História I Hate You But I Love You - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cameron Dallas, Carter Reynolds, Crawford Collins, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Taylor Caniff
Personagens Cameron Dallas, Carter Reynolds, Crawford Collins, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Personagens Originais, Taylor Caniff
Exibições 22
Palavras 1.221
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - A minha queda de pressão


Fanfic / Fanfiction I Hate You But I Love You - Capítulo 7 - A minha queda de pressão

*Júllias's P.O.V*

Acordei com uma cólica imensa,não era uma dor simples era como se estivessem me esquartejando umas 500 vezes,fui arrastada para o banheiro tomei um comprimido para cólica,fiz minha higiene matinal,como o dia estava frio,coloquei uma calça jeans escura,uma regata preta,jaqueta de couro Preta,calcei meu vans preto com branco,passei uma maquiagem básica e um batom vermelho escuro quase vinho.

(...)

Estava pegando meu material no meu armário me encolhendo com a dor que estaba me mutilando quando vejo alguém se encostando no armário ao lado e me fitando.

- Olá garota das pantufas - Olhei e era o garoto da pizza.

-Olá garoto da pizza- Ri fraco fazendo uma careta de dor devido uma pontada que senti na barriga.

- Você está bem?- Ele disse colocando a mão no meu ombro.

- Tô sim,só estou com uma cólica muito forte,coisa de mulher sabe.- Dei de ombros.

- Ah...se essa dor continuar pode ir na enfermaria,ir embora ou eu posso cuidar de você -Ele riu e eu ri balançando a cabeça negativamente,vi o Dallas passando perto de nós dois abraçado com aquela piranha fora d'água vulgo Madison e seus amigos,eles estavam rindo de alguma coisa porém quando ele me viu fechou a cara,não dei o porquê,não sei se foi por ter me visto,provavelmente sim.

- Você vai fazer algo esse fim de semana?- Gilinsky chamou minha atenção novamente.

- Não porque?- Olhei para trás de Gilinsky e Cameron olhou para trás,desviei meu olhar para o Gilinsky novamente disfarçando.

- É que esse final de semana o Jack vai dar uma festa e o colégio todo vai,quer ir?- Ele sorriu.

- Jack?Você?-O olhei confusa e ele riu.

- Não o Jack Johnson,meu melhor amigo.-Ele disse rindo.

- Pera...seu melhor amigo tem o mesmo nome que você?- Ri.

- Sim por isso me chamam de Gilinsky e ele de Johnson.- Ele deu de ombros.

- Aaata- Ri.- Eu quero ir sim.

- Eu posso passar na sua casa para te buscar? 

- Pode  sim  - Sorri.

(...)

As aulas ja haviam acabado e eu estava indo vagarosamente para a biblioteca cumprir o castigo,ainda faltava bastante coisa para arrumar,quando cheguei o Dallas ja estava la arrumando alguns livros na prateleira de baixo,ele olhou para mim mas não disse nada e voltou sua atenção para os livros.SERÁ QUE EU FIZ ALGUMA COISA? QUER DIZER...EU SEMPRE FAÇO MAS ELE NUNCA PERDE A CHANCE DE PROVOCAR MAS DESSA VEZ NADA,NÃO SEI OQUE EU FIZ MAS DEVE TER SIDO BEM FODA,ACHO BOM ISSO PELO MENOS AGORA EU TENHO PAZ DE UMA VEZ POR TODAS.Fui para a prateleira de trás e peguei uma escada para arrumar os livros na parte de cima.

Estava arrumando quando sinto outra pontada forte mas muito forte,bem mas forte do que as outras,meu corpo ficou completamente mole e minha visão foi se escurecendo quando senti meu corpo se chocar contra o chão e logo apaguei.


*Cameron's P.O.V*

Eu estava vindo pra sala com os caras e claro a Madison no meu pescoço como sempre,passo em frente o armário da esquentadinha da Júllia e a vejo conversando com alguém.Até ai tudo bem né até quando virou esse alguém,era o Gilinsky,cara ma Boa ele tinha mesmo que dar em cima dela?ele não podia simplesmente cair fora e a deixar fora da sua lista de garotas que ele ja comeu?

Ta que elaé uma idiota insuportável mas ela não merece isso,ela não merece caras como ele na vida dela,e pelo jeito ela estaba gostando muito do papinho dele pois estava rindo e eu não conseguia disfarçar minha cara de merda quando alfo está me incomodando.

- Amoreco está tudo bem?-Madison me tirou dos meus pensamentos.

- To sim porque?

- Sei la esta com cara de que algo está incomodando- Olhei para trás e vi que ela estava olhando para minha direção e quando me viu logo ela desviou o olhar.

(...)

Fui para a biblioteca,isso de ficar lá arrumando aquela biblioteca já estava me tirando do sério,cheguei e ela ainda não havia chegado,comecei a fazer minha parte e arrumei os livros na parte de baixo e ela chegou eu apenas a olhei sem falar nada e pude reparar o quão ela estava  linda, voltei a arrumar meus livros,não estava afim de provoca-la,NÃO HOJE.

Estava tudo o tão quieto quando escuto um barulho de algo caindo no chão,olhei pela brecha da prateleira e lude ver que Júllia estava caida no chão.

- JÚLLIA - vou correndo até ela,a pego no colo,ela estava desmaiada e corro com com ela até a enfermaria.

(...)

Eu estava aflito para notícias e a enfermeira me chamou.

- Como ela está?- Me levanto rapidamente.

- Ela ainda está desacordada porém dói só  uma queda de pressão,daqui a pouco ela acorda.

- EU posso vê-la?- suspiro.

-Claro,entre.-Ela deu passagem.

Entrei e ela estava na maca,parecia um anjo,peguei em sua mão que estava ao seu lado e a acariciei de leve.Ela apertou minha mão de leve,a olhei e ela estava abrindo os olhos devagar e me encarava.

- Onde é que eu estou ?- Sua voz saiu baixinha.

- Você desmaiou na biblioteca e eu te trouxe para a enfermaria.

- Oque aconteceu comigo?-Ela tentou se levantar mais gemeu de dor,e então eu a ajudei a se sentar.

- Você caiu da escada,sua pressão caiu.

- Ah..agora me lembro-Ela colocou a mão na cabeça e fez uma careta sentindo dor.

- Você está  melhor?

- Com um pouco de dor normal corpo mas sim...estou e obrigado...

- De nada - Sorri.- Você me deu um susto -Eu ri fraco e ela também.

- Foi mal,eu já posso ir embora?-Ela me olhou.

- Sim,vem cá eu te ajudo.

- Não precisa.- Ela tentou se levantar mas quase caiu sorte eu a segurei a tempo.

- Ta vendo,precisa sim...vem anda logo- Ela revirou os olhos passando um braço pelo meu ombro,peguei sua jaqueta que estava na cadeira e saímos da enfermaria.

- Daqui eu posso ir sozinha - ela disse assim que chegamos no estacionamento.

- Não você não está em condições de dirigir.

- Eu so desmaiei,já estou bem olha- Ela disse abrindo os braços.

-Não adianta,eu vou te levar embora,me sa as chaves do seu carro- Estiquei a mão.

- De jeito nenhum você vai dirigir meu carro.- Ela cruzou os braços.

- Me da logo as chaves eu estou falando sério.

- Eu também estou falando sério,aliás muito sério.

Bufei e a puxei pela cintura fazendo que seu corpo se chorasse contra o meu,fui pegar as Chávez Chávez ela colocou pra trás de seu corpo,eu fui mais pra frente pra pegar e acabamos nos encostando no carro com nossos corpos colados,olhei no fundo daqueles olhos castanhos,eu sentia sua respiração na minha boca.


*Júlia's P.O.V*

Estávamos a pouco sentimentos de distância,ele se aproximou mais de mim,meu coração acelerou,não sei oque era isso e quando eu achei que ele foase me beijar...

- Paguei - Ele disse pegando as chaves sl meu carro se afastando de mim e me deixando com a cara tioo "?"

- Oque você pensa que está fazendo?- Revirei os olhos.

-Ue pegando suas chaves,eu disse que iria te levar embora.

- Mas eu disse -E ele me interromper.

- Que ninguém vai dirigir seu carro lindinho e blá blá blá blá blá blá,eu sei agora entra logo nesse carro -Ele disse entrando no meu carro. - Arghhh - Bato o pé  e entro no carro afinal não tive escolha.- So toma cuidado com meu carro porque se acontecer alguma coisa com ele você...

- Ja sei você  vai me bater - Revirei os olho-Não revira os olhos isso é falta de educação.

- Olha minha cara de quem não ta nem ai- Aponto pra mim mesma.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...