História I hate you, I love you. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 255
Palavras 1.731
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Planos


Fanfic / Fanfiction I hate you, I love you. - Capítulo 19 - Planos

Minha cabeça estava uma zona. Eu mal conseguia dormir pensando naqueles dois, que ARGH, maldito fogo na bunda, maldito orgulho. Juro que se eu pudesse socava a cara dos dois. De fato, a única coisa que me importa agora é fazer com esses dois voltem a ser amigos, minha integridade e sanidade mental depende disso. Claro que, eu ia precisar de uma ajudinha que eu sei exatamente de quem. 

— Se por algum acaso você está pensando que eu vou te ajudar nisso, tá bem enganada. - cruzou os braços mostrando desconforto - você deveria saber que eu não me meto na vida desses dois.

— Qualé Jiminie, você conhece os dois a tanto tempo, anda vai! Você precisa me ajudar.

Percebi certa relutância em seu olhar, acompanhado de um bufar.

— Eu não tenho escolha, não é ? - Concordei com a cabeça - O que quer que eu faça ? 

Pulei em seu colo desesperada dando um forte abraço no maior, meu peito se enchia de alegria em pensar que eu poderia ver aqueles dois juntos novamente.

— Olha, pelo que eu fiquei sabendo, vocês cantavam...Não é ?

— Sim, mas o que isso tem a ver ? - Jimin franziu o cenho, parecia não estar entendendo.

— Não importa, só preciso saber se você conhece uma música. Tae vive cantarolando ela pela casa.

— Just one day ? - soltou uma risadinha abafada - Ele vive cantando ela.

— Deve ser... Preciso que me ensine a letra - beberiquei o café que estava em cima do balcão - E ai ? Como vai ser ?

Depois de certo tempo tentando aprender a letra da bendita música, eu ja tinha um plano em mente. Sem querer me gabar, mas aquele plano era estupidamente perfeito, não tinha como falhar. Eu conhecia Taehyung tanto quanto conhecia Jeongguk, e se eu bem sabia, aqueles dois eram movidos a emoções.

Fui desviada de meus pensamentos ao receber uma mensagem do famigerado Biscoitinho. Ainda era cedo, eu estava deitada ao lado de Tae, que parecia dormir num sono profundo, me remexi devagar para não acordá-lo.

Biscoitinho: Bom dia =) 

Bom dia, espero que tenha dormido bem! : Eu

Biscoitinho: Espero que hoje a senhorita apareça na faculdade ! >:(

HAHAHA, pode deixar. : Eu

Alias, preciso mesmo falar com você. Dá pra me encontrar no refeitório ? : Eu

Biscoitinho: Claro! Vê se não se atrasa, molenga.

Aigoo biscoitinho, não vou! : Eu

Beijinhos, amo você ❤ : Eu

Biscoitinho: Saranghae unnie ❤

Após bloquear o ecrã, voltei meu olhar ao maior que dormia serenamente, até fiquei com certa pena de ter que acordá-lo.

Tae Tae, kure. - dei um pequeno selar na ponta do nariz do mesmo. - Se você não levantar, vou pra escola sem você.

— Traga meu café senhor lhama. 

— Omo,deveria te bater por me chamar assim! - desarrumei seus fios - Anda.

— Preciso mesmo ? - seu olhar parecia pidão, não cederia a mais um dia.

— Precisa sim, não só você. - fui em direção ao banheiro.

— Onde vai ? 

— Tomar banho, onde mais ? 

— Posso ir junto ? - um sorriso malicioso surgiu em seu rosto.

— Se você levantar, pode.

Não demorou nem 5 segundos e ele já estava em pé. Até que ponto chega a safadeza desse garoto ?

Seguimos rumo ao banheiro, poderia até tomar na banheira, mas sabia que com Tae ali não seria muito seguro. Escolhi ficar com o mais pratico. 

— Aish oppa, dá pra ir pro quarto ? Eu já te chamo. - falei assim que percebi que ele me olhava esperando que eu tirasse a roupa.

— Do jeito que você fala, parece até que eu nunca te vi sem roupa. - abriu um delicioso sorriso quadrado.

— Então tome banho sozinho. -bufei.

O maior cobriu o rosto, como se estivesse se escondendo. Não deixei de rir com o ato. Me despi bem rápido e entrei no chuveiro, estava apenas de calcinha (melhor prevenir, não é?). O espaço vazio foi logo ocupado e em seguida começamos o banho, que por obra e graça dos céus, foi sem segunda intenção alguma.

— Vou te deixar bem cheirosinha.- Tae deixou um selar carinhoso em meus lábios.

Apoiei meu rosto em seu pescoço enquanto o maior esfregava meus cabelos com shampoo. 

— Se continuar assim, vou me acostumar mal. - deixei um selar demorado em sua clavicula.

— Pode se acostumar, com você eu deixo.

O banho não demorou muito. Ele me ajudou a sair de lá e me enxugou como se eu fosse uma criança de 5 anos, senti meu rosto arder assim que a toalha foi em direção as minhas pernas.

— Kyaa, ai não!! -escondi meu rosto com as mãos.

— Deixa de ser dramática _____, não é como se eu fosse te devorar, boba.

Assim que eu me encontrei totalmente seca, fui para o quarto vestir alguma roupa qualquer. Optei por uma saia salmão que Tae escolhera e uma blusa branca estilo baby look. Penteei meus cabelos num coque médio com alguns fios soltos. 

— Gosto do seu cabelo assim, fica bonita. - Senti as mãos gentis dele me cercarem em um abraço - Vamos logo antes que a gente se atrase.

Assim que chegamos na faculdade, me despedi de Tae e cada um foi pra sua devida sala. A aula era bem tediosa, a professora explicava algumas coisas mas eu nem prestava o papel de dar a atenção. Fiquei avoada a aula toda pensando em como eu faria para que meu plano desse certo e eu finalmente conseguisse unir aqueles dois novamente. Eu amava o dois infinitamente e, mesmo sabendo dos sentimentos de Jeon por mim, não queria que ele passasse o resto da vida sem o melhor amigo. Nunca tive a satisfação de ter amigas, não conseguia socializar com nenhuma delas, mas os amigos que eu tive, valeram todo aquele espaço vazio dentro de mim. 

Assim que o sinal bateu, avisando que o intervalo havia chegado, corri em direção ao refeitório extremamente nervosa, até ser parada por uma mão firme me puxando dentro de alguma sala. 

— Aiii.

— Vai mesmo seguir com o plano besta ? - Os fios agora laranja de Jimin me surpreenderam.

— Gostei do cabelo, oppa.

— Vai ou não ? Se você for, preciso chamar os meninos.

— Já falou com eles ?

— Já.

— OBRIGADA JIMINIE. -saltei em seus braços dando um forte abraço no mesmo.

— Você tem uma mania danada de ficar pulando em cima de mim não é ?

— Jimin, preciso que leve Tae no refeitório pra mim e, caso tudo dê errado... - suspirei - Bom, você já sabe.

— Vá logo. 

Me despedi do maior (não tão maior assim) e corri novamente rumo ao refeitorio que estava um pouco cheio, me deixand ainda mais tensa. Avistei Jeongguk sentado em umas das mesas, aparentemente distraido com o celular. 

— Biscoito. - chamei sua atenção.

— Oi _____, então o que precisava falar comigo?

— Estou bem também - ironizei.

Recebi um abraço de desculpas.

— Eu preciso conversar com você, mas tem que me prometer que não vai ficar com raiva de mim, tá ?

— Nunca fico com raiva de você, e olha que motivos eu tenho.

— Aigoo, me prometa logo.

— Prometo.

Ficamos em silencio alguns minutos, quando ouço a voz de Taehyung próximo a mesa.

— Queria falar comigo ___ ? - o maior olhou para Jungkook e franziu o cenho - O que foi ?

— Já ta mais do que na hora de vocês pararem com essa briga idiota. - falei com convicção - Olha, essa briga idiota de vocês dois é culpa minha, não quero que vocês dois continuem com isso.

— Pra isso que você me chamou ? - Tae me olhava enfurecido. - Olha... Você sabe que eu amo você, mas isso não dá o direito de se meter onde não deve! Ele fez a escolha dele, agora que arque com as consequências.

— Não tenho culpa se você é um idiota egoísta Taehyung. - Jungkook praticamente cuspiu as palavras.

— QUEREM PARAR! Não foi pra isso que eu chamei vocês... E-eu... Eu sei que vocês sentem falta um do outro, então... - suspirei - Porque simplesmente não deixam o orgulho de lado e -

Fui interrompida por uma risada com uma risada arrogante de Taehyung.

— E voltamos a ser amigos ? - soltou um ar ironico - Acha que é facil assim ? Tem muito mais coisas envolvidas.

— Tipo ? - retruquei.

— Tipo o fato dele querer transar com a garota que eu gosto ?

— Até que não seria uma má ideia - Finalmente Kook se pronunciou, infelizmente soltando uma pérola. 

— Calem a maldita boca. - suspirei - Parem de me tratar como um troféu... 

— Olha ___, esqueça isso. 

Tae e Kook deram as costas, Jimin ao longe me olhava dando sinal. Subi em cima da mesa e com muuuuuito receio comecei a cantarolar.


Haruman naege sigani itdamyeon
Dalkomhan ni hyanggie chwihaeseo gonhi nan jamdeulgopa
Ppakppakhan seukejul saie gihoega itdamyeon
Ttaseuhago gipeun nun ane mom damgeugopa

 

Yoongi apareceu logo em seguida, seguido de Jin, Hoseok, Namjoon e Jimin e logo eles me acompanharam. Jeongguk se virou e começou a me olhar estático, assim como Taehyung. Os meninos continuavam cantando e logo os dois se entreolharam com um pouco de timidez. Todos nos refeitório nos olhavam como se fossemos doidos e, talvez fossemos. Em certo ponto da música, os meninos pararam de cantar e olharam pra Taehyung.

— Vocês sabem o final... - Yoongi deu de ombros.

Taehyung começou a gargalhar, e eu, sem entender nada, olhei pra Jungkook que também gargalhava. Os dois começaram a cantar JUNTOS, isso mesmo, J U N T O S. O pátio inteiro parou para os verem cantar, e eles assim faziam, sem receio algum, e até no meio disso, tinha uma coreografia. Lógico que eu sai da mesa e fiquei vendo os meninos continuarem a cantar. Eles tinham sincronia, a voz dos 7 era perfeita. No meio daquela algazarra toda, os meninos riam e se empurram, sem cessar a música. A plateia já estava agitada e podia ouvir alguns assobios incentivando os meninos a continuarem. 

Aquele dia, tudo voltaria a ser perfeito.



 

 

 

 

 


Notas Finais


Olááá !!! O que acharam ? Querem me matar, podem sim. Estava com bloqueio, desculpa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...