História I hate u/I Love u - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, V
Tags Hot :v, Hot Bangtan, I Hate U, Inimigos De Infância, Taehyung Hot, Te Odeio
Visualizações 36
Palavras 967
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii!olha gente minha primeira fic...
Espero que gostem!

Capítulo 1 - 1.Lembranças...


Fanfic / Fanfiction I hate u/I Love u - Capítulo 1 - 1.Lembranças...

-Taehyung!Sua praga,devolve o meu urso.-gritava correndo atrás do garoto que eu não suporto-Taehyung,o filho da melhor amiga da minha omma- odeio ele,mas também gosto.

-Só se você parar de me chamar de praga.-falou parando ao lado da minha omma,como se fosse uma chantagem.-Vai parar?-indagou erguendo uma de suas sobrancelhas,com um sorriso cínico nos lábios.

-O que está acontecendo Tae?-minha omma o chama de Tae,bom todos menos eu,minha omma perguntou ao se levantar e virar pra nós.-Já estão brigando?Aigoo,isso ainda vai dar em namoro.

-Só que nunca omma,eu odeio ele.-gritei e saí correndo.-EU QUERO MEU URSO DE VOKTA TAEHYUNG.-gritei da janela ao entrar em casa.

        Naquela mesma tarde uma tragédia em minha vida aconteceu.Minha vida virou uma tragédia.Todos já haviam ido embora,meu appa ainda não havia chegado.

-S/N?-minha mãe chamou abrindo a porta.-Irei sair,vou até a empresa resolver um problema que aconteceu e volto daqui a pouco,seu appa logo irá chegar.-Falou dando um beijo em minha testa.

-Okay omma.-falei descendo até a porta com ela.

[...]


Eu estava sozinha em casa,e ouvi a campainha tocar,estava um pouco tarde pra alguém vir aqui,meu appa ainda não havia chegado.

-Quem é? -Gritei logo depois que desci,distante da porta.

-Sou eu s/n.-Era a praga hyung,veio me atormentar como sempre,mas ele estava com a voz diferente um pouco nervoso.

-Aish,não me deixa em paz,veio me atormentar?-gritei sem abrir a porta.

-Você pode abrir por favor?-ele falou por favor,deve está doente ou acobteceu algo.-Minha omma falou pra você ir lá pra casa,agora,ela precisa falar com você.-falou de um jeito mas nervoso ainda.-É sobre sua omma.-Abri rapidamente a porta e vi lágrimas escorrendo em seu rosto.

-O que houve com minha omma?-perguntei e ele me puxou até sua casa,bom naquele momento não pensei mas em nada,poderia ser mais uma de suas brincadeiras sem graça,mas ele realmente não parecia estar brincando,chegamos em sua casa,sua omma eatava nervosa.-Cadê minha omma?O que aconteceu com ela?Ela está bem?Me respondam!-gritei desesperadamente.-Tia o que aconteceu?-perguntei e comecei a chorar.

-Sua omma,quando estava andando pela calçada da empresa e foi assaltada por dois homens armados,logo depois,levaram ela pra um beco que há lá por perto e deram 5 facadas nela.-depois de ouvir,fuquei perplexa,e comecei a chorar.

-Eu quero vê-la,onde ela está?Me leva pra ver ela por favor,por favor tia.-falei ajoelhda em sua frente,pois caí sem forças ao receber a notícia.-Ela está bem?Eu quero vê-la.

-Seu appa está lá com ela,ele ia ligar pra dar notícias.-falou e logo o celular tocou era o meu appa.-E aí como ela está? -Logo depois de fazer a pergunta,ela começou a chorar.-Taehyung fique aqui com ela,não saiam daqui por nada,eu irei lá, por favor cuide dela-ela faliu secando as lágrimas,e ele acenou positivamente.

-Tia mas eu quero ir!-falei chorando desesperadamente.

-Crianças não podem entrar lá,então fique aqui.-falou pegando a chave do carro e saindo.

  Naquele momento meu mundo caiu,não conseguiria viver sem minha omma.

-Pare de chorar,eu vou ajudar você no que você precisar,mesmo que você me odeio.-falou me dando um copo de água, sentando-se ao meu lado,e me abraçando. 

    Com esse momento,palavras e atitude da pessoa que eu mais odiava,ou fingia odiar,foi tudo muito estranho,mas ligo adormeci.Acordei às 10:27,estava muito cansada,Taehyung estav no telefone.

-...Sim omma...não ainda não acordou...sim,como a titia "tá" ?...como não posso falar?...você sabe que ela vai ficar com raiva se eu não falar...sim,mas não tem cirurgião?...ela vai ficar bem não vai?...vem nos buscar?...ok omma tchau.

-Como minha omma" tá" ?Ela tá bem?Responde Taehyung.-Falei o assustando com tantas perguntas ao mesmo tempo.

-Aigoo,você me assustou,você ganha vida assim?-falou pondo a mão no peito.

-Aish,não mude de assunto,e minha omma?Como está?Ela vai ficar bem...não vai?Eu quero vê-la.-falei sentando-me no sofá.

-Hoje de tarde,a omma vem nos buscar,então se arrume...mas agora vá tomar seu café,tem bolo na mesa.

-Não foi você que fez certo?-falei ao me levantar.

-Porque?-falou erguendo a sobrancelha.

-Vai que colocou veneno.-falei e surgiu o sorriso quadrado e cínico,que só ele tem.

-Se eu quisesse te envenenar, teria colocado na água que te dei ontem,certo?-falou me puxando até a cozinha,pegou o bolo cortou em dumas fatias,e mordeu um pedaço.-Viu?Se estivesse envenenado eu não comeria,Certo?-falou de boca cheia,dei de ombros e tomei meu café.

[...]


-TAEHYUNG!ONDE TEM TOALHA?NÃO TO ACHANDO.-gritei do banheiro,o vasculhando atrás de toalhas.

-TÔ SUBINDO-gritou da sala.

-NÃO!SÓ ME DIZ onde tá-diminui o volume quando ele entrou no banheiro,tratei de me cobri com o que havia por perto.-SAI DAQUI SUA PRAGA,EU FALEI PRA NÃO ENTRAR,SE EU PEDI TOALHA,É PORQUE "TAVA" TOMANDO BANHO E QUERIA ME SECAR NÉ?SEU IDIOTA.-ele estava paralisado,não dizia nada,e nem fazia nada,precisei jogar minha sandália pra ele perceber que eu tava nua,e ele tava lá. ME DÁ UMA TOALHA TAEHYUNG!NÃO FICA AÍ PARADO.-quando ele caiu em si,me deu uma toalha e saiu correndo.

[...]

         Já eram 17:50 e a omma dele veio nos buscar.Chegamos no hospital e vimos meu appa sentado na recepção nos esperando,fomos até o quarto onde minha omma estava.

-Omma!...A senhora está bem?-falei indo até ela,ela estava com a cabeça encaixada,pois na hora em que caiu,bateu a cabeça em uma pedra,ela iria ter que fazer uma cirurgia na altura da cintura,as facadas foram nessa região,na barriga,e uma no peito que atingiu algumas veias do coração.Ela estava dormindo,por isso não conversei com ela,então saí do quarto.

-As chances dela sobreviver são poucas,a cirurgia pode só piorar as coisas,as veias que nomeiam sangue para o coração foram interrompidas,então no meio da cirurgia ela pode sofrer um infarto,por não ter sangue ao redor do coração.-Um dos médicos falou para meu appa.-Como assim?Minha omma não vai sobreviver? Vocês tem que ajudá-lá.-falei caindo no choro,meu appa,até tentou me consolar,mas não deu certo.

          Naquela mesma noite,minha omma faleceu,porque não havia mais sangue para o coração bombear,ela havia perdido muito,sofri demais,e sofro até hoje.

         Depois do acontecido,eu me fechei pra tudo e pra todos.

         Taehyung? Bom,tudo voltou a ser como era antes,brigas,implicâncias,e tudo mais.Depois de um tempo nos mudamos pra Busan,não queríamos mas viver naquele lugar. Eu tinha apenas sete anos,e perder minha omma,era muito difícil,nós éramos muito apegadas uma a outra.

              ~lembranças off~



Notas Finais


Gente os Cap. Vão ser meio pequenos então terão mais Cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...