História Hurricane Inside - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Visualizações 546
Palavras 1.479
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Alô? Tem alguém aí?

• Espero que tenha, porque eu preciso agradecer pelos 400 favoritos! Eu nunca imaginei que chegaríamos até aqui com essa fanfic, para ser bem sincera. Essa foi uma das minhas primeiras fanfics com a 5sos e eu estou muuuito agradecida por todos os comentários maravilhosos e favoritos! ♥

• Minha pergunta é: Rola um interesse por um segundo round? Eu vou deixar o "prólogo" da segunda temporada aqui. Não é bem um prólogo já que eu quero fazer uma continuação, como se eu nunca tivesse parado a fanfic. Por isso, será postada aqui neste mesmo link! Espero que gostem. Sugestões, críticas construtivas e novas amizades, por favor se manifestem kkkkkkkkkk

• Atualmente estou escrevendo uma fanfic com o Ashton (mais uma, porque Ashton Girl é meio louca da cabeça mesmo, fazer o q né mores) e é uma trilogia chamada Delusional. Eu vou deixar o link da primeira temporada nas notas finais, mas já estou postando a segunda. Por isso, não sei com que frequência postarei aqui ainda. Dependerá da empolgação de vocês e da minha inspiração. ♥

• Sigam-me no twitter @mcflysos para saber das novidades e de quando terá capítulo novo.

Capítulo 33 - Parte 2: Capítulo XXXIII.


Fanfic / Fanfiction Hurricane Inside - Capítulo 33 - Parte 2: Capítulo XXXIII.

“– Eu preciso falar. – Luke interrompeu, ofegante, me mantendo perto dele. Sua testa encostou na minha e tudo que eu enxergava eram seus olhos azuis. – Não vai ser fácil. Nunca é fácil. Desculpe. Talvez, minhas fãs te odeiem, talvez você enfrente coisas que nem imagina...”.

 

– Cinco meses depois. –

 

– Por favor, abram espaço. – O segurança pedia, insistentemente. Luke andava na frente, tentando passar pela multidão com dificuldade. Eu me encolhi, enquanto o seguia e olhava para o chão para evitar qualquer contato visual.

– Ela não é tão bonita ao vivo. – Eu ouvi uma garota comentar e engoli em seco.

– Photoshop salva tudo. – Outra comentou de volta de maneira maldosa. Eu me distraí por segundos percebendo que Luke já estava distante demais e eu não conseguia enxergá-lo entre as pessoas que falavam alto demais e gritavam por ele. Um segurança parou ao meu lado enquanto eu acelerei o passo.

– Olivia, você pode tirar uma foto comigo? – Uma fã ao meu lado esquerdo pediu. Eu parei, de repente, surpresa, e a encarei realmente confusa.

– Tudo bem. – Eu assenti, tensa. Eu não era nenhuma celebridade. Eu tinha minha influência na internet, mas era só isso. Nem YouTuber eu era, eu só trabalhava para Shawn. Eu parei ao lado da garota e abri um sorriso nervoso. A selfie foi tirada rapidamente.

– Vamos, Olivia. – O segurança me apressou e eu corri mais rápido a tempo de ouvir uma garota dizer.

– Nem Luke tirou fotos, mas ela tira? A fama subiu à cabeça mesmo. Essa vai ser pior que a Arzaylea. – Eu respirei fundo e ignorei, entrando finalmente no carro com Luke.

– Você está bem? – Ele perguntou e eu forcei um sorriso para ele.

– Estou ótima! – Não, eu não estava. Eu tinha um enorme respeito pela Arzaylea agora, cinco meses após Luke e eu assumirmos nosso namoro. Tudo porque eu não era tão forte. Como sobreviver a tantas críticas? Nada do que você faz está bom. Eu nunca postei uma foto minha com Luke em minhas redes sociais para evitar problemas e mesmo assim as fãs apareciam em peso para me xingar e dizer que eu estava apenas me aproveitando da fama dele. E o pior é que tudo indicava para isso mesmo, porque elas sabiam que meu ex namorado era Cameron Dallas. Era uma mistura de inveja e desconfiança no fandom inteiro e todas queriam a minha cabeça. Eu estava com Luke Hemmings e isso era um crime para a 5sosfam.

– Pronta para a festa hoje à noite? – Ele perguntou, animado, passando o braço em volta do meu pescoço.

– Tudo pronto. Vou encontrar Crystal agora à tarde. – Crystal era a nova namorada de Michael e, ao contrário de mim, ela era amada por todas as fãs. Nós estávamos nos aproximando rapidamente, porque vivíamos no mesmo meio e saíamos sempre com os meninos. Eu ainda tinha minhas amigas de verdade que eram Leigh, Perrie, Jade e Jesy, mas enquanto elas estavam ocupadas demais, era bom conversar com Crystal.

– É mesmo? Vocês vão escolher as roupas? – Ele perguntou como se aquilo fosse realmente interessante e meu coração amoleceu. Eu lhe dei um selinho, me sentindo melhor.

– Adoro quando você finge que se interessa por essas coisas de mulheres. – Eu o provoquei e ele riu, virando para a janela.

– Eu estou mais interessado no que você vai vestir por baixo. – Ele confessou e me olhou de canto de olho, me fazendo rir. Eu lhe dei um tapa no braço e ele riu junto comigo, virando para mim. – Que foi? Vai ser vermelha?

– Vermelha? De novo? – Eu perguntei, baixinho, porque o motorista estava ali e eu me sentia envergonhada.

– Eu gosto de vermelha. – Luke falou sem sentir vergonha, me fazendo rir e ficar mais nervosa.

– Por favor, fale mais baixo.

– Yuri é de confiança, né, Yuri? – Luke me provocou, perguntando ao motorista e eu lhe dei mais um tapa no braço.

– Sou sim, senhor. – Yuri abriu um sorriso, nos encarando pelo retrovisor, enquanto eu me encolhi, envergonhada, e Luke riu, me abraçando.

– Desculpe. – Ele pediu, sorrindo, e me beijou no rosto. – Você fica linda envergonhada.

– Sem lingerie essa noite. – Eu decretei e ele deu de ombros.

– Sem roupa, melhor ainda. – Ele retrucou e eu cerrei os olhos para ele em tom de desafio, mas Luke continuava sorrindo para me provocar, como sempre.

– Você é insuportável. – Eu concluí e ele me deu um selinho.

– Só você me aguenta, o que eu posso fazer?

– Quando você vai colocar o piercing de volta? – Eu perguntei, encarando os lábios dele e ele revirou os olhos, me dando mais um selinho.

– Eu não sei.

– Coloque de volta. – Eu fiz um biquinho.

– Vou ter que furar de novo, estou com preguiça.

– Por favor.

– Ah, Liv, vou ver. – Ele resmungou e eu abri um sorriso, sem discutir mais, porque finalmente tínhamos chego à casa de Crystal.

– Eu quero o piercing! – Eu exigi, lhe dando um selinho antes de sair do carro. Eu caminhei para a porta do prédio e levei um susto:

– VERMELHA! – Ele exigiu, gritando da janela do carro e eu virei para ele, irritada pelo escândalo. Mas, o motorista de Luke arrancou antes que eu pudesse xingá-lo.

Eu entrei rapidamente no prédio antes que me fotografassem. O que me diferenciava da Arzaylea é que eu era perseguida até longe do Luke, porque eu trabalhava com Shawn. Era terrível e eu estava extremamente sufocada, mas nunca admitiria isso para o meu namorado que já se preocupava demais e se culpava o suficiente.

– Você pode me dizer o seu segredo? – Eu pedi assim que Crystal abriu a porta. Eu entrei correndo, me deitando, jogada, no sofá dela, exausta.

– Oi para você também. – Ela falou, em dúvida, me observando em pé ao meu lado. – O que houve?

– Como você não é odiada pelos fãs? – Eu perguntei, pegando meu celular e abrindo o twitter. Para variar, era uma guerra de xingamentos sem fim.

– Minha receita é simples: Namore o Michael. – Ela fez piada, se sentando na mesinha de centro, na minha frente, e eu encarei um tweet em específico:

“Luke só está com a Olivia, porque assim ele já tem uma empregada particular. Ele não é mais desorganizado da banda mesmo?”.

– Isso é maldade. – Eu concluí, encarando meu celular. As pessoas sabiam da minha época como zeladora da Capitol Records e viviam fazendo piada sobre isso.

– Não preste atenção nisso! – Crystal tirou o celular da minha mão à força e eu me sentei no sofá, mal humorada.

– Como assim namore o Michael? – Eu voltei no assunto.

– Michael é mais tranquilo. – Ela falou, encolhendo os ombros. Ele postou as fotos antes de mim nas redes sociais, mostrando que estava feliz e todo mundo queria ver ele feliz, afinal ele nunca tinha namorado antes... Mas, Luke tem um histórico...

– Arzaylea é um péssimo histórico. – Eu concluí, pensativa.

– E ele é o Luke. Não importa que namorada ele arranje, o fandom não vai gostar. Não é nada pessoal, Olivia. – Ela tentou me acalmar e eu respirei fundo, frustrada.

– Que saudades da época em que todos me amavam com Cameron. – Eu falei, nostálgica e ela riu.

– Mas, o namoro não existia!

– Eu sei.

– As coisas vão melhorar. – Ela me reconfortou e eu respirei fundo, encarando Southy, a cadelinha de Crystal, que estava sentada no chão, diante de nós.

– As coisas vão melhorar ou eu vou à falência.

– Como? – Crystal perguntou, preocupada.

– Meu Instagram não está rendendo mais nada. – Eu admiti, magoada. – Na época de Cameron, eu recebia um salário maior de Shawn, um salário de Cam e um igual do Instagram. O salário do Instagram e o de Cameron se foram. Eu estou vivendo com o salário de Shawn que é bem razoável, obviamente, mas eu não sei até quando esse emprego vai durar, sabe? Ele me contratou para me ajudar na crise só. E sem esse salário, eu volto a não ter formação nenhuma e vou trabalhar no quê?

– Ele nunca iria te demitir.

– De qualquer jeito, em breve sairei em turnê com Shawn. Meses longe de Luke vai ser complicado, afinal ele também estará em turnê. Não é como se ele pudesse largar tudo e viajar para me ver.

– Vocês vão dar um jeito. – Ela me garantiu.

 

----*----

 

– Quatro meses depois –

 

Mas, nós não demos um jeito. Eu sentei no chão do banheiro, me sentindo impotente. Eu queria chorar, mas nenhuma lágrima saía de mim no momento de pânico. Na minha mão, o exame marcava positivo. Mas, Luke não estava mais ali. Nós tínhamos terminado há duas semanas.

O relacionamento tinha virado um caos. Brigas, gritos, choros, chantagem emocional e fãs criando intrigas. Nada funcionava até o último colapso que tivemos. Luke chorava e estourou. Diversos móveis na nossa casa foram quebrados. Eu comecei a chorar também. Ele não me deixava tocá-lo. A raiva era maior que o amor. Os gritos cessaram. A pressão sufocou. Seguimos caminhos separados.  

E agora, um mês de gestação. O pai do bebê me odiava.


Notas Finais


Fanfic do Ashton:
https://spiritfanfics.com/historia/delusional-6725762

Gente, para quem não sabe, eu tenho um canal no youtube agora! Por favor, me dê uma forcinha lá!
https://www.youtube.com/channel/UCrOKnZEuAIBsXuJSatHK3rQ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...