História I Found Love - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Guilherme Hamacek, Malhação, Rafael Vitti
Personagens Guilherme Hamacek, Rafael Vitti
Exibições 57
Palavras 2.116
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A música desse capítulo é One dance - Drake, espero que gostem.

Capítulo 7 - A Festa


Fanfic / Fanfiction I Found Love - Capítulo 7 - A Festa

Baby I like your style
Grips on your waist
Front way, back way
You know that I don't play 🎶

                   POV MALU
            
Acordei animada hoje, era a noite da festa e eu ia finalmente me encontrar com o Guilherme, o Rafa ia comigo mas acredito que isso não seria problema afinal ele é um cara tão legal, iria entender. Uma mensagem chega no meu celular

                  ~Whatsapp on~

- Iae Malu? É o Rafa

- Oi Rafa, td bem?

- Tudo sim, é... Eu tô te mandando msg pq já estou aqui na faculdade e ainda não te vi. Ele falou

- Ah, claro... Sabe o que é Rafa, hoje não deu pra eu ir.

Eu iria a uma festa hoje e o carinha que eu gosto vai estar la, eu precisava me arrumar, marquei uma hora no salão, mas o Rafa não precisava saber disso.

- Mas é algum problema com você? Porque se for fala, talvez eu possa te ajudar. Ele disse todo preocupado

- Não, não... Tá tudo bem comigo, relaxa

- Então tá bom, a festa ainda tá de pé? É que queria combinar com você direitinho.

- Tá sim, me pega as 21hs o que você acha?

- Perfeito, eu passo aí. Ele disse - Preciso ir tenho uma aula agora, até mais tarde. Ele falou

- Até mais tarde. Eu disse

                ~ Whatsapp off ~

Passei a tarde toda no salão, queria ficar bonita pra essa noite, estava terminando de me arrumar quando o interfone toca, deve ser o Rafa, atendo

- Malu! É o Rafa, já tô aqui em baixo te esperando.

- Tô indo Rafa. Eu falei e desci

Fomos pra festa na moto do Rafa, eu já não sentia mais tanto de medo de andar de moto, ele já tinha me dado algumas caronas, chegamos na porta do local que já tava bem animado, pessoas dançando lá dentro e a música muito alta, era quase ensurdecedor, a visto o Guilherme e parece que ele me viu também, está vindo na nossa direção, seu sorriso lindo vai se fechando a medida que ele se aproxima de nós dando lugar a uma testa franzida, não entendo.

- É... Oi? Ele diz olhando pra mim e logo em seguida se vira pro Rafa, não tenho nem tempo de responder quando ele continua - Vocês se conhecem? Ele diz ao Rafa e eu fico confusa

- Claro que sim! essa é a Malu cara, a garota da agenda que te falei. Rafa responde e Guilherme parece surpreso - Porque você ja a conhecia? Rafa fala mas Guilherme não diz nada, Eu também estou muito surpresa e o clima parece meio tenso.

- Pera ai, agora é a minha vez de perguntar, vocês se conhecem? Eu pergunto e Rafa é o único que fala

- Nós somos amigos, na verdade o Gui é o meu melhor amigo, eu ia apresentar vocês mas pelo visto não é necessário né, vocês já se conhecem, Rafa ria enquanto falava - Mas espera ai, é... De onde é mesmo que vocês se conhecem? Ele pergunta

- A gente se conheceu por ai mas o que importa? responde Gui

Não gostei muito de como ele falou mas acabei deixando pra lá, Rafa me puxou pra entrar no galpão onde a festa tava acontecendo e sentamos em uma das mesas, Guilherme se afasta da gente

- Pra onde ele vai? pergunto ao Rafa

- Acho que talvez vai dançar com alguma garota. Rafa me responde

Olho pra pista de dança e lá está ele, agarrado na cintura de uma garota, sinto um certo desconforto, eu não posso sentir ciúmes dele afinal ele não é nada meu, ainda! o desconforto que sinto parece aumentar, eu estou um pouco incomodada com a maneira que aquela garota está agarrada ao pescoço dele - Preciso de uma bebida. Rafa me olha e percebo que pensei alto demais

- Tudo bem, eu vou pegar pra você. Ele diz se levantando e indo em direção ao bar, volto os olhos pra pista e não vejo mais o Guilherme, resolvo ir ao banheiro quando percebo que ele tá vindo na minha direção

- Oi Malu? Mundo pequeno não é mesmo, quem diria que você conhecia meu amigo Rafa. Ele falou

- Pois é, o Rafa foi muito legal em ter me devolvido a minha agenda

- Sei... Por acaso vocês estão, é.. como posso dizer? Se conhecendo melhor? Ele falou com uma certa malícia

- Não, não é como você pensa, o Rafa tem sido muito maneiro, mas nós somos apenas amigos. Eu respondi

- ah! Claro, o Rafa é mesmo um amigão, mas iai? Tá afim de dancar?

- Sim, respondo sem nem pensar.

Ele me puxa pra pista de dança e começamos a dançar, Guilherme segura firme a minha cintura, quase me apertando na verdade, seu toque me faz estremecer por dentro, enrosco minhas mãos no seu pescoço, a música é dançante e perfeita pra dançar a dois, no meio da música ele aproxima seus lábios dos meus ouvidos e sussurra a letra pra mim, confesso que se continuarmos assim eu não respondo mais por mim, dançamos mais um pouco e em seguida ele me leva até o balcão das bebidas.

                       POV RAFA

Me dirijo ao bar pra buscar um bebida pra Malu, nunca pensei que diria isso mas até que a festa tá legal, quem diria que a Malu e o Gui já se conheciam, talvez ele possa me ajudar com ela. Penso, Volto pra nossa mesa e não a encontro, dou uma olhada em volta e a vejo no balcão de bebidas, ela está com o Guilherme e ele parece estar a desafiando a tomar algumas doses de tequila, Malu parece muito animada,  não acredito no que vejo, corro em direção a eles e puxo Gui de lado

- Qual é Rafa? Disse Gui

- Algum problema Rafa? Perguntou Malu

- Não, problema algum. Respondo - Só preciso falar com o Guilherme um minuto. continuo

- Qual é? Gui fala estranhando a minha atitude

- O que você tá fazendo? Pergunto

- Nada, ue! Eu só tava curtindo aqui com a Malu, diz aí ela é mó gata né

- É, mas ela não é pra você, eu comento

- Ah é? E por que não? Ele pergunta

- Quero dizer, você nem sabe se ela tá afim de você.

- Bom... Isso a gente pode resolver você não acha? Ele ri com malícia e sai andando em direção a Malu.

Mas que droga! Penso e vou atrás dele, Guilherme não pode da em cima da Malu, eu a vi primeiro, poxa! Mas que pensamento infantil, essa garota mexeu tenho comigo que estou até agindo com imaturidade, vejo os dois conversando e isso me deixa maluco, parece até que ela tá dando bola pra ele, isso não pode ser, Guilherme se afasta dela então eu me aproximo

- Iae, tá curtindo a festa? Pergunto

- Sim, eu tô adorando. Ela me responde, tento puxar assunto mas percebo que ela não tira os olhos de Guilherme que está na pista conversando com uma garota.

- Você tá afim de dancar? Pergunto com um certo receio de me precipitar porque a verdade é que eu não danço muito bem.

- É... Acho que não Rafa, obrigado. Ela diz enquanto bebe outra tequila.

Ótimo! Estou me sentindo um completo idiota, não posso nem contar com meu amigo, porque é justamente ele que quer me roubar ela, Calma Rafa, relaxa! Penso que talvez não seja bem assim, o Guilherme adora bancar o gostosão pra cima de qualquer garota, mas isso não significa que ele está afim dela, resolvo seguir com meu plano de conquista-la

- Sabe Malu, aqui tá um pouco quente não é mesmo, você não quer ir lá fora tomar um ar? Digo e espero a sua resposta.

Nessa hora Guilherme chega e arrasta Malu pra pista, o que vejo a seguir me deixou destruído.

                  POV GUI

A festa tá muito animada, tive a pequena surpresa de saber que o meu amigo Rafa e a Malu se conhecem e talvez isso facilite as coisas pra mim, acho que ela não vai dispensar o brother do novo amigo dela nao é mesmo, a mina é muito gata e já deu sinais de que está caidinha por mim, chamei ela pra dançar um pouco só pra deixar um gostinho, fizemos um desafio de tequila que na verdade é só uma desculpa pra ela ficar mais soltinha e depois sai, essa gata precisa saber que não sou tão fácil e que se conseguir alguma coisa com o papai aqui será o seu dia de sorte, converso com outras gatas porque eu não sou de ferro né mas percebo que a Malu não tira os olhos de mim, ja esta na hora de agir, chego perto dela e a puxo pra pista de dança novamente, sei que ela não vai resistir, seguro forte a sua cintura e colo o seu corpo no meu, danço lentamente e deixo que meus lábios encostem no seu pescoço, percebo que ela se arrepia e essa é a deixa que eu precisava.

                     POV MALU

A noite não podia estar mais incrível, eu finalmente estou com o carinha que gosto e ele está sendo tão legal comigo, o Gui é divertido, engraçado, bonito e bom... Ele é o desejo de qualquer garota, fizemos desafio de tequila e conversamos um pouco, de repente ele me puxa pra pista de dança e me agarra forte, sinto seu cheiro e é muito bom, ele está com os lábios no meu pescoço e eu nao consigo evitar ficar arrepiada.

- Sabe Malu, você é muito linda. Ele diz, fico vermelha na hora mas agradeço

- Obrigada Gui. Corei com esse elogio

- De nada, é a verdade. Ele continua - Desde o dia que te vi na praia não paro de pensar em você, eu estava mesmo torcendo pra que você viesse hoje.

- Eu tbm queria muito te ver de novo

- Legal, porque agora que sei que você é amiga do Rafa, a gente vai ficar bem mais próximo né

- Sim, eu sou amiga do Rafa... O Rafa! Poxa eu esqueci totalmente o Rafa, olho em volta mas não o vejo - Cade ele mesmo? Pergunto

Ah, não esquenta, ele tá bem. Gui fala - Vem aqui.

Ele continua se aproximando ainda mais de mim e então acontece, sinto seus lábios nos meus, sua boca é quente e macia, sua língua me pede passagem e eu dou, ele explora toda a parte interna da minha boca, nesse momento eu não sinto mais as minhas pernas, a sensação é de estar flutuando, de repente aquele beijo calmo da lugar a um beijo ardente e avassalador, Gui faz uma pequena sucção nos meus lábios, quase que uma mordida e depois finaliza o nosso beijo com um selinho, meu corpo está em extase e acho que Guilherme também porque logo após o nosso beijo ele não tirou as mãos de mim, dançamos muito, quase a noite inteira, a gente só parava pra beber alguma coisa, nos abraçavamos e nos beijamos novamente, estava tudo tão perfeito que nem vimos a hora passar, quando fomos nós da conta já era quase 3 da manhã.

Acho que tá um pouco tarde né Gui, eu falei - preciso ir pra casa.

-  É acho que sim, desculpa não poder ir te deixar em casa Malu, é que não vim de carro, mas vou chamar um táxi pra você.

Não! tudo bem, eu acho que o Rafa pode me dá uma carona, eu só preciso encontrá-lo.

É, eu acho meio difícil sabe, talvez o Rafa já tenha ido embora.

-  Não, acho que não, por que ele iria?

Sabe o que é Malu, o Rafa não curte muito esse tipo de festa, eu nem sei porque ele veio.

O que? Mas foi ele que me ofereceu carona, ele disse que viria a essa festa e eu achei que..

Sério? Ele se ofereceu? Estranho, porque ele não viria nunca a esse lugar, talvez ele esteja interessado em alguém sei la.

Você acha? Bom.. ele não me disse nada, mas tudo bem! amanhã eu falo com ele, você pode chamar um taxi pra mim, eu vou ao banheiro rapidinho e já volto

Claro. Gui respondeu

Não demorou muito e o táxi chegou, me despedi do Gui com um beijo demorado e fui pra casa, quando cheguei fui direto pra cama, meus pés estavam me matando, mas valeu a pena, eu nunca ia esquecer aquela noite.


Notas Finais


Pfvr comentem se estiverem gostando pra eu saber.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...