História I Don't Wanna Live Forever - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Camren, Flufly, Lauren G!p, Norminah
Visualizações 941
Palavras 1.474
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi zaynte! Demorei né? Foi mal mas finalmente vamoa descobrir oq tem na câmera apenas... Leiam com calma ok? Love you❤️

Capítulo 31 - The tape


Camila POV 

Eu acordei ouvindo alguns barulhos que não consegui distinguir o que era, me virei para perguntar para Lauren o que estava acontecendo mas seu lado na cama estava vazio, apenas Léo dormia em cima de seu travesseiro. Me levantei da cama e caminhei para a cozinha de onde parecia ter vindo o barulho.

Me apoiei no batente da porta observando a cena que era no mínimo fofa e cômica, Lauren em pé numa cadeira tentando pegar um pote de biscoitos no armário, praticamente se apoiando no mesmo. Ela conseguiu e abriu a mesma com um sorriso orgulhoso no rosto. Me aproximei devagar e abracei sua cintura ouvindo seu gritinho assustado.

“Camz! D-droga!” Disse e eu gargalhei ao ver seu rosto vermelho e sua respiração ofegante.

“Desculpa, eu não resisti.” Pedi e a virei para mim. “Mas você acha isso certo dona Lauren?” Perguntei com um falso tom de irritação e ela arregalou os olhos.

“Lauren estava com fome.” Abracei sua cintura mais forte e a tirei de cima da cadeira.

“Deveria ter me acordado então.” Deixei um selinho em seu pequeno biquinho. “Agora senta aí que eu vou fazer umas panquecas.” Ela soltou um gritinho animado.

Lolo se sentou na cadeira e eu descidi avisar logo de uma vez que ela passaria o dia quase que inteiro com Dinah.

“Bebê, tudo bem se você sair com a Dinah hoje?” Perguntei e ela sorriu animada.

“C-claro! Você vai também n-não é Camz?” 

“Eu vou ter que ficar em casa cuidando de alguns assuntos do café.” Ela fez um biquinho adorável e eu lhe dei um selinho. “Prometo que amanhã nós vamos todas juntas ok?”

Lauren estava animada para o dia no parque, e eu angustiada com o que poderia ter naquela câmera, Lolo pareceu perceber que eu não estava bem e logo depois que vestiu sua blusa veio até mim com os olhinhos verdes preocupados.

“E-está tudo bem Camz?” Ela abraçou minha cintura e eu assenti minimamente com a cabeça.

“Estou bem meu amor. Divirta-se!” Puxei seu rosto delicadamente para cima e a beijei. Lolo por ser mais baixa que eu ficou na ponta dos pés, eu aproveitei para aprofundar o beijo.

Lauren gemeu baixinho quando eu chupei sua língua sem muita força, ela passou suas mãos pelas minhas costas parando um pouco acima da minha bunda.

“Eu não sou o obrigada a ver meus filhotes se atracando!” Eu me separei de Lolo ao ouvir a voz de Dinah, me virei e vi a loira com

Quero levar a Laur para um clube de strippers!” Ouvi Dinah dizer me fazendo separar de Lauren e arregalar os olhos.

“Você perdeu a noção do perigo!?” Perguntei quase pulando no pescoço de DJ que deu alguns passos para trás.

“Vamos logo bolinho!” Agarrou a mão de Lolo e a puxou até o carro, eu revirei os olhos.

Fechei a porta e respirei fundo. Estava na hora de descobrir o que tinha naquela câmera.

Dinah POV

“Para o-onde vamos DJ?” Lauren perguntou e eu sorri para a menor.

“Vamos para o parque!” Ouvi os gritos animados de Lauren, Shawn e Niall, não aguentei e gritei junto. Eram quatro crianças juntas.

Estacionei o carro e Lauren olhou encantada para os vários brinquedos do parque, ficamos discutindo por um tempo em qual iriamos primeiro, mas ficou decidido que iriamos na montanha russa. Lauren segurava a mão de Niall e percebi que ela olhava para a altura da montanha russa.

“Relaxa bolinho, é totalmente seguro.” Eu disse tentando passar algum conforto.

Assim que entramos senti Shawn segurar minha mão com força, olhei de rabo de olho para ele que soltou na hora.

“Desculpa.” Pediu, assim que o brinquedo parou no alto.

Quando ele desceu em toda a velocidade eu só ouvi o grito de Lauren que depois parou porque ela provavelmente estava assustada demais para gritar. Quando acabou Lauren saiu meio tonta do brinquedo, se apoiando em Shawn.

“Tudo bem bolinho?” O moreno perguntou e ela assentiu. “Vamos em um brinquedo que não seja tão radical agora.”

“Vamos na barraca de doces!” Niall disse animado mas eu neguei.

“Depois. Vamos alí!” Apontei para o carrinho de bate-bate. (N/A: lembrei de MMO aqui.)

Descidimos formar um time, eu e Shawn contra Lauren e Niall, não preciso dizer que nós vencemos eles, Lauren tinha um bico adorável no rosto. E eu percebi algumas garotas olhando para ela, abracei a menor de lado. Camila me pediu maia cedo para espantar qualquer vadia que tentasse algo.

“Eu aposta 20 dólares que você não acerta o sino!” Apostei com Shawn e ele sorriu convencido.

“Eu aposto 40 que você nem chega perto.” Niall entrou na aposta enquanto Shawn se posicionava.

Sabe aquele brinquedo em que você bate com o martelo com o máximo de força e tem que acertar um sino? Era exatamente esse, e mesmo que Shawn fosse forte eu duvidava que ele conseguiria. 

Ele levantou o martelo e apoiou no ombro, respirou com tudo e bateu, acertando o sino fazendo o brinquedo brilhar dizendo que ele tinha ganhando e Lauren gritar... De dor. Eu não tinha visto antes que a mão da menor estava bem em cima do lugar que Shawn iria bater. Lauren chorava e segurava a mão direita.

“Puta que pariu! Me desculpa Laur, me desculpa mesmo, deixa eu ver.” Shawn pediu desesperado segurando a mão pequena.


Estava vermelha, muito vermelha, e por Lauren ser branca demais estava em um vermelho quase vivo. Não tinha quebrado obviamente, mas pela força machucou, e muio.

“Porra, Camila vai me matar! Vai nos matar, porque não disse que a mão dela estava ali?!” Shawn perguntou afobado enquanto levavamos Lauren até a enfermaria do parque.

“Não ponha a culpa em mim porque eu também não vi!” 

Não era nada grave como eu previa, mas enfaixamos apenas por precaução, depois do acontecido compramos todo o tipo de doce e Shawn ganhou um tubarão de pelúcia para Lauren como pedido de desculpas, muito bem aceito pela menor. Olhei as horas e me assustei ao ver que eram umas 21:02, hora de voltar para casa, Camila já teria visto o que tinha na câmera. 

Tentei ligar para ela mas não atendeu, deixei Lauren em casa já que eu tinha a chave reserva, esperei ela entrar antes de sair com o carro.

Camila POV 

Eu estava a meia hora tomando coragem, já tinha passado tudo que estava na câmera para o computador e só tinha um link alí. Pra ser sincera desde que Lauren saiu com Dinah e os meninos eu não consegui ver, estava me preparando psicologicamente e emocionalmente para o que quer que estivesse alí. Respirei fundo e abri o link de uma vez.

Abri a primeira foto e ao ver o que era quase cai no chão, minhas mãos tremiam, meu coração falhou as batidas e eu segurei o soluço na minha garganta, meu cérebro deu um giro de 360º graus e segurei com força na cadeira do meu escritório sentindo minhas pernas fraquejaram.

Era uma foto de Lauren algemada na cama, vendada, somente de cueca e sutiã. Tinha marcas vermelhas por todo seu corpo, traços parecendo terem sido feitos por unhas, seu pescoço cheio de marcas roxas, as coxas com marcas de mãos e mordidas... Eu já não conseguia conter as lágrimas.

Criei coragem para passar para a próxima foto. Era quase que a mesma coisa, a diferença era que Lauren estava completamente nua e tinha um chicote sobre sua barriga. Eu não consegui passar para a outra e respirei fundo tentando acalmar meus batimentos e meu estado.

Passei as mãos no cabelo e abaixei minha cabeça, minha vista embaçada por conta das lágrimas. Eu não conseguia acreditar que alguém poderia fazer uma coisa tão brutal com alguém tão precioso, eu senti meu estômago revirar e toda a comida que eu tinha ingerido no dia subir minha garganta.

Levantei quase correndo para o banheiro, me debrucei no vaso e botei para fora todo meu jantar. Aquilo era demais, era doentio. Escovei os dentes para tira aquele gosto horrível da boca e voltei a me sentar de frente ao computador, respirei fundo antes de passar a foto.

Lauren estava deitada na cama e amarrada assim como nas outras fotos, a única diferença era que ela estava de bruços e tinha um vibrador na sua... Ah meu Deus! Estava... Lá.

Me assustei assim que ouvi o barulho de algo se quebrando, me virei e dei de cara com Lauren segurando algum bichinho de pelúcia. O quarto estava escuro, apenas a luz do computador iluminava o lugar e por conta da pouca iluminação eu só conseguia ver o rosto de Lauren.

Algumas lágrimas escorriam por suas bochechas, seu olhar intercalava entre mim e o computador, e eu fiquei pensando a quanto tempo ela estava alí e o quanto ela teria visto. Meu coração batendo acelerado e dolorido.

“Lolo...”
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...