História I Hate You - JiKook - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Namjin Jikook Vhope
Exibições 132
Palavras 1.385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Quer jogar verdade ou consequência?


Fanfic / Fanfiction I Hate You - JiKook - Capítulo 8 - Quer jogar verdade ou consequência?

“Eu irei esquecer

Amanhã, já não lembrarei de nada...

Por hoje, esquecerei meu nome

Esquecerei você!

Farei loucuras, que nem eu espero de mim

Por hoje, você é apenas um detalhe!”


°•°•°•°


≠ JungKook on ≠

– O que te faz pensar que eu gosto dele? – Perguntei à Tae.

– Sei lá. Intuição?!

Ele estava achando que eu estava gostando do Jimin...

– Sua intuição está errada!

– Ah, vai... Você gostou do beijo?

No mesmo momento, ouvi a porta do quarto abrir. Meu cú trancou...

– Beijo? Que beijo? – Ouvir a voz grave de Namjoon me tranquilizou.

– Entra e fecha a porta! – Falei e assim ele fez. Comecei a explicar do beijo com Jimin.

– Nossa.. Nunca esperava isso de você, Taehyung! – Namjoon falou, rindo. – Gostou, maninho?

– D-Dá para pararem de perguntar isso?! – Senti as minhas bochechas queimarem, tampei meu rosto com o travesseiro e me joguei na cama. – Eu não gosto dele..

– Aham! – Taehyung concordou sarcasticamente, recebendo um dedo do meio meu como resposta.

O celular de Namjoon apitou, ele olhou a notificação e sua expressão facial mudou.

– O que foi, Nam? – Perguntei.

– Jin me mandou uma mensagem... – Suspirou. – Respondo?

– Não! Larga de ser trouxa! – Respondi. Queria ver meu irmão bem...

Ele abriu a conversa, mas não respondeu...

– Muito bem! – Falei, arrancando um sorriso triste dele.

≠ Jimin on ≠

Cheguei em casa. Quando estava chegando em meu quarto, Hoseok me chamou, entrando no quarto de Jin.

– O que houve? – Perguntei.

– Namjoon visualizou e não o respondeu... Sabe como Jin é dramático! – Respondeu Hoseok.

– Cara, ele não é de me deixar no vácuo! E mais, faz mais de duas horas que ele tá online e não responde! – O mais velho se pronunciou.

Engoli o seco e peguei o celular de sua mão, lendo a conversa.

[03:00 PM]

You: Nammie

[03:01 PM]

Nammie <3: Oi

[03:01 PM]

You: Eu queria saber se você vai para a festa da Mi-Cha hoje, você vai?

[03:01 PM]

Nammie <3: Você vai?

[03:02 PM]

You: Acho que sim

[03:02 PM]

Nammie <3: Hm.. Acho que não vou...

[03:02 PM]

You: Pq? (√√)

[03:18 PM]

You: Nammie? (√√)

[03:40 PM]

You: Por que não responde? (√√)

[04:00 PM]

You: Namjoon?! (√√)

[04:50 PM]

You: Kim Namjoon! (√√)

[05:00 PM (agora)]

Nammie <3: Tá, eu vou..

– Ele respondeu! – Entreguei o celular e Jin logo respondeu.

[05:00 PM]

You: Por que a demora?

[05:01 PM]

Nammie <3: Nada...

~ Nammie <3 está offline.

– O que eu fiz? – Jin jogou o celular na cama, se jogando na mesma junta.

– Calma... Ele só deve estar irritado... – Hoseok tentou tranquilizá-lo.

– De que horas é a festa? – Perguntei, mudando de assunto.

– Nove e meia da noite.. – Hoseok respondeu. – Você vai, né?

– Sim.. Vocês vão? – Hoseok concordou com a cabeça. – Ok... Vou deitar um pouco.. – Saí do quarto.

Me deitei na cama e coloquei o celular para despertar de 20:00 da noite, para que eu acordasse e me arrumasse para a festa, sei que ela iria durar a noite toda. Por sorte, amanhã não temos aula, não me lembro bem o motivo, se é algum feriado, ou sei lá... Mas sei que, na quarta, essa festa será o assunto mais comentado na escola.

E não demorou muito para que eu adormecesse, porém, até em meus sonhos, as duas coisas não saiam da minha cabeça. Jin e Namjoon... E o beijo...

Eu estava na casa deles. Taehyung estava lá também. Estávamos jogando verdade ou consequência, Namjoon e Jin nem se olhavam... Logo, Taehyung teve que desafiar JungKook. E o desafio foi...

– Beije Jimin! Sem mais nem menos! – Ele me olhou com uma cara de nojo e bufou.

Estávamos sentados no chão. Eu estava imóvel no mesmo, JungKook veio "engatinhando" até mim e ficou de joelhos em minha frente. Ficamos nos olhando por um tempo, meu rosto queimava. Eu fechei os olhos e JungKook se aproximava lentamente de mim, até que nossos lábios não tinham mais distância. Seus lábios doces, macios... Era tão real. E começou a tocar uma música. Up&Down, do EXID. Perfeito para me acordar, despertador!

Me levantei, exatas oito da noite, e fui tomar banho. Foi um banho relaxante, mas não tão demorado. Saí do chuveiro e me vesti. Vesti uma calça jeans rasgada, uma camisa grande branca e meu tênis vermelho.

Saí do quarto e entrei no de Jin. O mesmo procurava uma roupa para vestir.

– Dá para levantar dessa cama e me ajudar? – Reclamou.

– Ah, sei lá! Veste aquela tua roupa favorita. – Respondi.

– Vão me zoar!

– Por usar uma camisa rosa?! Claro que não!

Ele deu de ombros e procurou a roupa que eu havia falado. Uma camisa rosa meio bebê, uma calça jeans branca meio rasgada e um tênis branco.

– Perfeito! – Disse ao mais velho.

– Não gostei... Mas, já que você diz.. – Ele respondeu, se olhando pelo espelho.

– Vou ver Hobi! – Falei e saí do quarto, indo em direção ao quarto de Hoseok. – Já está pronto, hyung?

– Olha para mim e diz se eu tô pronto, desgraça! – Ele falou e eu ri. – Hyuk vai estar lá, tenho que ir, ao menos, agradável! – Revirei os olhos.

Hyuk é um babaca. Mas Hoseok não enxerga isso... Hoseok é do tipo cego e trouxa. Ele nunca sequer falou com Hyuk e já "ama" ele. Hyuk é apenas mais um idiota valentão, pega todas, se acha... É apenas mais um filho da puta no mundo! Ele mexe comigo às vezes, mas não me importo e nem falo à ninguém...

– Ele nem se importa contigo, Hoseok!

– Ah, mas hoje ele vai me notar!

– Tá... Estarei te esperando lá embaixo... – Encerrei o assunto, não queria discutir por isso.

Me joguei no sofá e fiquei mexendo no celular, falando com Suga. Ele vai para a festa, sua irmã e suas amigas também. Na festa vai ter bebidas... Não irei me responsabilizar pelos meus atos...

– Vamos? Já são nove e vinte! – Falou Jin, sem ânimo, descendo as escadas acompanhado de Hoseok.

– Vamos.. – Me levantei.

≠ JungKook on ≠

– Já está pronto? – Gritou Namjoon, da sala.

Eu desci as escadas junto de Tae. Iriamos para a festa de Mi-cha.

– Tô, vamos! – Peguei seu braço e o puxei.

Fomos andando até a casa da Mi-Cha. Casa?! Mansão! As luzes coloridas atravessavam a cortina fechada da casa. Já na entrada, haviam pessoas se pegando e bebendo, e olha que a festa começou agora...

– Já sabem onde eu vou estar! – Falou Namjoon. – Vê se não se altera, JungKook! – Ele saiu.

Ele iria estar bebendo, sem limites por hoje..

– Olha lá quem tá vindo! – Tae apontou antes de entrarmos na casa... Lá vinha Jimin e seus irmãos. Sinceramente, só quem parecia animado entre os três era o Hoseok.

– Só vamos entrar! Eles não nos viram ainda! – Peguei o braço de Tae e o puxei. Ele me olhou com uma cara de "Por que?" – Depois do ocorrido de hoje, quero vê-los o mínimo possível...

– Tudo bem! – E como eu esperava, Tae já arranjou uma ficante no momento em que entramos. – Olha lá, JungKook... Desculpa aí, mas já sabe, né?

– Vai lá! Vou no porão... Boa sorte aí! – Me despedi de Tae e fui até o porão...

Lá estava com as luzes apagadas, apenas as de festa estavam ligadas, dando um clima de balada para o local.

Peguei algumas bebidas do mini barzinho que tinha lá. Mi-cha caprichou na festa... Bebi um pouco, não à nível de estar super alterado...

– Hey, garoto! – Me chamaram. Eu olhei. Era um garoto com uma garrafa na mão. – Quer jogar verdade ou consequência?

≠ Jimin on ≠

– Vou atrás de Namjoon... Bye! Se cuidem os dois! – Jin falou, indo a procura de seu crush.

– Também vou indo.. Se cuida, Jimin! – Hobi se despediu.

Eu fui à procura de Yoongi. Não demorou muito para achá-lo. Ele estava com um copo na mão, e um sorriso que ia de orelha à orelha.

– Vai me falar o motivo do grande sorriso? – Perguntei à ele.

– M-i-n-z-y! – Sorriu novamente. – Ela está falando comigo! Mais do que o normal! Ela deu um fora nuns caras que "se jogaram" nela, dizendo que estava comigo.. Depois, ela sorriu sem jeito, ela fica tão fofa corada. Não sei se ela disse isso por algum motivo fora a "defesa" dela, mas eu amei!

– Nossa! Olha a felicidade da criança!

– Olha ela alí! – Ele acenou. Olhei para trás e ela acenava para mim também, correspondi. – Tenho que ir...

– Boa sorte, Suga!

– Obrigado! – Saiu correndo. Ele estava mais simpático do que costume.

Peguei uma bebida qualquer, não me importei em ver qual era, me sentei num pequeno sofá alí presente, esperando algo legal acontecer. Até que alguém cutuca meu ombro, era um casal.

– Oi, Cara! – Disse o menino. – Quer jogar verdade ou consequência?


Notas Finais


Oii :3
Espero que tenham gostado...
Bem, o próximo cap vai ser em vários POV's, então se preparem pro sangue q (treta)

Beijos de limão :3 sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...