História I Can Make You Happy - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cara Delevingne, Fifth Harmony, Margot Robbie, One Direction, Selena Gomez
Personagens Camila Cabello, Cara Delevingne, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Louis Tomlinson, Margot Robbie, Personagens Originais, Selena Gomez, Zayn Malik
Tags Camila G!p, Camilacabello, Camilag!p, Camren, Camren G!p, Camreng!p, Drama, Fanfic, Laurenjauregui, Romance
Exibições 1.914
Palavras 1.525
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo espero que gostem e desde já desculpe qualquer erro.

Capítulo 13 - Caminho mais fácil


Fanfic / Fanfiction I Can Make You Happy - Capítulo 13 - Caminho mais fácil

Pov. Lauren 

 

 

Seis dias se passaram desde que fui pedida em namoro por Camila e a cada segundo que passa fico mais apaixonada por aquela caipira gostosa. Ela é tão linda. Tento o máximo não pensar que só faltam nove dias pra que eu tenha que entrar em um avião e dar a adeus a Nashville mas é impossível. A realidade bate a minha porta.

 

 

Ainda bem que Camila me distrai o tempo todo e não permite meu cérebro ficar vazio pra pensar besteira. Por falar na minha cowgirl ela está cada dia mais feliz e eu também só que na maioria dss vezes minha conciencia insistia em me apontar o dedo na cara dizendo o quando eu estou sendo uma completa idiota, mesquinha, egoísta e prepotente em não dizer a Camila que muito provavelmente nosso "namoro" tinha data de validadee era pra daqui nove dias.

 

 

Mas pensando bem, a culpa não era só minha sempre que eu tentava conversar com Camila sobre nosso futuro incerto ela me distraia com sexo. Eu particularmente não reclamo em nada até acho que nasci pra essa vida de foder pelo menos duas vezes ao dia. Isso é bem pra caralho. Só que hoje eu não estava bem, na verdade amanheci com TPM e assim que vi Camila as dez da manhã praticamente a expulsei do quarto. Coitada. Ainda bem que mais tarde Vero explicou pra ela que meu humor não é dos melhores quando estou naqueles dias.

 

 

–O que você tem? –Perguntou minha mãe me tirando dos meus pensamentos.

 

 

–Nada. Só estou pensando. –Com a cabeça baixa respiro fundo.

 

 

Ah verdade é que eu estou muito abatida por ter que deixar Camila. Deus, eu a amo tanto. As coisas não podiam ser simples com a gente?

Minha mãe suspira pesadamente antes de se juntar a mim na poltrona ao meu lado.

 

 

–Sobre o que? 

 

 

–Sobre mim... sobre Camila. –Resolvo contar.

 

 

Minha mãe já sabe que estou namorando com Camila pois ela fez questão de pedir minha mãe permissão pra isso. Camila as vezes é tão certinha que me irrita.

 

 

–Vou embora em pouco tempo e não sei o que fazer. –Digo.

 

 

Ela me olhou tão calmamente que senti vontade de abraca-lá e a sim fiz.

 

 

–Meu bebê não assim por isso. –Ela faz um carinho em meus cabelos e eu fecho os olhos. –Vocês se amam e quando o amor reina tudo se dá um jeito.

 

 

–Não é tão simples assim mãe. –Suspiro. –Eu não posso ficar e nem me dou bem aqui e o mesmo se encaixa com Camila. 

 

 

Dou um longo suspiro passando as mãos no rosto.

 

 

–Conversa com a Camila. Ela te ama tenho certeza que vocês vão resolver isso juntas.

 

 

–O problema é que...

 

 

–Boa tarde... –Vero entrou sorrindo.

 

 

Minha mãe e eu nos olhamos estranhando a animação da minha amiga.

 

 

–O dia hoje está tão lindo. –Se jogou no meu colo e abraçou meu pescoço.

 

 

–Vero. –Reclamei com o beijo babado e uma mordida em meu rosto. –Sai de cima de mim você é pesada.

 

 

–Pode dizer o que quiser Michelle. Hoje eu estou tão feliz que seus ataques não vão me atingir. –Me deu outro beijo no rosto e apertou seus braços em meu pescoço.

 

 

–O que deu em você? Estou ficando sufocada. –Falei tentando me livrar do seu abraço.

 

 

–Eu estou feliz. –Ela se levantou e abriu os braços. –Depois de um mês de seca eu finalmente transei.

 

 

Como é? Com quem essa doida transou? 

Seja lá com quem eu não posso deixar de sorrir. Parece que eu não sou a única apreciadora desse esporte. E por falar em sexo, onde se meteu a minha namorada? A última vez que a vi foi pela manhã e agora a noite já se aproxima. Acho que consegui espanta-lá com meu humor ácido, que merda. 

 

 

–Por que essa cara de enterro? –Veronica perguntou depois do seu espetáculo.

 

 

–Camila não apareceu mais depois que eu fiquei irritada com ela no quarto. –Bufei cursando os braços.

 

 

Eu realmente estou dependente daquela caipira gostosa. 

 

 

–Ah sobre isso... eu fiquei sabendo que ela se envolveu em uma briga com um cowboy  novato. –Disse Vero.

 

 

A encarei surpresa. Mais que merda Camila fez?

 

 

–O que? Perguntei sem acreditar.

 

 

–Eu não sei direito o que aconteceu na verdade só sei porque estava com Selena quando a Camila ligou pra ela.

 

 

O que? Não estou acreditando no que estou ouvindo. É inacreditável. Por que raios Camila estava brigando com um dos funcionários? E por que ela procurou a maldita prima? Sai da minha casa montada em um dos cavalos que ali estavam selados e parei em frente a casa de Camila. Bati forte na porta e Camila apareceu e me encarou com as sobrancelhas franzidas.

 

 

–Por que você estava brigando com um funcionário? – Antes que ela pudesse dizer qualquer coisa falei.

 

 

–Você não vai nem me comprimenta, amor? – Ela perguntou ignorando a pergunta que fiz. 

 

 

–Você sempre sai por aí caçando confusão com homens com o dobro do seu tamanho e força? –Eu retruquei dessa vez ignorando sua pergunta.

 

 

–Você sempre faz tempestade em copo d'água? 

 

 

–Para de brincadeira e responde minhas perguntas, sua idiota. –Falei perdendo a paciência.

 

 

Um leve sorriso torto surgiu em seus lábios.

 

 

–Vamos, responda a minha pergunta. –Exigi.

 

 

–Qual delas?– Se fez desentendida.

 

 

–Você brigou com um homem?

 

 

–Sim.

 

 

–Por que?

 

 

–Por que ele mereceu. –Disse e então cruzou os braços. –Ryan Donova é um imbecil que se acha no direito de fazer comentários sujos e machistas sobre você. –Bufou. – Ele teve foi sorte de ter só um nariz quebrado pois em outras situações eu teria matado aquele desgraçado.

 

 

Arregalei meus olhos e a encarei surpresa com seu nervosismo.

 

 

–O que? Quem é esse? Por que ele estava falando de mim? –Perguntei de uma vez só perdida.

 

 

–Entra. –Ela deu espaço para mim. –Explico lá dentro.

 

 

Enquanto eu seguia Camila até seu quarto suspirei e inspirei de novo.

 

 

–Senta aqui. –Camila escorreu na cama até ficar sentada e escorada no encosto.

 

 

E quando fui me sentar me surpreendirrita quando ela me pediu pra sentar entre suas pernas.

 

 

–Passei o dia inteiro com saudades de você. – Ela murmurou apertando meus braços ao meu redor enquanto o rosto estava enfiado na minha nuca. – Tanta saudade que pirei agora à tarde.

 

 

Suspirei sentido meu coração martelar forte em meu peito com sua respiração em meu pescoço. Assim não dá Camila, meu pescoço é meu ponto fraco.

 

 

–Camila... Não desvia o assunto. –Falei e ela deu um último beijo em mim antes de começar a falar.

 

 

–Eu estava entretida no curral cuidando de uma vaca que estava parindo e o Ryan estava lá. Ele é um dos veterinários e eu estava o ajudando com a vaca quando ele começou a ficar falando sobre a filha gostosa da patroa e  a maneira bruta que ele ia comer. –Suas mãos se fecharam em forma de punho. – Acho que ele não sabia que eu sou sua namorada mas não se preocupe porque agora sim ele sabe.

 

 

Sua expressão era irritada, ameaçadora, perigosa e sexy. Ela estava tão atraente que eu quase pulei em seu pescoço... maldita TPM. Engoli seco tentando me manter focada em nossa séria conversa, mas a verdade é que eu estava enlouquecendo com a beleza que é essa mulher quando está enciumada. 

 

 

Porra Lauren! Se concentre Lauren. Você tem muitas coisas sérias pra falar com ela e vocês não podem transar então se concentre. Fiz um mantra em minha cabeça.

 

 

–Camila? –Chamei sua atenção tentando criar coragem para entrar no nosso assunto sério.

 

 

–Hum.

 

 

–Precisamos ter uma séria conversa. –Fiquei de frente pra ela mas ainda sentada na cama.

 

 

–Lo eu não quero falar sobre essa briga com Donova até porque eu não me arrependo de nada.

 

 

–Não é sobre isso que eu quero conversar.

 

 

Ela franziu o cenho.

 

 

–É sobre meu retorno pra Florida. –Expliquei e ela se remexeu na cama inquieta.

 

 

–Lauren... –Camila respirou fundo cabisbaixa. –Ainda não precisamos falar sobre isso.

 

 

Falou indiferente.

 

 

–Camila...

 

 

–Nós ainda temos nove dias Lauren então não vamos sofrer por antecipação. –Me interrompeu com a voz alta.

 

 

–Mas nós temos que...

 

 

–Lauren não. –Seu tom de voz me deixou irritada.

 

 

– Mas você não pode ficar sempre fugindo desse assunto uma hora Oi outra vamos ter que conversar.

 

 

–TÁ BOM LAUREN. –Falou alterada se levantando da cama. –VOCÊ QUER FALAR SOBRE ISSO ENTÃO VAMOS FALAR.

 

 

–Dá pra você parar de gritar? –Me levantei também.–Eu quero realmente conversar com você mas se for pra ser assim com toda essa ignorância eu prefiro não falar. Prefiro ir pra casa e virar as costas para o nosso problema é deixa-lo sem resolver assim como você para daqui nove dias só entrar naquele avião.

 

 

A coisa estava feia ali e eu pressentia isso! Seria bem mais difícil que pensei essa conversa com Camila. Fechei os olhos pensando se não seria melhor acabar com tudo agora é ir pelo caminho mais fácil. Meus Deus. Eu a amo mas tem vezes que o amor não é o bastante. É uma pena que nem tudo são flores principalmente em um relacionamento onde as duas peças envolvidas são completamente diferentes.


Notas Finais


2/3 Estão gostando?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...