História I Hate That I Want You - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Drama, Narusaku, Romance, Sasusaku
Visualizações 133
Palavras 698
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aqui estamos com o capítulo 1
Boa leitura, nos vemos nas notas finais. :)

Capítulo 2 - Capítulo 1


Triste e vazio. É assim que Naruto vinha se sentindo ultimamente. Nem parques de diversão, festas, bebidas e até mesmo drogas o fizeram se esquecer do sentimento que vinha crescendo dentro de si. Estava no 1º ano do ensino médio quando tudo começou, ela ficando cada vez mais linda e ele cada vez mais desajeitado. Sakura, sua melhor amiga, mexia com seus sentimentos de uma forma inexplicável, parecia algum tipo de feitiço.

Ela, a feiticeira de sua vida, como costumava chama-la, era dona de uma beleza exótica. Cabelos tão rosas e macios quanto algodão doce, corpo bonito e uma alma incrivelmente boa. Naruto sofria ao ver-se amando tanto sua amiga, e mesmo ficando com muitas garotas e até mesmo alguns garotos, não se esquecia do quanto queria estar perto dela, do quanto a amava. O velho clichê, onde o melhor amigo se apaixona pela amiga e acaba ficando numa eterna friendzone.

– No que tanto pensa pequeno Naruto?

– Primeiro: eu sou maior que você. Segundo: em nada demais

– Tem certeza? Você anda tão epresente, eram sempre os melhores.. — Sakura nunltimamente, não me conta mais as coisas... O que está acontecendo?

Ali estava a pergunta que ele tanto temia, não contaria agora nem sobre pena de morte. Estavam a ponto de ir para a faculdade, faltava apenas decidir o curso, iriam dividir o apartamento e as despesas, não poderia estragar tudo.

– Não é nada, Saky. Terminei com Ino e estou um pouco deprimido, somente isso. – não era uma mentira, realmente haviam terminado, porém ele nem ao menos se sentiu triste. Eles tinham um relacionamento frio e conturbado. Não havia amor, apenas troca de prazer. – Sinto falta dela.

– Não acredito nisso. Porra Naru, ela era muito piranha, ficava com o colégio inteiro.

– Eu sei disso Saky, mas ainda sinto falta.

– Do corpo dela, né? Você nunca gostou dela, por que isso agora?

– As coisas mudam e as pessoas também. Agora chega desse assunto. — a garota nunca gostou de Ino, mas Naruto sempre preferiu não perguntar o porquê de tanta cisma.

– Tudo bem, não está mais aqui quem falou. Mudando de assunto, amanhã é o nosso aniversário! ‘Tô empolgada demais, seis anos de amizade é muita coisa, meu gatinho.

– É, eu sei – falou um tanto desanimado – só quero ver o presente que você vai me dar esse ano.

– Vai ser bem melhor do que o do ano passado, isso eu garanto. – disse com um grande sorriso no rosto. Sempre surpreendia com seus presentes que eram sempre os melhores. Ela amava seu amigo demais, a ponto de aguentar suas namoradas irritantes – vulgo Ino – e continuar ao lado do seu maior companheiro. – Sabe, parece que foi ontem que nos conhecemos. Eu era tão chata e irritante, talvez seja por isso que o Sasuke não gosta de mim.

– Ele é um babaca! Um tremendo babaca. Você era uma fofura, meu amor. Aos dez anos já era a garota mais linda do planeta inteiro!

Pegou Sakura no colo enquanto a mesma se debatia e pedia para ele parar. Rodopiaram pela sala de Naruto, derrubando alguns vasos e a mesinha de centro, porém não importava. Por mais que doesse amar sozinho, o loiro não se importava em ter ela apenas como amiga.

Após tantos giros e risos, o garoto acabou dormindo enquanto tinha suas madeixas acariciadas. Sakura gostava de ficar assim com o amigo, odiava quando brigavam e ele simplesmente sumia sem dar explicações e voltava bêbado, caindo e vomitando a casa inteira. Gostava do cheiro de avelã que ele tinha e gostava de quando cantava no banho e apenas ela ouvia. Sempre foram muito diferentes, e mesmo com dois anos de diferença entre os dois, nada atrapalhava. Eram como se fossem peças de quebra-cabeça, alguns lados se encaixavam e outros nem com muita cola e esforço, se uniriam. Eram amigos porque se completavam, porque se amavam, de formas diferentes, mas amavam.

Sakura se deitou ao lado do garoto e teve sua cintura segurada firmemente. Naruto era seu porto seguro, onde ela se apoiava e o apoiava. Como uma cena de filme, os dois ronronavam baixinho na enorme cama, enquanto seus corpos se uniam, se completavam. Ele sonhava com ela, e Sakura sonhava com unicórnios. Ela amava unicórnios.


Notas Finais


É isso.
Os capítulos serão postados de 15 em 15 dias, para não ocorrer atrasos.
Se quiserem comentar, comentem, babies. Haha
Beijokas ;3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...