História I hate love you - Kaisoo - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~JooheonBiasedSz

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Colegial, Comedia, Drama, Incesto, Kaisoo, Lemon, Novela, Romance, Yaoi
Visualizações 168
Palavras 992
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


boa leitura
esse capítulo foi eu (littlehyungwon_) que fez, e o primeiro foi a JooheonBiased Sz

Capítulo 2 - 2


Estávamos fazendo o trabalho, quando ouço o barulho da porta sendo aberta. E era minha mãe, que tinha chegado.

- Olá garotos! – Ela diz com um imenso sorriso no rosto. – O que gostariam de jantar?

- Qualquer coisa. – Eu digo.

- Kyungsoo, deixe que seus amigos respondam.

- Não, Sra.Do, está tudo bem. Iremos comer o que a senhora fizer. – ChanYeol diz e Baekhyun balança a cabeça como sim.

- Ok, em alguns minutinhos já sai, tá?

- Tá. – Nós falamos juntos.

Quase terminando o trabalho, ChanYeol quebra o silêncio que estava, dizendo uma coisa que, confesso, fiquei com muita raiva.

- Nossa Kyungsoo, sua mãe é velha mas é tão linda... – ChanYeol diz, e eu fico com raiva me segurando pra não pular nele e o bater.

- Sério? Obrigado! – Eu digo fingindo estar normal.

- Yeol, Kyungsoo não gosta que falam das coisas que são dele. – ChanYeol corou após ouvir o apelido dado por Baek.

- Hhhm... To vendo altas interações do meu OTP – Eu digo e eles quase me matam.

~~

Quando finalmente terminamos, o jantar já estava pronto e fomos comer. Eu fiquei no meio de Baekhyun e Chanyeol, só por segurança.

- Então, podemos começar a comer? – Meu pai diz sorrindo para nós.

- Sim! – Baek e Chan disseram ao mesmo tempo.

- Viu, Kyungsoo, porque não aprende a ser educado como seus amigos? – Minha mãe diz e eu reviro os olhos.

-  Mãe, é que você não sabe como esses dois são na escola... – Digo e Baek me fuzila com os olhos.

~~

Após jantarmos, Baek foi para a casa junto a Chan. E chegamos a conclusão de que seria mais seguro o trabalho ficar comigo, pois dos dois sou o mais responsável.

~~

No dia seguinte, eu acordei com muita dor de cabeça e estava muito quente. Não sei o que deu em mim, mas acho que estou doente. Chamo minha mãe, e quem apareceu no meu quarto foi Jongin, o meu ‘’pai’’ que eu tanto odeio.

- O que foi?

- Eu chamei minha mãe, por um acaso você é ‘’mãe’’ agora? – Digo e ele revira os olhos.

- Porque gritou?

- Acho que estou doente. – Ele se aproxima de mim. – Mas deixa que minha mãe cuida de mim, não você.

- Sua mãe saiu trabalhar faz horas se não escutou. Agora me deixa ver se você está quente.

Ele colocou uma de suas mãos em minha testa.

- Você está realmente quente, Kyungsoo.

- Tá, agora que já viu, sai do meu quarto Jongin.

- Porque você não me chama de pai? Eu sou seu pai pra sempre, Kyungsoo.

- Porque eu te odeio, fui bem claro?

- Porque você me odeia tanto?

- Porque você casou com minha mãe! Eu estava muito mais feliz com meu pai biológico!

- Mas você tem que entender que seu pai te abandonou! E... - Eu o corto.

- M-Me abandonou? – Digo me segurando pra não chorar.

- V-Você não estava sabendo? Desculpa...

- J-jongin... Então ele me abandonou? – Digo chorando.

- Sim... Eu pensei que sua mãe já tinha te contado...

- Então ela realmente estava escondendo algo de mim, eu sabia...

- Não pense sobre isso. Agora, o mais importante, vai me chamar de pai?

- Não. Eu continuo não gostando de você. – Digo e sinto uma pontada muito forte na cabeça. – Aah....

- Está tudo bem? – Ele diz passando a mão no meu cabelo. 

- Sim, s-só senti uma pontada na minha cabeça. – Arregalei os olhos, pois lembrei da escola, e acabei assuntando Jongin. – Ai Jesus, a ESCOLA! – Digo me levantando mais a pontada voltou e acabei me ajoelhando no chão.

- Nesse estado você não vai poder ir pra escola. – Ele diz me levantando.

- Eu tenho um trabalho pra entregar, eu preciso ir!

- Mas você está doente!

- Tá, tá... Então me deixe descansar um pouco...

 Jongin se senta na minha cama, e eu me sento ao seu lado.

- Se quiser você pode colocar sua cabeça em meu ombro. – Ele diz e assim eu faço.

Esse foi o único momento que passamos juntos...

~~

- Eu sabia que devia ter ficado com o trabalho! – Baek diz indignado. –  Vamos tirar um zero por culpa dele!

- Calma, você nem sabe o que pode ter acontecido... – ChanYeol diz com uma calam até assustadora.

- É né, não é você que tem uma mãe brava! – Esse Baek tá tão estranho, nem parece o ‘’tímidão’’ como ele mesmo se apelidou.

Até que, o pai gostoso  - como Baek o chama -, apareceu na frente dos dois explicando o que havia acontecido com Kyungsoo, e logo Baek se arrependeu do que disse e perguntou se poderiam ir pra casa de Jongin 

para ver Kyungsoo, e logo ele disse não pois queria que seu filhinho descansasse.

~~

- Aaah, não estou mais aguentando essa dor de cabeça... Nem pro filho da puta do Jongin me dar algum remédio, e depois quer que eu o chame de pai. O caralho que ele é meu pai!

- Estava falando de mim? – Jongin apareceu assuntando Soo.

- Nem pra você me dar algum remédio. Estou mal por sua culpa!

- Minha culpa? Não foi eu que te deixei doente, garoto.

- Ah, cala a boca, e pega a porra de um remédio pra mim porque estou fritando.

- Também, não tira essas cobertas do corpo- Jongin para de falar após ver que Kyungsoo havia tirado sua calça depois dele ter ido embora. – Porque não me avisou que estava sem calça? – Ele logo joga a coberta na cara de Soo.

- Você nem deixou eu falar! – Kyungsoo logo se cobre com  coberta.

- Com coberta você não vai melhorar mesmo, porra! Tira essa merda, sai dessa cama e vai tomar banho, que você tá fedendo de tanto suar!

- Tá, tá! Agora... DÁ LICENÇA POR FAVOR? – Kyungsoo empurra Jongin pra fora do quarto. – Obrigado!

- Garoto insuportável!

- Você!

 


Notas Finais


sophia te amo
comentem e favoritem <3 bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...