História I Belive In You - Capítulo 9


Escrita por: ~, ~MissTrouxinha e ~Ana201016

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amigos Alarmes, Hoseok Cara De Cavalo, Jin Omma, Suga Filósofo, Tamen De Gushi, V Alien
Visualizações 62
Palavras 2.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooi, desculpa a demora para postar, é por causa das provas e pah ;-;

Espero que gostem desse capítulo, por favor, dêem suas opiniões nos comentários ♡

Obs: Tem recadinho no final =)

Capítulo 9 - Teoria do Q.I


Fanfic / Fanfiction I Belive In You - Capítulo 9 - Teoria do Q.I

Segunda Feira, 10:24.

Já se passaram 4 semanas que Hoseok chegou, e de alguma forma, ele entrou no nosso grupo de amizade, logo depois de eu levar uns tabefes de Jin por não querer ele no grupo, mas como ele me ameaçou vender para o mercado clandestino, acabei aceitando.

Agora estamos tendo aula de Biologia, que para, o azar da classe, a professora pediu para a gente fazer uma pesquisa em dupla.

Mas ela que vai escolher as duplas, através de um sorteio. 

- Taehyung e Hoseok! - Ela diz abrindo dois papéis, eu e ele nos entreolhamos 

- O QUE? - Dissemos em uníssono, chamando a atenção da classe. A professora somente nos lança um olhar mortal.

- Certo, zero pros dois! - Ela diz pegando outros papéis.

- Não! AISH! Eu faço a pesquisa com o cara de cavalo! - Digo me cruzando os braços. Sinto Hoseok me fuzilar com o olhar.

- Certo! Eu faço a pesquisa com esse alien! - Ele diz irônico.

- ALIEN É A TUA AVÓ! - Digo amassando um papel e jogando nele. 

- 'Ce me atacou viado? - Ele faz outra bolinha de papel e joga em mim, mas eu me abaixo e a bolinha acaba acertando a nuca de Jungkook.

- Que má pontaria Hoseok! - Jungkook diz colocando o tubinho da caneta na boca, dentro tinha umas cinco bolinhas. Ele acerta todas na cara dele.

- EI! - Hoseok protesta jogando a bolinha nele de novo.

Até que uma acerta em mim e eu volto para o campo de combate. Agora metade da sala esta na brincadeira.

- CHEGA! - A professora diz e todos param para a olhar - JIMIN, JUNGKOOK, TAEHYUNG E HOSEOK!! PRA FORA!! 

- Mas eu nem comecei a brincadeira, nem entrei pra ser mais exato! - Explica Jimin.

- Não me importo!! VÃO PRA DIRETORIA, AGORA!

Saímos de cabeça baixa. Jimin resmungava coisas sem sentido, se debatendo no caminho.

- Vocês me pagam... - Disse bravo.

- Desculpa, Minnie. - Pede Jungkook, dando um abraço atrás do mesmo.

Jimin se soltou dos braços do mais novo. Chegamos na diretoria e ela estava ocupada, então ficamos na secretaria esperando.

- Estamos fudidos... - Comento, rindo. 

- Essa é minha primeira vez na diretoria. - Fala Jimin com raiva. - Se eu levar um suspensão, vou ter que limpar a casa durante uma semana!! - Aponta seu curto indicador na cara de JungKook, que estava no seu lado. - E vocês vão me ajudar a arrumar aquela porra!! 

Eu e Hoseok estávamos - tentando - segurando o riso. Ele era muito engraçado irritado, sua voz ficava mais fina e seu rosto vermelho.

- Jimin?!! Você aqui?! - Exclama Yoongi, aparecendo ao lado dele - Não sabia que você era igual a essas pestes! - Aponta pra mim e Jungkook.

- Eii! - Cruzo os braços na altura do peito.

- E você, Yoongi, o que está fazendo aqui? - Pergunta Jimin.

- Estou procurando o professor de filosofia. Ele me pediu ajuda.

- O professor Jackson? - Pergunta Hoseok.

- Tem outro professor de filosofia aqui!? - Fala Jimin sarcástico. 

- Vocês viram ele por aí? 

- Deve estar na sala dos professores. - Respondo sua pergunta.

- Valeu. - Diz, bagunçando os cabelos de Jimin, que ainda resmungava coisas sem sentido. O menor manda um dedo do meio, arrancando uma risada de Yoongi antes de se afastar de nós.

Ouvimos um barulho vindo da sala da diretora, parecendo ser cadeiras arrastando.

- Façam cara de santos. - Fala Jungkook, antes da porta ser aberta.

Um aluno - provavelmente mais novo que eu - saiu de dentro da sala, e em seguida a mais velha olha pra nós. Ela suspira, afogando seus cabelos.

- O que vocês aprontaram agora?

Olhamos pro Jimin, esperando ele falar algo.

- Eu também não sei muito bem o motivo, querida diretora... - Explica ele, se levantando.

- E você, Hoseok? Mal chegou na escola e já se enfiando nesses alunos bagunceiros?! - Pergunta novamente a diretora, com um ar de brincadeira, com o olhar direcionado para mim e Jungkook. Nós aqui não é novidade pra ela, já que passamos mais tempo na sala dela do que nas aulas.

Observação: Segunda vez que falam que somos má companhia, não gostei... 

- Não, s-senhora diretora. - Coça a nuca.

- É que estávamos falando durante a aula, juro que era baixo! Mas acho que a professora está naqueles dias sabe... - Tendo explicar, gesticulando as mãos. Ela riu. 

- Olha, como é a primeira vez de vocês dois - Disse apontando pra Jimin e Hoseok. - Não vão levar bronca ou suspensão. Podem voltar pra sala.

- Muito obrigado! - Agradece Jimin, se curvando.

Ela sorriu e entrou novamente na sua sala.

Jimin parece outro agora, ele está sorrindo e menos tenso. Se livrou da bronca né...

- Então vocês dois já foram pra diretoria... - Ele pergunta, sarcástico.

- Sim. - Responde Jungkook brincalhão.

- Não. - Digo.

- Sim.

- Não.

- Sim.

- Sim! 

- Não!! 

- Viu, não fomos! - Sorri pra Jimin, que ria de nós junto a Hoseok.

- Por quê? - Jhorse se intromete.

- Não lembro... Faz tempo, tipo uns quatro dias atrás que foi a última vez que estivemos aqui... - Pensa Kookie. O mais velho arregala os olhos.

Batemos na sala, entrando em seguida. A professora escrevia na lousa, parando para direcionar seu olhar em nós. Fez cara feia mas voltou a passar o texto.

Abri meu caderno para copiar o que era passado.

- Tae, quer ir dormir em casa? Tô isolado... - Me cutuca.

- Você vive isolado, Jungkook! - Digo rindo. Ele revira os olhos e volta a dizer.

- Quer ou não? 

- Pode ser. - Ele manda um joinha e direciono meu olhar pra louça. A professora nos lançava um olhar mortal. Seguro o riso - afinal ela fazia uma careta - e abaixo a cabeça.

Não estou a fim de ir pra diretoria de novo e dessa vez, com certeza, levar uma suspensão...

Segunda, 18:00

- PERDEEEEEUU! NINGUÉM GANHA DE MIIM! - Exclamou/gritou Jungkook, pela segunda vez.

Reviro meus olhos.

- Eu odiaria ser seu vizinho. Já pensou, aturar os seus gritos?! 

- Eles já devem estar acostumados.

- Ou aprenderam a te aturar... - Me jogo no sofá. 

- Mais uma partida?! - Sorri.

- Cansei. Vamos fazer outra coisa.

- O que você sugere? Já comemos, fizemos a tarefa e joga-

- JÁ SEI!! VAMOS PASSAR TROTE! - O interrompo.

- Vai dar merda... Tudo o que você faz da merda, Hyung! - Deita sua cabeça em meu colo, rindo.

- O que você quer fazer então, criatura?! 

- Não sei. - Diz sincero.

- Então vai ser trote! 

- Mas Hyung... 

- Eu que mando aqui! Vamos, põe um casaco.

- Bota casaco, tira casaco. - Jungkook diz rindo, indo pra seu quarto. Voltando logo depois com duas blusas. - Veste. 

- Valeu. Tocar campainha ou ligar pra desconhecido?

- Que tal ligar primeiro? - Concordo e ele começa a digitar qual quer número. - Tia Neide!! Tudo bem? - Colocou em voz alta.

- Quem é? - Ecoa a voz pela sala.

- Seu sobrinho, Arnaldo!! - Tive que segurar a risada. Arnaldo? Sério? Não tinha um nome melhor não?! 

- Acho que você ligou errado, bem...

- Não, tia! Sou eu! - Disse com dificuldade. Jungkook queria rir mais do que eu. - Só liguei pra avisar que estou indo aí pra comer bolo okay? 

- Mas que porra... - Resmunga e desliga. - Caímos na gargalhada que estávamos guardando.

- Minha vez!! - Exclamou e ligo pra uma pizzaria que havia perto de minha casa. Deixo no viva voz assim que é atendido.

- Othello Pizzaria, boa noite. - Reconheço essa voz...

- Boa noite. Gostaria de pedir um japchae. 

- Não temos japchae aqui, me desculpe.

- Certeza? Nem pastel? 

- Taehyung?! É você, danado?! 

- É... N-Não! É o Xurumela! - Jungkook ri, nos desmascarando.

- É a Hayong, trouxa!! - Fala o mais novo entre risos.

- Hayong?! - Pergunto perto do celular.

- Eu mesma! Que coisa feia, Taehyung... Já não bastasse ir pra diretoria hoje, tem que ficar passando trote nos outros também? - Ri. 

- E-Eu não sabia que trabalhava aí! 

- Eu entrei semana passada, não faz muito tempo... 

- Tendi... Bom, vou desligar. Não quero atrapalhar você... M-Me desculpe.

- Tudo bem! Tchau, TaeTae! 

- T-Tchau Hayong! - Desligo o telefone e coloco as mãos no rosto, escondendo o vermelho. Jungkook continua rindo de mim. - Você para! 

- Okay... - Disse tentando acalmar a respiração, parando de rir, tendo resultado falho e começa a dar risadas altas.

Jogo um travesseiro no rosto dele. Fico olhando sério pra ele, até começar a parar de rir. Seu rosto estava quase roxo. 

Ri da careta que ele fazia pra acertar a respiração e começamos a rir, um da cara do outro. Deve ter se passado minutos quando resolvo, ainda rindo, resolvi beber água e tomar um ar. Depois de finalmente recuperar o fôlego, volto pra sala e encontro Jungkook de ponta cabeça no sofá respirando pela boca, ainda soltando risadas baixas.

- Vamos tocar campainha? - Pergunto.

- Pode ser. - Fala com dificuldade, se levantando e vestindo o casaco.

Saímos do prédio dele - lógico, sem antes parar em andar e andar até a portaria, tocando uma campainha e entrando no elevador novamente. 

- Vamos andar só por esse quarteirão, okay? - Pede e eu assinto.

Parecemos duas crianças quando sabem que estão fazendo algo errado, olhando pra todos os lados e andando de forma cautelosa. 

Jungkook apontou pra uma casa atrás do condomínio. Seu portão dava de frente pra rua, então foi fácil. Tocamos o interfone e saímos correndo que nem retardados rindo. 

Tenho uma teoria, que diz que quando eu e Jungkook nos juntamos, nosso Q.I abaixa para o de uma lesma e que ficamos 7 vezes mais irritantes e infantis.

- Vamos correr, correr, correr, mais uma vez! - Grita cantando.

- O que é isso?! 

- Composições!! - Diz, rindo, e desacelera aos poucos. Tínhamos passado pelo menos três casas.

- Vamos nessa? - Pergunto olhando pra uma casa grande, com quintal. Não pude ver seus detalhes por conta do escuro, mas parece bonita. 

- Bora. - Jungkook responde, pisando na grama do local.

Fomos até a porta, tentando fazer o mínimo de barulho possível. Pisei em falso, soltando um 'aí' e fazendo Biscoito dar um tapinha na minha cabeça.

- Cala boca! - Concordo rindo. - Sua vez de tocar.

Chego em frente a porta e no mesmo segundo que direciono meu dedo na campainha, a porta de abre.

- Taehyung? Jungkook? O que estão fazendo aqui?! - Era Hoseok. Só me faltava...  

- Viemos dar um oi! - Explico sem jeito. Foi a primeira coisa que veio em mente, pra deixar bem claro.

- Eu passei meu endereço pra vocês? - Pergunta confuso. 

- Já estamos indo embora, fique tranquilo. Vamos, hyung! - Jungkook puxa meu braço.

- Podem entrar! 

- Quem é, Hope? - Aparece atrás do Hyung o mesmo menino que estava com ele dias atrás, de cabelo vermelho.

- Eles são da minha escola. Taehyung e Jungkook, esse é o meu primo Kunpimook Bhuwakul. 

Tombo a cabeça pro lado, fazendo uma careta confusa.

- É tailandês, idiota! - Explica Cavalo.

- Podem me chamar de BamBam ou Kunpi.

- Okay... - Sorrio.

- Prazer! Agora vamo- Tenta dizer o mais novo.

- Entrem! - Hoseok empurra nós dois pra dentro de sua casa. Olho por tudo e é tudo bem arrumado, típico do mais velho.

- Estávamos comendo pizza, servidos? - Jhope explica, ao adentrar, como parecido, na cozinha. 

- Não, obrigado. - Digo e me sento em umas das cadeiras ali presentes, junto a Jungkook. - Como vocês sabiam que estávamos lá fora? 

- Vimos pela janela. - Aponta pra vidraça que tinha ali, dando a visão perfeita do quintal. Abaixo a cabeça envergonhado.

Segunda, 18:47 

Eu estava ficando enjoado desse BamBam. Ele não larga do nosso pé, quer dizer, do Hoseok.

Podemos considerar isso como ciúmes? 

(     ) Sim  ( X ) Não

Grato.

- Meu sabor de pizza favorito é a de portuguesa. Odeio as cebolas, mas é bom! - Comenta BamBam.

- Eu adoro cebolas! Sempre peço pra minha omma fritar, quando possível. 

- Nunca comi frito... 

- Experimenta! É muito bom!! 

Eu e Jungkook ficamos revezando o olhar entre os dois, sem falar nada ou opinar.

- Seria legal se tivesse uma pizza sabor japchae, não é BamBam? Adoro!!

Realmente, seria uma boa idéia...

- Ah não... Não gosto de japchae. - Fala BamBam. 

COMO ASSIM ELE NÃO GOSTA DE JAPCHAE?! É A MELHOR COMIDA DO MUNDO!! 

- Hoseok?! - Pergunto, meio alto. O outro me olha meio assustado. - Quando q ele vai embora? - Aponto pro BamBam.

- Então... você que está de intruso. Ele vai dormir aqui.

- Mas... - Começo a me protestar.

- Mas precisamos voltar pra casa, minha mãe deve estar preocupada... - Interrompe Jungkook.

- Você nem mora com suAAaaii... Doeu! - Reclamo de dor assim que o mais novo pisou no meu pé.

- Obrigado pelo convite pra entrar e me perdoem pelo Tae... Ele está cansado...

Resolvo nem falar nada. Vai dar mais merda ainda.

Saímos depressa lá de dentro e Jungkook começa a brigar comigo por ser sem noção. Agora me pergunto, quem é o mais velho mesmo?

E mais uma vez, ele ganhou do Jin. 

- Você tem que pensar mais Tae!! Você ia falar muita bosta ali dentro! O que deu em você em perguntar aquilo?! 

- Desculpa, Kook... - Não aguento mais sua voz irritada batendo na minha cabeça. - Eu já entendi...

- Que não se repita! - Concordo, entrando por fim no prédio do mesmo, segurando o riso.

Realmente, esse meu ataque - Se podemos considerar como sendo isso - foi ridículo. Quero enfiar minha cabeça num buraco e nunca mais sair. 


Notas Finais


Gente, temos algumas amigas (quem pensa que são muitas ksks - acho que só duas) que escrevem fanfic também. Então, se possível, dê uma olhada pra ver se vocês se interessam.

Love Is The Name
https://spiritfanfics.com/historia/love-is-the-name-9850768

Imagine SanHa - Astro
https://spiritfanfics.com/historia/imagine-sanha--astro-7939460

Grata!! Até o próximo capítulo amoras! Um beijão!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...