História I Hate Loving You - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alycia Debnam-Carey, Eliza Taylor-Cotter, The 100
Personagens Alycia Debnam-Carey, Anya, Bellamy Blake, Clarke Griffin, Costia, Dra. Abigail "Abby" Griffin, Eliza Taylor-Cotter, Indra, Jasper Jordan, John Murphy, Lexa, Lincoln, Marcus Kane, Maya Vie, Octavia Blake, Raven Reyes
Tags Alycia Debnam-carey, Clarke Griffin, Clexa, Eliza Taylor, Elycia, Heda, Lexa Woods, Octaven, Romance, T100, The 100, The Hundred, Wanheda
Exibições 392
Palavras 1.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, FemmeSlash, Festa, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei <3
E pela primeira vez tem um POV diferente sem ser a Lexa ou a Clarke :3
Espero que gostem pois eu me diverti um pouco escrevendo este cap eheheheh
Se tiver algo errado pfvr me avisem pois eu n revisei rs
Bjsss meus Bolinhos <3 ( nesse momento estou comendo um bolo de chocolate branco :9)

Capítulo 6 - Capítulo 5


 

Clarke POV

 

— Essa semana foi completamente horrível. Lexa passou a semana inteira me infernizando. Toda hora se esbarrava em mim me fazendo derrubar as minhas coisas, jogava papel molhado no meu cabelo e encheu meu armário de lixo duas vezes. Isso já está me irritando. — Rosnei irritada para Raven e Octavia que me olhavam com um sorrisinho no rosto.

 

— Clexa. — Raven disse no ouvido de Octavia alto o suficiente que eu escutasse o que disse.

 

— O que é Clexa? Perguntei confusa.

 

— Sua amiga é burra Raven. — Gargalhava Octavia e a encarei furiosa.

 

— Clexa é o nome do super ship seu e da Lexa dado por mim e pela Octavia.

 

— Porque? Estão loucas? — Pergunto irritada.

 

— Está irritada por que? Raven me confirmou que você ficava “admirando” a Lexa. — Octavia disse rindo enquanto Raven deu um tapa no braço dela e eu reviro os olhos.

 

— Eu sou HÉTERO, eu não gosto de mulheres.

 

— E eu sou o papai Noel. — Ironiza Raven

 

— Gente agora eu tenho que ir indo, vou passar na casa da Lexa para nos arrumarmos para a festa do Bell mais tarde. Parece que a festa vai ser foda mesmo pelas coisas que ele está levando para casa. — Diz Octavia pensativa.

 

Octavia se despede deixando apenas eu e Raven sozinhas. Ela me olha com um sorriso amarelo e então pego um travesseiro e arremesso em sua direção que a faz cair da cama.

 

— Isso é por você ser uma fofoqueira. — Digo irritada enquanto ela se levanta rindo.

 

•••

 

Bellamy tinha nos avisado que era uma “pequena” festa a fantasia, mesmo o Halloween estando longe para chegar, esse tipo de festa sempre chama atenção de todos.

 

Raven estava usando um vestido branco cheio de manchas vermelhas a tornando uma “enfermeira assassina”. Octavia já tinha chegado para nos buscar junto com Lexa em seu carro. Eu usando um pequeno cropped vermelho vinho com minha jaqueta de couro preta, e calça legging preta e uma bata de cano baixo e Raven e Octavia me ajudaram na maquiagem enquanto Lexa provavelmente está nos esperando no carro.

 

— Agora sim você está parecendo uma “Vampira Gótica Trevosa”. — Diz Octavia com um sorriso safado no rosto quando se assusta com o som de uma buzina e derruba o esmalte vermelho na minha roupa.

 

— VAI SE FUDER OCTAVIA. — Grito furiosa

 

— Agora sim está parecendo uma vampira. — Zomba Octavia que começa a gargalhar junto com Raven.

 

— Isso não é uma fantasia é as roupas que eu uso sua trouxa. — Digo furiosa tentando limpar o esmalte derramado enquanto sujava toda minha mão. Escuto outra buzina e dessa vez Octavia me puxa para fora de casa.

 

Quando estava indo em direção ao carro vejo uma Lexa fantasiada de vampira no banco do passageiro que me olha com os olhos arregalados.

 

— Sua invejosa. Agora cópia até a minha fantasia? — Resmunga irritada e eu reviro os olhos.

 

— Sabia que a Lexa ia falar alguma coisa. — Octavia sussurra em meu ouvido em um tom divertido.

 

 

Quando chegamos a festa estava completamente movimentada, com um eletrônico qualquer tocando muito alto. Podia ver as pessoas fantasiadas de qualquer tipo de fantasias que você pode imaginar, eu arregalei os olhos quando vejo uma garota “fantasiada” com uma toalha. Isso mesmo uma TOALHA, nem me pergunte se ela usava algo por baixo ou não.

 

Sinto alguém me cutucando e Raven me fala para olhar a fantasia da Lexa. Me viro e vejo uma Lexa dançando completamente sexy com um vestido branco curto, com algumas manchas de sangue em sua roupa e em sua boca. Seus olhos estavam com uma maquiagem escura que fazia seus olhos verdes ficarem mais destacados, ela estava completamente linda.

 

— A baba vai escorrer. — Me assusto com Octavia cochichando no meu ouvido.

 

— Vai arrumar um ficante para você vai Octavia. — Digo revirando os olhos para ela que dá de ombros.

 

 

Estava junto com Raven sentadas no balcão da cozinha observando as pessoas. Eu não sei porque, mas eu estava completamente irritada ao ver Lexa conversando com a garota com “fantasia” de toalha. As duas pareciam que já estava pouco alterada por causa das bebidas.

 

Eu e Raven estávamos na seca enquanto Bellamy conversava com uma garota que eu não sabia o nome e Octavia estava com conversando com um amigo do Bellamy, que se eu não me engano se chama Lincoln. Mas estava prestando mais atenção na Lexa que agora dançava com a garota.

 

— Clarke você está esmagando o copo. — Repreende e eu coro.

 

— Você deveria chamar Lexa para dançar.

 

— Eu não tenho o porquê fazer isso, eu não gosto dela. Mas e você? Porque não chama ele para dançar? — Pergunto curiosa.

 

— Chamar quem para dançar? Me olha confusa.

 

— Para cima de mim não Rav, você está afim do Bellamy e esta ai com ciuminhos daquela garota que está conversando com ele, vai lá e chama ele para dançar. Raven me olha com os olhos arregalados e cora.

 

— Vamos continuar bebendo mesmo Clarke é melhor. — Diz ela baixinho e eu não digo nada.

 

Depois de alguns minutos vejo Bellamy falando algo para a garota e indo em direção ao armário que estava cheio de bebidas. Provavelmente para pegar alguma, e foi quando eu tive uma brilhante ideia.

 

— Rav, faz um favor para mim? Pega alguma vodca para mim que está lá no armário?

 

— Porque não vai você? — Resmungou.

 

— Por favor Rav. — Digo fazendo biquinho.

 

— Oky eu vou pegar a droga da vodca para você sua preguiçosa.

 

Raven levanta de mal gosto de vai em direção ao armário. Quando ela entra e antes que percebesse que o Bellamy estava lá dentro eu fecho as portas e tranco os dois lá dentro. Tenho certeza que iriam demorar para alguém perceber que eles estavam presos lá, pois a maioria das pessoas estavam bêbadas e as músicas estão muito altas.

 

— Está me devendo essa em Rav. — Sussurro para mim mesmo.

 

Raven POV

 

Clarke é uma folgada e eu sou trouxa por fazer o que ela pede. Quando entro dentro do armário dou de cara com Bellamy que sorri para mim, mas antes que eu pudesse disser qualquer coisa escuto um barulho atrás de mim e em seguida uma escuridão se formar aqui dentro deixando apenas com uma claridade pequena com a luz de baixo da porta.

 

Rapidamente me viro tentando abrir o armário.

 

— Trancada. — Digo com um sorriso irônico.

 

— O que? — Pergunta Bell enquanto batia na porta. — Eu não acredito que me trancaram aqui, eu não vou perder a melhor festa que eu já fiz. — Resmunga enquanto batia na porta.

 

Eu iria esfolar a cara da Clarke aquela FILHA DA PUTA me trancou em um armário porque achou que eu gosto do Bellamy. Não era ele que eu estava com ciúmes, e sim da Octavia. Eu não sei o que eu estou sentindo por ela, mas eu sei que morro de ciúmes ao ver ela com outras pessoas, principalmente hoje com aquele rapaz com cara de “Eu pego todas”.

 

— Não tem como abrir a porta por dentro?

 

— Não Rav, não tem como. — Diz ele com raiva batendo na porta.

 

••

 

Já fazia uma hora e meia que eu e Bellamy estávamos presos naquele lugar que fedia a bebidas, desistimos de bater na porta e gritar porque ninguém estava escutando por causa do barulho da música que pareceu aumentar quando nos trancaram aqui. Tenho certeza que tem cheiro da Clarke nisso também.

 

Eu e Bell estávamos em um silencio pouco constrangedor quando escutamos uns barulhos vindo da porta.

 

— Deve ser alguém se pegando. — Digo com um sorriso divertido.

 

— Vou bater na porta vai que eles escutam.

 

Mas antes que Bellamy fizesse isso a porta foi aberta por um casal que entraram dentro do armário enquanto praticamente se engoliam de tanto que se beijavam. E então eles reparam nossa presença e se separam assustados e eu pude ver claramente quem era os dois que estavam se beijando.

 

Clarke POV

 

Eu continuava observando Lexa que estava dançando junto com a garota de toalha quando a mesma a beijou. Uma raiva enorme em mim tomou conta de mim e antes que pudesse perceber já estava indo em direção a elas, e para minha surpresa antes que eu pudesse interferir em algo. Lexa empurra a garota e dá um tapa em seu rosto.

 

— Você não ouse fazer isso comigo de novo, Costia. Eu não quero mais nada com você, eu nem sei porque aceitei dançar eu devia imaginar que você iria fazer algo desse tipo. — Lexa grita e empurra a garota que eu descobri ser a tal da Costia que Octavia havia me falado.

 

A garota olha magoada para Lexa e sai em direção a saída. Lexa se vira e seus olhos verdes que pareciam lecrimejar se encontram com o meu, mas antes que eu pudesse perguntar se ela estava bem eu escuto uma gritaria do meu lado. Vejo Bellamy gritando e empurrando o tal de Lincoln que pensei que fosse seu amigo enquanto Octavia tentava segurar seu irmão que continuava gritando com o rapaz, e Raven apenas olhava para baixo saindo de lá o mais rápido possível.

 

Fui em direção a Raven que parecia estar a ponto de chorar.

 

— O que ouve Raven? E porque o Bellamy está brigando com o Lincoln? — Perguntei completamente confusa.

 

— O-Octavia e Lincoln entraram se agarrando dentro do armário. — Gagueja e eu arregalo os olhos e começo a rir, mas paro ao ver o olhar serio de Raven.

 

— Porque está quase chorando? O que você tem? — Pergunto preocupada.

 

— Sim estou bem é porque meu olho esta ardendo por causa da claridade, já que no armário não tinha luz. E por favor Clarke nunca mais faça isso que você fez. — Rosna.

 

— Desculpa eu acho que fui longe demais. — Digo sincera. E a abraço e ela retribui, eu sabia que tem algo a mais nessa história eu a conheço e sei quando está triste, mas eu não iria pressionar.

 

••

 

Raven não quis ir embora, ela até que parecia estar se divertindo depois que bebeu alguns copos. Agora deveria fazer umas três horas da madrugada, muitos já tinham ido embora pois a festa começou bem cedo. Tinha apenas eu e algumas outras pessoas na casa. Lincoln tinha ido embora antes que fosse apanhar do Bellamy e Octavia estava puta com ele por ter espantado seu mais novo “ficante”

 

— Ei linda você é padeira? — Vejo Finn bêbado aparecendo na minha frente segurando na minha cintura.

 

— Eu sou oque? — Pergunto confusa tirando suas mãos da minha cintura já irritada.

 

— Porque seu pai é um sonho. — Termina de falar gargalhando e só então eu percebo que ele tentou fazer uma canta para mim que saiu completamente errada. Mas antes que eu pudesse responder as músicas para de tocar e Bellamy aparece gritando:

 

— QUEM QUER JOGAR VERDADE OU DESAFIO?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...