História I hate you, I love you - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Crowley, Dean Winchester, Personagens Originais, Sam Winchester
Exibições 6
Palavras 443
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Quando eu coloco alguma coisa entre os asteriscos, é quando é a ação de algum personagem que não seja a Sophia. Espero que gostem desse capítulo!

Capítulo 2 - E agora?


Fanfic / Fanfiction I hate you, I love you - Capítulo 2 - E agora?

Fiquei sentada na cadeira por um cinco minutos. Os dois rapazes pararam o que estavam fazendo e foram para cozinha, onde estava Bobby. Eles conversaram por pouco tempo, com as portas fechadas. Um tempinho depois, um dos rapazes, veio e me ofereceu um copo de água. Eu aceitei, claro, estava morrendo de sede e também porque meu pai confiava no Bobby, então, por que não né?  Bebi a água e agradeci. 

Desconhecido: Qual é o seu nome garotinha? 

Eu: Sophia. (Pensamento: reparei que o homem estava prestes a puxar uma faca de prata do bolso) 

Desconhecido: Eu sou o Dean! Quantos anos você tem? 

Eu: Fiz 14 dia 26/09 (Pensamento: Coloquei a minha mão dentro do meu casaco, lembrei que tinha uma faca em um dos meus bolsos. Tenho uma arma que ganhei do meu pai dentro da minha mochila, mas ela estava muito longe. Eu estou com um pouco de medo na verdade, mas se fosse eu no lugar desse rapaz, também estaria assim. Afinal, não é todos os dias que uma garota bate na sua porta dizendo ser filha do seu amigo) 

Dean: Hm, legal. Você é muito pequena pra caçar demônios não é? *Tira a mão do bolso devagar e coloca a mão sobre o braço da cadeira* 

Eu: Acho que a idade não importa, o que importa é a sua mentalidade. Se você tem 40 anos com a mentalidade de uma criança de 10, você também é muito pequeno pra caçar, não acha? 

Dean: Você é uma garota muito esperta, gostei de você. (Ele disse enquanto colocava o braço envolta do meu pescoço) 

 Eu fiquei conversando um pouco com o Dean sobre as coisas que eu sabia fazer, sobre o que ele sabia fazer. Até descobri que eles estavam arrumando as coisas para ir investigar uma série de mortes, e todas as mortes aconteceram em casas que tinham o mesmo quadro.  Até que chegou o outro rapaz. Ele era alto e bem bonito. 

Sam: Oi, eu sou o Sam! Você deve ser a Sophia né? 

Eu: Sim, sou eu! 

Sam: Ouvi dizer que você é boa em caçar! Porque não vem com a gente? 

Eu: Vou com certeza! 

Me levantei da cadeira e fui pegar a minha arma dentro da minha mochila. Aproveitei e peguei um elástico para amarrar o meu cabelo. Ele estava grande, estava quase batendo no meu umbigo. Eu gosto do meu cabelo. Ele é bem escuro, mas não chega a ser preto. Está mais para um castanho bem escuro. Estava pensando em cortar. Pra quê deixar grande? Para que os monstros possam agarrar? Bom, depois eu vejo isso. Sam e Dean já estão me esperando. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...