História I Hate U, But I Love U_ Mark Tuan (GOT7) - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~Floyer

Postado
Categorias Black Pink, Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jinyoung, Jisoo, Lisa, Mark, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Vc&mark
Visualizações 322
Palavras 1.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellou, desculpa a demora e espero que gostem, boa leitura 🍫❤️

~Evilly

Capítulo 16 - Mark, seu estúpido


Fanfic / Fanfiction I Hate U, But I Love U_ Mark Tuan (GOT7) - Capítulo 16 - Mark, seu estúpido


A aula está muito chata e não vejo a hora de ir embora, escola é um tédio total. Saio dos meus pensamentos quando ouço o professor me chamar.

Professor: S/n, você está prestando atenção no que eu estou dizendo? - Fala olhando-me furioso, fazendo com que todos os curiosos da sala olhassem pra mim.

S/n: S-sim professor - Falo tentando esconder minha vergonha alheia.

Professor: Então... O que eu estava falando mesmo? - Fala se apoiando na mesa.

Yasmin: Vish, vai ter treta - Fala em sussurro, mais um sussurro que deu pra eu ouvir, já que ela está sentada atrás de mim.

S/n: Eh... - Penso um pouco - Sobre um trabalho sobre a química? 

Professor: Sim, mas qual é o tema desse trabalho? - Fala desafiador, arranco um Ooo da sala.

S/n: Slá... Que eu me lembre, o senhor estava falando que ia fazer um trabalho mas não falou qual tema séria - Cruzo os braços.

O professor faz uma cara feia, arrancando risadas da turma. 

Professor: SILÊNCIO! - Todos ficam quietos na hora - Então como eu estava falando, vou fazer um trabalho que vai valer 5 pontos, esse trabalho vai ser em dupla.

Sala ( menos s/n): ÉBA

Professor: É éba mesmo porque eu que vou escolher as duplas - Sorri vitorioso

S/n: Aish!

Professor: Algum problema S/n? - Me olha sério

S/n: Nenhum - Falo seca

Professor: Então, as duplas são... Hoseok e Yasmin... Júlia e Yugyeom... (...) ... S/n e ...

S/n: Que não sejam com Mark, que não seja com Mark - Suplico mentalmente com os dedos cruzados.

Professor: S/n e Mark

S/n: NÃO - Grito desesperada

Professor: Qual é o problema agora, senhorita S/n? - Revira os olhos

S/n: "Qual é o problema?", TODOS! Eu não suporto esse ser humano que não serve pra nada, esse... , Argh! - Respiro fundo - Não tem outra pessoa?

Professor: Não, você terá que fazer o trabalho com ele mesmo - Sorrir - Então que vocês façam um bom trabalho

S/n: Esse professor tá de marcação comigo, só pode - Resmungo.

O sinal toca, avisando que já é hora de ir pra casa, Aleluia!. Arrumo minhas coisas e saio da escola. 

Já que hoje eu vou sozinha pra casa, eu resolvo ir por um caminho mais rápido, já que estou morrendo de fome.

Caminho lentamente até uma esquina onde fica um beco, quando eu estava quase entrando no beco, vejo Rosé e YugYeom conversando. Eu que não sou boba, me escondo em um lugar onde eu possa escutar melhor o que eles está falando.

Yug: Rosé, eu já queira falar isso já faz um tempo - Baixa a cabeça - Eu goste de você - Fala gaguejando.

Rosé: Mas... Você não gosta da S/n? - Fala corada.

Yug: Eu ainda gosto, não vou negar. Mas ela não me quer e esses dias eu estou sentindo algo diferente quando estou perto de você - Fala segurando a mão dela calmamente.

Rosé: Mas.. - É interrompida por Yugyeom que dá-le um beijo ardente.

S/n: Éca - Faz cara de nojo - Ele ainda tem a audácia de falar que gosta de mim, vai se ferrar - Sussurro.

Sinto alguém tocando meu ombro e tomo um susto, logo penso:

"Fudeu"

Mark: tá fazendo o que ai? - olho pra trás e dou um leve suspiro 

Sn: se fizer isso da próxima vez, juro que te mato - falo baixo 

Mark: ta, mas tá fazendo o que? - fala baixo também ao perceber que eu praticamento sussurrava 

Sn: sai daqui, não é da sua conta - o empurro e ele volta e segura em meu ombro - saiii - ele sorri e dá uma olhada onde segundos atrás eu espiava 

Mark: vish, eles estão vindo, corre! - segura em minha mão e sai correndo 

Sn: para Mark - falo ao ter trupicado umas trocentas vezes 

Mark: quer que eles vejam o quão você é encherida? - para de correr e me curvo apoiando minhas mãos em meus joelhos tentando respirar 

Sn: aquilo é da minha conta, ele gosta da Rosé e estava comigo, fiz bem em desconfiar deles dois - o olho - e você? Tava me seguindo?

Mark: O caminho da minha casa e por esse direção

S/n: Mentira - Cruzo os braços

Mark: é sim!

Sn: Não é não

Mark: Eu estava indo para sua casa, ia ver JB

Sn: Primeiro sua casa era pra cá, agora está indo para a minha casa

Mark: Ué, minha casa não pode ser na mesma direção que a sua não?

Sn: Aish, tchau - começo a caminhar

Mark: Wow...ei (Sn), me espera - fala correndo tentanto me alcançar

Sn: mantenha distância - Falo acelerando meus passos.

Mark: S/N! - Me pucha bruscamente pelo braço, me coloca contra a parede colando nossos corpos.

S/n: VOCÊ ESTÁ LOUCO!? - Falo dando muros em seu peito, tentando raciocinar o motivo pelo qual esse idoita fez isso.

Mark: EU PEDI PARA QUE VOCÊ ME ESPERA-SE - Grita segurando meus braços, os colocando na autura dos meus ombros

S/n: EU NÃO SOU OBRIGADA A TE ESPERAR, AGORA ME SOLTA SEU DESGRAÇADO - Fico me debatendo.

Mark: EU... Eu só tô tentando ser seu amigo - Respira fundo

S/n: E DAÍ? EU NÃO PEDI SUA AMIZADE, PEGUE ELA E DÁ PRA OUTRA PESSOA - Tento me soltar de todas as formas, mas por enquanto ainda na mesma - FALA LOGO O QUE VOCÊ QUER COMIGO, E ME DEIXA IR EMBORA

Ele para por um momento... Olha pro lado e depois volta a olhar pra mim. Ele vem aproximando seu rosto devagar até ficar poucos centímetros do meu.

Mark: Você quer saber mesmo o que eu quero fazer com você? - Fala me fazendo virar o rosto por lado - Eu quero fazer tantas coisas, que você já deve saber o que é... - Sussurra em meu ouvido num tô malicioso, me deixando violentamente corada.

S/n: ME LARGAR - Falo o empurrando forte, e me desprendendo de seu corpo - NÃO QUERO SABER NADA, AGORA ME DEIXA EM PAZ - Saio correndo desesperada.

O que foi aquilo? Meu Deus ! Ele só pode estar fora de si, por ter falado aquele monte de baboseiras.

Corro até chegar em casa, entro apressadamente, indo direto por meu quarto, trancando a porta logo em seguida.

Me jogo na cama e fico pensando porque diabos aquele noiado fez e falou aquelas coisas absurdas, saio dos meus questionamentos sem fim com uma mensagem no celular.

Jú: S/n, vamos nós encontrar mais tarde pra procurar os vestidos? tem que ser hoje, amanhã vou estar ocupada!

Eu: Vamos, que horas?

Jú: As 15 horas tá bom pra você?

Eu: Está ótimo

Jú: Okay então, te vejo as 15 horas em frente a Loja *****

Eu: Tá, bye

Jú: Bye bye

Vejo que horas eram, ia dá 13:30.

S/n: Nossa, demorei tanto assim pra vir pra casa? - Faço bico

Levanto e vou logo tomar um banho, pra ver se eu tiro esse fedor do Mark que ficou impregnado em mim. Visto uma roupa normal e vou comer.

Vou pra cozinha e vejo que não tinha nada pra comer, o JB não estava em casa e a Mãe dele vai ficar no trabalho hoje o dia todo, agora o que eu faço?

S/n: Acho que vou comer fora mesmo - Falo pegando minha bolsa e colocando meu celular dentro dela.

Saio do casa e vou a caminho do shopping, chegando lá, a visto de longe o subway, meu lugar favorito, tem sanduíches saudáveis e deliciosos.

(...)

Depois de ter comido, muito bem por sinal, fico de braços cruzados esperando as meninas em frente a loja. Depois de um tempo vejo elas chegando.

S/n: Vocês demorarão em! - Bufo de tédio por ter esperado elas, sério nunca mais vou fazer isso, tá vendo no que dá ser boazinha.

Yasmin: Você que chegou cedo demais, fala adentrando a loja

S/n: "Você que chegou cedo de demais", puff - Falo cínica

Júlia: Vocês já sabem mais ou menos como vão ser seus vestidos? - Fala olhando alguns vestidos nos cabides.

S/n: Eu quero um vestido muito glamouroso - Sorrio.

Yasmin: Eu tava querendo um vestido decotado, mais optei por um vestido mais fofo pra combinar com o de vocês.

Júlia: HAAAA - Grita, assustando todos da loja.

S/n: O que foi isso? - Rio

Júlia: Eu encontrei os vestidos perfeitos olha - Coloca os vestidos na frente de cada uma ( foto do capítulo).

S/n: AMEI! Super combinou comigo - Vou correndo ao provador, vestindo-o em seguida. - O que vocês acharam ficou  em mim? - Fico um pouco corada esperando um resposta positiva delas.

Júlia: Nossa! Ficou maravilhoso em você S/n, você vai arrasar na festa.

Yasmin: Epá, eu que vou arrasar, eu estou precisando mostrar meu glamour - Cruza os braços.

S/n: Calma Yasmin, essa parte pode ficar com você, na verdade eu nem quero ir pra essa festa, não estou com ânimo pra ir. - Me sento em uma cadeira ao lado delas.

Júlia: Mas nem sempre querer é poder.Você vai nem que eu te arraste pelo cabelo.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...