História I Fell In Love - II - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Personagens Originais
Tags Justin Bieber
Exibições 251
Palavras 3.304
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


LEIA AS NOTAS FINAIS.
LEIA AS NOTAS FINAIS.

Capítulo 17 - What is she doing here?


Fanfic / Fanfiction I Fell In Love - II - Capítulo 17 - What is she doing here?

Acordei no outro dia com meu celular tocando. Peguei ele no criado mudo e desliguei.

- Bom dia - Justin beija minha testa.

- Bom dia - Sorri - Desculpa por meu celular te acorda - Eu falo e ele sorri fraco.

- Preciso levantar... Trabalho - Justin revira os olhos e levanta da cama indo para o banheiro. Ele estava pelado. Mordi o lábios me a lembrando da nossa noite. Eu amo tanto esse homem. Meu deus.

Meu celular começa a tocar de novo. Pego ele e vejo o nome de Danniela. São 9hrs da manhã. O que ela que?

- Danni - Falei baixo.

- Eu preciso de voce - Danniela fala chorando.

- O que aconteceu? - Falei preocupada.

- Martin... Martin me bateu - Danniela falou soluçando.

- Por que ele fez isso? - Perguntei indignada.

- Posso ir ai? - Danniela pergunta respirando fundo.

- Claro... Só que a mãe e a irmã de Justin esta aqui, mas não tem problema nós vamos por jardim ou algo do tipo.

- Daqui 15 minutos chego ai - Danniela diz chorando.
.
.
Justin foi para o galpão com os garotos. Pattie esta com Madison no quarto. Parece que o namorado dela largou, e agora a coitada ta sofrendo. Danniela chega com o rosto vermelho e seus olhos inchados.

- Eu vou matar o Martin! - Digo abraçando ela.

- Ele me traiu - Danniela desabou no choro.

- Como? ELE É LOUCO? - Gritei e Danniela olhou para baixo.

- Vamos pro meu quarto - Puxei ela para cima. Chegamos no quarto tranquei a porta e sentamos na cama - Pode falar.

- Chegou uma mensagem no celular dele. Martim estava no banho, então peguei seu celular e vi a mensagem estava escrito " Me encontra no meu apartamento as meia noite, te amo meu amor" - Ela pausa - Ele saiu do banho eu já estava chorando. Ele prometeu que nunca me trairia, me fez mil juras de amor. Ele perguntou o que eu tinha. Falei que não era nada. Só que eu tinha esquecido de apagar a mensagem ou deixar o celular de lado, na hora do choque eu fiquei com o celular na mão. Ele falou que era mentira, e que essa garota era louca por ele, mas ele não me traiu. Não acreditei. Depois nós brigamos ele foi para uma boate. Chegou em casa com chupão no pescoço e marca de batom na roupa. Brigamos de novo eu bati na cara dele. Como ele estava bêbedo ele me bateu. Me bateu - Danniela começa a chorar no ombro.

- Cadê ele agora?

- Acordou e foi para o galpão, ele nem me falou nada, passei o resto da noite chorando, nem dormi - Danniela funga.

- Você vai perdoar ele?

- Não sei... Acho que vou voltar pro Brasil - Danniela limpa suas lágrimas.

- Não... Não! Você precisa me ajudar... Eu preciso de você - Abracei ela forte.

- Não se preocupe, eu vou vim visitar voce e o nosso bebe - Danniela sorri sem vida - Eu só preciso esquecer dele - Ela fala triste - Esse foi o fim de tudo que nós dois tivemos.

- pense mais um pouco voce pode se arrepender depois - Falei pegando na mão dela.

- Ele esta mostrando seu outro lado... Ele nunca chegou a esses extremo.

- Foi por causa que ele bebeu... - Respireu fundo - Eu já passei isso com o Justin, ainda passo esses dias ele me deu um tapa na cara, as vezes penso em desistir dele, mas ele volta ao "normal" e me trata bem... Eu acredito em uma mudança da sua parte - Sorri fraco.

- O que eu faço?

- Se acalma... Vocês tem que conversar - Abracei ela.

- Eu o amo - Danniela fala soluçando.

- Eu entendo - Bejei a sua testa.
.
.
Eu e Danniela ficamos a manhã inteira conversando, passamos o almoço juntas. Conversamos com Pattie e Madison. Ela esqueceu um pouco de Martin.

Eu estou preocupada com o Justin, ele saiu cedo. Não me ligou ou algo do tipo. Já é 6hrs da tarde e ele não chegou.

- Vou fazer um doce brasileiro - Danniela levanta do sofá.

- Você já foi para o Brasil? - Madison fala animada.

- Minha mãe é brasileira, e sim eu fui para o Brasil. Morei por lá durante 1 ano - Danniela fala mexendo no armário.

- Não quer que eu faça, Danniela? - Mari fala.

- Não Mari, obrigada - Danniela sorri.

- Vou passar roupa - Mari fala saindo da cozinha.

- Querida - Pattie mexe no meu cabelo - Já escolheu a decoração do quarto do bebe? E as roupas?

- Tenho poucas roupas.. ainda não escolhi a decoração.

- Allexia, só falta dois meses - Pattie fala se sentando na cadeira.

- Eu já vou começar arrumar as coisas - Sorri.

- Está pronto - Danniela chegou com um doce na tigela de vidro.

- O que é isso? - Pattie pergunta.

- Brigadeiro.

- Brigadeiro?

- É um doce brasileiro, é bom.. Peguem - Danniela estende as colheres para nós.

- Que delicia - Madison fala.

- É muito bom.

- Pronta para casar - Pattie sorri.

- Acho que sim tia Pattie - Danniela sorri.

- Tia - Pattie sorri repetindo o que Danniela disse.

- Se voce não se incomodar nós podemos escolher a decoração juntas - Madison fala entrando no assunto da decoração de novo.

- Eu adorei essa ideia... Voces vão embora quando?

- Daqui 2 semanas - Pattie fala.

- Podemos escolher uma decoração essa semana, vou chamar minha mae também - Sorri empolgada.

- Eu vou adorar ajudar na decoração... Eu amo decoração - Madison fala.

- Você não vai fazer nada... - Justin bate a porta da entrada principal.

- Porra Justin, caralho, meu nariz - Chaz abre a porta, seu nariz estava sangrando.

- O que ele fez? Vocês brigaram? - Pattie levanta do sofá.

- Não! - Chaz fala com a mão no nariz - Ele fechou a porta na minha cara, ta doendo desgraçado - Chaz fuzila Justin com os olhos. Os garotos estavam rindo. Madison ficou olhando para o Chaz que nem uma bobinha.

- A baba está escorrendo - Falei irônica.

- Que? - Madison passa a mão na boca.

- Não foi minha culpa... Eu tinha até me esquecido que vocês estavam juntos comigo - Justin senta do meu lado e beija minha testa.

- Madison ajuda o Chaz - Pattie fala.

- Eu? Por que? - Madison resmunga.

- Por favor filha - Pattie fala.

- Tudo bem - Madison chama o Chaz até o quarto de hospede.

- Eu quero fazer parte de tudo que envolve nosso filho... - Justin fala no meu ouvido.

- Ciumento - Sorri fraco.

- Só um pouco - Justin sorri gesticulando com a mão.

- Muito - Revirei os olhos.

- Vamos - Ryan fala - Chaz já ta vindo.

- Vai sair de novo? -Perguntei para o Justin.

- Vamos resolver uns negócio no meu escritório - Justin fala se levantando do sofá.

P.O.V's Justin.

Algumas horas atrás ~~

Eu e os garotos estamos  no galpão desde cedo. Planejamos um assalto em uma joalheria. Organizamos os tráficos. E lançamos as datas para começarmos as exportações de armamentos e drogas.

- Semana que vem, vamos exportar drogas para Miami - Chaz fala.

- Temos que tomar cuidado... Esses policiais estão no nosso pé... Devemos matar esses cuzão - Ryan bufa.

- Não é tão fácil, se matarmos eles, vamos está mais encrencados - Falei.

- Justin tem razão - Martin fala.

- Precisamos começar a planejar a vingança para acabar com Navaro - Falei fechando o punho.

- Porra to sem nenhuma ideia - Ryan fala

- Nem eu - Martin fala.

- Tem alguma Justin? -  Chris pergunta e eu nego.

- Vamos para a minha casa - Falei pegando a chave do meu carro.

- To mó cansado vei - Chaz fala levantando da cadeira - Minha bunda deve ta quadrada, estou desde cedo sentado nessa cadeira do computador - Ele bufa.

- Já estou indo - Sai de dentro do galpão - Ryan fecha o galpão, Felix toma cuidado... Cuida bem disso - Falei para o segurança.

- Sim senhor - O segurança fala.
.
.

- Não consigo pensar em nenhuma coisa que nós possamos vingar de Navaro - Ryan fala pela decima vez.

- Justin, voce não tem mesmo cara? - Chris pergunta.

- Já disse que não - Bufei - Calem a boca e pensem! - Ficamos em silêncio.

- Que foi Justin? - Ryan pergunta - E esse sorriso? Qual é o plano?

- Eu estava pensando, será que o meu filho vai se parecer comigo ou com a Allexia - Sorri.

- Vai se fode Justin - Chaz fala revirando os olhos.

- Pensei que você tinha feito um plano diabólico - Martin bufa.

- Vamos embora - Chris fala.

- Vão embora logo - Falei saindo do escritório.

- Pensei que não sai mais dai de dentro - Allexia sorri, sua feição parecia cansada.

- Estava resolvendo umas coisas - Falei coçando a nuca.

- É mentira, ele estava pensando como vai ser o bebê, se vai se parecido com voce ou com ele - Chaz fala e eu fuzilo ele com o olhar.

- É serio o que ele disse?

- É... É - Falei andando deixando ela para trás.

- Eu te amo - Allexia para na minha frente e me puxa para um beijo.

- Eu não sou obrigado a ver essa cena - Chris passa e logo os outros meninos passa também.

- Vocês não querem jantar? - Pattie pergunta quando os meninos chega na sala.

- Não! Eles não que - Falei entrando na sala.

- É claro que queremos, ta louco Justin. Foi voce que cozinhou tia Pattie? - Martin pergunta animado. Mas logo fica cabisbaixo quando vê Danniela com os olhos vermelhos. Ele não tinha visto ela aqui.

- Foi - Pattie sorri.

- Seria um pecado nós não aceitar esse jantar - Ryan fala.

- Parece que nunca comeram - Revirei os olhos.

- Vamos lá garotos - Pattie acena para eles se sentarem na mesa.
.
.
- Foi muito divertida essa noite, gosto dos seus amigos - Allexia falava enquanto eu me deitava na cama.

- Eles são chatos as vezes, as vezes não, todos os dias - Sorri - O que aconteceu? Sua feição esta cansada.

- Dores - Allexia sorri fraco.

- Quer ir no medico?

- Não... É dores na coluna, normal em uma gravidez - Allexia respira fundo.

- Amanhã não vou trabalhar com os garotos, que arrumar o quarto do nosso filho?

- Estou super anciosa.. Acho que nem vou dormir essa noite - Allexia me abraça.

- Voce precisa dormir, já é meia noite - Beijei sua testa - Boa noite.

- Boa noite - Allexia sorri.

Acordei com os barulhos do andar de baixo. O lugar na cama da Allexia já estava vazio. Me levantei da cama e fui direto pro banheiro. Fiz minhas higienes vesti uma roupa e desci as escadas.

- O que você faz na minha casa? - Perguntei quando vi Dylan.

- Justin, foi eu que chamei ele - Allexia se levanta rápido do sofá - Por favor não fique bravo.

- Eu já to bravo - Fechei meu punho - Vai embora.

- Se ele for, eu vou com ele Justin - Allexia fala e logo abaixa o seu olhar.

- Não tem problema, já conversamos - Dylan sussurra para Allexia.

- O QUE? -   Falei indo para cima dela - Qual é o seu problema? - Segurei forte seu braço.

- Você não pode privar minhas amizades, ele é só meu amigo - Allexia tenta soltar minha mão do seu braço - Qual é o seu problema?

- Meu problema é você... É você - Solto do seu braço e vou para o escritório.

P.O.V's Allexia.

Justin sai da sala furioso. Ele bate a porta do escritório com força. Pattie e Madison desce as escadas correndo.

- O que houve? - Pattie pergunta.

- Justin - suspirei - Depois eu converso com ele.

- Acho que já vou embora - Dylan morde seu lábio.

- Por favor fica, sinto sua falta.. Voce demorou para vim me ver - Sorri fraco.

- Quem é ele? - Madison pergunta.

- Meu amigo, Dylan. Dylan, essa é Madison irmã do Justin, e essa é Pattie mãe do Justin - Sorri e as duas falaram  "Oi" para ele  - Vamos Dylan - Puxei ele pela mao.

- Aonde vamos?

- No jardim... Tenho varias coisas para te contar. Posso né?

- Pode - Dylan sorri.

Fomos para o jardim. Nós sentamos de baixo de uma árvore. Contei tudo que aconteceu comigo por esses dias que estou aqui. Dylan me contou do seu relacionamento com a sua namorada. Eles parecem esta bem felizes.

- Quero dá mais um passo na minha relação - Dylan diz animado.

- Co-como assim Dylan? - Arregalei meus olhos.

- Quero pedir ela em casamento - Dylan abre um sorriso enorme.

Casamento?

- Oi? Voce não acha que é muito cedo - Falei soltando minha mão das deles.

- estamos namorando a 6 meses.... Eu já conhecia ela, sempre fui apaixonado por ela, desde dos meus 15 anos .. Então acho que não, não é muito cedo - Dylan sorri - Para de ser ciumenta - Ele me abraça.

- eu só espero que não me esqueça, Dylan! - Sorri de lado - E sim, estou muito feliz com a sua decisão... Faça ela feliz, não seje vacilão.

- Voce sabe que não vou te esquecer - Dylan beija minha testa - Vou fazer ela feliz, como faço você.

- Te amo... Você é um ótimo amigo - Sorri.

- Olha a hora que é, meio dia - Dylan se levanta do chão.

- Tem compromisso?

- Almoço com o meu pai - Dylan coça a nuca.

- Entendi - Mordi meus labios - agora me ajuda levantar.

- Bolinha - Dylan fala irônico.

- Hey! Eu não gostei desse apelido - Bati em seu braço.

- É carinhoso.

- Não gostei - Sai andando fingindo está com raiva.

- Não fica brava bolinha.

- Me chama de novo de bolinha, você fica sem essa sua lingua, infeliz - Fiquei brava.

- Tudo bem bo... Allexia - Dylan sorri falso.

- Tchau - Falei seca.

- Tchau - Dylan deixa um beijo meloso na minha bochecha.

- Ah nojento - sorri. Entrei para dentro de casa e Dylan foi embora. Bom, agora vou ter que aguentar o Justin bravo.

- Demorou, achei que tinha saido com aquele homem - Pattie fala quando se senta na mesa para almoçar  - Venha almoça.

- Eu estava no jardim, a hora passou rápido.

- Muito bonito - Madison comenta - O homem.

- É.. Ele é bonito - Sorri.

- Justin esta muito bravo, não saiu do escritório desda daquela hora e nem me deixou entrar - Pattie fala.

- Ele é muito ciumento, possessivo - Bufei - Não posso conversa com ninguém.

- Seu pai também é assim, sofri muito com ele - Pattie fala.

- Ele não vai almoçar?

- Ele disse que não que - Madison fala.

- Conversou com ele?

- Não, Pattie conversou com ele, ouvi ele gritando " Já disse que não quero comer, porra" - Madison ergue a sombrancelha - Ele parece ser bem ignorante.

- Ele é bipolar, depois converso com ele.

Durante o almoço conversamos sobre coisas aleatórias. Madison estava falando que viu algumas decorações de bebês, conversamos sobre coisas de mulheres e depois Pattie falou sobre sua vida.

- Madison você vai comigo? - Pattie pergunta pegando sua bolsa.

- Não mamãe, vou ficar aqui.. Não quero ir na sua amiga - Madison sorri se sentando no sofá.

- Eu já vou indo, volto logo - Pattie deixa um beijo na bochecha de Madison - Se cuida querida - Ela fala para mim e deixa um beijo em minha bochecha.

- O que vai fazer agora a tarde? - Perguntei para Madison.

- Não conheço ninguém por aqui, mas Chaz me chamou para dar um passeio - Madison dá de ombro.

- Você aceitou?

- Ah sim - Madison fala envergonhada.

- Justin não vai gostar disso.

- Ele nem liga para mim - Madison diz triste.

- Ele só ta passando uma imagem de durão que te odeia, mas no fundo, bem lá no fundo ele gosta de você.

- acho que não - Madison sorri.

- Preciso enfrentar a fera agora - Falei mordendo os lábios.

- Boa sorte - Madison sussurra irônica.

- É... Preciso - Sorri.

Andei pelo corredor bem devagar. Quanto mais demorar para chegar, melhor é. O que ele deve ta fazendo agora? Me ajuda senhor. Bati na porta três vezes, ele não falou nada.

- Justin sou eu - Abri a porta do escritório. A cadeira estava virada para janela, ele estava de costas para mim. Quando ele virou de vagar levei um susto. Seus olhos estava muito vermelho. Ele soltou a fumaça do cigarro pelo nariz. Senti o cheiro de maconha. Ele fava fumando. Logo do lado dele tinha fileiras de pó e um copo de wisk. Justin sorriu irônico e jogou o copo de wisk em minha direção. Desviei e dei um grito de susto.

- Você esta louco? - Falei  com a mão na boca.

- Como foi? Se beijaram muito? Belo casal, eu vi você feliz com ele. Estava muito feliz - Justin fala calmo e soca a mesa quebrando o vidro no meio. Olhei para sua mão estava sangrando.

- Justin...  Eu ja falei somos amigos, apenas amigos - Falei dando alguns passos para trás conforme ele ia se aproximando de mim.

- Você gosta dele não é? - Justin aperta meu rosto - só esta comigo nessa casa por que te ameçei - Ele aperta mais meu rosto - Sabe que eu acho de você , é uma VAGABUNDA! - Bate na minha cara -  Por que faz isso comigo? Olha minha situação! - Justin puxa alguns fios dos seus cabelos.

- Confie em mim... Eu te amo, eu juro.. Te amo com todas as minhas forças - Abracei ele. O seu tapa na minha cara ainda ardia. Mas eu não estava ligando, só queria acalmar ele. Me senti culpada pela sua situação horrível.

- Não... Não me ama, você é mais feliz com ele. Eu vi como você fica perto dele. Sorri mais - Justin me empurra - Se declarou para ele?

- Não Justin! NÃO! PARA! Dylan está namorando com outra, elee contou que queria se casar com ela.... Dylan não gosta de mim, e nem eu gosto dele - Respirei fundo.

- Por que devo acreditar?

- Porque eu te amo... Eu te amo, e não duvide de mim - aproximei nossos rostos colando nossas testas.

- Se voce me pensar em me trair eu te mato - Justin morde meu lábio e logo começamos um beijo. Um beijo cheio de desejos e feroz.

- Me desculpas por não bater na porta, mas tem uma mulh.... - Madison para de falar quando vê eu e o Justin em um beijo quente - Me desculpas - Ela bate a porta com força.

- Que inferno! Que mulher? - Justin resmunga com raiva.

- Vamos lá ver - Sorri deixando um selinho em seus lábios. Saímos do escritório de mãos dadas. Quando chegamos na sala, levamos um susto.

O que ela está fazendo aqui?


Notas Finais


Hey amores... Já está quase no capítulo que Allexia vai ganhar o Jack, queridinho da história. Posso dizer que vai acontecer muitas coisas ainda. Justin com ciúmes, Allexia tentando acalmar ele. Eu acho tão fofo o amor dos dois, mesmo que ele seja muito possessivo, mas no final eles sempre se dão bem. Falta 13 capítulos para a história terminar :(

O que acharam desse capítulo? Comentem.amo vocês💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...