História I Hate And Love You - 2 Temporada - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Exibições 18
Palavras 500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - A culpa é nossa, e não das estrelas


Fanfic / Fanfiction I Hate And Love You - 2 Temporada - Capítulo 4 - A culpa é nossa, e não das estrelas


                Coringa Narrando 
Cansei, cansei de amá-la tanto e ela não reconhecer, o jogo virou, antes ela me amava e eu não reconhecia, isso chama Destino 
"O destino deve estar nos olhando Com aquela cara de quem diz Eu tentei Juntar vocês dois  O destino deve estar nos olhando Decepcionado Que pena Que pena  Que a gente estragou tudo Porque pensamos tanto em ser perfeitos E os perfeitos não sabem amar A gente estragou tudo Por apontarmos tanto os nossos erros E os erros vão sempre estar aqui  " 
Erro me define, sou errado, já roubei, já matei, já estuprei, já fiz tudo de errado que tinha que fazer na minha vida, mas nada não tão grave quanto perder um amor por espanca-la e usá-la,eu sou um inútil,um imprestável
        Harley Narrando 
Passei a noite pensando nas palavras de Coringa, ele me ama? será que isso não faz parte de seus joguinhos? bom, eu preciso conferir, logo de manhã descobri onde ele estava morando e fui atrás, apertei a campainha, ele veio correndo abrir a porta, quase morri de rir da cena, ele só de cueca escovando os dentes e seu cabelo totalmente bagunçado:
-Oi, é..tudo bem? -digo dando uma risada leve
-é, não to nada bem e você? o que te traz aqui 
-olha, o taxi me trouxe aqui
-nossa que piada merda -começamos a dar risada 
-vim ver como você está
-bom, só de cueca, excitado por ver seu peito saltando para fora, escovando os dentes e só
-aí meu Deus você continua o mesmo retardado
-não tanto, eu aprendi amar
-que bom 
-espere um segundo? entre senta aí -entro na mansão dele, sento no sofá enquanto ele sobe do banheiro e limpa a boca 
-bom, voltei, vamos assistir algum filme? 
-jura que você vai passar o dia de cueca? 
-sim, porque se transarmos fica mais fácil 
-a cala boca eu vim numa intenção amigável não na safadeza
-ata, então vamos assistir pornô? 
-credo 
-to zuando, lista de filmes
.A culpa é das estrelas
.Esquadrao suicida 
.bruna surfistinha 
Eai, qual você quer? 
-A culpa é das estrelas 
-então ta, ele coloca o filme e senta ao meu lado enquanto chama a empregada para pegar Donuts e pipoca, a mesma traz em segundos tudo o que Coringa pediu, em uma cena do filme em que Gus e Hanzel estão tirando suas roupas Coringa ficava me olhando, dei um suspiro de leve e olhei para ele, começamos a nos olhar até que ele teve a iniciativa de começar a me beijar, puxei seu cabelo e sentei em seu colo, começamos a nos inclinar no sofá como se fossemos deitar, mas levantei e disse: 
-desculpa, isso é errado com Stefan 
-eu sempre gostei do errado
-e eu sempre achei seus olhos maravilhosos
-já viu onde eles sempre estão apontados? 
-na minha vagina? 
-e na sua bunda, no seu peito, nos seus olhos, nos seus cabelos, na sua boca...
-sim, mas mesmo assim - me levantei e peguei minhas coisas
-tchau Coringa
-tchau pudim 
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...