História I Choose To Life - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arrow
Tags Projeto Cristão
Exibições 10
Palavras 658
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente! Quanto tempo né? Tava bem ocupada com a escola, mas agora reservei um pouquinho do meu tempo pra vocês hahaha
Espero que gostem desse cap!

Capítulo 3 - Rebeldia


Capítulo 2
             -Rebeldia-

 

Segui Slade, sem fazer a menor ideia de onde ele estava indo. Até que ele derruba os guardas da embarcação com um único chute, e me deixa de queixo caído.

 

Meio extasiada, segui Slade, e ele entrou na embarcação onde se guardavam as armas. Primeiro ele venceu os guardas numa luta silenciosa, pegou um revólver e atirou na câmera, a quebrando.

 

Eu fiquei parada como um cone. Slade se virou pra mim e disse:

 

-Agora é a sua chance: Volte para a embarcação, e você não vai se meter em encrenca.

 

-O quê? Eu não posso te deixar sozinho! Respondi indignada

 

-Eu não preciso de uma babá. Ele informou ríspido

 

-Sua mãe disse pra mim cuidar de você! Bati o pé no chão
-Minha mãe está morta! Slade gritou me fazendo estremecer

 

-Só por que ela está morta significa que você não se importa com mais nada que ela diz? Perguntei no mesmo tom

 

Um silêncio se formou . Eu já esperava por isso...

 

-Não importa. Ele disse – Fique fora disso.

 

-Onde você vai? Perguntei

 

-Vou vingar minha mãe. Ele disse abrindo a porta da sala de armas e pegando dois revólveres e munição.

 

Eu sinceramente estava cansada de fugir. Esperei Slade sair, e depois que ele saiu eu o segui sorrateiramente, de modo que ele não me visse.

 

“O que ele está pensando? Tudo bem, ele derrubou muitos soldados, mas ele sozinho, contra todos esses soldados? Fala sério, ele só tem 8 anos!” Pensei indignada.
Escondida, eu pude ver que Slade se escondia. Ele posicionara a sua arma, e ela estava mirada justamente em Fyears. Parecia loucura, mas eu preferia que Slade acertasse o tiro. Se ele errasse, seria o fim.

 

No exato momento em que Slade foi puxar o gatilho, Fryers se abaixou, e acabou matando um de seu soldados. Como se fosse por mero instinto, Fryers jogou uma bomba no esconderijo de Slade, o destruindo.

 

-Minha nossa! Fryers disse cínico – Quem diria que um Pirralho fosse matar um dos meus soldados....Você é bom garoto...Pena que a sua imprudência te levou ao seu fim.

 

Slade apontou a arma para Fryers, porém os soldados lhe deram uma surra, chutando suas armas pra longe. Fryers encostou o revólver em Slade:

 

-Adeus, Pirralho! Ele disse rindo.

 

“Eu prometi cuidar do Slade...Chega de ser covarde!” Pensei e corri na direção de Fryers e chutei o soldado que estava apontando a arma para Slade. O soldado caiu pra trás, mas infelizmente ele já tinha atirado, felizmente ele acertou a minha perna, ao invés de Slade.
-O...O que você está fazendo aqui? Ele perguntou com sua voz fraca.

 

Olhei para Slade, que estava com o rosto sangrando e sorri:
-Eu prometi.

 

Fryers pegou um revólver, e quando eu fui pensar em me defender, ele atirou contra seu próprio soldado, que havia atirado em mim.

 

-Quem você pensa que é para atirar em Shado Fei? Fryers perguntou, ele parecia furioso. -Eu já perdi tempo de mais com esses pirralhos.

 

Fryers se direcionou a um soldado, e ordenou que ele nos levasse de volta para o deposito.

 

O soldado estranhamente me perguntou se eu precisava de algum atendimento médico, porém eu pedi para que eles atendessem Slade primeiro. O soldado atendeu um Slade que me olhava feio e parecia relutante. Não entendia por que ele estava tão bravo comigo, ele planejava morrer, é isso?

 

Depois o soldado tirou a bala da minha perna com uma pinça , doeu um pouco, mas não gritei. Depois ele enfaixou a minha perna com uma faixa que logo se encharcou de sangue. O soldado se retirou, nos deixando sozinhos com os outros escravos.

 

Engatinhei até Slade.

 

-Slade, você está b....

 

Quando fui responder, fui surpreendida pelo mesmo, que me empurrou para o chão, ficando exatamente em cima de mim, ele me olhou bem fundo em meus olhos, e apontou a arma bem perto do meu rosto:

 

-Quem é você, Shado Fei ?

 

~Fim do capitulo~


Notas Finais


Espero que tenham gostado desse cap povo, pq amanhã tem mais um cap :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...