História I Can't help falling in love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Royal, Sterek, Yaoi
Exibições 49
Palavras 553
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aí vocês me perguntam “você nunca vai parar de escrever fanfics água com açúcar?” e eu respondo: Nhão :3


Talvez...

Capítulo 1 - Capítulo Um


Fanfic / Fanfiction I Can't help falling in love - Capítulo 1 - Capítulo Um

I Can’t help falling in love

CAPÍTULO UM
 

 

 “Você tem que entender que é por um bem maior”, fez uma breve pausa antes de lançar um olhar cansado para o filho.  “Eu sei que um dia você vai atender, e vai me perdoar.” dito isso se afastou e com um baque surdo, fechou a porta.

   Stiles estava sentado sobre a cama, congelado no lugar. Bem maior, bem maior, bem maior, bem maior... As palavras ecoavam em sua cabeça em loop. O seu cérebro pensava nas milhões de maneiras de como aquilo iria acabar e, estar em um altar segurando as mãos de Lydia e jurando amá-la para o resto de suas vidas não era a mais agradável.

   Ela não era uma má pessoa, talvez um pouco mimada e esnobe, mas era... Legal. Ele não conseguia pensar em uma palavra melhor para descrevê-la, talvez se fossem amigos houvesse uma melhor, mas só amigos.

    No entanto os seus pensamentos foram cortados pelo som da guarda em frente ao castelo; aquela hora todos estariam dando os toques finais para que o dia de amanhã fosse perfeito, sem um errinho sequer e, um ataque surpresa seria um erro — pra não dizer um desastre.
 

    A porta era de uma madeira de qualidade; firme, grossa e com garantia de que prisioneiros não fugiriam. Então de nada adiantou esmurrá-la, apenas serviu para que ficasse cansado e sem fôlego.

   Ele sentiu que poderia gritar até ficar sem voz, mas aquela hora todos no castelo já deveriam estar sabendo da sua  “condição”.

   Stiles, então, já se sentindo impotente quanto a própria condição, correu até a janela. O castelo ficava no alto de uma das montanhas, longe da cidade e era de difícil acesso, a torre onde ficava o seu quarto era na beirada e a janela dava para um precipício. Ele poderia até tentar usar aquela velha tática dos lençóis e descer de rapel, mas era suicídio.
 

    O quarto era preparado para aquela ocasião, como se já soubessem que Stiles iria se recusar a se casar e que o rei iria obrigá-lo a tal coisa; uma jarra de água jazia sobre a escrivaninha ao lado da janela, assim como uma cesta com frutas e uma torta coberta por um guardanapo de linho branco com o nome dos Stilinski bordado de modo simples e charmoso. Stiles agradeceu mentalmente por Melissa ser uma madrasta tão boa, muitas não se dariam o trabalho de cozinhar e deixariam tudo para os empregados. Mas aquele cheiro não mentia, era a famosa torta de nozes da Melissa.

   Isso o fez sorrir ao mesmo tempo que o fez querer chorar.

   Ele sentiu que não tinha o que fazer, não tinha escolhas afinal.

  O corpo do Stilinski deslizou pela porta até estar sentado no chão, um suspiro pesado escapou por entre os seus lábios trêmulos.

 “Talvez não seja tão ruim”, murmurou para si mesmo.  “Talvez a Lydia seja uma ótima esposa”, a essa hora a garota deveria estar se preparando para dormir, pois deveria acordar cedo para se preparar para o casamento.  “Nossos filhos seriam lindos”, rolou os olhos só de pensar.  “Ah Derek...” suspirou. Imaginou se o outro já sabia do que estava por vir, pensou no que estaria sentindo; raiva, tristeza, mágoa, surpresa, indiferença; a última fez o peito do Stilinski doer.

  Não era justo, nada daquilo era.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...