História I didn't chose to love you. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Simón
Tags Âmbar, Luna, Matteo, Simon
Exibições 57
Palavras 1.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem a demora, Boa Leitura! ♡

Capítulo 7 - Um Open Music inesperado...


Hoje seria a Open Music, Luna, Matteo, Jim, Yam, Ramiro, a Felicity For N... quero dizer a Nina e os meninos da Roller Band irão se apresentar. Não sei porque mas não quis me apresentar nesse Open, acho que é pelo fato de que eu iria ter que cantar sozinha e por mais que eu goste de ser o centro das atenções,  ultimamente estou preferindo ficar fora dos holofotes.
Estava  na cantina do Blake lanchando sozinha, ultimamente é sempre assim, eu sei que eu deveria pedir desculpas para a Delfi e para a Jazmin, mas sou orgulhosa demais para isso. Será que ficar sozinha é o preço que terei de pagar pelo meu orgulho?
Sou desperta de meus pensamentos com o som do sinal anunciando o fim do intervalo. Vou caminhando calmamente até a sala quando vejo Luna e Matteo discutindo. Decido ficar escondida atraz de um pequeno armário próximo a eles para poder ouvi-los.
-Luna, eu sei que o Simón é seu melhor amigo, e que nós estamos juntos agora, mas parece que a cada dia mais você vem se distanciando de mim para ficar com ele- Ouço Matteo dizendo.
-Olha Matteo você entendeu tudo errado, eu sei que estou passando muito tempo com o Simón ultimamente mas é que...
-Mas o que Luna?- Ouço Matteo a interrompendo- Você ainda sente algo pelo Simón?
-É...é claro que não Matteo, somos apenas amigos nada mais. E você,  não sente mais nada pela Ámbar? Afinal toda vez que ela se aproxima você dá um jeito de fugir, porque?-Luna o interroga já com a voz alterada, nunca imaginei que os dois iriam brigar por mim, essa discussão está mais interessante do que eu esperava.
-A Ámbar mentiu milhares de vezes para mim, eu só quero ficar longe dela e de suas mentiras, apenas isso. Mas se você ainda sente algo pelo Simón me avise ok Luna, eu não quero mais ser enganado-Ele diz se afastando de Luna.
Eu não sei por quanto tempo ela ficou parada lá, apenas entrou na sala quando uma professora passou por ela e praticamente a arrastou para dentro. Então quer dizer que o casal perfeito não é tão perfeito como todos imaginavam ser...

[...]

Me arrumo rapidamente e vou patinando para o Roller, não faltava muito para o Open começar e eu estava morrendo de curiosidade para saber como seria a apresentação da Luninha e do Matteo.
Cheguei no Roller e ele estava lotado, com o pouco poder que ainda me restava consegui sentar em uma mesa bem na frente do palco.
-Ámbar eu poderia falar com você?- Eu reconheço essa voz... era Simón,  ele estava parado ao meu lado já pronto para a sua apresentação.
-Claro, o que quer?-Fui grossa, me senti um pouco mal por ter usado esse tom de voz com ele, mas não quero que Simón pensasse que rolou algo entre nós na note anterior.
-Bom, sobre a noite passada...- Ele começou mas eu o interrompi.
-Você estava me ajudando a compor a música para a competição, ao terminarmos nos despedimos e fomos para casa, apenas isso-Digo, por um instante pude notar um leve traço de tristeza em sua feição.
-É,  foi...foi exatamente isso que aconteceu-Disse.
-Simón vamos, nós já iremos nos apresentar- Diz Pedro aparecendo do nada.
-Ok- Diz Simón, ele despede-se de mim com um pequeno aceno.
Decido voltar para meu lugar. Algo me diz que esse Open promete ser um dos melhores.
-Obrigada a todos pela presença- Diz Tamara subindo ao palco- Hoje começa mais uma edição do Open Music- Diz e todos do local começam a bater palmas e a gritar- Para abrir essa edição eu convido para subir aqui no palco a Roller Band!
Os meninos sobem ao palco e cantam uma música chamada Vuelo, a mesma que eu ouvi algumas semanas atrás durante um ensaio. Durante toda a apresentação pude ver Luna olhando fixamente para Simón e Matteo a encarando com um olhar mortal. Acho que Simón não havia reparado mas pude perceber ele olhando em minha direção durante todo a música.
Quando a Roller Band acabou a Nina foi até o palco canal uma música nova, ela ficava olhando para Gastón e ele para ela com um sorriso apaixonado.
Depois de Nina, Jim, Yam e Ramiro cantaram e dançaram ao som de Cuando Bailo. As apresentações foram boas, mas Luna e Matteo ainda estavam escritos na competição e eu queria saber se ele cantariam.
Nossa última dupla de hoje é a Luna e o Matteo- Disse Tamara, mas só o Matteo subiu ao palco- A Luna não vai cantar? -Diz Tamara cochichando para Matteo.
-Ouve uma mudança de  última hora, hoje eu irei cantar com a Rainha da Pista, a Ámbar-Eu preciso confessar que não estava esperando esse convite, mesmo sabendo que toda essa cena de  Matteo era apenas para causar ciumes a Luna decido subir no palco.
-Que músicas iremos cantar? -Pergunto
-A nossa música-Diz ele com o microfone perto de sua boca fazendo com que todos ouçam.
Começamos a cantar Prófugos, a apresentação foi incrível, o Rei e a Rainha da pista juntos novamente, mas apenas para um única canção. Pude ver o Simón com um olhar triste por nos ver cantando juntos, isso fez com que eu sentisse um pequeno aperto em meu peito,  mas a conexão que eu tinha com o Matteo era inegável.
Luna ficava nos fuzilando com seus olhos, e por um instante pude jurar que ela levantaria da cadeira e  que nos atacasse, mas Nina estava ao seu lado a impedindo de cometer qualquer besteira.
Ao final da apresentação todos nos aplaudiram de pé. Essa sensação de ser a Rainha novamente foi maravilhosa, mas não era bem o Matteo que eu queria ao meu lado...
-Bom pessoal isso foi incrível não é mesmo?-Diz Tamara-Essa foi mais uma edição do Open Music, espero que todos tenham gosto e até a competição interna!
Quando desci do palco vi Matteo sair apressadamente do Roller, mas Luna não o seguiu.
-Você estava incrível- Disse Simón se aproximando de mim.
-Obrigada, eu sei- Digo, pode parecer que sou um pouco convencia demais, mas a apresentação estava realmente incrível.
-Isso quer dizer que os Reis da pista estão de volta?
-Não, Matteo apenas cantou comigo para provocar a Luna, os dois brigaram no Blake hoje.
-E porque?
-Por nossa causa.
-Como assim?-Estava intrigado.
-O Matteo acha que a Luna ainda gosta de você, e a Luna acha que o Matteo ainda nutre algum tipo de sentimento por mim.
-E você acha que isso é verdade?- Simón pergunta,  mas não pude ver aquele brilho em seu olhar que ele sempre tinha ao falar de Luna.
-Acho que não, os dois apenas estão sentindo ciumes um do outro, isso significa que o nosso plano está funcionando.
-Ámbar eu aceitei patinar com você para causar ciumes na Luna, mas agora eu estou patinando com você porque por mais cansativo e exigente que seja treinar com você eu gosto e...
-Bom, sem declarações agora ok. Vamos treinar amanhã as 15:30 agora que o Open acabou eu preciso que você se concentre 100% em nós.
-Tudo bem Diz ele.
Dou as costas e saio sem me despedir, isso está parecendo o que eu acho que é ou Simón estava prestes a se declarar para mim?


Notas Finais


Espero que tenham gostado, acompanhem a minha outra fanfic Simbar, seu nome é Simbar-Uma paixão Inconveniente. Beijos e até o proximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...