História I hate you, I love you - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~MaluBlank

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Igneel, Jellal Fernandes, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Meredy, Natsu Dragneel, Rogue Cheney, Sting Eucliffe
Tags Gale, Graylu, Gruvia, Jerza, Nalu
Exibições 126
Palavras 1.619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, Esporte, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


~MaluBlank

Oi gente, hoje não foi a nossa divah Alyne que está postando. Sou eu, MaluBlank. Por causa dos probleminhas que ela teve, pra fic não ficar sem cap eu pedi pra postar o sete por ela. Faz acho que umas horas desde que eu virei co-autora daqui, a demora foi procurar por frases dar uma relidinha no final do ultimo cap pra ter algumas ideias de como começar. Mais fiquem com o cap!

Capítulo 7 - Sete


 

Com esse seu sorriso, esse jeitinho.. você deveria parar de me dar borboletas, eu já acredito que posso estar apaixonada.

(Malu Blank)

~•~

Magnólia – 5 horas e 36 minutos

Acordei com o som do meu despertador, que era no celular. Percebi que eu continuava ali, encostada na porta mais pelo menos as borboletas foram embora mais tirando a parte de eu estar ali, ter me livrado das borboletas e estar com uma dor nas costas tinha ainda que tomar banho, me trocar, e tomar café da manhã. Levantei-me e tomei um banho rápido e comi cereal em um pote branco com decorações douradas, fui para meu quarto e coloquei a camisa do uniforme, uma saia que também era do colégio e um blazer com o brasão da escola no peito direito. E sai da escola com a minha mochila na porta, Erza estava na frente do portão esqueci que às vezes ela vem aqui ‘’me buscar’’.

- Oi vadia – A ruiva se pronunciou ainda encostada no portão

- Menos apelidos, Erzinha do meu coração – Respondi rapidamente – Vamos logo antes que a gente se atrase.

~•~

Adentramos a escola e recebemos alguns olhares, não posso reclamar afinal sempre que algum representante entra a atenção normalmente vai pra ele.

- Lucy! Erza! – As azuladas que no caso eram as minhas amigas loucas, Levy e Juvia vieram correndo na nossa direção e pulando em mim e na Erza.

- Bom dia meninas – Respondi com um sorriso meio maléfico, afinal vou me vingar principalmente dessa baixinha por me enfiar na furada do time de lideres de torcida. Após o meu sorrisinho Levy aproveitando que era baixinha se escondeu atrás da Juvia que hoje estava com um rabo de cavalo, algo bem diferente pois normalmente ela evita colocar algo no cabelo.

- Levy e eu estamos ferradas, Juvia defende a gente amiguinha – Erza disse indo para o lado da Juvia

- Vamos pra sala dos representantes – Respondi com um sorrisinho gentil, apenas pra elas virem comigo. Afinal eu ia as fazer entrarem comigo nessa furada, que foi causada por elas.

~•~

- Bom dia garotas – Jellal cumprimentou - Bolinho de Morango >w< - Ele logo se levantou da cadeira em que estava e deu um selinho na Erza

- Só porque eu tenho fogo, não significa que eu sou vela. – Juvia disse revirando os olhos

- Isso ai! – Eu e Levy dissemos quase ao mesmo tempo

- Bom... eu chamei as meninas aqui. Mesmo que seja um lugar comum da gente vir porque eu preciso coloca-las como membras do time de lideres de torcida – Disse logo pegando os papeis e escrevendo os nomes delas – Tem mais um espaço...

- Você já arrastou a gente pra isso. Você deveria ver se a Cana quer participar afinal, ela também é nossa amiga – Erza disse se soltando finalmente do Jellal

- Verdade

~•~

Andei pelos corredores da escola, as paredes brancas com armários encostados nelas. O chão de mármore preto e o barulhinho irritante dos meus saltos batendo contra o chão após seis minutos já estava na porta da sala onde todos faziam bagunça e ela ficava sentada no fundão com uma lata de cerveja, e conversava com algumas meninas. A partir do momento que meu salto se chocou no chão e fez o barulhinho irritante todos pararam e se sentaram. Menos um aluno, no caso Natsu Dragneel que ainda estava na frente da carteira do Gray. Fui caminhando até a carteira da Cana, mais algo me impediu. Alguém havia segurado meu braço e apenas pude sentir um hálito quente com cheiro de menta no meu pescoço

- Desculpa Lucê... – Ele sussurrou no meu ouvido com uma voz rouca e sexy que me fez corar na hora e apenas me soltei e caminhei até a carteira da Cana

- Yo, bitch – Cana me cumprimentou

- Yo, cachorra – Dei uma risadinha um pouco sexy para provocar o rosado? O que? Lucy... Lucy você é comprometida desde os três anos não pode querer ter um namorado... não pode... foco Lucy foco Lucy Heartifillia – Quer fazer parte do time de lideres de torcida? Querida

- Pode ser. Só que tenho que ter direito a uma cervejinha no intervalo dos ensaios

- Claro. Pode deixar que eu peço pra Erza e ela se responsabiliza dessa parte ok? – Dei um risinho – Tchauzinho e sai da sala e fui colocar o nome da Cana nos papeis e esperei até o final das aulas onde a gente ensaiaria na quadra B.

~•~

- Olá vacas – Disse a partir da chegada das azuladas, da morena e claro da ruiva. – Avisando pra Erza, no ensaio não pode sair e ir se pegar com o Jellal ok? – Ela assentiu – Então vamos começar – Fui para o meio da quadra com uma meia calça um shortinho soltinho e a blusa branca do colégio com manga já que naquela quadra o Ar estava ligado e um coque simples e bagunçado

Comecei batendo o pé, depois coloquei o braço na altura do ombro e balancei de leve, o levei para o rosto e estralei os dedos, balancei os braços e coloquei um na perna enquanto a mexia com a outra mão na cintura, virei de lado e comecei a ‘’pular’’ e dobrar a perna, fiquei de costas pra elas e comecei a mexer os braços, depois de outros passos fiz uma arminha com a mão e apontei como se desse um tiro e comecei a cruzar as pernas e mexer os braços...

~•~

- Intervalo! – Gritei após terminarmos de ensaiar a coreografia pela decima primeira vez e corri para o banco enquanto eu e as meninas abríamos guaranás, cocas e claro pra Cana uma cerveja e começamos a tomar até que meu celular apitou e fui olhar quem tinha me mandado mensagem e vi que era do meu querido papai, Jude Heartifillia

Recebida às 14 horas e oito minutos

De: Jude Heartifillia | Para: Lucy Heartifillia

Não fale assim querida, você sabe que eu e sua mãe te amamos e você não está sendo usada pra ganharmos um milhão e mais quinhentos mil dólares, pelo seu casamento com o Sting Eucliffe uma das famílias mais ricas de todo o mundo que só perde pros Cherney

Com amor, Jude e Layla Heartifillia

Após ler essa idiotice, a única coisa que pude fazer é rir.  ‘’ [...]Você não está sendo usada pra ganharmos um milhão e mais quinhentos mil dólares, pelo seu casamento’’ nem fingir eles sabem. As meninas acharam meio estranho e olharam a mensagem e deram uma risadinha

- Sério, ‘'Você não está sendo usada pra ganharmos um milhão e mais quinhentos mil dólares, pelo seu casamento’’ Seus pais sabem mentir melhor que ninguém! – Eu ri com o belo comentário da Erza

Depois de um tempo voltamos a ensaiar, afinal temos que fazer uma coreografia perfeita.

~•~

Eu estava saindo com aquela roupa mesmo, afinal a preguiça de se trocar é muita. Eu podia tomar banho na escola? Podia, afinal o vestiário anda servindo apenas pra isso. Já que agora ninguém consegue mais transar lá dentro, mais eu apenas quero ir pra casa entrar na minha banheira e colocar alguns sais e tomar um banho relaxante. Até que algo, ou melhor um barulho me faz ir pra Quadra A, aonde eu vi os alunos. Gray Fullbuster, Gajeel Redfox, Natsu Dragneel, e Jellal Fernandes. Eu até me perguntaria o que o Jellal estava fazendo lá mais me lembrei que ele era do time. O rosado me percebeu ali na porta mandou um beijo e sussurrou algo que foi facilmente ouvido pelo eco da quadra e a falta de barulho um ‘’Esse ponto vai ser pra você’’ mesmo ouvindo isso, não pude parar de olhar pra aquele abdômen de deus grego, que já estava me fazendo quase babar. Até que vi ele marcar um gol e vir até mim  e me dar um beijo. SIM! UM BEIJO NO MEIO DA QUADRA! E eu podia passar a mão por aquele abdômen. Mais logo ele me soltou e eu apenas sai lá corada dos pés a cabeça

Corri pelos corredores e logo cheguei no pátio onde tinha uma cerejeira, a qual eu me encostei e comecei a pensar... Aquele jeitinho... essas borboletas... as minhas pernas bambas... meu rosto corado... aquele abdômen que me faz babar só de lembrar. Aquele cabelo... eu acho que eu estou definitivamente apaixonada por Natsu Dragneel, mais eu não posso me apaixonar... eu me sinto apaixonada mais mesmo assim no fundo odeio ele... eu não posso gostar dele não? Eu sou comprometida... eu não posso... eu tenho medo de sofrer... eu tenho medo do que o meu pai faria... mais eu me sinto protegida perto do Natsu... me apaixonar por Natsu me provaria apenas uma coisa, que pode ser explicada com uma frase ’Meu maior erro? Acho que ainda está para acontecer -Ayrton Senna’ eu definitivamente não posso me apaixonar por ele... mais eu também não tenho certeza do que eu sinto... eu gosto do calor dos braços dele... mais ao mesmo tempo odeio o jeitinho pervertido dele... eu definitivamente estou confusa sobre a merda que eu chamo de sentimentos e eu até poderia dizer de vida-amorosa, a não, esqueci isso é algo que eu nunca tive... o Natsu me deu o primeiro beijo ele tem um sorriso lindo... ele é perfeito. Mais ao mesmo tempo eu não gosto dele... afinal ele deve achar que eu sou mais uma que cai aos encantos facilmente do ‘’gostosão’’ popular mais eu não sou.

E, de repente, tudo o que preciso é segurar a mão dele mais do que já precisei de qualquer outra coisa na vida. Não apenas sentir que ele segura a minha mão, mas segurar a dele também.

Se eu ficar


Notas Finais


Desculpa qualquer erro gente, espero que tenham gostado da minha escrita, afinal ela é um pouco diferente. Espero que tenham gostado

~Momento abusando: Se quiserem olhar as minhas fics >w< obrigo ninguém a nada

Bem, se gostou e quiser da aquele favorito e aquele adicionar na biblioteca que ajuda muito •3•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...