História I Hate You - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias NCT 127, NCT U
Personagens Doyoung, Jaehyun, Johnny, Taeil, Taeyong, Ten
Tags Abo, Doil, Jaeyong, Johnten
Exibições 421
Palavras 883
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GENTE DESCULPA PELA DEMORA
Eu viajei e não podia postar
Não me matem hahahhhs
Boa leitura meus amores
Até as notas finais

Capítulo 18 - Capítulo 18


  - Taeyong corda.

 

 

- Não quero. - Resmunguei pela quinta vez enquanto o Jaehyun tentava puxar o meu lençol.

 

 

- Taeyong, a gente combinou que ia procurar nossa casa hoje.

 

 

- Mas eu quero dormi, porra.

 

 

- Ninguém liga Taeyong, levanta agora.

 

 

- Filhote de uma puta.

 

 

- Mas respeito comigo sua quenga menor. - Tio Yixing entrou no meu quarto com a cara de drogado de sempre. - Escutei a raparigagem lá de baixo, o que tá acontecendo?

 

 

- Taeyong não quer levantar.

 

 

- Mas ele não tem querer.

 

 

- Vem cá, o senhor já tava morando na sua casa? - levantei com o satan encorporado.

 

 

- Eu venho aqui quando e na hora que eu quiser.

 

 

- Me engole tio Xing.

 

 

  Coisa mais desnecessário acordar as 8:00 manhã quando se tá de férias, eu e o Jaehyun já acabamos o ensino médio e estamos de férias.  Mas a vida resolve testa minha paciência me acordando cedo quando posso acordar tarde.

  O pior de tudo é que o Jaehyun já sabe se nosso filhote é ômega, Alfa ou beta mas não quer me contar só porque eu bati nele. Desnecessário, muito desnecessário. Me arrumei rápido, só coloquei uma calça meia folgada, um tênis e um moletom já que a maioria das minhas roupas já não cabiam mais.

 

- Pra onde o senhor pensa que vai? - Meu Omma perguntou sentando na cozinha com uma expressão igual a daqueles mafiosos.

 

 

- Vou sair com o meu marido pra procurar meu teto.

 

 

- Sem comer?

 

 

- Mas eu comi uma maça.

 

 

- Grande bosta, você come por dois demente, senta nessa cadeira e come direito.

 

 

- Tá bom. - Bufei obedecendo. - Então, o senhor já escolheu os nomes dos bebês?

 

 

- O alfa vai ser Sicheng e o Ômega Jaemin.

 

 

- Mas eu queria que o Alfa de chamasse WinWin.

 

 

- Você não tem querer, o menino corre riscos de sofrer Bullying, esse nome é estranho.

 

 

- Bullying é o que eu sofro nessa casa, Winwin é um nome muito fofo.

 

 

- Então vamos fazer assim, o nome vai ser Sicheng mas o apelido vai ser Winwin. Certo?

 

 

- Negocio fechado. Aliás o senhor está lindo de barrigão.

 

 

- Que mentira, tô parecendo um filhote de perereca com pinguim. 

 Foi impossível não rir. Socorro. 

 

-  Porque você chama o Jaehyun de marido se vocês nem casaram.

 

 

- Não precisamos de cerimônia pra nós considerar casados, a gente nem quer cerimônia sabe.

 

 

- Eu e seu Appa formos obrigados a fazer cerimônia pelos seus avós, mas a gente só tava interessado na lua de mel.

 

 

- Não duvido nada.

 

 

 

  Vocês acreditam que eu e o Jaehyun achamos uma casa perfeita duas ruas após a casa dos meus pais? Pois é meu povo. A casa é grande, sala e cozinha em baixo e os quartos são na parte de cima.

  São três quartos e todos tem seu próprio banheiro, fora o quintal maravilhoso que tem na parte de baixo.  Era caro? Era, Jaehyun se importou de fechar negócio? Não mesmo. Quando chamo de gastoso ele reclama.

 

- Agora só falta comprar os moveis. - Ele disse sentando do meu lado no meio da casa.

 

 

- E principalmente as coisas do bebê. - Falei e ele concordou.

 

 

- Como a gente se tornou pais tão novos?

 

 

- Acho que foi o destino, nossa a vida ia ser muito chata se isso tudo não tivesse acontecido e eu já vi isso em uma fanfic.

 

 

- Tenho que concordar. Eu fico feliz em saber que vou passar o resto da minha vida com você.

 

 

- Meu jeito maluco nunca vai te deixar com tédio. - Sorri e ele beijou meu pescoço de forma carinhosa.

 

 

- Eu te amo.

 

 

- Também de amo sua vela chata.

 

 Estava tudo bem até que escuto o meu celular tocar, maldito, ainda taco essa merda na parede. 

 

            *Ligação on*

 

- Alô?

 

- TAEYONG VEM PRO HOSPITAL AGORA!

 

-  Tio Junmeyon? O que aconteceu?

 

-  TEU OMMA ENTROU EM TRAPALHO DE PARTO.

 

- MAS AINDA FALTA UM MES.

 

- ENTÃO AS CRIANÇAS TÃO COM PRESSA.

 

- PUTA QUE PARIU.

 

         *Mensagem off*

 

 -  Jaehyun corre, meus irmãos vão nascer.

 

  Graças a Deus o Jaehyun comprou um carro e conseguimos chegar o mais rápido possível. Assim que eu cheguei procurei pelo meu Appa e ele estava desesperado, já fazia meia hora que meu Omma estava na sala e não traziam nenhuma notícia.

 

- Jongin tenta se acalmar. - Tio Xing tentava acalmar meu Appa que andava de um lado para outro desesperado. - KyungSoo está sentindo o seu desespero.

 

 

- MAS NÃO EU CONSIGO.

 

 Na verdade estava todo mundo extremamente preocupados, eu sentia o Jaehyun preocupado por conta da nossa ligação e só era olhar o semblante de todo mundo naquele corredor e ver o desespero estampado.

 Estava tudo bem com meu Omma e de repente ele entra em trabalho de parto antes da hora.

 

- Senhor Jongin? - A enfermeira chegou e olhamos com expectativa. - Estamos tento pequenas complicações mas vamos fazer o máximo para que tudo der certo, vim avisar por conta da demora, creio que vamos demorar um pouco mais.

 Minha única vontade era de começar a chorar mas eu não podia, eu tenho que dar o maior apoio ao meu Appa.


Notas Finais


EU VOU MATAR ESSAS CRIAS
MENTIRA
ESTOU BRINCANDO
*corre*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...