História Hunter love adventure - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Tags Aventura, Horror, Hunterxhunter, Romance, Shoujo
Exibições 6
Palavras 510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Como domar essa coisa?


Keito on: 
 
Tentamos nos esconder nos paredões, mas já era tarde os dois pares de olhos brancos já se voltaram na nossa direção e o animal aproximava seu focinho quando nós três disparamos com o pensamento de " pelo menos um sobrevive", acho que ele ficou meio desnorteado com o que acabou de acontecer porque Ringo derrapou em curva e chegou a saída, Killua fez o mesmo e eu consegui passar por debaixo dele e alcançá-los. Ringo e eu estávamos preparadas para correr, mas Killua se pôs em posição de luta. "Oh não, ele não ia lutar, ele não é idiota", foi o que pensei e me enganei redondamente, ele avançou em direção do dragão, mas Ringo conseguiu lhe deter
– Que história é essa? Você quer morrer com aquele bicho? Eu esperava essa irracionalidade da Keito, mas de você não.- Ringo lhe deu um sermão- é ele que estamos procurando- ele retrucou
– Mas você não vai conseguir matar essa coisa- eu lhe disse
– eu não vou matá-lo, eu preciso que ele me dê seu controle.
– ah claro, isso faz total sentido. Já pensou em pedir "por favor"? Ele nunca faria algo assim, e mais importante, porque você quer isso?
– Ele é a única coisa que tem uma chance de derrotar... Não importa, eu preciso domá-lo! 
Estava claro que era algo realmete importante, Killua era racional demais para fazer algo suicida sem um bom motivo. Ringo ainda estava contrariada... Até a submissa/ cachorrinho ordenada tomar o controle. 
Ambos avançamos rumo ao dragão que não queria mesmo que chegassemos perto: sua cauda raspava nas paredes tentando nos acerta, e estas se dividiam, ele soprava uma névoa negra que corroeu cada folha de árvore, cada pedra e qualquer coisa que estivesse no alcance.
Passamos horas tentando dar investidas, mas ele sempre repelia qualquer aproximação. 
Ringo já estava irritada com isso, e largou a ideia de tentar dominar, ela queria matá-lo mesmo. Não sei como ela previu cada ataque do animal e evitou cada um, mas ela finalmente tinha chego no pescoço do bicho, invocou sua arma: uma foice vermelha,  e atacou sua mandíbula fazendo um corte profundo, ela estava disposta a finalizar o bicho se eu não a tivesse detido lhe empurrando e a fazendo bater a cabeça deixando-a inconsciente "sem querer". Não entendo direito porque não queria aquele bicho morto, acho que tenho um sério problema com assassinatos, não consigo matar bichinhos a sangue frio. Bem, o animal havia relaxado porque perdeu muito sangue e precisava se recuperar, Killua lhe fez um curativo, por sorte, dragões são resistentes, foi preciso só um dia até ele se recuperar, e ficou um tanto manso com Killua e comigo, só Ringo que precisava tomar cuidado para não ser devorada, acho que ele e eu temos uma raiva em comum por aquela "doce" menina. 
Quando parecia que teríamos um pouco de paz, uma das piores coisas estava acontecendo: a ilha começou a tremer e alagar em quase toda sua extensão. 
– Acho que está na hora do dragão fazer o que tem que ser feito- Killua diz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...