História I hate you, Ezarel - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Leiftan, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Exibições 272
Palavras 956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vocês vão me matar♥

Capítulo 16 - Enfim em casa


Ezarel me levou para o laboratório, a única coisa de diferente é que tinham quatro frascos em cima da mesa, dois azuis e dois roxos. Ele sorriu como se esperasse que eu tivesse entendido o que era aquilo tudo e me encarou esperando por uma reação
-Ahn... que isso?- ele bufou fechando a cara
-Como eu pude achar que uma meia humana tola saberia o que vem a ser isso... São poções - Ele disse rolando os olhos com ironia  e eu ri
-Sei que são poções, animal!
-Então perguntou por qual motivo?-Ele gosta tanto de se divertir as minhas custas... peste.
-O que elas fazem, anta? - reformulei a pergunta enquanto ele ria de mim. Comecei a bater o pé no chão de maneira ritmada, impaciente, até ele parar de rir para me responder.
-As azuis vão nos transportar para o mundo humano. -Ele disse sorrindo e apontando para o frasco citado, ele parecia extremamente animado -E as roxos nos trazem de volta. Miiko disse que tudo bem se formos , mas acho que você escutou isso senhorita sotaque-
-Trazer de volta? Espera ... Você...?- gaguejei
"Ezarel está querendo dizer que ele fez isso tudo pra me dar algumas horas com minha família?  "
-Sempre o tom de surpresa - comentou ele rindo eu gritei animada pulando em seu colo
-EZAREL !!!!!- beijei ele. Durante o beijo passei as mãos dentro de sua blusa, quase involuntariamente
-ei ei ei! Não é pra tanto. Está amassando minha roupa.
Eu o soltei rindo.
-Tudo bem, tudo bem, não te beijo mais- Falei rolando os olhos. Ele deu um leve tapinha na minha bunda e riu
-Não é bem isso, senhorita. - falou me puxando pela barra da saia, levantando-a, então  ele brincou com a lateral da minha calcinha-Azul é uma das minhas cores favoritas
-Que bom que estou usando o par. -Falei puxando o decote da blusa para baixo revelando meu sutiã que era par da calcinha.

Ele sorriu e me puxou, fazendo-me sentar na mesa (bem longe dos frascos) e se colocou entre minhas pernas
-Um belo conjunto.
Eu ri e tirei as varias blusas dele. Comecei a morder os gominhos de seu abdômen e ele suspirou
-M-maya... a gente está no laboratório...-Ele falou tentando se afastar, mas cruzei as pernas em sua cintura, o impedindo.
-Perigoso é mais divertido- Sussurrei no seu ouvido mordendo em seguida. Escutei Ezarel gemer
-Sua... maluca- Eu ri arranhando suas costas-Isso vai marcar.
-Eu sei -Sorri apertando o volume que havia se formado entre suas pernas. Ele apertou meu seio e gemeu baixo. Desci da mesa e comecei a abrir sua calça.
-Vamos pelo menos para trás da mesa- Ele me puxou -Se alguém entrar só vai me ver.
Concordei e fomos para trás da mesa.
Abri sua calça de maneira lenta, sorrindo de canto. Puxei sua boxe verde com a boca fazendo seu membro bater em meu rosto. Escutei ele rir. Dei um chupão em sua coxa e ele mordeu o próprio lábio.
Comecei a estimular seu membro com as mãos e lamber suas bolas, passando a língua entre ambas. Ele agarrou meus cabelos e gemeu. Senti-o engrossar na minha mão
-V-Vai com a boca logo!-Ele quase gritou. Fiz que não com a cabeça e continuei. -Ma-ya eu to quase....-Eu parei o que estava fazendo, e ele protestou
-MAYA!-Eu ri e puxei o elástico de seus cabelos prendendo os meus
-Ei!!-Ignorei qualquer comentário e o enfiei na boca de uma vez, fazendo um garganta profunda.
-Aaaaaaahn aAAAaaaAh -

Ele gemeu. Fiz um vai-vem com a cabeça, de maneira rápida.

-MaaaaAAAya.... Você...aaah...- ele puxava o rabo de cavalo que fiz me fazendo ir mais rápido ainda. Ele deu um gemido ainda mais alto que os outros e senti ele gozar na minha boca. Enquanto seu líquido saia escutei a porta abrir.
-Ezarel.. ?-ouvi a voz de Nevra.
-O que aconteceu com você? -dessa vez foi a voz de Valk

MEU CU TRANCOU.

-N-nada...-Ezarel exclamou ofegante. Olhei para cima e vi que Ezarel estava descabelado, sem camisa, cheio de chupões e arranhões, vermelho e ofegante. -O que querendo aqui?
Eu engoli todo o sêmen de Ezarel e o pus na boca de novo, ele apertou a mesa com força e ri internamente.
-Viemos perguntar que horas a Maya vai na casa dela-Disse a voz de Kero.
-E-Ela...-Ele pausou a frase quando comecei um vai vem lento-Foi se preparar...  em uns 15 minutos- acelerei-... ela va-vai
-Ezarel o que você tem?- Nevra perguntou. Ele estava quase gozando de novo
-Ja disse que nada!!- ele falou rápido demais para parecer normal
-Você está quase nu e parece que apanhou depois de correr uma  maratona-Disse Kero inocente
-Maya está aqui?-Perguntou Nevra perguntou com malícia na voz
-Saiam logo!-Protestou Ezarel. Ouvi a porta bater e ele gozou-VOCÊ É DOIDA??
Não pude conter as risadas. Nós nos recompusemos

-Mas tem dois de cada....-observei
-Você achou mesmo que iria sozinha? -Ele me perguntou como se eu fosse idiota
Eu ergui as sobrancelhas surpresa.
Passamos a tarde preparando tudo e combinando as coisas. Não iríamos levar roupas, pois iriam chamar muita atenção, eu arrumo umas para ele lá.  Levaremos comida, pois não acho que Ezarel goste de comida de gente. Ezarel teimou em levarmos alguns equipamentos de alquimia , caso surja um imprevisto.

-Chegou a hora. -Ele avisou me dando um dos frascos. Ele pegou minha mão e disse -Vou me segurar em você para irmos para o mesmo lugar. Não se esqueça de pensar no endereço da sua casa, se não pararemos em qualquer lugar.
Nós viramos os frascos juntos e tudo a nossa volta sumiu. Estavamos parados na frente de uma casa de madeira com um jardim bem cuidado. Eu sorri e abracei Ezarel
-Obrigada -Sussurrei


Notas Finais


Trolleiii♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...