História I Hate and Love You - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Esquadrão Suicida
Personagens Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina)
Tags Harley Coringa
Exibições 35
Palavras 658
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Policial, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 23 - Destino


Fanfic / Fanfiction I Hate and Love You - Capítulo 23 - Destino


         Stefan Narrando 
5 horas da manhã Harley acordou chorando:
-calma, o que foi? - me levantei com susto 
-um sonho, vamos voltar a dormir 
- que sonho é esse
-eu..Coringa me matou 
-Isso nunca vai acontecer, eu não vou deixar 
-por isso que te amo -ela me da um beijo, um beijo de amor, sou incapaz de esquecer essa mulher, depois de me soltar ela voltou a dormir, eu também.
            Coringa Narrando 
Cade a Harley? onde será? ooh acho que está com aquele filho da Puta do Stefan, eu vou matar aquele desgraçado, pra falar a verdade, acho que estou com ciúmes, não não imagina se não estivesse, mas já é tarde, vou deixar os dois dormir. 
 Acordei de manhã e mandei mensagem para Arlequina; "já ta vindo?" "vai logo" "to te esperando""Cade você?" "partiu encontro?" 
          Harley Narrando 
Encontro? Coringa estava me chamando para um encontro? eu não sei se vou, todos os encontros com ele sai históricos, mas bem na hora que eu estava pensando Stefan falou:
-Amor, vamos sair para jantar hoje? 
-Vamos -encontro com o Coringa é a Puta que pariu, fomos em um restaurante super chique, nos sentamos e estamos num papo ótimo, quando de repente o vidro da porta de quebra com um tiro, todos ficam assustados, eu fiquei mais ainda quando Coringa entrou dizendo:
-Olha só, quietos todo mundo que vou contar uma história; eu tinha uma mulher, ela estaria do meu lado AGORA me ajudando nisso, porque depois que vocês todos morrerem eu e ela iríamos sentar em uma mesa e uma cadeira e conversarmos sobre sexo - nesse meio tempo, Stefan e eu nos escondemos debaixo da mesa 
-mas ela está aqui, estou sentindo seu cheiro, vem Harleyzinha, o papai ta aqui - sai de baixo da mesa e gritei 
-NÃO 
-Como assim amorzinha, não vai querer fazer o circo pegar fogo? 
-NÃO SOU OBRIGADA, STEFAN VAMOS EMBORA 
-Stefan..sempre tem que ter esse idiota em tudo o que eu faço -Stefan se levantou com raiva
-ta com raiva ô bonitinho?
-cala a PORRA da BOCA 
-ui to morrendo de medo - Coringa dispara um tiro na direção de Stefan, mas entro no meio e atinge minha barriga 
-NAAAAAO -Stefan grita me pegando no colo e me colocando no carro.
          Stefan Narrando
Eu juro que mato o Coringa se a Harley morrer aqui, a peguei e levei para o hospital. 
  Depois de horas esperando o médico me chamou, fui até lá:
-Olá doutor 
-bom, sinto muito ao casal mas ela Perdeu o bebê
-bebê? ela Tava grávida? 
-sim de 1 mês 
-doutor tem como fazer teste de DNA no bebê? 
-tem sim vem até aqui - tiramos o sangue eu o precisava saber se aquele filho era meu.
Horas depois a Harley acordou e o medido de alta para ela,não contei nada, ia esperar o teste chegar.
        
            Harley Narrando 
Stefan parecia tenso no carro como se tivesse recebido a pior notícia do mundo:
-Pudim, o que foi? 
-nada não
-ta com sono? 
-é isso..sono 
-ata, quando chegar em casa dormimos -eu sabia que aquilo não era sono,ele estava me enganando 
-STEFAN FALA A VERDADE
-ta ta..você estava grávida de 1 mês, mas perdeu o bebê 
-Não pode ser -começo a chorar
-Stefan..quem é o pai?
-eu pedi teste de DNA 
-ótimo  - chegamos em casa e fomos dormir, aquele bebê poderia ser fruto do meu amor com Stefan ou da discórdia com Coringa? 
             4 Dias Depois
Eu e Stefan estávamos assistindo TV quando chegou pelo correio o resultado do Teste de DNA, Stefan pegou e me olhou com suspense, quando puxou o papel com os resultados me deu e começou a chorar, quando vi que o filho que eu carregava podia ser meu e do Stefan, também comecei a chorar, eu amo Lucy, mas ela é filha do Coringa e ele não me ama. 
        "O destino deve estar nos olhando, com aquela cara de quem diz, eu tentei, juntar vocês dois" 


Notas Finais


Aí que do de SteLey (Stefan e Harley)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...