História Hyung? Eu te amo! - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Exibições 149
Palavras 817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não revisei porque não deu tempo... Espero que gostem... Kissus nu kokoro*-*

Capítulo 10 - Raiva


Fanfic / Fanfiction Hyung? Eu te amo! - Capítulo 10 - Raiva

Jimin P.O.V

Eu ainda estava no quarto do Kookie observando ele adormecido e inconsciente, dava uma dor no meu coração ver aquilo e não poder fazer nada, ainda mais quando o culpado de tudo aquilo era eu... Jamais irei me perdoar se Jungkook não acordar, ele é o meu grande pequeno amor, é tão angustiante vê-lo assim e pensar que a algumas horas atrás estávamos juntos observando o lindo céu com as estrelas brilhantes que fazia o nosso amor parecer mais especial. Eu estava pensativo quando a alguém bate na porta e ela se abre, era o Yoongi-Hyung, ele trazia um copo de café e me entregou:

– Jimin, vá pra casa e descanse amanhã de manhã iremos conversar sobre o que aconteceu, eu sei que não foi um acidente e também sei o que provavelmente foi, então não reclame e faça o que eu estou mandando.– O hyung falava sério enquanto eu não poderia questiona-lo eu deveria obedecer as ordens do mais velho.
Sai do quarto e fiquei do lado de fora ainda pensativo, resolvi que iria para casa andando.

~No caminho~

Durante a caminhada que era para ser curta mas se tornou longa pois eu caminhei lentamente enquanto pensava no que eu fiz e também imaginando qual seria a reação das armys, se isso iria gerar certa polêmica, como iria ser daqui em diante... Comecei a pensar em tudo, como iríamos explicar para as nossas fãs? Se sairia na TV coreana ou postariamos no Twitter, eu sabia que elas tinham que saber até porque elas iriam começar a investigar o porquê do Bangtan estar tão parado, não podíamos mentir para elas(eles), tínhamos que contar a verdade, independente das consequências.... Eu tinha que fazer isso.
Passei por um bar e até pensei em encher a cara de bebida alcoólica mas depois vi que isso não era solução, eu deveria enfrentar meus problemas de outra forma, de maneira sábia... Eu também poderia ir até a casa do idiota e socar ele mas também não resolveria... Quer dizer talvez, eu descontaria minha raiva dele e provavelmente me acalmaria, mas isso não faria o Jungkook acordar... Ah Jungkookie... Porque você e não eu? Você é tão bom para todo mundo... E isso só aconteceu por minha culpa.
Após acordar desse devaneio cheguei em casa, abri o portão de ferro e dei de cara com Chung-Ho parado lá na porta de madeira que ao ser aberta dava entrada para a sala de estar.

– O que você faz aqui? Você não é bem vindo aqui!– Falei alterando o meu tom de voz.

–Eu quero saber do Jeon.– Ele riu sacana.

– GRAÇAS A VOCÊ O JUNGKOOK ESTÁ NO HOSPITAL AGORA!– Gritei com o garoto que riu de mim, apenas me deixando mais irritado.

– Graças a mim? É você que é um ciumento descontrolado.– Ele falou e logo riu da minha cara.

– SE VOCÊ NÃO TIVESSE APARECIDO ISSO JAMAIS TERIA ACONTECIDO... E COMO VOCÊ SABE O QUE ACONTECEU COM ELE?– Gritei com o menino.

– Não importa, eu só fiquei sabendo... Você é um Idiota, feriu o próprio namorado e uma das pessoas que mais te amam.– Ele riu e saiu andando.
Por impulso fui para cima do garoto e dei um soco no estômago dele o fazendo cair, quando eu ia pra cima dele Yoongi apareceu e me segurou me fazendo parar, Chung-Ho viu aquilo e começou a rir mesmo ferido.

– Isso segura esse idiota descontrolado.– Chung-Ho disse ainda no chão.

– CALA A BOCA.– Yoongi gritou e chutou o garoto caído.– QUEM TE DEU O DIREITO DE VIR NA MINHA CASA? VAI EMBORA SEU DESGRAÇADO.– Nunca vi o Yoongi daquele jeito, ele com certeza só estava descontando a raiva e a tristeza, ele não costuma bater nos outros desse jeito... Eu te entendo Yoongi! Você só está com raiva.

Sofrimento:

Não te ter aqui comigo é doloroso, é como se eu não existisse mais, a vida se tornou sem cor como um filme sem graça em preto e branco. Nesse filme que se chama vida eu sou o protagonista que sofre por um amor perdido por um erro grave que eu cometi.
Hoje me arrependo amargamente pelo o que eu fiz, por não ter te escutado e descoberto que você me amava tanto a ponto de se matar, se eu tivesse ficado calmo e te escutado agora poderíamos estar juntos assistindo à um filme bobo de romance e comédia, que pelo o que me lembro era os que você mais gostava, sabe meu amor? Eu espero que você possa me ouvir daí de cima e escutar que eu me arrependo de tudo, espero que mesmo depois da morte você possa continuar a me amar e também possa me perdoar, me desculpe por tudo o que eu te fiz passar e saiba que eu te amo muito... Nós vamos nos reencontrar algum dia, eu tenho certeza disso...


Notas Finais


Outro textinho pra vcs, novamente não tem nada haver com o destino do Kookie... Espero que gostem e Kissus nu kokoro *-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...