História I hate my Life. 2 temporada. - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 6
Palavras 803
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Hentai, Luta, Magia, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - What...


- eu vou ir vê-la.
- mais mãe...
- mais nada eu vou ir e pronto.- depois de andar até a sala de treinamento eu entro sem bater e derrepente alguma coisa e lançada contra mim.
- quem é você?
- sou dollynho seu amiguinho.
- engraçadinho. Quem é você?
- meu Deus...me mostre oque voce aprendeu até agora.- eu fico em posição de ataque e ela também.
- ok.- ela corre até mim e lança uma bola preta em minha direção mais eu desvio e me distraio um pouco e ela pula em cima de mim, mais eu pulo antes e ela cai no chão de pé.
- Boa mais...esta faltando agilidade.- mais ai ela se teletransporta para atrás de mim e me acerta com alguma coisa pontuda, preta praticamente feito do mesmo tipo da bola do ataque anterior.
- ah. Agora você me pegou.
- sei disso agora me diz quem é você?- ela se teletransporta Pra novamente atrás de mim com o mesmo ataque mais ela segura ele em minha garganta fazendo um pequeno corte mais sai muito sangue.
- antes de perguntar quem é o oponente preste atenção no cenário.- eu desapareço e seguro o pescoço dela ameaçando de cortar com um objeto de ferro de quase o mesmo tipo da transformação da phenex. Mais alguém abre a porta correndo e grita:
- calma as duas!!!
- mãe quem é ela?
- ela é sua avô.
- ela é minha neta?
- precisa de umas aulinhas em.- dou um sorriso só para deixar ela brava. Enta ela se solta dos meus braços e vai até a phenex.
- eu falei que não queria que ninguém interferisse me treinamento você é surda ou oque?
- olha o tom de voz em mocinha.
- olha o tom de voz o cacete.- ela levanta o braço para dar um soco no rosto da phenex mais eu seguro o mesmo.
- não se atreva.
- não se atreva o cace...- eu dou um tapa muito forte nela que cai no chão batendo o rosto que corta um pouquinho.
- isso não vai ficar assim.- ela sai da sala e vai ate o jin.
- jin a Bárbara me bateu.- ela figia chorar e jin abraça ela.
- calma, calma. Deixa que eu falo com ela.
- ok. Tio jin, obrigado.- quando ele se vira ela da um sorriso de falsa. Então Bárbara desce as escadas no momento em que jin ia subir.
- Bárbara.
- oque foi?- ela estava séria.
- porque você bateu na filha da phenex?
- oque ela falou para você?
- ela só falou que você tinha batido nela.
- você nem perguntou o motivo?- eu olho para trás do jin e ela estava rindo e quando jin virou ela fez cara de choro.
- verdade porque ela te bateu?
- porque...porque...porque eu queria treinar sem interrupções e elas entraram la e aí eu pedi licença e ela me bateu.
- esta aí Bárbara...você não pode ficar batendo nela.
- cala a boca jin e da seu rosto.- eu seguro o rosto dele e beijo a testa e ele ve tudo oque aconteceu na sala de treinamento. Então se vira para a filha da phenex.
- oque você disse que vc e pediu licença? Que licença delicada de se dar não é mesmo?- ela se vira e sai correndo para a floresta.- desculpe Bárbara por não acreditar em você é que...
- tudo bem...ainda gosto de você...- ela da um sorriso e jin abraça ela.
- sem amassar meus poderes estão voltando aos poucos calma.
- oh...desculpe.

Doze dias depois...

A filha da phenex continuava matando pessoas na floresta.
- filha...
- oque foi?
- você precisa parar de matar as pessoas da floresta se não nos seremos descobertos.
- tô nem aí.
- filha...
- mãe...hoje não...
- ok. Ok era para eu estar mandando em você é não ao contrário mais tudo bem. Se é assim que você quer tudo bem.- Phenex da as costas para a filha dela e vai ate meu quarto eu estava pintando um quadro de um desenho que eu gostava muito eu tinha desenhado a menina e os dois meninos. Um dos meninos tinha cabelos cor amarelo, o outro tinha um cabelo Preto e a menina tinha um cabelo cor de rosa tinha também o professor deles tinha cabelo cinza, eu nunca fui muito de desenhar. Mais derrepente eu quis então fui. Faz tempo que não vi jungkook ele não apareceu des do dia do restaurante.
- posso entrar?- Phenex tinha colocado a cabeça para dentro do quarto.
- claro que pode se senta ali.
- quero falar uma coisa muito séria com você.- então eu paro de desenhar.
- sobre...?
- a Aka Manah matou mais pessoas hoje.
- já chega...!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...