História I Hate U, I Love U - Ruggelaria - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candelaria Molfese, Karol Sevilla, Ruggero Pasquarelli, Sou Luna
Personagens Candelaria Molfese, Karol Sevilla, Personagens Originais, Ruggero Pasquarelli
Visualizações 21
Palavras 1.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 3


- Não, desculpa, por favor... Eu irei sumir de sua vida e de Ruggero, hein, o que acha da pro...


- ...posta ? Eu não sou disso queridinha, não está acostumada... Não! 


- Eu nunca consegui ter o que você tem, Candelária...


- Eu sei... Mas morre que passa... Nunca vai conseguir chegar ao ponto que estou - que ponto senhor? 


- É, nunca... Mais eu posso te perguntar uma coisa. Talvez , demonstrar.


- Pode, pode fazer.


Me levanto para " demonstrar " o que eu nem tinha em mente, ainda apontando a faca para mim, comecei a imitar um papel que fiz numa novela. 


- Okay, vamos acabar com isso. - se aproxima de mim com a faca na parte externa do meu esôfago. 


- Iremos sim! Vadia. - dou um chute em sua barriga, rapidamente puxando a faca de sua mão e atirando pela janela. 


Vichi, iria da merda. Caiu na rua, alguém iria ver e vir. E quem disse que não ? 

Quando estávamos brigando, ouvi vozes na porta, Candelária estava em cima de mim, a esperta se ligou que iriam arrombar a porta e se atirbarrnão é   baixo de mim, fazendo eu ser a culpada. O que eu não era! ! 


- O que está acontecendo ? Karol... - dizia um estranho que normalmente me conhecia pela televisão.


- Não é o que estão pensando... O twitter... É que... Ela... Me... - Travo. 


- Ela está querendo me matar porque eu sou melhor que ela, ela disse que tinha inveja de mim. Soltem ela de mim, essa mulher é maluca, chamem a polícia.


- Gente, eu posso explicar tudo... Não chamem a polícia, não antes de ouvirem a história. - Chorando.


 - Okay, diga. - diz uma mulher com o celular na mão.


- Bom... Todos sabem que essa é a Vacandelaria... ops... Candelária e o Ruggero terminaram... Bom... E também devem está sabendo que eu e ele voltamos. Essa mulher fez vários perfis fakes, me xingando, expondo e etc... Acreditem em mim, procurem comigo o tablet dela. Vamos. Enfim, após eu descobrir, ela foi para lá - aponto - e voltou com uma faca para me matar. .


- Gente, eu acredito nela. - todos fazem sinais de sim. - VAMOS PROCURAR! 


Claro que todos foram, proucuramos pela cama, guarda roupa e banheiro, quando chegamos no canto achamos o tablet com montagens sobre um APP de nudes. Era eu, óbvio. Quando chegamos na sala novamente...


- Cadê a Candelária ? - perguntava um dos homens do grupo.


- Também queria saber. Ligue para a polícia. Rápido, vou ligar para o Ruggero. - Dizia eu com o tablet na mão.


- Vocês tem dinheiro, eu não. Tenho que trabalhar. - o mesmo discutia o resto só grupo que saíam da casa.


- Misericórdia, esse pessoal de hoje em dia. - dizia eu. 


- É... Não liga, estou publicando no perfil que é essa conta. Pronto... Feito, hahaha. 


Ligação On (Karol e Ruggero)


- Amor... Aonde você está ? Estava preocupadíssimo. E aí ? Como foi aí ? - perguntava com o coração disparado.


- Nem te conto. Horrível, Candelária quem fazia as contas e nudes para publicar, estamos absorvendo tudo e ligando para a polícia.


- Okay, beijos amor, vou começar a compartilhar. - Desliga sem ao menos me dar um tchau...


Ligação Off (Karol e Ruggero)


- Pronto, a polícia está procurando, vários estão compartilhando uma força contra a cobra e agora precisamos ir. Você que está no comando. Boa sorte. - dizia saindo, pessoal covarde heim.

( ... )


C A N D E L Á R I A


Ai meu Deus, acabou tudo, agora sim me dei mal. Vou ter que sumir por um tempo, ah, mamãe.


- Mãe... - Sou interrompida.


- Mãe nada... Eu não ensino minha filha a querer matar alguém, já me avisaram, saía da minha casa. - diz me dando duas vassouradas.


- Ainh mãe, que isso!! Desculpa, mãe. Para mãe, por favor. - Continua me batendo. - mãe, desculpa. 


- Eu vou parar quando eu quiser! - continuava a me bater. - Eu te pus no mundo, eu posso tudo.


- Não pode não! - pego a vassoura e enfio em sua barriga e corro. 

( ... )


Me deu muita pena por ter feito isso com a minha mãe, independente de tudo, ela é minha mãe e se fez isso comigo... Ah, quer saber.... Que se ferre todos, vou dar a volta por cima!!

( ... )


* Na casa de Candelária * 


- Bom, policiais, eu bati na porta e não demorou muito para eu ser atendida, foi quando eu parti para agressividade o mesmo ela fez...


- Espera aí... Então você quem quis matá - la... ?


- Opa, Opa! Não foi bem assim, eu estava me defendendo, dos absurdos que ela disse sobre mim. Como vocês podem ver no... No tablet...


Eles lêem tudo e... - Okay senhora, iremos ver nas câmeras do apartamento e do corredor e interditar esse ponto local. - Eles se retiram.


Bufei. - Droga.


R U G G E R O 


Saio de casa, às pressas para ir até o apartamento de Candelária, chego lá, Karol nem os polícias estavam no local, liguei novamente para Karol.


Ligação On ( Karol e Ruggero ) 


- Amor, aonde vocês está ? 


- Nem te conto! Novamente... Candelária Molfese fugiu, o local está interditado e eu acusada por muitos.


- Iremos resolver tudo isso, juntos, conte comigo. Beijos...


Ligação Off ( Karol e Ruggero )


O que me restou foi ir embora e voltar para casa e esperar a Karol chegar. Com tudo isso, tinha esquecido que a casa estava uma bagunça, a Karol ia vir hoje para ver se daria para morar aqui comigo. Vishi. Banheiro, quarto, cozinha e sala, tudo desarrumado. Meu Deus, se a Karol ver, isso vai achar que sou um bagunceiro, okay, eu sou. Corro para a cozinha para lavar a louça e limpar geladeira e fogão. São 17 : 52 , ela disse que chegaria lá para às ... 

Tok Tok. Ai meu Deus, era a Karol.


- Amor, você está ai ? 


Comecei a entrar em pânico e caí para trás em cima de dois pratos no chão cheios de restos de lasanha.


- Amor, o que é isso ? Olha, eu vou arrombar essa porta... 1, 2 e 3! - Arromba a porta já entrando e me encontra no chão e a casa completamente desarrumada.


- Amor, desculpe, eu sei que a casa ta assim, eu tentei arrumar, sabia que você ia ficar passada mais não vai embora, desculpa... Eu sou um péssimo...


- Ei! Não, você não é um péssimo... Namorado... Você é um... Preguiçoso, e eu vou mudar isso em você! Ouviu senhor Pasquarelli ? - me dar dois tapas na cara. 


- Ainh, amor. Okay, Okay... Mas... Desculpa.


- Chega! Parou o drama, estou por aqui de problemas... Vamos arrumar essa casa...


Karol estar sendo extremamente grossa comigo! Está mudando aos poucos, desde cedo. 


Notas Finais


Eita! Essa Candelária não tem juízo!
O que será que vai acontecer com Ruggarol ?
Karol vai começar a ser fria com todos, ou só com quem ficou com a Candelária e com a mesma?...

Espero que tenham gostado! ❤

{ @Pablo_Sevilla e @Pablo_Zor-El }


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...