História I hate you, I love you. - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 521
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Obrigada oppa!


Fanfic / Fanfiction I hate you, I love you. - Capítulo 5 - Obrigada oppa!

Ela realmente não tem a menor noção do perigo, menina idiota, até agora a pouco estava me odiando por tê-la beijado e agora quer isso? Foi impressão minha, ou ela me chamou de Oppa?

Noto que ela estava realmente vermelha, parecia estar queimando de febre e com uma dor agonizante. Por mais que eu odeie ela, tenho que fazer alguma coisa. 

Eu estava preocupado, realmente estava, até mais que eu deveria. Seu rosto estava encharcado de lágrimas, me fez ficar com pena dela, tadinha.

— Por favor Taehyung... Eu... Argh me ajuda.

 

Enquanto falava, a surpreendi com um abraço acolhedor, era o minímo que eu podia fazer pra acalmar aquele furacão.

— Você é mesmo uma boba! Se colocar em risco desse jeito, ficando tão vulnerável perto de mim. Você não precisa disso. - suspirei esfregando as temporas - Vou dar um jeito, fazer o quê.

Passei as mãos em seus cabelos em um afago rapido. Procuro por qualquer calmante que à faça dormir.

— toma esse remédio, talvez funcione.

Tomou um copo do filtro próximo a maca o virando em um só gole, menina gulosa! Mas parece que felizmente o remédio começou a fazer efeito e logo ela já estava caída... Essa menina realmente não tem jeito. Seus fios caído sobre sua testa, sua respiração ofegante, não dava pra negar, ela é realmente bonita, alias, sempre foi. 

À tomo em meu colo, carregando até o carro e à levando pra casa. O grande casebre, vazio como sempre e isso  acaba me deixando inquieto. E se der outro surto nessa menina? Era tudo o que eu precisava. À levei até seu quarto e deixei que dormisse. Seu corpo sonolento nem se mexia, nem um musculo sequer. Espero que mais tarde, essa gentileza sirva de qualquer coisa.

Minha barriga ronca pedindo por comida, desço as escadas e atendo feliz o pedido da mesma. Preparo um sanduíche qualquer e me ponho em frente à televisão sapeando qualquer programa que esteja passando. Às vezes eu me pergunto do porquê ter tantos canais sem absolutamente nada que preste. Chatisse e perda de dinheiro. 

Algumas horas se passam e ouço uns passos timidos vindo em minha direção.

 

— Hey... Obrigada! - É essa a garota que tava querendo me socar ainda hoje?

— está melhor ___? Pra estar me agradecendo é capaz de ainda estar febril 

— Aigo idiota! Parece que sim. Obrigado por ter me ajudado... E não ter se aproveitado tanto da situação... - sussurou

— Eu nunca iria me aproveitar de uma baranga que nem você, não faz meu tipo. - abri uma risada forçada.

— Não foi o que pareceu quando você ficou abraçado comigo que nem idiota. 

— Falou a menina que disse "Oppa por favor me ajuda"

Seus bracinhos curtinhos  se dirigiam em minha direção, transferindo alguns socos fracos. Que cena fofinha. Segurei os mesmo com toda a delicadeza do mundo, soltando um suspiro surpreso da menor.

— Já disse pra não me provocar desse jeito... Bobinha! - soprei seu rosto, fazendo-a arregalar os olhinhos castanhos claro.

Meu coração estava totalmente acelerado... Mas o quê?

— Por que meu coração acelera toda vez que você me toca? Eu tenho que ir no médico ver o que é isso. 

Obrigado por foder ainda mais com meus psicologico, garota besta.

— Acelerado?... Ta doida? - meu rosto deveria estar um poema de tão corado, Taehyung cosplay de pimenta - deve ser algum problema cardíaco, deveria ver isso. Agora dormir antes que você acabe perdendo o horário da faculdade amanhã e, como forma de agradecimento, amanhã você vai me levar de carro.

— Tá, tá. Não tenho escolha mesmo, mas se você dormir demais da conta, vou deixar que perca a aula.

— Não vai não!

— Vou sim. 

Seus passos ritmados iam rumo à seu quarto me deixando novamente sozinho, cheio dos pensamentos. E afinal... Que história é essa de arritmia? Essa menina só pode estar ficando doida. Espero que não seja isso que eu estou pensando, porque se for... Ah, não pensa nisso Kim Taehyung!

Fui até seu quarto, vi que as luzes estavam apagadas e abri lentamente a porta. Ela estava jogada em sua cama, totalmente apagada e vulnerável. Estava tão linda. Por um momento tive vontade de abraçá-la e meu coração disparou. Não pode ser! Até você?!


Notas Finais


Bom é isso, espero que estejam gostando ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...