História Hunhan- After Midnight - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, Hunhan, Lemon, Luhan, Otp, Sehun, Yaoi
Exibições 195
Palavras 796
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAAAAAAA
OBRIGADO PELOS 40+ FAVORITOS
TÔ PULANDO DE FELICIDADE
Deixo aqui um capítulo curto, mas amorzinho.
Beijinhos e boa leitura.

Capítulo 2 - Você vai descobrir


Fanfic / Fanfiction Hunhan- After Midnight - Capítulo 2 - Você vai descobrir

Eu fiquei ali, admirando cada detalhe com atenção. A bebida já nem me importava mais. Eu estava tão vidrado nos movimentos daquele garoto que acabei percebendo que nem piscava mais. Nunca havia ficado desse jeito antes. Fiquei ali, admirando aquela bela cena que eu tenho certeza que ficaria na minha cabeça por bastante tempo, até que o tal garoto começou a reparar os meus olhares sobre ele e sorriu para mim. Isso foi o suficiente para me derreter por completo. Sorri de volta e o mesmo deu uma piscadinha com um dos olhos. Olha papai do céu agindo na minha vidinha de merda. Poucos minutos depois, a música parou de tocar e o mesmo fez o passo final, logo seguindo para parte de trás das cortinas. Era possível se escutar alguns aplausos no local. 
Quando eu achava que o show tinha acabado, me levantei e me virei para ir em direção a pista de dança com  os  meninos e acabei sendo surpreendido com aquele mesmo garoto segurando o meu pulso e se aproximando de meu ouvido. “Senta”. Foi tudo o que ele disse. E como não sou trouxa (sou sim), voltei a me sentar no mesmo sofá do qual me encontrava antes. Segui meus olhos até o mesmo e pude escutar uma nova música começar. Dessa vez, ele dançava com os olhos vidrados em mim, seu sorriso malicioso era bem visível. Senti o mesmo andar em passos dançantes, do palco até a minha direção. Quando ele parou na minha frente, olhei para cima e meus olhos foram de encontro aos seus. Sorri e ele fez o mesmo.
Com isso, o garoto do qual eu ainda não sei o nome se posicionou para sentar em meu colo, e assim, começou a rebolar sobre o mesmo. Eu levei as minhas mãos até a cintura do mesmo para intensificar os movimentos sobre o meu membro e ele as tirou dali.

-Sem me tocar, amorzinho.

Aquilo era um jogo ou uma tortura? Talvez os dois. Eu só sei que eu estava louco, a vontade de tocar naquele corpo era enorme, não saia nem se quer uma palavra de minha boca, apenas o som de gemidos que eu soltava quase num sussurro. 
Ele dançava cada vez mais no meu colo e cada movimento dele deixava o meu corpo mais acordado. Eu pude sentir os olhares sobre nós e pude escutar alguns aplausos também. Eu queria mais… Não dos aplausos ou olhares, eu queria mais daquele garoto.
O mesmo saiu de meu colo e abaixou para sussurrar em meu ouvido “Eu gostei de você e parece que precisa cuidar da situação em que te deixei. Não sabia que iria conseguir chegar a esse ponto, você ainda não viu nada.” e voltou para o palco para finalizar a apresentação. Eu ainda não vi nada? Ele só pode estar brincando comigo. As palavras dele grudaram em minha mente de uma maneira inexplicável. Quando o show acabou, eu fiquei ali sentado, esperando que dessa vez, tivesse uma apresentação novamente. Não foi o que aconteceu, mas permaneci ali, bebendo e pensando no que acabara de acontecer. Algumas pessoas me olhavam, mas por algum motivo, nenhuma me interessou. Meu pênis pulsava dentro de minha calça, eu queria me satisfazer com o responsável por isso, não sozinho. Fui tirado de meus devaneios com alguém sentando ao meu lado. Levantei a cabeça e olhei diretamente para a pessoa que estava ali. Era ele. 

-Esperando por mais um show? -perguntou o mesmo com um sorriso sarcástico no rosto. Que sorriso lindo.

-Talvez. -Respondi baixo, mas o suficiente para que ele pudesse escutar. 

-Nossa… Não sabia que te deixaria tão acordado assim. A minha intenção era só provocar, mas acho que acabei exagerando um pouco. Foi mal! -Apontou para minha calça.

Naquele momento, eu corei. Nunca fui tímido ou algo do tipo. Mas dessa vez, eu estava completamente vermelho.

-Por que queria me provocar? -Perguntei confuso.

-Ah, qual é?! Olha pra você… Acho que qualquer um se sentiria atraído. A prova disso, são os diversos olhares que você recebe.

-Olha quem fala, né?! 

-Eu trabalho aqui. No palco onde passo a ser o centro das atenções. É normal um ou outro olhar porque estou ali em cima, mas aqui onde estamos agora, é raro alguém reparar em mim.

-Sério? Eu continuo te olhando da mesma maneira desde que entrei aqui.

-Por que me olha assim? Gosta do que vê?

-Gosto. Mas gostaria de estar fazendo outras coisas também.

-Tipo…? -Perguntou.

-Você vai saber, mas não agora. -Respondi vitorioso.

-Como se chama, Sr. Misterioso? 

-Luhan. -Ri.

-Bom, Luhan… Adorei me apresentar para você, mas agora, preciso ir. Espero te ver outras vezes por aqui. -Ele disse se levantando. 

-Espera! -Ele parou e me olhou. -Qual é o seu nome?

-Você vai descobrir.


Notas Finais


E aí, o que estão achando?
Beijinhos e até a próxima <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...