu já consegui

Eu pedi mais um dia, pedi outra chance
Pra fazer tudo do começo melhor que antes
Por isso agradeço o dia de hoje
E faço tudo que estiver ao meu alcance

Carrego nas costas o peso do mundo
Nessas horas a fé vale mais que o tamanho
Vale mais do que a força é maior do que o medo
Porque no fundo você é do tamanho dos seus sonhos

Aqui nessa cidade faz tanto barulho
E eu sei que há tantos outros problemas nesse mundo
Pra eu pedir um minuto só pra mim
Só quero agradecer

Eu sei... sou só mais um na multidão
Mas se eu pedir com o coração não será em vão
Minha oração, deixo na suas mãos anjos de plantão
Me respondam onde estão?

Nós dois- Onde estão os anjos de plantão?
Sei como é difícil atender todos os pedidos
E que a minha prece
É mais uma na multidão
Será que Deus pode me ouvir
Só quero agradecer tudo que um dia eu já consegui

Onde estão os anjos de plantão?

   Mike- Vai ficar tudo bem ok? - Eu digo a ele, que esta com os olhos quase se fechando, porém noto que sua calda de raposa e suas orelhas estão aparecendo, e no mesmo momento que eu vou lhe perguntar sobre isso ele apaga -

   Hellena- Ele pode ter dormido... Mais ele esta mais vivo que nunca. Sua energia de vida o tomou por inteiro, ele ama essa musica, e amou escuta-la de você, essa é a mais verdadeira prova - Ela diz nos olhando com um grande sorriso - Leve-o para o quarto, eu darei um jeito nisso - ela toca em seu "piano" e se transforma e susurra - Charlie Brown Jr - Ela me olha sorri e diz- Vamos!!

   Faço o pedido, o levo em meu colo até meu quarto, saio e deixo Hellena cuidando dele, desso e vejo Cellbit e Felps olhando pra mim com cara de preocupados.

   Mike- Ele esta bem... Mais pela cara de vocês, não é só isso. - eles negam com a cabeça -

   Cell- Duvido que tenha notado... Mais a mesa caio, isso não foi feito pelo vento, deve ter sido alguma coisa bem forte, então achamos isso - eles mostram um pó preto - Enchofre -

   Mike- O que você acha que quer dizer?

   Cell- Acho que quer dizer isso - Ele mostra o celular que tem a pior noticia que poderia aparecer agora!

   " Os generais Reanly Kealear e Felipe Kealear, fazem uma visita inesperada a São Paulo para aprovar algumas armas de vento, que liberá Enchofre, essa nova tecnologia permite mover coisas pesadas ou até pessoas, essa tecnologia permitira grande avanços nas guerras futuras, porém Reanly Kealear destaca uma coisa: 'Ainda estamos a procura do Hibrido fugitivo, ele é extramente perigoso, se confiar nele dimais, ele poderá atar quando menos esperar, a recompensa ainda esta de pé, e dobrada, porém ela abaixará toda semana até que o Hibrido seja encontrado'. Depois de Tais palavra, resolvemos procurara a médica e analista da paz Milena Linnyker para comentar sobre o assunto: 'Não digo que Hibridos são feras inadimitiveis, porém se algum deles sobreviveu por que não atacou ninguém? Sua reça foi eliminada a mais de 10 anos! Em tal época ele seria morto se fosse adulto, e se fosse adolescente hoje seria adulto e já teriam o encontrado, então ele seria criança, e acho impossível uma criança sobreviver sozinha por tanto tempo, não estou os defendendo, não esqueci o que eles fizeram a nós 15 anos atrás' Essas são as palavras de Milena Linnyker"

   Droga Milena!!

   POV: ???

   Droga! Até a analista da paz!? Desse jeito como um Hibrido pode ter paz!? Querendo ou não, ele é um ser vivo! E deve estar com medo! Depois do que eles fizeram com os Hibridos... Com a mamãe e o Papai... Eu não sei se ele sobreviverá, apenas sei que se eu encontra-lo, irei o receber de braços abertos.

Continua... 

 


Notas Finais


Esta ai meu povo!!!

Não vou fazer texto aqui porque:

1- eu ainda não tirei a roupa da escola

2- To muito cansada

3- Quero aproveitar, por que acho que amanhã é meu ultimo dia de aula

4- Meus dedos tão doendo de tanto escrever (não só na fic)

Bjjs meu LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS!!!
#QuemMaisVaiEntrar #MilenaEDesconhecido #PapaiEMamãe #AChegada #BraçosAbertos #AnjosDePlantão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...