História Hurricane Inside - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Exibições 652
Palavras 2.333
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AVISO IMPORTANTE!!
Estou querendo finalizar minhas fanfics NR e TAUS. Hurricane Inside ainda tem bastante coisa para acontecer. MAS, quando as duas primeiras acabarem, quero postar uma nova fanfic. Como tenho muitas em aberto, quero saber a opinião de vocês! Por isso, postei o prólogo de todas as fanfics que tenho em aberto para que vocês possam ler/favoritar/comentar/acompanhar. A mais votada será atualizada assim que NR e TAUS acabarem (as duas estão na reta final).
As outras fanfics também serão atualizadas! Só que ficarão numa fila de espera, seguindo a ordem do que as leitoras querem ler por primeiro.
Dentre essas fanfics, há uma fanfic com o CALUM, uma com o MICHAEL e uma com o ASHTON (a minha segunda, porque já tenho uma finalizada com ele). Eu vou deixar nas notas finais, o link das fanfics dos meninos da 5sos para vocês verificarem caso tenham interesse. Também há outras fanfics, como uma do Louis e uma do Justin Bieber. Por isso, vou deixar também o link do Jornal onde eu explico essa votação certinho e tem o link de todas as fanfics que estão sob votação.

Ps: Tenho um grupo de leitoras no whatsapp, caso você queira participar, me mande seu número com o código da sua cidade e eu lhe adiciono lá. :)

É isso, bora para o capítulo! :)

Capítulo 22 - Capítulo XXII.


Fanfic / Fanfiction Hurricane Inside - Capítulo 22 - Capítulo XXII.

Eu respirei fundo enquanto assistia à sessão de fotos e entregava o café de Calum e Ashton. Michael tinha decidido que preferia dormir do que acompanhar aquele momento. Nós estávamos num estúdio e Luke e Camila tiravam fotos lutando para que parecessem naturais. Era loucura imaginar que eles tinham que ir até um estúdio fazer uma foto milimetricamente calculada para parecer natural e espontânea.

- Está tudo bem? – Calum perguntou, me analisando. Eu sentei ao lado dele, pesadamente, no chão.

- Eu odeio tudo isso. – Eu concluí, enquanto via meu namorado sorrir para Camila.

- Tudo isso é falso. – Ashton tentou me confortar, mas eu continuava emburrada.

- Luke, você não está focando! – O agente deles o repreendeu e Luke bufou, sem paciência.

- Vamos lá, querido. Só finja que sente algo por mim. Eu também não sinto nada, mas estou me esforçando. – Camila falou, sem paciência.

- Mas, estou me esforçando. – Eu a imitei, falando baixo e fiz uma careta que Calum riu.

- Luke! – O fotografo chamou sua atenção e eu percebi que Luke me olhava sem conseguir se concentrar.

- Eu estou um pouco tenso, desculpe. – Luke tentou falar, mas Liz me metralhou com o olhar como se a culpa fosse minha.

- Sabe, não quero ser chata nem nada, mas... – Camila começou a falar, sem jeito. – Acho que sua namorada está atrapalhando.

- Como? – Calum foi o primeiro a se manifestar antes de todo mundo.

- Não me leve a mal, Luke. – Camila continuou falando, ignorando Calum. – Ninguém vai acreditar na gente se não for muito bom, sabe? Michael já postou foto comigo antes, então é ainda mais difícil do fandom curtir eu e você.

- Você tem razão. – Luke assentiu, cansado.

- Que tal sua namorada ir dar uma volta? Eu entendo que vocês tem um compromisso, mas isso é um faz de conta. Olivia é o seu nome, não é? – Camila virou para mim e eu a olhei em pânico só conseguindo assentir. – Eu não sou ameaça nenhuma, mas acredito que Luke fica nervoso de fingir qualquer afeto por outra mulher na sua frente. Qualquer um ficaria, na verdade. Então, por gentileza...

- Eu vou sair. – Eu falei, me levantando rapidamente. Na verdade, estava irritada. Mas, todos no estúdio estavam me olhando com reprovação.

- Não, ela não precisa sair. – Luke tentou, relutante.

- Tudo bem, Luke. Nos vemos mais tarde. – Eu disse, rapidamente, enquanto Calum e Ashton me olhavam, chocados.

- T-Tudo bem. – Luke respondeu, incerto.

Eu caminhei para fora do estúdio, tentando respirar fundo. Pelo menos, eu não seria obrigada a encarar as demonstrações de afeto dos dois. Andei pelos corredores até achar a mesma cozinha que derramei o café da vez passada e sentei numa cadeira, deitando a cabeça na mesa.

Eu precisava ser mais compreensiva, mas era impossível. Eu passei meses tendo que assistir Luke com Arzaylea e agora estava sendo forçada a assisti-lo com Camila. Parecia que ele nunca seria só meu. Eu sabia que era infantilidade, mas eu não podia evitar ser ciumenta sobre ele.

- Garota, pare de dormir e traga um suco para o Luke, ok? – Eu levantei num pulo, encarando Liz diante de mim.

- Eu não estava dormindo. – Eu falei, assustada.

- Traga o suco.

- Ele acabou de tomar café. Ele não gosta de suco pela manhã.

- O suco é para as fotos. Algo natural como um café da manhã. É bonito. – Liz falou, dando de ombros e eu cerrei os olhos, porque sabia que era uma provocação. O que ela queria de mim?

- Tudo bem. – Eu falei, seca.

- Trouxe essas fotos aqui para você ver o ambiente e ver qual cor do suco combinaria mais. – Ela deixou uma cartela com fotos pequenas enfileiradas e saiu antes que eu pudesse responder. Mentira. Aquilo era uma grande mentira. Ela queria que eu visse as fotos. O sorriso do meu namorado para outra mulher. Ele finalmente parecia relaxado. E Camila era maravilhosa. Meu estomago deu uma volta completa e eu amassei a foto, irritada, e grunhi.

- Caramba, o que a foto te fez? – A voz conhecida me fez dar um pulo na cadeira. Susto atrás de susto e eu precisaria de um cardiologista.

- Você de novo? – Eu perguntei, com o coração acelerado, enquanto Shawn entrou na cozinha, rindo da minha reação, procurando por um copo para o café.

- É bom ver você também, Olivia. – Ele disse, rindo e eu respirei fundo, tentando me acalmar.

- Desculpe.

 - Manhã difícil?

- Impossível. – Eu concluí, enquanto ele deu uma espiada na foto amassada na mesa.

- Seu chefe?

- Meu chefe. – Eu assenti, irônica. Ele não sabia que Luke era mais que isso e eu não poderia contar, porque isso estragaria qualquer disfarce.

- E isso te incomoda, por que...? – Ele tentou entender e eu engoli em seco.

- Não me incomoda. É que eles querem que eu ache um suco que combine com esse cenário! – Eu disse, revoltada. Estava revoltada mesmo, mas não era com o suco e nem com o cenário. Shawn sorriu e tomou um gole do seu café.

- Eles são minuciosos nessas coisas.

- E você, conseguiu sua namorada? – Eu perguntei, tentando mudar de assunto.

- Não. – Ele balançou a cabeça. – Mas, não sei nem se vou ter uma namorada assim. Talvez, não seja necessário. Não sei como meu fandom reagiria.

- Elas poderiam ter ciúmes. – Eu analisei sem muito interesse.

- Eu sei. Por isso, me preocupo. Ter namorada nem sempre é marketing positivo. – Ele disse, pensativo.

- No caso do Luke, é bem positivo. – Eu disse, pensativa, voltando a atenção para a foto amassada. Shawn me observou por alguns segundos antes de falar:

- Ei, quer sair daqui?

- Quê? – Eu perguntei, confusa, virando para ele.

- Vamos dar o fora. – Ele disse, largando o copo.

- Mas, eu tenho... – Eu parei novamente para observar a foto. – Dane-se o suco, vamos. – Eu falei, decidida. Eu precisava respirar e Luke entenderia se eu não voltasse lá com o maldito suco. Shawn assentiu, sorrindo e saiu na frente da cozinha. Eu o segui pelos corredores sem saber exatamente onde íamos. Subimos escadas e mais escadas. Quando eu achei que perderia uma perna no meio do caminho de tão cansada e dolorida, finalmente chegamos ao terraço. Shawn observou a vista de lá de cima, respirando o ar de fora. Eu olhei em volta, abismada. Era muito alto.

- 44 andares. – Ele me avisou e eu sorri. Nós estávamos no 35º, então subimos quase 10 lances de escada.

- É lindo. Você sempre vem aqui? – Eu perguntei, perplexa.

- Sempre. – Ele assentiu. – Desde que descobri, pelo menos. É ótimo para relaxar, porque aparentemente coisas tensas acontecem nesse prédio. – Ele revirou os olhos.

- Shawn, por que você vem aqui? Digo, nesse prédio. Você tem algum problema que deve ser resolvido ou...

- Nada. – Ele deu de ombros. – É só que eu tenho alguns assuntos relacionados à publicidade. Afinal, lancei álbum novo e temos que ter bastante alcance.

- Entendi. – Eu disse, pensativa, chegando mais perto da beira, observando tudo lá embaixo.

- Você não tem medo de altura, né? – Ele perguntou, parando ao meu lado.

- Eu tenho.

- Quê?

- Fico até meio tonta. – Eu confirmei, rindo.

- Sério? Oh, Deus! – Ele se desesperou e me segurou pelo braço, me fazendo rir.

- Não estou tonta agora. – Eu o avisei e ele me soltou, sem jeito.

- Ah. Entendi. Desculpe.

- Tudo bem. – Eu disse, rindo. – Eu estou com medo, mas isso é normal.

- Então... – Shawn começou um novo assunto após alguns minutos de silêncio. – Esse lance do Luke é marketing puro, não é?

- Como assim? – Eu perguntei, confusa.

- Quer dizer, ele está sendo réu em um processo, mas como Camila iria ajudar nisso? – Ele perguntou, confuso.

- Ah, parece que ter uma namorada pode ser bom para que ele mostre que trata bem as mulheres e que tudo era dor de cotovelo da Arzaylea. Antes ela com dor de cotovelo do que ele sendo acusado de bater em mulheres.

- Ele não bate. – Shawn falou, meio em dúvida.

- NÃO, NÃO BATE. – Eu falei, irritada.

- Sabe, isso é puro marketing. – Ele continuou e eu o encarei sem entender. – Ele poderia namorar qualquer uma, mas justo a Camila? Eles estão pagando uma fortuna para ela pelo que eu fiquei sabendo. Isso é só para fazer as pessoas prestarem atenção em outra coisa e a popularidade da 5sos subir.

- E da Camila também. Ela vai ficar mais popular por namorar o Luke.

- Nem tanto. É publicidade negativa para ela. – Ele deu de ombros. – O fandom não vai gostar dela e ela receberá ódio. Mas, diz que o dinheiro vale à pena.

- Ela só está fazendo isso pelo dinheiro? – Eu perguntei, cética.

- Não. Quer dizer, não sei as motivações da Camila. Mas, sei que essa história de que Luke estar arranjando uma namorada falsa para se livrar da acusação é falsa. O agente dele é egoísta como a banda toda. Eles só estão pensando no sucesso.

- Isso não é verdade. – Eu disse, irritada.

- Ei, eu sei que você trabalha para eles, desculpe. – Ele disse, sem jeito. – Só estou falando o que eu ouvi por aí nos corredores. Esse namoro não serve para retirar acusação nenhuma. Só serve para aumentar a popularidade da 5sos e distrair as fãs.

- Distrair as fãs não é bom? – Eu perguntei, cruzando os braços.

- No caso do Luke, é a mesma coisa que empurrar a sujeira para de baixo do tapete. Mas, se isso funciona? Funciona. Aposto que as fãs esquecerão da acusação rapidamente. Camila fica mais famosa, Luke fica ainda mais famoso. Os dois nadam em dinheiro e pronto.

- Luke só está arranjando essa namorada para se livrar das acusações. – Eu disse, direta, e Shawn sorriu para mim.

- Eu não duvido disso, mas ei... Se ele consegue ficar mais famoso e mais rico, que mal tem? Eu acho que ele pensou nas consequências e está gostando.

- Por que você está falando tão mal dele?

- Eu não estou falando mal. – Shawn se apressou em dizer. – Eu faria o mesmo. Ele está sendo esperto.

- Entendi. – Eu disse, irritada.

- Liv? – Eu ouvi a voz de Luke atrás de nós e virei para ele, surpresa. Calum estava ao seu lado.

- Oi? Já acabaram? – Eu perguntei, surpresa.

- Já. – Ele me respondeu de mal humor.

- Vamos, Liv. – Calum pediu, igualmente emburrado.

- Ah, tchau. – Eu disse para o Shawn que apenas assentiu, mudo.

 

----*----

- Você vai ficar mais famoso com esse namoro. – Eu analisei enquanto via as fotos que seriam espalhadas pela internet.

- Isso não me interessa. – Luke falou, distraído, enquanto procurava uma camiseta para vestir. Eu continuava jogada em sua cama, analisando as fotos, irritada. Nós nem tínhamos nos falado direito após ele me ver com Shawn no terraço.

- Você tem certeza que arranjar uma namorada falsa irá ajudar? – Eu perguntei, em dúvida e ele parou, para me encarar, desconfiado.

- Eu espero que sim. Espero que o fandom se distraia.

- Só isso? – Eu perguntei, mordendo o lábio. – Tipo, se fosse só porque você queria distrair o fandom, não poderia ser qualquer garota?

- Como assim qualquer garota? – Ele perguntou, confuso.

- Você poderia ter escolhido qualquer uma.

- Liv, se você está falando isso, porque você não é a escolhida, eu...

- Não, Luke! – Eu me apressei, me sentando na cama para tentar parecer menos nervosa. – Eu só quero saber por que justo a Camila. Isso não iria atrapalhar a carreira dela?

- Camila é um símbolo de independência feminina, Liv. – Ele disse, confuso e sem paciência. – Esse é o motivo pelo qual escolhemos ela, vai ser uma notícia tão grande que ninguém verá mais nada, muito menos as acusações da Arzaylea.

- Mas, poderia ter sido qualquer uma. – Eu insisti.

- Mas, se for a Camila a bomba é maior. – Ele insistiu, irritado.

- Por que você está irritado?

- Por que você está me enchendo de perguntas? – Ele retrucou e eu o olhei, surpresa com sua reação.

- Eu só quero saber como isso funciona!

- Ou você quer um motivo para dizer que a culpa é minha de não ter te escolhido para ser minha namorada em público? – Ele perguntou, irritado.

- Eu sei que você não me assumiu, porque estava preocupado. – Eu falei, sem encará-lo, abaixando o tom de voz.

- Ótimo, porque é por isso que eu não te assumi. Agora você pode me dizer por que você sumiu no meio do seu turno de trabalho para ficar se esgueirando por aí com outro cara?

- Você está me cobrando como meu chefe ou como meu namorado? – Eu perguntei, ácida.

- OS DOIS! – Ele respondeu, alto demais e eu o encarei, surpresa. – EU AINDA SOU SEU CHEFE, OLIVIA, E VOCÊ PRECISAVA TER TRAZIDO UM SUCO PARA MIM, MAS NÃO TROUXE.

- ESSE SUCO IDIOTA ERA PARA VOCÊ TIRAR FOTOS COM SUA NAMORADA POSTIÇA! – Eu retruquei mal humorada.

- NÃO IMPORTA O MOTIVO, VOCÊ DEVERIA ESTAR LÁ COM O SUCO! – Ele gritou, irritado. Eu sabia que no fundo, ele estava mesmo furioso por Shawn, mas nunca admitiria isso.

- EU SEI QUE VOCÊ SÓ ESTÁ COM CIUMES, ENTÃO NÃO VENHA COM ESSE PAPO DE SER MEU CHEFE AGORA!

- MAS, EU SOU O SEU CHEFE! – Ele gritou, mimado. – E ENQUANTO VOCÊ TIVER UM CONTRATO E EU FOR O RESPONSÁVEL POR TE DAR TODO AQUELE DINHEIRO NO INÍCIO DO MÊS, VOCÊ DEVE CUMPRIR SUAS OBRIGAÇÕES COMO EMPREGADA. – Eu o encarei, surpresa demais. Ele sabia que tinha ido longe demais e eu levantei da cama, rapidamente, sem falar nada. – Olivia... – Ele pediu, tentando respirar, abaixando o tom.

- PEGUE ESSE DINHEIRO QUE VOCÊÊÊ ME DÁ COM TODA A SUA MISERICÓRDIA E ENFIE NA SUA BOCA PARA VER SE ASSIM VOCÊ FALA MENOS ASNEIRAS! – Eu gritei antes de bater a porta do quarto ao sair.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...