História I Found Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guilherme Hamacek, Malhação, Rafael Vitti
Personagens Guilherme Hamacek, Rafael Vitti
Exibições 57
Palavras 1.147
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aproveitando que imaginação tá boa hoje pra postar mais um capítulo.

Capítulo 5 - Surpresas


Fanfic / Fanfiction I Found Love - Capítulo 5 - Surpresas

                      POV RAFA

Acordo um pouco atordoado, alguém batia insistentemente na porta da minha casa, olho pro relógio que marca quase 4hs da manhã, mas quem será a essa hora? Corro pra atender o mais rápido possível antes que essas batidas acordem a minha mãe, abro a porta e me deparo com Gui muito bêbado, ele não fala nada com nada.

- Rafa! Eai brother?

- Gui, o que você pensa que tá fazendo cara?

Apresso me em colocá- lo para dentro de casa, tomando cuidado pra não fazer mais barulho do ele já tá fazendo, Gui não parava de falar, as frases que ele pronunciava eram totalmente desconexas , o cara mal conseguia ficar de pé sozinho, com muito esforço o segurei e o levei para o meu quarto ele praticamente se jogou na cama, tento conversar com ele, mas parece impossível.

- Gui, Gui.

- Eu volto já gatinha. Ele dizia

- Gui, olha o seu estado cara, você não tá nada bem.

- Eu sei, mas preciso voltar lá, a Lili... Lilian... Livian ... Aquela mina lá, ela tá me esperando cara.

- Gui, como foi que você chegou aqui?

- Eu não sei, mas a festa tá muito boa, Ele começou a rir alto.

- Mas que droga, cala a boca cara, você vai acabar acordando a minha mãe, olha aqui você vai me pagar Gui, quando você estiver bom, você vai me pagar tá ouvindo? Vem cá, vou te colocar em baixo do chuveiro e depois você vai descansar um pouco.

- Não, não, sem essa! Eu não vou ficar pelado.

- Era só o que faltava mesmo, tudo bem Gui, deixa ao menos eu tirar esse seu tênis e vê se afasta mais pra lá, porque eu não vou dormir na sala, vou deitar aqui com você, afasta ai!

Não demorou muito ja era dia e o despertador tocou, Guilherme deu tanto trabalho de madrugada que eu não dormi direito, eu não conseguia nem levantar da cama pra ir pra aula, desliguei o alarme e voltei a dormir.

                  POV MALU

Mais um dia se passou... Eu não vi o Rafa hoje, vai ver ele não veio pra aula, saio da faculdade e passo no supermercado antes de ir pra casa porque na geladeira não tinha mais nada, chego e vou direto tomar uma chuveirada, arrumo os cabelos enquanto olho da janela e vejo que a noite está linda, resolvo sair de casa e da uma volta, acabo andando pra um pouco longe de casa e quando percebo cheguei na praia, tiro as sandálias e as seguro nas mãos, ando um pouco na areia próximo ao mar e acabo sentando para observa-lo, o céu está bem estrelado, essa noite tem tudo pra ser perfeita.

                 POV GUI

Acordo na casa do Rafa por volta do meio dia com uma dor de cabeça que está me matando, olho em volta e vejo o Rafa dormindo, legal! Tudo que sempre sonhei foi acordar um dia com um cara do meu lado, ri baixo. O Rafa deve ter perdido a hora da aula, isso não é bom, levanto e vou tomar um banho rápido, quando volto percebo que ele já acordou.

- Bom dia bela adormecida. Digo e ele me olha com uma cara... - Qual é Rafa? Não gostou de dormir comigo? Kkk

- Você bate na porta da minha casa de madrugada, quase acorda a minha mãe, toma o meu lugar na cama, me faz perder a aula e depois me vem com essa? Qual é o seu problema?

- Rafa a festa ontem foi irada, eu fiquei com duas garotas muito gatas, você tinha que ver amigão. Falo e ele continua me olhando com uma cara feia. - Tá, me desculpa vai! É que na hora eu só lembrei da sua casa.

- Tá bom, tá bom, mas e agora? Você me fez perder aula Gui, sabia que a próxima semana é de prova, o que eu vou fazer?

- Que tal um campeonato de vídeo game? Rafa riu.

- Blz, eu vou arrumar alguma coisa pra gente comer, enquanto isso da uma ajeitada aqui tá, Ele disse.

A tarde passou bem rápido e já estava quase escurecendo, resolvi ir pra casa porque meu coroa já devia tá ficando preocupado comigo, me despedi do Rafa e sai, nós morávamos perto um do outro e as nossas casas eram perto da praia, fui andando pelo calçadão, aquele lugar era perfeito pra paquerar, mas hoje tô meio esgotado, desço em direção a praia pra molhar os pés e o que vejo a seguir chama a minha atenção, uma garota sozinha sentada na praia,  ela parece um pouco seria, me aproximo pra da uma conferida nela e... até que ela é bem gatinha, essa eu não vou deixar passar.

              
                   POV MALU

- Olá. Ouço alguém falar e não acredito no que vejo, é ele!

- Oi. Digo tentando não parecer surpresa.

- Meu nome é Guilherme e eu...

- Eu sei quem você é. Digo e agora é ele que parece surpreso. - É que estudamos na mesma faculdade, completo.

- Ah, que bom! Será que eu poderia sentar aqui com você? É que eu adoro observar o mar.

- Claro, fica a vontade. Minha ficha ainda não caiu, isso ta mesmo acontecendo? Penso.

- Então, você me conhece mas eu acho que nunca te vi. Ele diz.

Mas é claro que ele nunca me viu, eu sou praticante invisível pra ele.

- Bom, eu me chamo Malu! A verdade é que sou um pouco reservada sabe?

- Sim! Eu entendo, mas me diz uma coisa é... Malu, o que uma garota tão linda como você faz por aqui sozinha?

Que cantada velha, eu pensei. Mas vou deixar passar, afinal ele é tão lindo.

- Eu tava dando uma volta e resolvi parar aqui. Seus olhos claros tinham um brilho sem igual e estavam me intimidando.

- Você mora por perto? Perguntou ele

- Mais ou menos. Eu disse

- Sabe Malu, como você é da mesma faculdade que eu então... Deve tá sabendo da festa que vai rolar nessa sexta agora não é, você vai? Porque eu ia adorar te ver por lá.

- Festa? É... Sim, tô sabendo e sim eu vou. Eu não fazia a menor ideia de que festa era essa, só sei que eu precisava ir.

- Legal! Então, eu te vejo lá?

- Claro. Guilherme sorriu e eu quase dereti, continuamos conversamos mais um pouco e eu ainda não estava acreditando que o garoto dos meus sonhos tava ali do meu lado, falando comigo e ate me convidando pra sair, bom.. não diretamente, mas tava acontecendo e era isso que importava, Gui logo se despediu de mim e saiu, fiquei ali parada feito uma boba, era tudo muito surreal, eu mal podia esperar por essa festa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...