História I Hate u I love U - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink
Personagens Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jisoo, Jungkook, Lisa, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 7
Palavras 1.443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fala seres humanos, sei que demorei pra postar pois eu estava sem internet mas ficar sem internet foi bom para eu escrever um novo capítulo.
Enfim deixa de blá blá e boa leitura <3

Capítulo 3 - Me estruparam..


Fanfic / Fanfiction I Hate u I love U - Capítulo 3 - Me estruparam..

Um dia depois...

"Amanheceu e eu não parava de lembrar do beijo de Jungkook, foi algo tão bom mais ao mesmo tempo estranho... Me arrumei e me encontrei com o povo da reportagem no hotel e fomos para a comunidade de Seul, chegando lá avistei Jungkook:

-Oii! -Fala ao se aproximar de mim.

-Olá. -Falo enquando uma mulher me coloca um microfone.

-Tá pronta pra reportagem?

-Acho que sim...

"O lugar onde eu apresentava é bem humilde, casas pequenas, padaria minúscula, alguns mines apartamentos e muitos becos e é claro o restaurante da noite passada, começamos a gravação e Jungkook não parava de me olhar, eu já estava perdendo o foco da gravação com aqueles olhos puxadinhos me observando..

Uns minutos Depois...

"Quando a gravação já estava quase acabando um homem em uma moto se a aproximou, ele usava roupas bem simples e aparentava ser entregador de jornal, não pude ver direito seu cabelo e seus olhos eram puxadinhos iguais a de Jungkook, era forte e não parava de olhar para Jungkook, até que ele se aproximou mais e pude ler em seus lábios ele dizendo:

-Jungkook...

"Porém Jungkook não foi até ele, olhou espatado nos olhos do motoqueiro, atrapalhou a gravação, me deu um beijo na testa e saiu na maior velocidade em seu carro, mas aquele motoqueiro foi atrás dele então gritei:

-GENTE MEUS DEUS UM CARA DA SEGUINDO ELE, ALGUÉM LIGA PRA POLÍCIA!!

-Ei ei, calma. -Um homem alto, de cabelo castanho, vestindo um avental se aproxima de mim.

-Moço ajuda meu amigo tá sendo seguido por um motoqueiro.

-Clama, o Jungkook vai ficar bem

-J-Jungkook? Conhece ele?

-Sim.. Vocês estavam no restaurante que eu trabalho,na noite passada, prazer me chamo Jin. -Limpa a mão que estava suja de comida e estende a mão para um comprimento.

-Prazer meu nome é Mia, Jin ele não é perigoso? -Aberto sua mão.

-O Jimin? Não hahaha 

-J-Jimin..

-É o entregador de jornal aqui da comunidade.

-E porque ele seguiu Jungkook?

-Acho que pra acertar coisas do passado deles...

-Passado?

-É eles tem um passado complicado..

-Que passado?

-Bom.. Se Kookie não lhe contou é porquê tá esperando a hora certa... Então não posso te contar. -Entra no restaurante

-Mas Jin...

-Senhora Melissa temos horário, vamos terminar a reportagem?

-Ah claro..

"Eu não consegui me concentrar nas gravações depois do ocorrido, que passado será esse que Jungkook me esconde? E quem é esse Jimin? Que nome escroto.. Depois das gravações fui para casa de metrô, amo andar nesses metros velhos me faz pensar na vida, durante o trajeto vi um garoto bem parecido com meu antigo amigo de infância chamado Namjoon, eramos inseparáveis, ele era meu vizinho, me ajudou no tratamento de saúde de meu pai, todas as vezes que meu mundo escurecia eu ia para nosso cantinho que era uma mine casa na árvore feita por nois mesmo, morei lá por umas semanas depois que meu pai faleceu, Namjoon me dava a atenção que minha mãe nunca me deu, sua família era bem pobre também, morava com sua avó pois foi abandonado pelos seus pais quando ainda era bem novo, além de sustentar sua avó, tinha seu tio vagabundo e seus dois primos pequenos que hoje já devem estar enormes, Namjoom era o único que trabalhava, muitas vezes o peguei chorando na nossa casinha, porém ele nunca choro u em minha frente sempre estava com um sorriso no rosto, mas só eu sabia a dor que ele carregava em seu peito, fomos para a mesma faculdade, ele sonhava em ser um repórter famoso e eu até que gostava de reportagem e Jornalismo, mas eu fiz algo muito errado, modifiquei sua fixa de inscrição na empresa que trabalho agora, assim ele não foi contratado e eu fui... Me arrependo disso até hoje, eu falei a verdade para Namjoon e ele disse que já mais me perdoaria e ele estava certo, nem eu me perdoaria. Perdemos contato e todos os dias sinto sua falta. Chegando em meu hotel, subi as escadas com os olhos cheio de lágrimas ao lembrar da pessoa que mais amei na minha vida, chegando no quarto, peguei meu celular e mandei uma mensagem para Jungkook

Mia: Oii, Como você está?

Jungkook: Oi, estou bem..

Mia: O motoqueiro te seguiu..

Jungkook: Eu sei, mas conseguir ser mais rápido

Mia: Jin me disse que se conhecem

Jungkook: Eu e o entregador de jornal? Haha não...

Mia: Ele disse que vocês tem um passado..

Jungkook: Ahh fala sério!?

Mia: Hm..

Jungkook: Você prefere confiar em um cozinheiro de classe baixa do que em mim?!

Mia: Você é muito misterioso Jungkook!

Jungkook: Ah vai se foder Melissa! 🖕

"Aquelas palavras foram o bastante para as lágrimas que eu estava segurando caíssem, porém me recuperei, fui ao banheiro, lavei meu rosto, coloquei um vestido curto vermelho, um salto preto, passei uma maquiagem bem chamativa e saí, quando eu estava saindo do prédio um rapaz me para

-Ei moça você vai sair? -Fica na passagem me impedindo de sair

-O que você acha?

-Acho melhor não sair

-Por quê?

-É meio perigoso uma mulher linda como a senhora sair sozinha a essa hora da noite, não acha?

-Não me importo, agora saí da minha frente. -Empurro o rapaz

"Saí do hotel sem rumo, eu só queria esquecer tudo, minha família, as pessoas que magoei, o monstro do meu chefe, Jungkook, minha vida esquecer o caos que ela tava. Então lembrei de uma baladinha que ficava ao lado do restaurante onde Jin trabalhava, chegando lá a fila estava bem grande, quando finalmente entrei, tudo o que eu queria era um belo drink com muito álcool, então bebi, dançei e realmente esqueci de meus problemas, fui a última a sair da balada,eu tava meio tonta mas tinha noção do que tava acontecendo, para chegar ao metro tive que caminhar pelas ruas da comunidade, estava tudo bem escuro e silencioso, até que ouvi passos e  cuxixos, parecia ser dois homens, tentei acelerar meus passos estava difícil pois eu estava tonta, mas eles foram mais rápidos e me cercaram e um disse:

-Oii docinho.. Você ta tão linda vamos nos divertir? -Segura meu braço com força e fala em meu ouvido.

-Me larga! -Tento me solta, porém ele era muito forte.

-Shiuuuu... Silêncio bebê. -O outro cara fala tampando minha boca com uma mão e a outra apartando um de meus seios.

-Vamos ali para aquele beco, ver o que esse docinho nos oferece...

                         (..)

"Acordo com batidas em meu ombro"

-Oi moça?

-An? Onde estou? Quem é você?

-É.. Você está na minha casa.. Me chamo Park Jimin

-Ai que dor de cabeça.. -Me levanto de um sofá velho.

-Calma. -Me ajuda a levantar. -Pegue -Me entrega um copo com chá.

-Eu não lembro de nada..

-De nada?

-Nada.. Porquê estou com essa roupa? Você tirou minha roupa?

-Calma moça, eu sou entregador de jornal sempre acordo cedo e eu te encontrei em um beco sem nenhuma roupa essa manhã, então tirei a camisa que eu estava e lhe vesti, dei um jeito em te colocar em minha moto e lhe trouxe para cá.

-...- Fiquei em silêncio, tentando buscar nas minhas lembranças o que tinha acontecido, e eu lembrei, de dois caras tirando minhas roupas e fazer coisas com meu corpo. 

-MEU DEUS! ESSE LUGAR É HORRÍVEL SÓ TEM MONSTRONS, LUGAR IMUNDO DE PESSOAS SEM UM PINGO DE COMPAIXÃO POR ISSO SÃO PROBRES MERECEM VIVER NESSE LIXÃO!! -Grito ao me levantar

-OH garota ta ficando louca? Você não sabe o quanto a gente batalha pra ter um pão na mesa todas as manhãs.

-FODA-SE, SEUS IMPRESTAVEIS, RATOS, LIXOS, NOJENTOS!!

-AHH JÁ DEU! -Segura meu braço me levando de seu sofá e me taxando para fora de sua casa. -VAI SE FUDER SUA VAGABUNDA. -bate a porta na minha cara.

"Saio da casa de Jimin tremendo e chorando, estou com raiva e ao mesmo tempo com medo, eu não sei para onde ir, não tenho celular, nem dinheiro, caminhei um pouco e avistei o restaurante de Jin.

-Oii.. - Entro no estabelecimento.

-O-oi. -Uma mulher que varia o chão me responde

-O Jin está? -Me sento

-Vou chama-lo. -Entra na cozinha -JIN,uma moça tá ai

-Oi..

-Pode me ajudar?

-O que aconteceu? -Se senta ao meu lado

-Longa história, pode me emprestar seu celular?

-Claro.. -Me entrega um velho celular..

"Disquei o número de Jungkook, que afinal já estava salvo no celular do moreno, não demorou muito e Jungkook atendeu e disse que já estava a caminho"

-Quer me contar o que aconteceu? -Segura minha mão.

-Outra hora por favor.. -Deito minha cabeça tirando minha mão de baixo da dele.

                          (..)

-Mia! -Entra no restaurante correndo.

-Jungkook! -Corro também e abraço muio forte ele.

-O que aconteceu? -Pergunta e mantém o abraço..

-Só me tire daqui... -Sussurro em seu ouvido.

-Ok.-Saímos de lá

-DE NADA! -Grita Jin

-Essa camisa não é de Jimin?... -Jungkook fala baixo porém consigo ouvi-lo

-Oi?

-Nada não, vou tira-la daqui..

"Como Jungkook sabia que camisa que eu usava era de Jimin?.... Eu não aguento mais segredos.. Eu estou aos pedaços.. Preciso de Jungkook mas ele parece que ele precisa de um monstro chamado Jimin.."








Notas Finais


Que passado será esse que Jungkook teve com Jimin? Essa passado que ele esconde de todos....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...