História Hurt - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, V
Tags Bts, Jimin!bottom, Threesome, Yaoi
Exibições 83
Palavras 1.155
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Escolar, Lemon, Lírica, Mistério, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá.

Avisos: Não tem nada de romantismo, e a fanfic trata de um assunto sério que é o estupro. Não romantizei e nem irei, essa é a realidade de muitas pessoas, e eu espero ter expressado bem. Por favor, não façam apologia ao estupro.
Boa leitura!

Capítulo 1 - Your blood, sweat and tears.



    O belo adolescente de cabelos pretos andava tranquilamente pelos arredores de sua escola, Park Jimin era seu nome. As núvens no céu azul o distraiam, fazendo o baixinho pensar em milhares de formas possíveis existentes naqueles "algodões" gigantes. Park sempre fora muito interessado pela natureza, embora preferisse os cálculos; algo o atraia, como um imã atrai um pedaço de metal, Jimin se sentia atraído pela beleza que eram as árvores bem cuidadas, das ondas que o vento provocava no mar, de como o verde do gramado e o colorido das flores combinavam... 

    O garoto não conseguia ver defeito em quase nada, assim como não via malícia em nada; Inocente o definia.

    Falando em malícia, no outro lado da escola dois rapazes ambos conhecidos por suas belezas impecáveis, mas por terem uma pequena fama de "assustadores"; Jeon Jeongguk e Kim Taehyung andavam tranquilamente; adoravam uma boa briga, mas do que gostavam mesmo era de ver o medo no olhar das pessoas, verdadeiros psicopatas. Ambos compartilhavam um desejo inigualável de retirar a inocência de um certo alguém, e estavam dispostos a isso.


~~.~~


    O sinal tocara, avisando os alunos de que as aulas haviam acabado naquele dia, então rapidamente os alunos trataram de arrumar vossas mochilas e dirigirem-se para o portão principal. Jimin sempre ficava na escola por mais algumas horas, já que morava sozinho e não preocupava seus pais sobre chegar tarde.

    O menor se dirijiu para a biblioteca, sorrindo ao pensar no livro que leria, mas fora surpreendido por dois rapazes altos, que em seus lábios continham um sorriso malicioso; Jimin não enxergava a malícia, e nem imaginava o que aconteceria.

- Com lisença? - pede o baixinho com toda a sua educação, querendo ir logo ler seu livro.

- Park Jimin... Vejo que não está nos reconhecendo. - afirmou Taehyung.

- Eu os conheço, sim. - contrariou Park, estremecendo ao sentir o toque dos dedos gélidos de Kim em seu pequeno rosto.

- E não está com medo? - pergunta Jeon.

- Eu deveria estar? - pergunta inocentemente.

- Talvez... Venha. - diz Kim, segurando em seu pulso e o puxando pelo corredor.

- Eu preciso ir, perdão...

- Calado. - diz Jeon, sorrindo. Jimin fica calado e apenas segue os mais velhos. Os três entram em um tipo de porão e Park vê Jeon trancando a porta, confuso com tudo.

- O que vocês querem, hyungs? - Jimin pergunta. Ah se o pequeno Park soubesse que tipo de efeito aquilo havia surtado em seus "hyungs", ou melhor, em seus "amiguinhos".

- Responda, Park... Já beijou alguém? - pergunta o Kim, ignorando o mais novo, que nega ingênuamente. - Perfeito. - o mesmo anda até Jimin, que se afasta impulsivamente, mas que fora segurado por trás pelos braços fortes de Jeon. V chega perto o suficiente de Jimin e morde o lábio, analisando-o e enfim colando ambas as bocas. De primeira, Jimin tenta virar o rosto, mas foi suficiente um aperto em seu membro para que sua boca fosse aberta e a língua de Kim a preenchesse. O Park estava assustado e queria sair dalí, se sentia desconfortável e inseguro.

- Eu quero beijá-lo também, V. - diz Jeon. Taehyung corta o beijo e sorri, puxando Park para sí e logo o virando de costas, permitindo Jeon aproveitad também. 

    Assim que o beijo foi cessado, uma venda fora posta sobre os olhos do  baixinho, que implorava internamente por sua querida mãe. 

- Não te garanto que irá gostar. - diz V, prendendo algumas correntes em suas pernas e braços. Jeon lançara um olhar malicioso para Kim, logo arrancando a camisa do pequeno, que pedia baixinho para eles pararem. Kim pega um chicote que havia guardado e beija o peitoral de Jimin, logo começando a chicotear sua barriga. O mais novo gritava, e isso apenas excitava ainda mais seus hyungs.

    Ao ver alguns filetes de sangue escorrerem, Kim para com as chicotadas e lambe o líquido vermelho.


Blood.


    Park suava nervoso enquanto tremia nervosamente, queria apenas ler seu livro e ir para casa.


Sweat.


   Lágrimas de medo e dor escorriam pelas suas bochechas, molhando a venda cobrindo sua visão, ele estava desesperado.


Tears.


    Jeon, hipnotizado com a visão, resolve brincar também e ajuda seu amigo a limpar o sangue que escorria, lambendo atrevidamente os mamilos do outro, que se debatia e rezava internamente.  

- Eu estou com pressa, vamos mais rápido, ok? - pergunta V, então Jeon assente e solta os pés do Park, retirando sua calça escolar com facilidade. Sua boxer branca e suas coxas branquinhas excitavam ambos, que não aguentaram e deixaram marcas arroxeadas ali, ora palmadas ora chupões. 

    Assim que as mãos de Jimin foram soltas, Jeon o pega no colo e o bota no chão deitado. Aproveita para despir-se e V faz o mesmo, rindo fraco ao ver que o pênis de seu amigo era o mesmo tamanho que o seu: grande e grosso. Jeon se aproxima de V e o agarra, roubando-lhe um beijo afoito e selvagem, mas que fora cortado assim que se lembraram de Jimin. O primeiro a se posicionar entre as pernas do garoto foi Jeon, que espalhou tapas pelo seu rosto e bunda, esfregando sua glande na entrada intocada do baixinho.

- P-Por favor... N-Não faça isso... 

- Eu deveria te preparar, huh? Se bem que você deve ser bem apertadinho... - diz Jeon, sorrindo de canto e entrando com força, gemendo alto ao sentir seu membro ser apertado. Jimin gritou de dor e se debateu, querendo distância daquilo que estava dentro de sí.

    Taehyung apenas observava tudo enquanto se masturbava, não vendo a hora de se enterrar dentro do mais novo.

   Jeon sem se importar com o Park, começou a se movimentar bruscamente, ouvindo o menor implorar para que ele parasse. O sangue que saia de sua entrada sujava o membro de Jungkook, que chamou V com o dedo para ver a cena. Taehyung riu e murmurou um "Que fraquinho", enquanto Jeon aumentava ainda mais a força. Kim teve uma ideia, e num pedido mudo pediu para Jeon se levantar com Jimin no colo e o mesmo assim o fez. Taehyung se posicionou atrás de Jimin, sorrindo passando sua glande pela entrada já preenchida, ouvindo ele gritar um "Não, por favor!", mas ignorando e adentrando a entrada maltratada. Jimin chorava e gritava, sentindo seu corpo rasgar-se ao meio. O sangue que saia aumentava, mas os dois garotos que não se importavam, apenas gemiam enquanto estocavam naquele local tão apertado.

    Quando ambos já se encontravam chegando no ápice, se desfizeram dentro do baixinho, que chorava descontroladamente. Kim e Jeon sairam bruscamente de dentro do menor, botando ele no chão e limpando seus membros, vestindo-se. Park estava com tanta dor, tudo doía, principalmente seu coração.

    Jeon e Kim sorriram maliciosamente e sairam do local, abandonando o garoto ali, mas antes ameaçando-o de morte caso contasse para alguém.

A partir desse dia, Jimin nunca mais foi o mesmo garoto doce. Todas as noites era abusado pelos dois psicopatas; ninguém podia o ajudar, ele estava sozinho.


  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...