História I fell in love with your look - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Exo, Gay, Hunhan, Jongin, Kadi, Kai, Kaido, Kaisoo, Kpop, Kris, Krisoo, Kyungsoo, Lay, Lemon, Luhan, Mpreg, Romance, Sehun, Suho, Sulay, Xiumin, Xiusoo, Yaoi
Visualizações 84
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá~
Me desculpem a demora, por favor. Eu não estava conseguindo escrever esse capítulo, me esforcei muito para deixar ele pronto. Particularmente acho que ele está meio ruim ;3;
Mas espero que gostem dele e também vou tentar não demorar tanto para postar o próximo.
Boa leitura!

Capítulo 7 - Sexto capítulo


Fanfic / Fanfiction I fell in love with your look - Capítulo 7 - Sexto capítulo

 Minha relação com Jongin havia ficado um pouco mais quente depois daquele dia na casa dele.

Nós não conseguimos mais ter beijos calmos — somente em público, mesmo sendo mais selinhos, porque em público da para sossegar o fogo no rabo —, nossos beijos, quando estamos sozinhos, são sempre urgentes e necessitados.

Deus, nós dois ficávamos tão duros por causa um do outro. E nossa, vocês não fazem ideia do tamanho do volume que fica na calça de Jongin! Parece que vai sair um monstro da calça dele! E eu, de certo modo, me sentia humilhado ao ver aquele volume enorme em sua calça. Na minha calça, meu pau nem marca direito e o volume era quase invisível ali. De fato, isso é bem humilhante, não?

E também, toda a vez que eu olhava para o loiro, sentia que ele poderia me rasgar ao meio se fizéssemos amor. Sim, fazer amor. Não quero que minha primeira vez seja somente uma transa. Eu quero algo romântico, como o coração de ambos batendo rápido, borboletas no estômago, o nervosismo e essas coisas clichês aí.

Bom, eu sinto tudo isso quando estou perto de Jongin, só não sei se ele sente o mesmo. Nós dois nunca conversamos sobre isso, trocamos palavras carinhosas, nos beijamos, andamos de mãos dadas.

Agindo como um casal perfeito.

Mas não somos um casal e isso me revolta, de certo modo. Nunca ter tido um pedido de namoro ou um “gosto de você...”, qual é! Eu sou das antigas e gosto dessas coisas clichês e sei que não é pedir demais.

E como eu estava bem revoltado com tudo isso, pedi conselhos aos meus amados amigos. Os chamei para vir em casa depois da escola e cá estamos, sentados no chão da sala e comendo algumas barras de chocolate que compramos pelo caminho para cá.

– Então, o que te revolta tanto para você ter nos chamado aqui? – Luhan perguntou – E sabemos que é sobre Jongin, então vá direto ao ponto. – disse o óbvio, rindo baixinho.

– Ok... – respirei fundo e encarei os dois, rindo baixinho em seguida e balançando a cabeça – Certo, vocês sabem que eu e Jongin estamos juntos, não namorando, há um tempinho e ainda não transamos. E eu quero fazer “aquilo” com ele, só não sei como tomar a iniciativa. – falei baixinho, como se fosse culpado de alguma coisa – E também sinto que ele quer fazer isso comigo, mas parece receoso, entendem? – fez um biquinho, olhando para ambos, que assentiram.

– Olha... – começou Baekhyun, me encarando com um sorrisinho no rosto – Nem dói tanto, sabia? É só se entregar, Kyungsoo. Fala que você quer isso e Jongin vai saber o que fazer.

– Concordo com o Baekkie. – disse Luhan, me olhando – Digo, não sei se realmente dói, mas só se deixe levar, Soo.

Balancei a cabeça positivamente, sorrindo e mordendo o lábio.

– Tudo bem, nem deve ser tão difícil assim, certo? – sorri, comendo um pedaço de chocolate – Amanhã eu vou na casa dele, vou fazer uma cena bem clichê e aí vai rolar! Bom, assim espero. – falei tudo com calma.

– E não esqueça de nós dar detalhes depois! – pediu Luhan, piscando.

Revirei os olhos, concordando e apertando suas bochechas, também apertei as bochechas de Baekhyun, porque com certeza ele ficaria com um pouquinho de ciúmes — Baekhyun é bem ciumento, não importando a tamanha atenção que você dá para outra pessoa.

Nós três ficamos conversando até tarde, o que resultou deles dois dormirem lá. Se é que íamos dormir, com toda a certeza iríamos ficar acordados até tarde, igual as outras vezes. E sempre Junmyeon aparecia no quarto nos mandando dormir.

E quanto a Jongin, eu estava realmente decidido do que iria fazer.

Já era sábado e eu não poderia estar mais nervoso, eu iria a casa de Jongin e sei que ninguém estaria lá, somente ele — a mãe dele ia todo fim de semana a casa do namorado, informação que Jongin deu para mim, quando fui lá uma vez e perguntei pela mãe dele.

Eu iria para lá sem avisá-lo, claro. Eu queria meio que fazer uma surpresa para ele sobre “me entregar”. Já me preparei para isso, depilei todo meu corpo, passei um creme cheiroso, penteei meu cabelo de um jeito que sei que ele gosta — quando ele mexe em meu cabelo sempre deixa desse mesmo jeito que o penteei.

Mas sempre tem algo para estragar.

No caminho para casa dele começou a chover, mas não uma simples garoa, chovia muito. E Jongin, quando cheguei na casa dele, demorou para abrir o maldito portão. Ah, eu com certeza ficaria com uma gripe mais tarde.

Ele segurou minha mão e me puxou para dentro de sua casa, me olhando um pouco confuso. Kim saiu de lá e logo voltou com uma toalha em mãos, colocando a mesma sobre minha cabeça e tentando secar meus cabelos.

— O que faz aqui? – perguntou, enquanto secava delicadamente meu rosto.

– Eu quero você. – fui direito, me aproximando dele. Peguei a toalha de sua mão e a joguei no chão.

Pouco me importava se eu estava molhando o chão da sala dele, poderia me preocupar em secar aquilo para ele mais tarde — era o mínimo, já que cheguei lá todo encharcado.

Eu estava tão nervoso, meu rosto queimava, meu coração estava acelerado e meu estômago se revirava. Mas de certo modo, eu estava gostando de sentir aquilo, era uma boa sensação, ainda mais encarando aquele negro dos olhos de Jongin, e também aquele brilho especial que havia ali.

– Espera. – balançou as mãos, rindo fraquinho e arqueando uma das sobrancelhas – Você me quer...?

– Sim, Jongin, e você sabe muito bem do que estou falando. Eu te quero do mesmo jeito que me quer! – Segurei o colarinho de sua blusa e o puxei, beijando os lábios bonitos. Foi um beijo até que calmo, mas de certo modo... Quente.

– Tem certeza disso, Kyungsoo? – Perguntou, enquanto me pegava no colo.

Revirei os olhos e sorri, abraçando sua cintura com as pernas e colocando as mãos em seus ombros. Selei nossos lábios novamente, separando em seguida e sorrindo.

– Jongin, meu amor. – o encarei, dando um carinho em sua bochecha – Eu não vim correndo na chuva até aqui totalmente atoa. Eu tenho certeza.

Jongin assentiu e riu baixinho, me beijando novamente, enquanto ia até seu quarto.

Naquela tarde — e noite, já que não sossegamos um minuto sequer. Kim Jongin tem um fogo, minha gente —, Jongin me fez dele. Sei que é clichê dizer isso, mas gosto do clichê. Assim como gosto de falar de como nossos corpos ficaram perfeitos encaixados um no outro, o calor e o suor, tudo foi perfeito. Jongin foi perfeito.

 Nós fizemos amor, tinha certeza disso. Mesmo com tantos sentimentos misturados, aquele foi o que mais senti.


Notas Finais


O que acharam? Por favor, me digam T^T
Até mais~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...