História I Can Not Remember (Imagine Jimin x J-Hope) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Imagine Jimin, Imagines Bts, J-hope, Jimin, Revelaçoes, Romance
Visualizações 4
Palavras 2.792
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas, eu sei que eu demorei para postar, na verdade era pra mim ter postado ontem mais o meu pai teve a ótima idéia de tirar o celular de mim.

Obs: essa fic vai ser bem explicadinha então as coisas vão acontecer gradativamente.

Não sei por que eu quis falar isso mais vamos lá.
Boa leitura 😘

Capítulo 2 - Bar


    Acordei com o barulho do despertador, desliguei rapidamente para que a Sun não acordasse, levantei da cama devagar para não fazer barulho e fui para o banheiro tomar um banho e me arrumar. Saí do banheiro já pronta e Sun Hee estava na cama do mesmo jeito de quando eu levantei, fui para a cozinha fazer o café  e terminei de arrumar a minha bolsa. Decidi acorda a Sun para ela tomar café e eu poder deixar ela no seu prédio.

-Acorda bela adormecida!! Tá na hora de levantar!!- Falei abrindo as cortinas e descobrindo ela com a coberta.

-Ai mais 5 minutos- Sun Hee falava em um tom baixo.

-Nada disso senhorita, tenho que ir trabalhar, você não pode ficar aqui, vai botar fogo na minha nova casa- Falei puxando ela pelo pé.

-Okay, eu levanto- Ela se deu por vencida.

-Vamos tomar café que eu vou te deixar no seu apartamento-Disse.

    Terminamos o café e descemos para pegar o meu carro na garagem, deixei a Sun na portaria do prédio dela e segui para o meu trabalho. Estava 20 minutos adiantada e fui andando calmamente para o elevador da empresa, dei bom dia para as pessoas que estavam no elevador e apertei o botão do 29° andar, cheguei no andar e fui em direção a recepção onde Kyung Soon  já estava.

-Bom dia Kyung Soon!-Falei.

-Bom dia senhorita  (S/n)- .... falou.

-Alguém já chegou?- Perguntei.

-Só o senhor Jung Hoseok, como ele não pode comparecer ontem, hoje ele chegou mais cedo- Kyung disse.

-Eu ainda não conheço o chefe, posso ir até a sala dele me apresentar?- Perguntei.

-É claro, ele chegou perguntando se você  tinha se adaptado bem ontem- Ela falou.

-Então eu vou lá me apresentar- Disse.

-Aonde é a sala dele?- Completei.

-Fica no 30° andar, quer que eu avise para o secretário dele?- Kyung Soonĺ perguntou pegando no telefone no balcão.

-Pode avisar, fala que eu já estou subindo- Falei e voltei na direção do elevador.

    Entrei no elevador, que estava vazio e apertei o botão de número 30. Aquele andar era totalmente diferente do nosso, o chão era em mármore e obras de arte na parede, cheguei em uma pequena recepção igual a da Kyung Soon mas muito mais chique digamos assim,  tinha um homem atrás da mesa.

-Bom dia, eu sou a (S/a), a nova integrante da equipe de marketing e administração- Me apresentei.

-Olá, meu nome é Young Chul sou o secretário do senhor Jung Hoseok, a Kyung Soon me avisou da sua chegada, ele te aguarda na sua sala, eu irei leva-la até lá- O senhor falou.

    Young Chul me acompanhou até a sala do meu novo chefe, não fazia ideia de como ele era, de aparência é claro, todo mundo falou que ele era gente boa, então eu estava super tranquila. 

-pode entrar ele já aguarda lá dentro- Chul falou abrindo a porta para mim e dando espaço para passar.

-Obrigado senhor Young Chul- falei.

-Não me chame de senhor, me sinto mais velho-Ele disse dando uma gargalhada.

-Se prefere desse jeito então okay-Falei e entrei na sala fechando a porta.

    Vi um jovem ruivo falando ao celular olhando para a janela e parecia concentrado na sua ligação, ele percebeu a minha presença e logo finalizou a chamada.

-Então a senhoria é que é a (S/n)?- Ele perguntou.

-Sim sou eu mesma, e o seu nome é...?- Perguntei sem jeito, sem saber se aquele era ou não o meu superior, ele tinha uma aparência muito jovem para ser o chefe disso tudo aqui.

-Vejo que não sabe o meu nome senhorita (S/n), como pode ver nessa placa o meu nome é Jung Hoseok, prazer- Ele disse estendendo a mão e eu percebi que tinha acabado de cometer uma gafe.

-Ah, então o senhor é o meu novo chefe, me desculpe, não esperava...-Ele me interrompeu.

-Não esperava uma pessoa jovem nesse cargo não é, muitos também pensam assim, já me acostumei, não precisa se desculpar, sente-se- Ele falou.

-Como ontem não pude comparecer a empresa não fomos apresentados corretamente, conte-me um pouco sobre você- Ele disse se sentando e apoiando os cotovelos sobre a mesa de vidro.

    Ele fez algumas perguntas e conversamos sobre mim, em relação a empresa é claro, ele disse que eu era super preparada para o cargo, de vez em quando ele fazia umas piadas só pra quebrar a tensão que estava no ar.

-Espero que a senhorita dê o melhor de si na empresa, foi ótimo conversar com você  (S/n), até mais tarde na reunião- Ele falou e eu me retirei da sala.

    Me senti um pouco desconfortável pela gafe que eu tinha cometido, mas eu nunca imaginaria que o meu chefe fosse jovem e bonito. Tirei esse pensamentos da cabeça e peguei o elevador para voltar para a minha sala, entrei na sala e Jimin estava mexendo no celular sentado em uma das poltronas.

-Parece que alguém foi conversar com o chefe  bonitão né-Jimin falou fazendo piada.

- Por que você não me avisou que ele era mais jovem, poderia ter livrado a sua amiga aqui de cometer uma gafe- Falei e sentei na minha cadeira.

-Você devem ter conversado bastante né?, eu estou aqui a uns 20 minutos te esperando, poderia ter feito outra coisa nesse tempo- Jimin falou revirando os olhos e colocando o celular no bolso do terno.

-E por que não fez?- Perguntei, Jimin demorou para responder, parecia está procurando uma resposta.

-Ér..É por que eu sou um ótimo amigo- Ele disse.

-Se é um ótimo amigo não deveria reclamar por coisas bobas, vamos logo pra reunião, não quero me atrasar - Falei levantando pegando alguns papéis na minha mesa e indo na sua direção.

    Entramos na sala de reuniões e só estavam presente Jeon Jungkook e Min Yoongi. Entramos na sala e os dois mantiveram o olhar sobre nós.

-Cadê ao outros?- Jimin perguntou.

-Já estão chegando- Respondeu Min Yoongi.

-O Namjoon mandou mensagem avisando que já está subindo- Jeon Jungkook falou e eu me sentei na cadeira ao seu lado.

    Namjoon adentrou a sala junto com o Hoseok e Taehyung, Taehyung sentou ao meu lado já que Jimin estava do outro lado da mesa, Seokjin entrou logo depois deles e sentou na cadeira que restava que era do lado de Jimin. Me sentia estranha sendo a única mulher no meio daquele bando de homem, parecia que a qualquer movimento que eu fizesse os olhares se direcionavam para mim, pode até ser coisa da minha cabeça, ou não. A reunião terminou e saímos da sala, cada um para as suas determinadas tarefas.

-(S/n)!!- Escutei alguém me chamar.

-Ah, oi Namjoon- Falei.

-Hoje vamos ir em um bar para relaxar um pouco, você quer ir?- Namjoon perguntou.

-Sério?, vou ir sim, que horas?- Perguntei.

-Depois do trabalho, vamos da empresa mesmo, é aqui perto- Namjoon disse.

-Então okay- Falei.

-No final do expediente encontra a gente lá em baixo, até mais- Ele falou e deu um tchauzinho indo para uma direção oposta.

-Ele também te convidou?- Jimin perguntou.

-Sim, algum problema?- Preguntei.

-Nenhum não, mas toma cuidado tá, pensa que eu não vi o Min Yoongi olhando para as suas pernas- Jimin falou.

-Para com esses ciúmes bobo Jimin- Falei mas por dentro tinha acabado de confirmar a minha teoria.

-Se você não acredita, espera pra ver só, ele com certeza irá chegar  em você hoje, eu sei do que eu estou falando- Jimin falou.

-Pode deixar senhor capitão- Falei fazendo uma continência, mesmo sendo da minha idade Jimin sempre agia como um irmão mais velho meu e da Sun Hee, eu amava isso nele.

-Ah e é normal ter esse encontros fora da empresa às sextas-feiras, isso é pra gente se descontrair e não ficar falando só de trabalho- Jimin disse e foi para a sua sala sendo seguido por Taehyung

 

    O expediente finalmente tinha acabado e eu estava animada para ir logo pra esse tal bar, pelo o que o Taehyung  me disse sempre vai outras pessoas da empresa, então era a minha oportunidade de me enturmar e fazer novas amizades. Arrumei as coisas na bolsa e fui para o banheiro retocar a maquiagem e encontrei Kyung  Soon lavando as mãos.

-Vai ir pra o bar com a gente Kyung?- Perguntei pegando o rímel na nécessaire. 

-Vou deixar para a próxima, tenho que ira para casa tomar conta da minha neta- Kyung falou.

-Não sabia que você tinha uma neta- Falei.

-Ela é o meu tesouro, mas agora eu tenho que ir, tchau até segunda- Ela falou e saiu do banheiro.

    Terminei de retocar a maquiagem e fui pegar o elevador, cheguei no térreo e de longe pude ver eles na entrada da empresa, fui andando na direção deles e parei do lado do Jin.

-Que bom que veio  (S/n)!, agora só falta o Hoseok- Jin falou.

-Não sei o que deu nele, ele não é de ir para o bar com a gente- Min Yoongi falou.

-Vai ver ele só quer se distrair, ele está passando por problemas pessoais- Jin falou.

-Desculpa gente, me atrasei, podemos ir agora?- Hoseok falou chegando na roda, ninguém percebeu ele se aproximando.

-Vamos logo, esperei a semana toda para beber hoje- Min Yoongi falou.

    Fomos andando para o tal bar, deixei o meu carro no estacionamento da empresa, eles me garantiam que eu poderia pegar depois ou chamar um motorista para levar. Entramos no ambiente e tinha algumas pessoas da empresa que eu reconheci pelo crachá, sentamos em uma mesa grande que tinha 8 cadeiras certinho, parecia que a mesa estava esperando por nós.

-(S/n) pode ficar a vontade, na empresa pode parecer que eu e os rapazes se odiamos, mas somos muito amigos- Finalmente pude ouvir a voz de Jeon Jungkook.

-Obrigada- Eu disse e  Jimin serviu uma dose de soju para mim.

 

   O ambiente era agradável, estávamos conversando animadamente e falando sobre todos os assuntos, depois de um certo tempo eu percebi que eles estavam um pouco alterados, Jimin então nem se fala, já estava com as bochechas vermelhas e estava fazendo a garrafa vazia do soju de microfone.

-Então  (S/n), com qual de nós você sairia?- Ele perguntou apontando a garrafa pra mim como se fosse um repórter, confesso que fiquei com vergonha.

-Jimin para com isso- Respondi.

-Ah vai (S/n), não vai me disser que você não se interessou em nenhum de nós- Jimin falou e eu não entendia o por que dele está fazendo isso.

-É sério, pode parar por favor- Falei seca e todos da mesa olharam para nossa direção.

-Okay, então já que você não responde eu vou perguntar para outra pessoa-Jimin falou.

-Mim Yoongi!- Jimin o chamou e o loiro virou em sua direção.

-Pode falar- Ele falou disposto, nem parecia que estava bêbado, mas já estava no mesmo grau que Jimin.

-Você beijaria a (S/n)?- Jimin perguntou apontando a garrafa na direção de Mim Yoongi.

-É claro, e até outras coisas a mais- Min Yoongi respondeu e me olhou, se eu já estava envergonhada agora eu estava muito brava com o Jimin, saí rapidamente da mesa e fui no banheiro.

    Não sei por qual motivo o Jimin estava fazendo isso, ele nunca agiu assim antes, e o pior que era na frente das pessoas que trabalhavam com a gente, no momento eu estava sentindo muita vergonha. Lavei as mãos na pia e olhei o meu reflexo no espelho, olhei a hora no meu celular que estava no meu bolso e vi que já estava na hora de ir. Voltei para a mesa e todos me olharam, Jimin estava cada vez mais bêbado, e ainda conversava com o Yoongi.

-Bom gente, já está na minha hora, já vou ir pra casa- Disse e peguei a minha bolsa que estava na cabeira.

-Já vai (S/n)? Agora que está ficando bom- Jimin falou rindo e eu estava realmente assustada com a sua atitude.

-Com você eu converso depois- Me abaixe e sussurrei no seu ouvido e senti ele se arrepiar.

-Ah (S/n)!! Não faz isso que eu fico louco- Jimin falou tomando o último gole de cerveja e eu o olhei com um olhar de reprovação.

-Tchau rapazes, até segunda- Disse saindo apressada do local e abrindo a porta do estabelecimento.

    Cheguei do lado de fora do bar e senti uma mão no meu pulso, tomei um susto e quando virei pude ver  que era Hoseok e me senti mais aliviada.

-Você está bem?- Ele perguntou me olhando nos olhos e eu me perdi por um momento nas suas íris escuras.

-Ah, estou bem sim- Falei me soltando meu pulso de suas mãos.

-Quer que eu te leve para casa?- Ele perguntou, acho que ele nem bebeu, não estava igual aos outros.

-Não precisa, eu vou chamar um taxi- Falei.

-Olha, me desculpa pelos rapazes- Ele falou.

-Você não precisa se desculpar, a culpa não é sua- Eu disse.

-Mas me sinto responsável, essa é a minha equipe- Hoseok falou, senti um vento frio e me encolhi entre os meus braços e Hoseok percebeu.

-Toma, você parece está com frio, essa blusa é muito fina- Ele falou e tirou o terno colocando sobre os meus ombros, fiquei se reação.

-Não precisa- Falei colocando a mão sobre o terno para retirar de meus ombros mas Hoseok me impediu.

-Até pelo menos o táxi chegar, não vou te deixar passando frio- Ele respondeu.

-Obrigado- Me dei por vencida e aceitei.

    Ficamos na frente do bar, já estava tarde mas a rua continuava movimentada, mesmo bebendo pouco eu não queria correr o risco de dirigir e acontecer algo, esperamos um tempo e nada do táxi passar, pensei em pedir um motorista, mas Hoseok insistiu em me levar em casa.

    Fomos até  o estacionamento da empresa pegar o meu carro, tinha um guarda no portão, ele já conhecia Hoseok e autorizou a nossa passagem. Entramos no carro e eu dei o endereço para ele, que disse que sabia o caminho. O resto do caminho foi um silêncio total, tanto que acabei dormindo. Chegamos no meu apartamento e Hoseok me balançou levemente.

-(S/n),(S/n)!- Hoseok me chamou.

-Chegamos- Completou.

-Ah, obrigado, pode deixar o carro aqui na calçada mesmo, amanhã eu coloco na garagem- Falei tirando o cinto de segurança e saímos do carro.

-Quer entrar para beber algo?- Perguntei.

-Não precisa se incomodar- Ele falou e já estávamos na portaria do prédio.

-Que isso, não é incômodo nenhum, é o mínimo que eu posso fazer por você- Disse.

-Então eu vou subir, mas é só para um café- Ele disse com um sorriso, que era maravilhoso por sinal.

    Subimos e eu dei espaço para ele entrar no meu apartamento, que estava bagunçado com algumas caixas da mudança.

-Não repara na bagunça, é que eu me mudei recentemente e não deu tempo de arrumar tudo- Falei tirando os sapatos e devolvendo o terno dele que ainda estava nos meus ombros.

-Eu entendo, mudança não é fácil, principalmente para você que mora sozinha- Ele estendeu a mão e pegou o terno.

-Vou fazer o café, pode ficar a vontade- Falei e fui para cozinha preparar o café.

    Tomamos  café no balcão da cozinha e batemos um papo legal, já que no bar nós nem trocamos palavras direito, ele disse que faltou no dia que eu cheguei a empresa por causa da sua ex mulher, ele está em um processo de divórcio complicado por parte dela que não quer ceder de nenhuma maneira.

-Não sei pôr que eu te contei sobre a minha vida particular, sei lá só me senti a vontade de me abrir para você, você é uma pessoa legal-Hoseok falou tomando o último gole de café.

-As pessoas falam que eu sou uma ótima ouvinte e que sei dar conselhos, mas na minha vida mesmo eu não sei de nada- Disse sorrindo e pegando as xícaras para por na pia.

-Ai meu deus!! Já está tarde, (S/n) muito obrigado pelo café e espero que a gente possa  conversar mais vezes- Hoseok disse depois de olhar a hora no celular.

-Ah, claro, pode deixar, mas como você vai embora? – Perguntei e destranquei a fechadura dando passagem para ele passar.

-Pode deixar que eu pego um taxi, se acontecer algo comigo eu volto correndo pra cá- Ele falou de modo engraçado e a nossa risada preencheu o silêncio no corredor.

-Até segunda (S/n)!- Ele disse e entrou no elevador que estava parado no meu andar e sumiu do meu campo de visão.

   Hoseok é realmente muito legal, um ótima pessoa, me fez até esquecer que eu estou brava com o Jimin, eu vou conversar sério com ele, aquela atitude foi muito imbecil da parte dele, além de me expor me deixou super envergonhada.

 

Continua...

 

 

 


Notas Finais


Comentem é muito importante.
Quero saber o qie vocês estão achando
Bjss é até o próximo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...