História I am you, you are me. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amizade, Army, Bangtan Boys, Brasil, Bts, Coréia Do Sul, Hobe, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Mistério, Namjoon, Rapmonster, Secret Garden, Seokjin, Taehyung, Troca, Troca De Corpos
Exibições 8
Palavras 510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores ❤ É a minha primeira vez escrevendo uma fanfic do Jungkook, não conheço muito bem ele, mas espero que vocês gostem!
Boa leitura ❤👍

Capítulo 1 - Sonhos são apenas sonhos.


Começou mais um dia. Me levantei logo da cama. Comecei a vestir meu uniforme escolar. Fiz minhas higienes matinais, peguei meu celular e fui até a sala, pegar minha mochila.

-Cuidado ao atravessar, filha! -disse minha mãe, enquanto fazia seu café da manhã.

Eu nunca gostei de tomar café da manhã. Não me sentia a vontade para comer de manhã cedo, pois sentia que meu estômago ainda estava cheio.

-Tchau mãe! Tchau pai! -falei, saindo de casa.

A escola era muito longe. Eram 2km de caminhada todo santo dia. Eu chegava lá por volta de uns 15 minutos.

Vocês devem está se perguntando: "O que diabos de garota você é?"

Bem, meu nome é Amanda. As vezes me chamam de Mandy, para ficar mais bonito. Sou brasileira, tenho 17 anos moro no Rio. Army, apaixonada por cultura coreana e chinesa, gosto de comer comidas gostosas, escrever poesias e letras de música, dançar e escutar Rap e Hip Hop. Meu sonho é viajar para a Coreia do Sul, ser professora e formar uma linda família, mas sei que tudo isso nunca vai acontecer, por causa da minha situação financeira. São somente sonhos que nunca serão realizados.

Parei por de baixo de uma árvore, conectei e coloquei os fones de ouvido. Estava tocando "Baepsae".

(***)


Chegando na escola, desliguei e escondi meu celular e fones de ouvido. Aqui tudo é proibido. Escutar música, mecher no celular, namorar, beijar, correr, abraçar por muito tempo um garoto ou garota. Eles dizem que podem influenciar as crianças menores. Que tolice!

Subo as escadas, que dão para um corredor com várias salas e entro no minha classe, 3* ano do ensino médio.

Deito sobre a minha mochila, sobre a carteira (cadeira mesa), e começo a dormir, para não ter que aturar essas cobras, ops, meus colegas de classe.

Enquanto finjo dormir, penso em várias coisas, e como minha vida seria melhor se eu estivesse na Coreia. Poderia até tentar entrar na JYP, Bighit... Menos YG e SM, que são empresas de escravos.
(Off: pra mim aquilo é escravidão, me desculpem os stans)

Até que chego a uma conclusão:
Minha vida seria bem melhor se eu fosse o Jungkook. Eu teria talentos, aprenderia tudo muito rápido, seria amado, teria fãs e ainda dividiria meu quarto com o Namjoon (Meu Deus, que homem lindo).

E é com várias coisas na cabeça que finalmente tiro uma soneca, sem me perturbar com o barulho. Durmo em qualquer lugar se eu realmente estiver com sono.

Bem vindos ao meu mundo. Onde seus sonhos são apenas mais um.

(***)


Sinto uma forte claridade invadir minha visão, abro os olhos e percebo que não estou mais na minha classe.

Percebo que estou num beliche. Não consigo ver quem está em cima. Olhos para os lados, e vejo que o quarto é muito pequeno. Há apenas um guarda roupa, uma pequena estante e vários livros nela.

Volto a me ajeitar na cama, mas ainda com medo. Afinal, onde estou? Com quem estou? Como vim parar aqui?

Vejo alguém abrir a porta e finjo está dormindo.

-Hora de acordar... -fala um homem em outra língua, e reconheço sua voz.

-Puta que pariu. Tô fudida. -penso, arregalando os olhos.


Notas Finais


Esse capítulo ficou muito pequeno, mas espero que tenham gostado!
Muito obrigado por lerem e até o próximo capítulo!! Opiniões são sempre bem vindas! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...