História Hunt - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias DAY6
Personagens Dowoon, Jae, Sungjin, Wonpil, Young K
Visualizações 15
Palavras 436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Colegial, Comédia, Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Young Hyun- O demônio


Fanfic / Fanfiction Hunt - Capítulo 4 - Young Hyun- O demônio

Young K- O Demônio

“Não se trata de uma revolta.

Uma revolta teria pouco efeito

Nesse enorme circo.

–Kleber Novartes”

Início do ano! Eba! Há... só que não.

Joguei minha mochila na cadeira ao lado da minha, escorregando pelo assento até estar praticamente deitado na cadeira de madeira antiga. Todos os anos era a mesma baboseira: uma recepção amigável, criando falsas esperanças nos calouros, depois um banquete que nunca mais vai surgir ao longo do ano, uma seleção de músicas do século passado e então todo mundo para seus respectivos quartos. Sempre o mesmo discurso, o mesmo sorriso falso e as mesmas promessas que nunca, nunca se cumpriam.

Eu já estava de saco cheio de ter que assistir aquilo por cinco anos seguidos. Eles deveriam permitir que os reincidentes não ficassem na “festa” (e quero dizer festa com milhares e milhares de aspas) de boas vindas. De que adiantava ficarmos ouvindo aquilo se nós já tínhamos decorado o discurso e nada mudava quanto a nossa postura?

Como já era recorrente, ninguém além dos outros demônios sentaram perto de mim e, sinceramente, era como eles nem estivessem ali, porque por mais que fôssemos da mesma raça, nós não nos dávamos bem... nenhum de nós. Todos pertenciam a famílias rivais ou com algum tipo de rixa antiga. Os demônios eram seres solitários e os outros alunos tinham medo de nós. Não que eu me importasse.

Em todos os meus cinco longos anos de internato ninguém veio até mim por livre e espontânea vontade. Ou era parte de alguma aposta ridícula ou uma tentativa mais ridícula ainda dos professores de nos enturmar. Será que era tão difícil entender que nós não queremos fazer amizade? Estamos bem sozinhos, sempre estivemos. Somos os únicos seres imortais aqui, já vivemos muito mais que todos esses alunos juntos, nós não somos crianças.

Aos poucos todo o ginásio foi ficando lotado de seres sobrenaturais e, como sempre, nenhum demônio novo. Em compensação a quantidade de bruxos brancos e lobisomens ali era absurda. E o cheiro também era absurdamente terrível, me dava vontade de vomitar. Podia distinguir diversas línguas diferentes sendo faladas ao mesmo tempo, criando uma cacofonia que me levou a tirar meus fones da mochila e conectá-los ao meu celular para ouvir qualquer outra coisa que não fosse aquilo.

Fechei meus olhos por alguns segundo e só tornei a abri-los ao sentir alguém tocando meu ombro. O toque foi tão repentino que eu fiquei estático sem saber bem o que fazer. Lentamente virei a cabeça, encontrando um Bruxo Branco parado atrás de mim com um sorriso no rosto.

“Oi, posso me sentar aqui?” 


Notas Finais


E aqui termina a série de apresentações dos personagens, a partir de agora os capítulos vão ficar grandes e a história vai começar de verdade!
Espero que tenham gostado!!!

Beijoooos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...