História I Hate and Love You - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Harley Coringa
Visualizações 49
Palavras 600
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Policial, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 19 - Iludida


Fanfic / Fanfiction I Hate and Love You - Capítulo 19 - Iludida


               Harley Narrando 
 Stefan deu uma volta, Lucy foi pro Shopping com as amigas e eu fiquei em casa entediada, até que recebi uma mensagem, quando entrei "Oi Harley, quer dar uma volta? comer açaí" Coringa sabe que eu AMO açaí , aceitei o convite, coloquei minha roupa normal e falei que iria encontrá-lo na frente de sua casa.
Cheguei lá, ele já me esperava, fui recebida com um beijo e um abraço, não recusei, mas também não fiz nada, entrei no carro dele e fomos 
             Coringa Narrando 
Aos poucos ela se entregava a mim, mas ainda tinha algo que eu precisava, a imortalidade, fui burro, esqueci que eu não sendo imortal, daria espaço para Harley e Stefan serem felizes para sempre, de pirraça, me machuquei e pedi para que ela mordesse:
-Morde
-Não...por favor - ela já estava se transformando -Coringa, não, eu...
-ela me deu uma mordida, doeu, mas depois isso passou: 
-Coringa...por que pediu que eu fizesse isso?
-porque te amo e quero ser igual a você 
-eu...também te amo, não agüento mais isso, está me machucando por dentro, o beijo que dou no Stefan não é mais um beijo de amor verdadeiro, em você sim -ela puxa meu pescoço e deposita um beijo em minha boca, retribuo, eu já não sei mais, aquele beijo...eu acho que..não..não pode ser..eu não estou apaixonado por ela, Harley é só mais uma vadia, na verdade ela não é qualquer uma.
            Harley Narrando 

      "Eu quero ser Aquela blusa que te aquece Aquele vinho que você bebe Aquele dia que você não esquece  Eu quero ser O rosto que fica na sua mente O sentimento que você sente" 
           
  Hoje eu não seria mais a mulher do Stefan, eu sei que estou abandonando o tudo de bom para apanhar, mas pelo menos, estarei com alguém que amo, cheguei em casa, chamei Stefan de canto e disse:
-Stefinho, temos que conversar 
-pode falar meu brigadeirinho - eu amo quando ele me chama assim, queria que Joker me chamasse assim - Amor...essa palavra tão pequena mas que não pode se falar da boca pra fora, Stefan, eu amei nosso tempo junto e.. -ele me interrompeu -mas você quer voltar pro Coringa -senti as lágrimas caindo em meu rosto, mas fui firme -sim,eu amo ele -Stefan abaixou a cabeça -Desculpe..- pode ir Harley, mas a Lucy fica comigo -Stefan disse - tudo bem- dou um abraço nele que não me retribui, somos vampiros, somos rápidos, arrumei minha mala em segundos e dei meu ultimo adeus a ele e fui em direção ao carro do Coringa que já me esperava:
-Oi Pudinzinho 
-Oi Harleyzinha -fomos normalmente para casa dele, mas quando chegamos....
-Finalmente estamos a sós de novo meu amorzinho, que tal nos divertimos um pouco hun? 
-Siiim -dei pulos de alegria achando que iríamos transar ou algo assim, mas não, ele me jogou no sofá e com força arrancou minha blusa, atrás dele havia um chicote que foi atirado em minha barriga, ele passou aquele chicote por todo meu corpo, depois de ter feito isso pegou uma arma e disse:
-isso é por ter ficado com o Stefan e me xingar pra CARALHO - ele atirou três vezes em minha perna 
-isso é por tentar me matar - ele puxou meus cabelos e me levou até um porão, me jogou lá e trancou, eu gritava e chorava de dor, eu jurava que ele ia me matar com uma estaca, mas no fundo, mas bem no fundo mesmo, ele me ama. 
          "Vida, você entrou na minha vida, mesmo com tantas feridas, você me aceitou e seu amor cicatrizou" 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...