História Hunter love adventure - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Tags Aventura, Horror, Hunterxhunter, Romance, Shoujo
Exibições 16
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


À partir de agora a maioria dos caps vão ser na visão da Keito, porque é mais legal escrever em primeira pessoa
Espero que o capítulo não esteja tão ruim, já que estou sem criatividade

Capítulo 9 - Cap 9


Keito On: 

Desembarcamos finalmente, depois de dois dias de viagem eu já estava pronta pra pular do navio antes que ficasse alucinando. Killua e a lolita malvada/irritante/fofa, Ringo estavam pegando suas coisas, ela tomou a dianteira e nos dava instruções sobre o lugar, os animais e plantas perigosos que habitavam, e coisas do tipo, se bem que as instruções pareciam estar voltadas mais para o Killua do que para mim. Ele a interrompe perguntando porque ela sabia tanto sobre essa ilha, e ela responde balançando os cilios com delicadeza e parecendo super feliz por ele estar interessado nela:

- Eu sempre venho aqui em busca das folhas de uma planta que produz um veneno muito eficiente... Você devia vê-lo em ação, consegue torturar e pode ser aplicado de tantas formas - ela diz essa última frase e tive a impressão que ela me olhava.

Não demorou muito para animais sentirem o nosso cheiro e virem atrás de uma boa caça, eu sempre tive pena de matar animais, eles só fazem porque precisam comer, por isso fui meio inútil, já Ringo parecia se divertir, ela os estraçalhava de tantas formas. Um ruído vindo das folhas de um arbusto nos deixou alerta, eu quase nem cheguei a ver o vulto que voou em minha direção e por instinto, eu o chutei com força e o fiz bater numa árvore, era um animal pequeno que parecia um híbrido de gato com coelho, EU NÃO ACREDITO QUE O MACHUQUEI!! EU SOU UM MONSTRO. Killua me disse que ele não ia se recuperar antes de ser pego por um predador, e Ringo simplesmente andou em direção ao animalzinho

- O que você vai fazer?!?- eu gritei e ela me respondeu com a voz fria

- o melhor para ele- ela puxa uma tesoura e continua: 

- o mais fraco não tem outro destino, a não ser esse- ela fincou sua tesoura no estômago do bicho.

Ela não tinha piedade, eu devia me preocupar com isso? Killua pareceu ler meus pensamentos porque sussurrou para mim:

- Não feche os olhos perto dela, conversei um pouco com ela no barco e garanto que confiança é a última coisa que você deve ter... 

- o que quer dizer? Ela quer me matar?

- Sim e não, depois te explico, vamos continuar, eu quero pegar logo o que estamos procurando

- esqueceu de me dizer o que estamos procurando

- acredita em dragões?

- Mas é claro, quer caçar fadas e o Papai Noel depois?

- Que menina de pouca fé... Mas não estou brincando, aqui existem dragões, mas estou procurando um de pele cristalina e azul gélida, ele pode nos ser útil futuramente...

É claro que ele não ia me dizer da utilidade desse bicho, já o conhecia o suficiente para saber disso. Já anoitecia e nos preparamos para acampar, conversamos horas a fio, e notei algumas coisas sobre Ringo:  primeiro era que ela é uma assassina e filhotinho da máfia, em segundo era que sua família foi assassinada por ela quando a tal tinha 6 anos, e em terceiro, mas isso foi uma observação que já devia estar clara, ela gostava do Killua, e isso me deixou MUITO desconfortável, mas nem sei porque. Decidimos dormir.

Eu senti um arrepio estranho quando já estava no terceiro sono, e ao abrir os olhos, minha nova companheira estava com a tesoura posicionada sobre mim, eu me fingi de inconsciente e esperei ela chegar mais perto e lhe chutei o rosto a derrubando, eu me levantei e fui tirar satisfações

- QUE DIABOS VOCÊ PENSA QUE ESTÁ FAZENDO?!? -  eu pergunto e ela levantou os olhos para mim

- EU QUE LHE PERGUNTO SUA DOIDA, POR QUE ME CHUT... AI AI AI - ela começou a segurar o rosto gritando de dor e se ajoelhou baixando a cabeça até o chão

- Ringo, o-o que há com você? - eu lhe perguntei e a toquei no ombro, ela levantou o rostinho e chorou berrando como se fosse uma criança que havia acabado de apanhar dos pais e tivesse seu sorvete roubado

- V-VOCÊ ME B-B-BATEU! ONNE-CHAN VOCÊ É MALVADA- e continuou a chorar. Eu danifiquei o cérebro dela por acaso? 

- NII- CHAN, ELA ME BATEU - ela apontou pra mim e só aí que percebi que Killua estava do meu lado. Ele acariciou a cabeça dela, fez um movimento estranho com as mãos que a deixou inconsciente.

- O QUE FOI QUE EU FIZ COM ELA?!? NEM CHUTEI COM TANTA FORÇA...

- Não foi você, ela já era assim, por isso te disse pra não confiar nela.

- Por que ela te chama de " Nii-chan"?

- Não entendo direito também, ela é doente, contei seis personalidades por enquanto, e te digo que quatro delas te odeiam, mas relaxe,ela não vai acordar até amanhã.

Relaxar, como eu iria relaxar sabendo que terei de ficar semanas numa ilha com uma doida psicopata enquanto caço um maldito dragão?


Notas Finais


O cap ficou ruinzinho, mas estou com bloqueio criativo, não desiste de mim. No próximo vou bolar algo melhor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...